História Dead or Alive - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - The Visit (Part One)


Nayeon caminhava impacientemente até o prédio branco.

Ainda não entendia o que aqueles homens tinham com a cor branca...

Ao chegar lá, falou com uma moça, que pra variar, usava um uniforme branco.

Falou quem queria ir ver. Jeongyeon, óbvio.

Deixaram as duas numa sala vazia. As paredes, o teto, e o chão pintados de... É, eu não preciso contar.

Jeongyeon parecia ter perdido peso, parecia sentir dor, e estava muito mais emotiva que o normal.

Usava uma mordaça, como as que colocam em cães, só que uma versão para humanos, claro.

Provavelmente pra ela não morder ninguém.

Mas aquilo parecia machucar Yoo.

-Jeongy... Eu... Eu não acredito que colocaram isso em você...

-Na...Nayeon...- Jeongyeon resmunga, pior que resmungava antes. Provavelmente por conta da coisa prendendo seu maxilar.

Im se aproxima, tentando tirar o objeto.

Sem sucesso.

-Nayeon... Qu-Quando v-você vai me levar p-pra c-ca-casa...?

-Não sei, meu amor. Você já está falando quase que normalmente. Já é um avanço...- Nayeon faz carinho no rosto de Yoo, confortando a mesma.

Logo Im sente sua mão ficar úmida. Jeongyeon tinha começado a chorar...

-N-Nayeon... Eu n-não aguento m-mais...

-Mas... Só fazem dois dias, meu amor...

-E-Eu quero ir p-pra casa...- Yoo diz, tentando segurar o choro

-Jeongy... Não precisa se segurar pra não chorar...

Nayeon se aproxima da mais nova

-Você se lembra? Quando nós duas estavamos passando por um momento ruim... E eu pensei em desistir de tudo? Mesmo assim você continuava forte. Quase nunca chorava na minha frente...Como se isso fosse fazer de você mais fraca. Você me apoiava e escutava tudo que eu queria dizer, sem falar nada. - Jeongyeon se lembrou - Você já foi forte por tempo de mais. Agora, pode descansar um pouco. Eu vou estar aqui por você, ta bom, Meu amor?

Jeongyeon se aproximou rapidamente de Nayeon, a abraçando.

Sentiu uma dor não tão leve nas suas costas, como uma picada.

Logo sentiu seu corpo amolecer, tentava lutar contra o sono que sentia, mas não era possível.

-N-Nay... Me aju...da...

Yoo desmaiou nos braços de Im, que, chocada, olhou pra frente e viu um homem com uma arma na mão.

-Jeongy? Jeongyeon? Acorda meu amor...Jeong...- Nayeon tentava manter yoo em pé

o homem chega perto, tomando a garota de Nayeon.

-Acabou o tempo. Pode voltar daqui a dois dias. - Disse se distanciando...

-Jeongyeon...- Im disse num suspiro, dando meia volta e saindo da sala.

Com Momo, Sana ficava quase o dia inteiro num quarto escuro, e saia pra perguntar uma coisa pra Hirai, sempre no mesmo horário.

Momo já esperava a outra japonesa, sentada no sofá.

-Momo...

-Hm?

-Quando a Dahyun volta pra casa?

-Eu não sei, Sana

-Ela volta logo?

-Não tem como eu saber, shiba

-Hm, entendi.

-Ta com saudade dela?

-Aham...

-Eu também, Sana... Eu também.

Não, Momo não iria lá ver Dahyun. Só iria lá quando ligassem pra Momo buscá-la.

Momo olha diretamente pra Sana, tendo flashes de memória, que envolviam o tiro, e a japonesa de cabelo castanho sangrando até a sua morte.

- Sana...- Momo disse, se aproximando um pouco da outra

-O que?

Hirai abraça Minatozaki

- Nunca mais me deixe, tá bom?

- O que...? Tá bom...


Notas Finais


eu estou triste, alguém me dá um abraço?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...