História De Volta ao Morro (A Vingança)-Namjoon - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 289
Palavras 2.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais de 2000 palavras para aquelas que pediram cap longos. Bati meu record 😄


Boa Leitura!

Capítulo 32 - Pitao melica


Fanfic / Fanfiction De Volta ao Morro (A Vingança)-Namjoon - Capítulo 32 - Pitao melica

Rap Monster narrando 


Acordo com barulhos,  essas Porras não sabem trabalhar em silêncio.

Me viro para o outro lado e novamente o barulho.
Que porra eu mandei decorar o quarto do moleque e não destruir.
Me levanto a contra gosto,  queria dormir mais,  vejo que ainda são 16:00. Que caralho!

Fui ate o quarto ao lado e vejo algumas pessoas trabalhando.
Vejo o decorador viado,  ele mora aqui no morro,  e ja deu varias vezes em cima de mim. Adoro ele,  mas não  curto da mesma fruta, ele trabalha bem,  isso é  oque importa.

Pierre- Meu coreano lindo divoso.. 

Rm- Fala aê viado -

Pierre- UI que ele ta esquentadinho hoje.  Quer uma massagem para relaxar. 

Rm- Saí daí sua bicha.  Só quero silêncio,  estava dormindo porra. -

Pierre- Ai RapMonster adoro um bofe rebelde. 

Rm- Taehyung porra,  controla essa bicha. 

Tae- To fora,  ele me bulinou,  pegou na minha bunda.

Começo a rir da cara de revoltado do Tae.

Pierre- Seus insensíveis,  vocês são tudo uma bichas que não sairam do armário. Um dia ainda te terei TaeTae. 

Tae- Vai de reto satanás. 

Pierre- AFF seu ogro.  Eu sei que me deseja e vou aguardar ansioso por esse dia. 

Tae- Que dia praga?  

Pierre- O dia que vou gemer loucamente teu nome..  Aah Taehyung mais rápido ahh.

Tae revira os olhos e se benze.  Eu não consigo parar de rir.

Rm- Então Pierre como ta os trabalhos. 

Pierre- Ta indo bem gostoso.  O Taezinho me ajudou ne amor.

Vejo que o quarto esta lindo.  (Capa )

Tae- Soube que ele gosta do capitão América,  cara ja sou fã desse moleque.  O capitão América é  o melhor.

Tae adora crianças,  na verdade ele é  a própria criança.

Pierre- Seu filho vai adorar patrãozinho.  Que menino Divo é  aquele?  Tão lindinho,  tão fofinho,  da vontade de morder. E jogar purpurina. 

Rm- Sai daí viado,  meu filho nem vai saber oque é  purpurina. 

Pierre- Ta seus machistas,  to cansando minha beleza com energuminos insensíveis.   O trabalho acabou quero meu dinheirinho. 

Rm- Quanto te devo. 

Pierre- 3.000$

Rm- É oque??  Tu só pintou o quarto e fez uma decoração com prateleiras. 

Pierre- Ah que isso moreno delícia. Isso não é  nada pra tu. E tenho que pagar meus ajudantes.  

Rm- Seu aproveitador. Ta vamos ate meu quarto que vou te pagar. -

Pierre- UI é  hoje que tiro a teia de aranha e realizo meus desejos carnais com um asiático.  Ahh Deus socorro é  hoje. 

Rm- Bem menos Pierre,  só vou pegar o dinheiro. 

Pierre- Iludida eu fiquei..  Ahh que triste vida minha. 


Vou ate meu quarto sendo seguido  por essa gazela saltitante.
Percebo seu olhar na minha bunda.
O viado é gente firmeza,  gosto dele,  me tira altas risadas,  faz apenas dois anos que ele mora aqui no morro,  e ja conquistou todos com sua purpurina.
Todos respeitam ele,  zoamos mais é  na humildade,  ele sabe que estamos brincando.

Rm- Pode esperar ai mesmo. 

Pierre- Ah não é  hoje que conhecerei a porta para o paraíso. 


Não aguento e caio na gargalhada.  Ah esse Pierre é  uma resenha.


...

Jennie trouxe o Ryan e eu estranhei.

Rm- Oi garotão,  se divertiu na casa da tia Vera. 

Ryan- Xim ela me deu pilulito e eu blinquei com o pedinho.

Pedrinho é  o neto de dona Vera.

Rm- Que bom, Jennie oque aconteceu,  ele não  iria dormir na dona Vera e você não iria passar a noite com a ..

Olho para o Ryan que estava brincando com seu boneco do capitão América.

Jennie - Katrina apareceu e vai ficar com ela.

Estranho o Jin ter permitido que a Katrina saia de casa, ja que ele estava a mantendo presa, assim como eu estava fazendo com a Sofia.

 Rm- Tenho uma surpresa pra você Ryan. 

Ryan- Pesente obaaa 

Rm- Sim

Pego em sua mãozinha e subimos as escadas.

Rm- Abre a porta filho.

Ele fica na ponta do pé  e abre com dificuldades a porta.
Acendo a luz e ele olha tudo.

Ryan- Pitao melica

Ele corre ate os brinquedos e olha todo o quarto,  percebo que ele fica feliz.

Rm- Esse é  seu novo quarto.  Gostou filho? 

Ryan- Xim

Ele pula feliz.  E eu fico ainda mais feliz por ele ter gostado.

Vejo a Jennie sorri e eu a abraço.

Rm- Ja amo demais esse menino.  

Jennie- E a mãe dele,  também ama? 

Rm- Dessa quero distância.  

Jennie- Eu andei conversando com ela. 

Rm- Não quero saber Jennie.


Deixei a Jennie falando sozinha e fui brincar com o Ryan. 


Fiquei brincando de lutinha com os bonecos e o Ryan é  super competitivo.

Rm- O homem de ferro é  melhor. 

Ryan- Não o pitao melica é o melhor de todos os helois

Rm- Não  é  nada

Ele me da língua.  Começo a rir,  esse é  meu filho.  Sim meu filho,  ainda não recebi o resultado do DNA mas não tenho dúvidas.

Ficamos brincando por um bom tempo, depois o Ryan quis assistir  os vingadores,  e coloquei na netflix,  fui fazer pipoca,  e assistimos o filme agarradinhos,  eu sentido o cheirinho do meu pequeno.

Ryan- Viva pitao melica

Ele vibra ao ver as lutas,  esse é  meu moleque.

Rm- Olha ai o homem de ferro é  fera demais.

Ryan- pitao melica

Desisto,  o Ryan tem opnião própria  e não aceita ser contrariado,  puxou a mãe.

Ficamos ali,  cada um torcendo por seu herói preferido.
Logo a minha casa é  invadida por três seres.. Tae,  Jimin e Kook.

Tae- Não acredito que estão assistindo vingadores e não me chamaram.

Ele pula no sofá e ja vai pegando a pipoca.

Rm- Hey vocês não deveriam está trabalhando. 

Jimin- Hoje to livre. Não teve aulas de tiro. 

Kook- O JHope ta no meu lugar,  trocamos os dias. Pois amanhã ele vai sair com uma patricinha do asfalto. 

Tae- E eu to de folga,  tu que me deu RM para eu ajudar o Pierre. 

Rm- Beleza,  querem tomar uma cerveja. 

Jimin- Ja é

Eu e os meninos ficamos bebendo e assistindo vingadores.

Tae- Olha ai,  eu disse que o capitão América é foda. 

Ryan- É poda 

Rm- Olha os palavrões na frente de meu filho. 

Jimin- Prefiro o Thor 

Kook- Pantera negra é o cara.

Nessa hora ja estávamos assistindo Guerra Infinita que ainda esta nos cinemas. 

Jimin- Olha ai o Thor, cara ele é  o bicho,  esse filme foi dele porra.  

Ryan- Pourra

Rm- Olha a boca caralho. Tem uma criança presente. 

Jimin- O kook fala pior. 

Rm- To falando do Ryan. 

Ryan- Pitao melica

Ficamos nessa discursão de quem era o melhor.

Claro que o Homem de ferro é  melhor,  mas ficarei calado.

...

O filme acabou,  o Ryan dormiu  e os meninos foram embora.
Levei o Ryan no colo ate seu quarto,  coloquei ele na cama,  o cobri e beijei seu rostinho.

Rm- Durma bem meu filho.

...


Acordo com uma coisinha pulando em cima de mim.

Ryan- Acodaa papai

Meus olhos se enxem de lágrimas,  não contenho meu sorriso.  Ele me chamou de papai.  Abraço ele e uma lágrima cai de meus olhos,  começo a fazer cosquinhas nele.

Rm- Quem é  o menino mais lindo desse mundo.

Ryan- Iann 

Rm- Sim isso,  é  o Ryan,  papai vai morder.

Ele da gritinhos e sorri.

De repente ele para de sorrir e olha atrás de mim.

Ryan- Mamãe

Ele corre e eu olho.   Sofia estava parada na porta de meu quarto.
Os dois se abraçam e ela chora.

Sofia- Oi meu amorzinho,  mamãe sentiu tanta falta de você. 

Ryan- Mamãe vai bola mais não.

Ela me olha e eu a encaro.

Rm- Não filho,  a mamãe não vai mais embora.

Ela da um sorrisinho de lado.

Rm- Quem te trouxe Sofia.  Achei que iria ficar mais dias internada. 

Sofia- Recebi alta essa manhã,  e a Jennie me trouxe,  mas ela ja foi porque tinha faculdade. Desculpa entrar assim na sua casa,  eu estava te procurando. 

Rm- Quer oque? 

Sofia- Eu recebi alta,  ja estou pronta para voltar ao porão. 

Rm- Quer voltar ao porão? 

Sofia- Eu disse que não fugiria e aqui estou.

Fico sem saber oque responder,  eu sabia que ela não fugiria pois nunca abandonaria o filho.  Mesmo assim eu deixei dois vapores de vigia na frente do hospital.

Ryan- To cum fome 

Rm- Então vamos comer filhão.  Er Sofia você ja tomou café? 

Sofia- Na verdade não,  saí do hospital antes de ter o café. 

Rm- Então vamos comer,  me espera lá em baixo que vou só tomar um banho rápido.

Ela acena com a cabeça e desce com o Ryan.

Suspiro pesadamente em baixo do chuveiro.  Como essa mulher ainda consegue mexer comigo.

...

Rm- A empregada não vem hoje,  vou ter que me virar na cozinha. 

Sofia- Se me permitir eu posso fazer algo. 

Rm- Vai colocar veneno?

Ela Sorri...  Que sorriso! 

Sofia- Gostaria mais infelizmente não tenho aqui comigo nenhum veneno.

Dou um sorriso de leve. Sofia fez uns sanduíches, panquecas e ovos com bacon,  café  e suco de laranja.

Comemos em silêncio eu apenas a encarava,  o jeito que ela pegava nos cabelos,  que  mastigava,  o jeito que ela tomava o café,  aquilo me facinava.

Mais que porra! 

Ryan- Mamãe bola ver meu quarto .

Ela me olha pedindo permissão e eu apenas concordo.

Ela vai com o Ryan e eu vejo os dois subirem as escadas.
Poderia ter sido tudo diferente,  poderíamos ser uma familia,  nós três felizes.
Mas ela acabou com isso.


....


Rm- Quer tomar um banho Sofia?  

Sofia- Se não for incomodar eu gostaria,  ainda estou com cheiro de hospital. 

Rm- Pode ir,  ainda tem umas roupas que a Jennie havia separado pra você,  vou buscar enquanto você toma banho. 

Sofia- Não vai querer entrar no banheiro?

Não  sei porque,  mais aquilo me pareceu ser um convite e eu me excitei.   Mais não,  ela apenas falou isso,  porque no primeiro dia eu não confiava nela e entrei junto no banheiro.

Rm- Não Sofia pode tomar seu banho tranquila,  só lembre que tenho vapores ao redor da casa,  não tente nada.

Ela sorri e sai em direção ao banheiro.

Olho para o Ryan que esta intertido com meu celular.

Subo para pegar as roupas para a Sofia,  bati na porta do banheiro e ela não respondeu.
Abri a porta e vejo ela de costas,  me arrepiei na mesma hora.

Ela se vira e me ver a olhando.

Rm- Er eu bati e você não respondeu,  trouxe as r-roupas.  

Sofia- Pode deixar ai em cima,  obrigado.

Achei estranho ela não se assustar ou cobrir seu corpo.
 Não consigo tirar meus olhos dela,  vejo que ela tem uma tatuagem de uma borboleta abaixo do ventre,  quase perto da buceta.
Ow meu Deus! 

Sem conseguir controlar minha ereção eu saio correndo do banheiro.

Tento controlar minha respiração e excitação.

Que porra de mulher! 

...


Ela saí toda cheirosa e cabelos úmidos.

Rm- Er vamos almoçar no bar de dona Joana.

Saímos de casa e cumprimento meus vapores.

As pessoas me cumprimentam e olham a Sofia com ódio.   Entendo eles,  todos sofreram por causa da Sofia.

Chegamos na dona Joana e ela vira a cara para a Sofia. A garçonete que se chama Liz aparece e encara a Sofia.

Liz - Oi RM oque deseja hoje. 

Rm- Quero o prato do dia,  Sofia vai querer oque?  

Sofia- Uma macarronada a quatro queijos e  para o Ryan uma lasanha de frango.

Liz faz cara feia para Sofia.

Sofia- Oque é  ein?  Perdeu algo na minha cara,  ta me achando linda,  quer uma foto. 

Liz- Ainda se acha ne garota. 

Sofia- Eu não me acho,  eu sou! 

Liz- Querida se toca,  todos te odeiam. 

Sofia - Não sou sua querida.  E se me odeiam ótimo,  to nem ai pra esse povo. 

Rm- Traz logo a comida Liz.

Falo alterado...  Pelo visto Sofia não se arrepende de nada.

Ryan vai brincar com o filho do casal Johnsons eles estavam aqui almoçando. 

Algumas pessoas encaram Sofia e ela rir debochada.

Sofia- As pessoas me odeiam.  

Rm- Motivos eles tem. 

Sofia- Só porque coloquei os traficantes na cadeia.

Ela me olha e eu a encaro.

Rm- Esses traficantes sempre ajudaram essas pessoas,  eu sempre ajudei e por isso todos me respeitam,  quando eu estava preso o morro foi pacificado e a policia fez daqui um inferno.  Por isso eles te odeiam,  porque a vida deles viraram um inferno na mão dos vermes. Muitos foram embora porque não aguentavam.  Quando eu voltei os moradores fizeram festa pra mim eu voltei a por ordem no morro,  as escolas estavam abandonadas,  o hospital sem medicamentos, a policia acabou com meu morro,  por isso eles te odeiam,  porque você foi a causadora de todo mal.

Ela me olha,  seu olhar parece perdido.

Sofia- Eu não sabia. 

Rm- Claro você estava feliz em Londres.

Ela abaixa a cabeça.

A Liz traz a comida e a Coca-Cola.

Liz- Se quiser mais alguma coisa RM é  só chamar.

Ela pisca e sai.

Sofia- Uma admiradora 

Rm- Tenho muitas 

Sofia- Imagino

Ryan vai comer sua lasanha e a Sofia grita.

Sofia - Espera filho 

Rm- Que foi mulher 

Sofia - Rm prova a lasanha primeiro. 

Rm- Oque porque ?

Sofia- Vai que envenenaram. 

Rm- Ta doida,  ninguém é  assassino aqui. 

Sofia- Eles me odeiam  

Rm- Ninguém nunca se atreveria a matar meu filho. 

Sofia- Sou treinada pra isso,  não confio. 

Rm- Vou te provar que tem veneno nenhum na comida de meu filho.

Eu pego a lasanha do Ryan e o prato da Sofia.  Quando iria levar a boca,  a Liz grita.


Liz - NÃO RM NÃO COME!  


Notas Finais


Itcha preula. Veneno? Será!

Quero deixar claro que o Homem de Ferro é o melhor, concordo com o Mozão 👌


Ate a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...