1. Spirit Fanfics >
  2. Dear Blue (Imagine Jungkook) >
  3. Girassol

História Dear Blue (Imagine Jungkook) - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Girassol




Apesar de odiar física com todas as minhas forças, ela sempre está na minha vida. De uma maneira diferente das que aprendemos nos livros.


Nesse exato momento Jungkook e eu estamos caminhando até a sorveteria próxima a escola, a mesma que fui com Yoongi.


Se com ele o caminho parecia grande, agora parece interminável. Nem uma palavra foi dita até agora.


Como disse a física sempre me acompanha, dessa vez em forma de tenção. Péssima aliás.


Tento me distrair pisando nos ladrilhos de concretos no chão. Sempre nos mais escuros, pulando os mais claros, sem motivo.


- Então... - eu começo, obviamente - planos pro futuro?


- Um futuro distante ou o mais próximo? - devolve a pergunta.


- Tem diferença? Os dois são futuro, oras!


- Bom, o futuro próximo influencia no futuro distante - conclui ele.


- Verdade - concordo, nunca parei para analisar dessa forma - No seu futuro próximo, o que pretende fazer?


- Terminar o ensino médio, se o professor de biologia permitir, é claro - O acompanho na risada - E prestar vestibular. Esse é o futuro próximo.


- Entendi.


- E o seu? - ele pergunta, olhando para os próprios pés. Ele é tão fofo que da vontade de morder.


- O meu vai ser uma surpresa - penso nas possibilidades, se algum dia passar no vestibular, vou precisar sair de Busan, sair de casa, sair da minha vida praticante...


- Chegamos - Jungkook para de andar, consequentemente me fazendo parar também. - Qual mesa?


- Aquela perto da janela! - aponto pra mesa localizada no canto esquerdo do estabelecimento. - Hoje o dia está bonito.


Eu definitivamente amo quando o clima fica nublado. Na maioria dos dias Busan é ensolarada, mas nas poucas vezes que o céu fica cinzento, realça ainda mais a beleza da cidade.


- Eu prefiro sol... Mas tudo bem - ele se curva brevemente e me direciona o caminho com os braços.


Acomodados em suas cadeias, ele e eu nos perdemos na paisagem urbana, cada um em seus pensamentos.


- Boa tarde - a atendente diz, com um sorriso - posso anotar seus pedidos?


- Claro - Ele diz - um milk shake de banana por favor, e você?


- Um milk shake de menta, por favor.


- Claro, já trago para vocês - quando termina de anotar, e guardar o bloco de anotações, antes de se virar e seguir o caminho até o balcão, lança uma piscadela para Jungkook.


Ele abaixa o rosto meio sem graça, e eu fico embasbacada. Eu não sei porque mas fico meio sentida com o que acabou de acontecer, e uma sensação horrenda ocupa meu interior.


Afinal, qual é o problema? Nós somos só amigos não é mesmo? Ela pode paquerar quem ela quiser...


Porra nenhuma, e se a gente tivesse algo? Seria uma tremenda falta de respeito. Mas aí está o ponto, será que está tão na cara assim que somos só amigos? Será que nossas diferenças são tão sinuosas assim?


- S/n? - ele me chama, interrompendo meus pensamentos conflituosos - Tá tudo bem?


Nesse meio tempo, nem percebo que outro garçom nos trouxe nossos pedidos e que estes já estão em minha frente.


- An? Ah... sim, desculpe - pela primeira vez em tempos, sou eu que coro na frente de Jungkook.


Extremamente constrangida, pego meu copo com a batida esverdeada gelada, e começo a tomar. Ele repete meus movimentos me encarando.


- Olha - ele começa, milagrosamente - eu sei que não é da minha conta, mas você e Meri estão estranhas ultimamente...


- Eu tenho algumas dúvida - começo, tentado explicar de uma forma menos expositiva. - E ela tem as respostas... Mas acho que ela não quer me falar, então também não quero insistir.


- Entendo - ele diz - Mas pensa só, talvez não seja algo que ela possa falar agora, ou precise.


- Específica - digo, prestando atenção em suas falas.


- Talvez suas dúvidas exijam respostas que ela mesma não tem. Ela pode estar tão confusa quanto você.


- Não pensei por esse lado... - Mais que bela amiga eu sou.


- Não fica assim - ele diz, percebendo minha tristeza repentina. - Todo mundo erra de vez enquanto, o importante é corrigir e mudar.


Maneio a cabeça concordando, mergulhando em mais pensamento sobre minhas atuais e futuras ações.


Com o passar do tempo, algumas conversas bobas e paralelas, sorrisos frouxos e gargalhadas, nosso passeio chega ao fim. E a única conclusão que tenho é que Jeon Jungkook é uma excelente companhia.


- Então... - E lá está a timidez de novo. - É...


- Obrigado pelo passeio Jungkook - Sorrindo contigo, digo. Estamos em frente à minha casa, na calçada precisamente. - Mas, se me permite perguntar... Porquê?


- Desculpa... não entendi. - com os olhinhos meio esbugalhados, ele questiona. Acho que vou acabar mordendo ele hoje ainda.


- O por quê do passeio. Não que ache ruim, mas foi meio... aleatório?


- Ah sim... - ele se perde nas palavras - E que... por que não, né? - riu meio forçado.


- Ah, por que não. - Meio suspeito, mas ele está certo. Por que não?


- Eu realmente gostaria de me aproximar - seu murmúrio e tão baixo, que por pouco não pude ouvir.


- Como? - deixo a pergunta escapar por meus lábios e junto a ele um sorriso.


- Nada não, eu tenho que ir - ele meio atrapalhado, estende os braços para um abraço, na mesma hora em que eu levanto minha mão direita para um cumprimento. Invertemos as posições, o acabou em uma série de movimentos descodenados, nos arrancando risadas.


- Vejo você amanhã! - digo, dando alguns pequenos passos, para alcançar seu corpo grande. - Até Jungkook - E por fim nos abraçamos.


Sabe quando uma chave encaixa perfeitamente em uma fechadura? Ou quando todos seus livros se encaixam perfeitamente no seu armarios, ou todas suas roupas encaixam no seu guarda roupa? Bom é isso. Eu me encaixo perfeitamente em Jungkook.


Quando nosso abraço perde a força, e ele me da um "tchau" meio desajeitado e quase cai tentado andar para trás, causado uma gargalhada minha.


Entro em minha casa jogando minha mochila na poltrona ao lado do sofá, na sala. Com um suspiro cansado e meio rendido, caminho calmamente até a porta dos fundos. Passo pelo caminho de pedras até chegar a minha estufa.


Entro e fecho a porta, inalando o ar fresco que possui aqui dentro. Na bancada do lado direito está a mais nova agregada de meu jardim, está em um vaso. Um girassol. Lindo, amarelo e quente.


- Será que eu sou uma amiga tão ruim assim? - começo a conversar com a flor ensolarada.


- Coitada da Meri. Amanhã vou falar com ela sobre isso. E ainda tem aquele problema. Quem eu devo escolher? Blue?


- Não


Paralisada, é o estado que eu fico neste momento. A flor... não me respondeu né?


- Com o Yoongi - Dou corda a minha loucura.


- Não


- Com o Jungkook?


- Sim! - Com uma voz mais animada, eu consigo entender a situação.


- Mãe, sai de baixo da mesa!


- Sem graça - ela diz andando abaixada - Mas aqui quem é esse tal de Blu- AH! - quando ela se levantou, bateu as costas da quina da mesa

- S/n me ajuda! Tá doendo!


Eu mereço...






Notas Finais


OIIEEE

Primeiramente eu queria agradecer a todos que estão lendo, comentando e adicionaram minha fic aos favoritos. Amo vcs💜

E queria dizer que a dinâmica da história vai ser assim a partir de agora, curta porém objetiva.

Espero que estejam gostando!

Isso é tudo por hoje pessoal! Fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...