História De Volta ao Morro (A Vingança)-Namjoon - Capítulo 51


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 73
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 51 - Segunda temporada - Cap III


Fanfic / Fanfiction De Volta ao Morro (A Vingança)-Namjoon - Capítulo 51 - Segunda temporada - Cap III

Nicolas Narrando

Meu sobrinho Ryan praticamente me obrigou a sair com ele, agora vê se pode, um moleque de 19 anos mandar em um marmanjo de 27, mas sim, ele conseguiu me obrigar, não nega, ser filho de quem é.

Oque eu não esperava dessa noite, era encontrar um anjo. Pode parecer clichê, mas eu não me interesso por qualquer uma, mas essa menina me chamou atenção. Linda, olhos azuis, cabelos longos e pretos, com uma boquinha super beijavel, mas havia um problema, e dos grandes, Chrisley só tinha 15 anos, e eu não podia me sentir atraído por uma garotinha, porém naquela noite tudo me levava a ela, a atração foi mais forte e acabei convidando ela pra ir a praia, no começo ela rejeitou, mas logo aceitou.

Se eu disser que não sonhei com ela essa noite, estaria mentindo, o anjo apareceu linda nos meus sonhos, não foi sonho erótico, ou coisa parecida, mas sim um sonho angelical, como ela. Chrisley oque você fez comigo. 

Perdido em pensamentos, sou interrompido por uma enfermeira. 

Enf- Nicolas a sua irmã está ai. 

Nick- Mande ela entrar. 

Hoje verei a Chrisley, e estou tão nervoso, isso nunca aconteceu comigo antes. 

Sofia- Oque tanto meu bebê pensa. 

Nick- Sofi! 

Minha irmã é meu porto seguro, graças a ela eu estudei nos melhores colégios e na melhor faculdade, ela bancou todos meus estudos, mesmo eu sendo apenas meio irmão dela, nosso pai, que eu nem considero pai, o Terror melhor dizendo, ele estuprou uma menina de 17 anos, minha mãe, e ela acabou engravidando de mim, infelizmente ela morreu no parto, dando sua vida por mim, ou era eu, ou ela, minha mãe preferiu me salvar,  minha vó que me criou e eu devo tudo a ela, minha velhinha que me fez ser esse homem que sou,  conheci minha irmã eu ja tinha 12 anos, e Sofia nem quis fazer DNA, ela achou que somos muito parecidos e se recusou a duvidar, ela me amou, cuidou de mim quando minha vó faleceu, passei a morar com ela e o Namjoon,  hoje sou médico cirurgião e tudo graças a Deus, ao meu esforço e a Sofia. 

Sofia- Terra chamando Nick. 

Nick- Oi minha linda, oque te trás aqui. 

Sofia- Papo de irmãos 

Nick- Sou todo ouvidos

Sofia- Ryan me falou sobre a menina que você conheceu ontem, 15 anos Nicolas, você sabe que isso é crime. 

Nick- Sofi eu não queria, você sabe que eu não costumo me envolver tão facilmente com as mulheres, mas ela me chamou atenção de uma forma que não to conseguindo me afastar. 

Sofia- Ah meu amor, eu ate achei que você fosse gay, nunca te via com mulher nenhuma. 

Nick - Eu não sou gay Sofia, e eu saio sim com mulheres, mas sou reservado. 

Sofia- Ela só tem 15 anos, a idade que sua sobrinha teria.

Uma coisa que me sinto mal é isso, o sequestro de minha sobrinha Valentina, aquilo me fez mal de uma forma, eu passei meses chorando, eu era uma criança, eu jurei que a encontraria, mas isso ja faz 15 anos e nada de encontrá-la. 

Nick- Eu sei, eu me peguei várias vezes essa noite remoendo isso, dizendo para mim mesmo, que ela é uma criança, que eu não posso me envolver com ela, mas ta difícil Sofi, ela me intriga, algo nela me faz não querer me afastar. 

Sofia- Vai sair mesmo com ela hoje? 

Nick- Sim, mas o Ryan e a amiga dela vão também, não ficaremos sozinhos, mesmo que eu queira ficar com ela, ja coloquei na minha cabeça que não posso, eu não sei oque é, mas não consigo me afastar.  

Sofia- Cuidado Nick, eu não tenho preconceito com idade, se existe amor, mas as pessoas não vêem assim, e se os pais dela não gostarem, você pode ser acusado por pedofilia. 

Nick- Eu não terei nada com a Chrisley, ja esta decidido, mas algo nela me faz querer ficar perto, mas como amigo Sofia, não se preocupe. 

Sofia- Fica de olho no Ryan, a menina dele também é novinha. 

Nick- Ficarei minha irmã.

Sofia- Que horas vão a praia? 

Nick- As 10:00hrs, eu vim apenas dar alta a um paciente e ver como estão os cirurgiados.

Estou decidido a ser apenas amigo da Chrisley, ela é só uma criança, mesmo que chame minha atenção como mulher.

Sofia havia ido embora, verifiquei a papelada e assinei a alta de meu paciente, hoje era minha folga, mas eu precisei vir.

Fui para minha casa, onde moro sozinho, saí da casa da Sofia, quando entrei na faculdade, passei anos estudando em nova York, aprendi a me virar, assim que terminei a faculdade de medicina, fiz mestrado, e especialização em medicina cirúrgica, fiquei sete anos morando em nova York, e logo voltei como tinha prometido ao RM, me tornei médico do morro e amo oque faço. RM é um homem bom, ele ajuda muito a comunidade, não parece bandido, ele tem sim seus trabalhos barra pesada, mas dentro do morro ele é querido demais. 

Escolas, creches, hospital, ONG onde a Sofia trabalha, tudo devemos ao RM,  ele fez um ótimo trabalho na comunidade,  e é por isso que a policia nos deixou em paz, a delegada Raquel que é amiga da Sofia, tem grande carinho pelo RM, e acaba ajudando para que a policia não invada o morro, pode ser considerado corrupção, mas não, ela apenas evita atrito entre nós, mas ela já avisou, que o RM não batesse de frente com a policia, porque ela seria obrigada a prendê-lo.
RM não ta livre de ser preso, muito pelo contrário, ele ainda não pode por os pés fora do morro, mas a Raquel esta ajudando muito na busca da Valentina, mas até hoje ninguém a encontrou.

As vezes fico pensando, será que a vadia da Rafaela levou mesmo a Vale para outro país, nós procuramos por todo lugar, e nada, foram 15 anos de busca e pistas falsas.

 Eu falei isso para todos, suspeito que elas estão ainda no Brasil e agora a busca está por aqui, falamos com embaixadores, policia de todo o mundo e nada da Valentina, então eu pensei e ví a possibilidade da Rafaela ter plantado essa informação falsa de que elas foram para outro país, como ninguém havia pensado nisso, elas podem sim está mais perto do que imaginamos. A busca por Valentina está rolando no Brasil agora, e eu tenho fé que mesmo depois de tantos anos, nós encontraremos nossa Valentina.


Ryan chegou e fomos buscar as meninas na casa da Raquel, muita coincidência a Milena ser afilhada da nossa amiga delegada. 

Mili- Oi Ryan

Ryan- Oi anjo

Esse está apaixonado e não consegue esconder.

Vejo uma linda menina sair pela porta, nossos olhos se encontram, seus olhos azuis me facinam, ela estava linda em um short jeans curto e uma simples blusa branca, nem parece a patricinha mimada que conversei ontem a noite. 


Ela é linda, tão linda, Deus como resistir a essa tentação de menina. 


Notas Finais


Incesto? Nunca nem vi!

😏😏


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...