1. Spirit Fanfics >
  2. Dead Boy Walking >
  3. Capítulo Único: Silence

História Dead Boy Walking - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Bom, venho avisar que esta história não passa de um delírio meu, sendo apenas uma adaptação do musical: Heathers the musical para o universo Marvel.

Se preferirem, considerem como uma crack fic.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único: Silence


Anthony estava perdido, entorpecido por seus delírios, estes lhe sendo mais que salientados graças às suas grandiosas doses de álcool. Seus dias de popularidade escolar estavam com as horas contadas, em breve chegariam ao seu inevitável fim.

Apenas 30 horas de sobrevivência em meio o campo minado.

A caminho de casa, arquitetando um plano de fuga para aquela trucidante realidade, deparou-se com uma ideia deveras agradável para si e sua tão desiludida noite.

Jogaria tudo pelos ares.

Enlouqueceria, apenas uma vez, iria deixar levar e pensar em seus fascínios.

Não tinha mais nada a perder.

Era apenas um garoto zombie

Encontrava-se desbravando o jardim de sua escolhida vítima, dirigiu-se aos fundos, não havia a necessidade de usar a porta. Haveria de entrar pela janela. E assim fizera.

O dono do quarto presente não demorou em notar sua entrada furtiva, assustando-se à princípio.

Tony? O que faz aqui? – a voz sonolenta de Steve reverberou pelo quarto silencioso, fazendo o coração de Stark pular uma batida.

Shh… – gesticulou apressadamente – Me desculpe mas, eu realmente precisava te acordar… Eu acabei de decidir que eu preciso montar em você até quebrá-lo ao meio – confessou sem receios, vantagens providas das substâncias alcoólicas em seu sangue.

O loiro, no entanto ruborizou de imediato, escapando dos comentários do Stark graças a nula iluminação do ambiente.

Em passos firmes, lá estava  Anthony à sua frente.

– Vamos lá! – o encorajou, abrindo seu blazer azul marinho em um movimento célere. – Hoje a noite sou seu, serei seu garoto zombie. – o loiro ameaçou levantar-se, no entanto fora impedido pelas mãos do menor em seus ombros. – Então beije seu garoto zombie… Vamos, você sabe o que fazer! Eu estou bêbado de excitação… Renda-se às vontades de um garoto zombie! – clamou auspicioso.

O moreno agachou-se, podendo vislumbrar com clareza o rosto do dono dos olhos cerúleos.

– Sabe… Estou aqui por que você é uma pessoa bela. Você se diz ser tão insensível em seu interior mas, eu não consigo crer nisso… – Tocou sua face, acariciando-lhe a bochecha com o polegar. – Se o mundo é injusto? Mantenha-o trancado lá fora! Por que aqui é belo, vamos transformar isto em beleza! – exclamou, desprendendo-se de seu blazer, lançando-o sobre o chão.

– É suficiente pra mim. – concluiu, dando vez para que o moreno os unificasse em um sedento selar de lábios. O loiro não tardou em trazê-lo para seu colo, acomodando-o em seu enlace.

Sentiu as pequenas mãos hábeis passearem pela barra da sua camisa, elevando-a. Rompeu o ósculo para auxiliá-lo, dando a peça de roupa o mesmo destino que o blazer do Stark.

Sentiu o pressionar dos lábios carnudos percorrendo seu peito e abdômen com devoção, posteriormente tomando caminho até sua orelha esquerda.

– Vamos adiante… – sussurrou agitando-se, mexendo os quadris. – Tome esse garoto zombie para si.

– Como achou meu endereço? – Steve contestou, entorpecido. – Oh eu acho que você rasgou meu colchão…

– Nada de dormir hoje! Não vá me decepcionar. – o moreno seguiu com sua verborragia. Permitiu-se tocar a face do loiro outra vez em uma carícia suave. Este que estourava os botões de sua blusa social, deixando seu tronco desnudo.

– Okay, okay. – o rapaz rendeu-se, concordando avidamente com a cabeça. Sentia sua sanidade esvaindo-se de si a cada investida de Anthony sobre seu corpo. Apertou as coxas fartas do menor, buscando atenuar sua volúpia.

– Mexa-se e faça essa cidade inteira desaparecer! – ditou, tendo como resposta mais um aceno positivo – Então me bata, puxe meu cabelo, me toque em todos os lugares – o maior seguiu suas orientações, necessitado. – Oh e agora, ame esse garoto zombie…

E assim o fez, por durante toda a noite. Transformaram sua união em beleza, varrendo suas mentes, dissipando seus arredores. 

Amaram-se como os deslocados que eram.


Notas Finais


Obrigada por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...