História De Volta ao Morro (A Vingança)-Namjoon - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 224
Palavras 1.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!


Rafaela 👇👇

Capítulo 32 - Conversa entre ex amigas


Fanfic / Fanfiction De Volta ao Morro (A Vingança)-Namjoon - Capítulo 32 - Conversa entre ex amigas

Desesperado e com muito medo,  entrei no hospital do morro com a Sofia nos braços.

Rm- Alguém ajuda ela aqui

Várias enfermeiras vem ate mim,  como sou o dono dessa porra, rapidamente fui atendido.
Levaram Sofia para uma sala,  onde eu não poderia entrar.

Rm- Oque ela tem? 

Enf- Ela esta tendo uma convulsão devido a febre alta,  o médico ja esta atendendo ela.  

Rm- Façam de tudo para salvá-la 

Enf- Pode deixar patrão

Ela pisca pra mim,  será que já comi essa enfermeira.

Fico andando de um lado pra outro,  esperando notícias da Sofia.
Ela não pode morrer assim,  eu que tenho que matá-la.
Quem dera fosse isso,  eu não quero que ela morra porque ainda amo aquela desgraça.
Maldita que não sai de meu coração.

Dr- Parentes da paciente Sofia Smith 

Rm-  Ela ta bem,  fala porra.

Vejo ele ficar nervoso na minha presença.

Dr- Sim patrão, conseguimos estabilizar sua febre,  ela vai ter que ficar internada para observação.  Ela tem vários hematomas pelo corpo,  tem um corte na cabeça que infeccionou e por isso deu febre. Ela esta sobre efeito de antibióticos e nesse momento esta dormindo. 

Rm- Posso ficar com ela

Dr- Claro que sim patrão,  me acompanhe.

Segui o dr, e logo vejo a Sofia deitada em uma cama,  ela estava com hematomas,  e totalmente pálida.
Me senti um lixo por ter sido eu que fiz isso.
Mas ela merece,  ela me traiu de todas as formas possíveis.

Sento na cadeira ao lado de sua cama,  toco em seu lindo rosto.

Rm- Ah Sofia tudo podia ser diferente,  porque você tinha que ser filha do terror,  porque esse desejo de vingança para quem não merecia nem lágrimas suas.  Poderíamos esta casados e felizes.  Agora nesse momento apenas sinto raiva de você,  raiva do que fez comigo, raiva por ainda amar você.

...

O dia amanheceu e eu não consegui dormir em nenhum momento,  Sofia várias vezes durante a noite gemia de dor,  sua febre voltou e tiveram que aplicar mais antibióticos.

Ela ainda não acordou,  o médico disse que é  normal.
Vejo a Jennie entrar pela porta e encarar a Sofia.

Jennie- Como ela ta ?

Rm- Um pouco melhor

Jennie- Vai descansar eu fico com ela. 

Rm- Não precisa baixinha 

Jennie - Vai logo Namjoon 

Rm- É  RapMonster

Jennie - Foda-se vaza logo. 

Rm- Cadê o Ryan 

Jennie- Deixei ele na dona Vera,  ela vai cuidar dele por hoje.

Dei um beijo na Jennie e olhei mais uma vez a Sofia.

Fui em direção a saída,  quando a mesma enfermeira de ontem me para.

Enf- Oi patrão,  já está indo 

Rm- Sim

Enf- Meu plantão acabou,  poderia me dar uma carona.

Rm- Tu mora onde loira 

Enf- Na rua 6, a propósito meu nome é  Rafaela.

Muito linda,  loira, olhos castanhos,  corpo escultural,  essa vai rápido pra minha cama.

Meu coração se fechou para o amor  e a Sofia é  a culpada.
Comigo agora é  só pente e rala.

Rm- Te levo com maior prazer Rafaela. 

Rafa- Pode me chamar de Rafa. 

Ela alisa meu braço.

Rm- Então Rafaela vamos.

Porra de Rafa. Quero só comer essa vadia, não preciso lembrar nome. 


Levei a enfermeira puta ate sua casa.

Rafa- Quer entrar um pouco patrão. 

Rm- Na próxima gata

Hoje não estou no clima pra transar com ninguém.

Ela me da um beijo no canto da boca  e sai.

Acelero ate minha casa,  chegando lá,  cumprimento os vapores e entro em casa.

Vou direto pra cozinha comer alguma coisa,  depois de comer subo para meu quarto e tomo um banho morno que relaxa meus músculos.
Visto apenas uma boxer branca e caio na cama.
Sinto o cheirinho de meu pequeno.
Merda nem lembrava que hoje o decorador vem arrumar o quartinho dele.


Ligação on

* Tae tenho uma missão pra tu. 

- Fala aê  patrão. 

* As 14:00 vem um pessoal aqui em casa arrumar o quarto do Ryan,  quero você aqui para orienta-los,  Suga ta cuidando da boca pra mim,  e Jennie ta no hospital com Sofia e eu vou dormir ate cansar. 

- Ja é RM colo ai as 13:50 

* Não me acorde, se vira ai com o viado do decorador. 


Ligação off


Jogo meu celular na cama e caio em um sono profundo.


Sofia Narrando 


Abro os olhos aos poucos enquanto não me acostumo com a claridade.

Vejo que estou em um quarto de hospital.  Ao meu lado esta a Jennie .

Sofia- O que aconteceu? 

Jennie- A princesinha acordou

Ela fala debochada.

Sofia- Porque estou aqui 

Jennie - Tu teve uma infecção,  devido a um pequeno corte que estava aberto na tua cabeça,  tu toda fracote,  teve febre e nessa febre tu quase vai pro Beleléu, uma convulsão que te deixou tremendo,  parecia que tava possuída pelo espirito da pomba gira. 

Sofia - Meu filho cadê Ryan 

Jennie- Ele esta sendo bem cuidado.  Esse corte na cabeça,  foi o RM? 

Sofia- Ele me espancou,  mas acho que esse corte foi devido a ele ter me empurrado na escada do porão. 

Jennie - Meu irmão nunca foi violento,  nunca agrediu ninguém que não merecesse,  por isso o povo aqui ama ele, então se ele te espancou foi porque tu mereceu.  

Sofia- Eu sei,  eu quis me vingar dele,  por uma pessoa que não merecia,  o Terror não merecia isso.

Vejo a Jennie ficar tensa,  desde aquela noite a três anos atrás,  que eu não converso com ela.  Eu soube que ela havia sido estuprada por meu pai,  mais não tive a oportunidade de conversar cara a cara com ela.

Jennie - Tem razão, o canalha do Terror não merecia ser vingado.  Ele foi a pior pessoa que conheci.  

Sofia- Sinto muito,  eu não conhecia os pais que tinha. 

Jennie - Você era apenas uma criança e eu também,  eu só tinha 10 anos.

Ela começa a chorar e eu tento abraçá-la mas o soro não permite.

Sofia- Eu me sinto tão mal em saber que ele fez isso com você. 

Jennie - O Namjoon me apoiou,  ele ficou do meu lado e eu pedi que ele o matasse,  foi eu Sofia,  eu que pedi ao Nam para matar seus pais,  sim seus pais,  tanto o Terror como a Sarah,  seu pai me estuprou, eu era uma criança,  só tinha dez anos,  nem menstruava ainda,  e sua mãe soube e não fez nada,  continuou ao lado dele,  não  se importando com oque ele fez,  e fazia,  porque eu não fui a única Sofia,  ele estuprou várias meninas,  todas menores e sua mãe sabia.

Eu ja começo a chorar junto com ela,  que tipo de pais eu tinha meu Deus.

Jennie- Seu pai,  sua mãe e seu padrinho eram pessoas horriveis.  Talvez para a familia eles eram bons,  ele te tratava como sua princesinha,  mas fora, ele era um animal.   Eu fiquei anos tentando apagar esse trauma.  Você também foi estuprada Sofia, e você sabe como é  difícil. 

Sofia- Sim eu sei,  mas eu nunca soube disso,  quando descobri que o Rm havia matado meus pais,  os pais que eu idolatrava,  amava,  eu jurei vingança,  e cresci e amadureci com esse desejo.  

Jennie- De certa forma entendo seus motivos para querer matar meu irmão.  Eu ate te agradeço por não ter tido coragem na hora,  ele foi preso,  passou três anos sofrendo,  mas foi melhor que a morte.

Ela da um leve sorriso.
Será que estou recuperando minha amiga de volta.

Jennie- Infelizmente agora é  o Namjoon que quer vingança,  não sei onde isso vai parar.


Ela tem razão,  o Rm não vai parar ate me ver mal, ele vai me fazer pagar caro por todos os anos que eles ficaram presos.

E de certa forma, eu mereço tudo de ruim que vier daqui pra frente . 


Notas Finais


E o sofrimento da Sofia apenas começou.

Meu sensor de piriguete explodiu... Uma nova puta na área, oque esperar da enfermeira gostosa.


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...