História Dead Of Night - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Magnus Bane
Tags Clace, Kierark, Malec, Sizzy
Visualizações 104
Palavras 1.032
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 30 - Capítulo 29


Fanfic / Fanfiction Dead Of Night - Capítulo 30 - Capítulo 29

 

Capítulo 29

Um cumplice.

 

Ao deixar Jace no hotel de Maryse, Adele direciona Simon para o seu distrito, enquanto sentia o seu olhar sobre si.

-Acha que eu não deveria tê-la matado? –Pergunta, olhando-o nos olhos.

-Acho que não tem ideia das consequências dos seus atos. –Responde, desviando o olhar. –A Corte agora é de um bebê, já que Kieran não quer nada que tenha haver com esse mundo. –Garante, suspirando.

-Tem certeza disso? –Pergunta, segura.

-Tenho... Ele recusou quando o irmão morreu, quando o pai morreu, quando a tia tentou força-lo... Kieran está vivendo muito bem com o marido e com os cunhados, ele tem a vida que sempre quis... Só não, estrague isso. –Pede, voltando-se em direção a ruiva.

-Se ele não for uma ameaça a Jonathan e ao bebê... Eu não me importo se ele está vivo ou morto. –Revela, despreocupada.

-Obrigado. –Agradece, suspirando.

-Agora... Por que esse súbito interesse em deixa-los vivos? –Pergunta, confusa.

Até o momento Simon não tinha nenhum envolvimento com Mark e sua família, a não ser pelo caso de Liv e Dru... Adele solta uma risada, ao perceber que Simon estava sendo solidário pela dor alheia.

-A família já sofreu demais. –Responde, desviando o olhar.

 

***

 

Alec observava Jace encarar o seu telefone, enquanto esperavam o elevador... O loiro estava inquieto, isso significava que eles haviam aprontado alguma coisa.

-Você parece um tarado perseguidor quando rastreia o telefone das suas namoradas. –Acusa, rindo.

-Você olha para o Magnus assim e ninguém fala nada. –Acusa, ainda encarando o celular.

-Fato e eu não me envergonho disso, meu marido é um pedaço de mau caminho. –Diz, despreocupado.

-E eu não gosto da ideia de Clary e Adele muito próximas a Simon. –Comenta, arrancando uma risada de Alec.

-Simon está totalmente voltado para Isabelle. –Garante, debochado.

-O problema não é Simon, o problema é Clary. –Garante, irritado.

-Ainda não conseguiu transar com ela? –Pergunta, confuso.

-Não, só com Adele, sempre com Adele. –Responde, revirando os olhos. –Quando nós começamos, ela trava e... Adele toma conta da situação... Não quero conversar sobre isso. –Confessa, murmurando.

-Devo me preocupar com o que vocês aprontaram com Queen? –Pergunta, ao entrar no elevador.

-Não. –Responde, voltando-se em direção a Alec, que aperta o botão da cobertura.

-Izzy vai ficar irritada com você. –Comenta, colocando as mãos no bolso, analisando-o.

-Com Adele, mas sei que ela vai sobreviver. –Revela, sorrindo. –Já deve estar, visto que o atentado já está em todos os jornais. –Comenta, atraindo o olhar de Alec.

Adele é uma excelente atiradora e não fazia o tipo que deixava pistas... Ela fazia os seus trabalhos de uma forma limpa.

-Jonathan já foi avisado? –Pergunta e Jace acena positivamente para Alec. –Ótimo. –Sussurra, ajeitando a sua jaqueta de couro. –Estava relendo o caderno de Axel está manhã e descobri algumas contas de Malcolm no meio. Jon está nesse momento desviando o dinheiro. –Revela, calmamente.

-Ótimo... Precisamos de mais fundos e quando Malcolm estiver nas nossas mãos, vamos fazer o que tivermos que fazer. –Garante, seguro. –E quanto Axel? Já sabe o que fará com ele? –Pergunta saindo do elevador.

-Por enquanto só retirar informações. –Responde, suspirando e parando em frente a porta do quarto.

-E Asmodeus? –Pergunta e Alec suspira.

-Está em período de experiência. –Responde, no segundo que Maryse abre a porta.

-Olá. –Cumprimenta, sorrindo.

Era bom ver Maryse sorrir por qualquer coisa, mas havia uma seriedade nos olhos azuis da morena.

-Olá. –Cumprimenta, beijando a bochecha da mãe, observando-a alargar o sorriso, enquanto Madzie corria em direção ao pai, abraçando-o pelas pernas.  –Não sabia que estava aqui. –Comenta, pegando-a nos braços.

-Avisei a Magnus, mas ele parecia ansioso com algo. –Comenta Maryse, analisando-os com atenção.

-Nós vamos a um baile de mascaras hoje à noite... Fora outras coisas que ele está resolvendo. –Revela, atraindo a atenção de Maryse.

-Asmodeus me convidou para esse evento também. –Comenta, confusa. –Quem ficará com Madzie? –Pergunta, encarando a menina.

-Simon e Izzy. –Responde, suspirando.

-Entendo. –Sussurra, concordando com a cabeça. –Irá também, Jace? –Pergunta, voltando-se em direção ao loiro.

-Não, tenho outros assuntos a tratar com Clary e Adele. –Responde, fazendo-a encarar o filho.

-Vou com apoio, não se preocupe. –Garante, despreocupado.

-Espero que sim. –Diz, suspirando e Alec observa Jace encarar o celular.

-Asmodeus? –Pergunta, ajeitando Madzie em seu colo. –Ele me pediu para vir aqui com urgência e... Eu quero saber o porque. –Afirma, seguro.

-Está no bar conversando com o seu pai, mas ele me pediu para lhe dar isso. –Revela, afastando-se de Alec e pegando um pen drive. –Ele não me disse o que tinha ai, disse que era algo sobre Imogen, sobre alguém que lhe ajudava. –Comenta, atraindo a atenção de Jace.

-Como? –Pergunta, confuso.

-Asmodeus pareceu bastante preocupado quando descobriu isso. –Revela Maryse, olhando o filho nos olhos.

 

***

 

Jace analisava todas as informações que Axel já tinha passado para Jon.

Fazia mais do que sentido ele querer tomar conta de Idris, querer passara perna em Alec, mas havia uma parte da morena que acreditava que não era somente Malcolm e Axel os grandes adversário do seu irmão mais velho, existiam mais pessoas, pessoas que nem ao menos tinham se revelado.

Jace estava esperando Izzy, sair do interrogatório, com Madzie no escritório de Alec.

-Tia Izzy. –Chama Madzie, correndo em direção à morena e se jogando nos braços da mesma, que coloca uma careta no rosto, parecia sentir desconforto no braço, mas ignorava por conta do sorriso de Madzie.

-Izzy. –Cumprimenta Jace, aproximando-se da morena.

-O que faz aqui? Pensei que estava com Alec e Asmodeus. –Revela, voltando-se para o loiro.

-E estava, mas Alec me pediu para lhe levar até a casa de Simon com Madzie. –Revela, enquanto Izzy alisava as tranças de Madzie.

-Entendo. –Diz, aproximando-se da sua bolsa e a colocando em seu ombro. –E o que aconteceu? –Pergunta, voltando-se em direção ao loiro.

-Aparentemente, a minha avó tinha um cumplice e Asmodeus descobriu uma pista sobre ele ou ela. –Responde, revirando os olhos.

-Acha que essa pessoa pode estar por detrás de Axel e Malcolm? –Pergunta, ao seu aproximar de Jace.

-É o que Asmodeus acredita. –Responde, abrindo a porta e deixando-as passar.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...