História Dear Diary Of Death (STEREK) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf, The Vampire Diaries
Personagens Allison Argent, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Cora Hale, Damon Salvatore, Derek Hale, Elena Gilbert, Isaac Lahey, Kira Yukimura, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stefan Salvatore, Stiles Stilinski
Tags Delena, Scallison, Scisaac, Skira, Sterek, Stydia
Visualizações 31
Palavras 1.646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mil desculpas pela demora, eu tinha duas provas pra estudar. O capítulo saiu menor pq eu queria postar logo, espero que gostem. O próximo sai quinta feira, vem morte por aí, quem vocês acham que é? Deixem suas apostas nos comentários.
P.S: Na história, PLL é só uma serie, não tem ligação nenhuma com Ravenswood.

Capítulo 5 - Chapter Five: The Messenger of Death


Fanfic / Fanfiction Dear Diary Of Death (STEREK) - Capítulo 5 - Chapter Five: The Messenger of Death

-Der, onde é que eu vou morar? - Stiles perguntou ao maior

-Comigo amor, comigo. Derek disse e Stiles deu um sorriso, um grande e lindo sorriso.

Ravenswood:

-E então xerife, como é ser o mais novo vampiro da área? - Disse sacodinho o xerife que tinha acabado de acordar e estava amarrado em uma cadeira.

Mensagem:

01:00 Derek: Oi irmã, acabei de falar com Stiles, estou levando-o pra casa, muito obrigado. Te amo.

01:04: Que bom Derek, traz meu cunhadinho aqui A-G-O-R-A.

 Derek guardou o telefone no bolso e voltou a olhar pra Stiles.

-Para de me olhar assim Lobinho, vai me deixar envergonhado. -Disse Stiles corando.

-Você já tá envergonhado. -Derek disse apontando pras bochechas avermelhadas de Stiles. -E está uma gracinha.

 -Para Derek, é sério, assim eu vou explodir. -Disse Stiles rindo.

-Assim quem explode sou eu amor, você é tão fofo. -Derek disse puxando Stiles pra um abraço, um abraço forte, que iniciou um beijo calmo e suave.

-Vamos pra casa? -Derek disse separando seus lábios dos lábios de seu amado.

-Vamos Der, mas precisamos conversar antes. -Stiles disse fazendo menção pra Derek se sentar na cadeira vitoriana ao lado da que acabará de sentar.

-Conversar sobre o que? -Derek disse curioso.

-Bem... você sabe... eu queimei minha casa... não tenho dinheiro, roupas, não tenho praticamente nada, e sinceramente Derek, eu não quero ser um estorvo pra você. Não quero que me sustente, você não tem essa obrigação. -Stiles disse sendo cortado por Derek.

-Stiles, respira pelo amor de Deus. -Disse Derek rindo. -Meus pais eram podres de ricos, assim como minhas bisavós e bisavôs, e os avós das minhas bisavós, enfim, você compreendeu. Eles fundaram Beacon Hills, na verdade foram uma das famílias fundadoras, sendo assim, até hoje eu recebo algumas coisas como o dinheiro quando usam os terrenos antigos deles, essas coisas. Sem contar que a minha irmã mais velha Elizabeth, é dona de muitas propriedades fora daqui, e tem um negócio que vai de vento em poupa em New York. Eu sei que não quer se sentir um estorvo, e não vai ser mesmo. Você vai morar lá em casa comigo, amanhã a gente sai pra comprar umas roupas, alguns pares de tênis, e outras coisas que você precisar, pra Daisy também é claro. Você faz dezoito anos daqui uns meses, até lá, deixa eu cuidar de você?

-Uau Derek, não sabia que se importava tanto assim comigo. -Stiles disse corando, de novo. -Eu aceito sua ajuda sim, mas um dia, quando eu puder pagar eu irei senhor Hale.

-Tudo bem. -Derek assentiu com a cabeça. -Agora vamos logo, por que eu estou com muito sono.

Stiles assentiu e os dois saíram da antiga casa dos Stilinski, Stiles trancou a grande porta na frente da casa e entrando no carro de Derek, que dirigiu em direção a mansão Hale.

Mansão Hale.

Cora, Will, Bonnie e Caroline estavam na sala fazendo uma pequena maratona de Good Girls antes de irem dormir. Cora escutou o barulho do carro de Derek chegando e fez menção pra que Will pausasse a serie por um segundo.

-Ei, a Ruby ia pisar nesse moleque atrevido bem agora. Hashtag Girl Power Cora. -Disse Caroline com raiva por terem pausado a série.

-Calma Care, a gente já vai ver. -Cora disse fazendo um gesto com a mão pra que Caroline ficasse calma. -Derek e Stiles chegaram gente.

-E é pra gente se fingir ser Jenna de Pretty Little Liars? Cega e surda? -Will disse rindo.

-Tecnicamente era só cega Will, a Hanna que era burra mesmo. -Bonnie disse e recebeu uma cara de negação do menor.

-Hey não fala assim da Hanna Banana, é minha liar favorita. – Will disse fuzilando Bonnie com o olhar.

-Calma, cale a boca. -Bonnie disse rindo mais ainda.

-Respondendo a sua pergunta Will, não precisamos fingir nada. -Cora disse batendo mini palminhas.

Derek parou o carro e desceu do mesmo, junto com Stiles, os dois abriram a porta e entraram juntos na sala da casa, arrancando olhares curiosos dos demais ali presentes.

-E então pombinhos... -Caroline disse com um tom feliz e foi cortada por Derek.

-Cala a boca Caroline somos só amigos. -Derek disse seco e ríspido. -Eu e Stiles estamos morrendo de sono, vamos subir e dormir, boa noite pra vocês.

            Stiles se afastou de Derek no momento em que ele disse isso. Subiu as escadas e sentou na cama de um dos primeiros quartos do corredor. Derek subiu atrás, mas antes de subir três míseros degraus sentiu uma mão puxar ele. Se virou e deparou-se com uma Cora nada feliz olhando pra ele.

-Stiles acabou de perder o pai seu babaca, não estrague tudo, peça desculpas.

-Isso não é assunto seu Cora. -Derek disse e subiu as escadas. Ele realmente não devia ter dito aquilo, “amigos”, nem ele mesmo sabia o motivo de ter dito, só saiu da boca, sem ele nem mesmo perceber. Mas seu sentimento piorou quando ele parou na porta de seu quarto e se deparou com Stiles cabisbaixo em sua cama.

 

P.O.V Stiles.   

-E então pombinhos... -Caroline disse assim que entramos com um tom feliz e foi cortada por Derek.

-Cala a boca Caroline somos só amigos. -Derek disse seco e ríspido. -Eu e Stiles estamos morrendo de sono, vamos subir e dormir, boa noite pra vocês.

Me afastei de Derek no momento em que ele disse isso. Subi as escadas e sentei na cama de um dos primeiros quartos do corredor. “Amigos”, aquilo realmente tinha doído, no fundo de minha alma, e então eu abaixei minha cabeça e comecei a chorar, escutei sussurros no andar de baixo, pareciam de Cora e de Derek, parecia que estavam brigando, decidi continuar quieto no meu canto, não ia me meter em nenhuma briga.Sentia como se alguém estivesse me observando, quando fui olha pra janela percebi que Derek estava parado na porta, me olhando com uma cara de piedade.

-Stiles... Escuta... Eu... -Derek ia dizendo e então eu o cortei.

-Onde fica o banheiro, pode me arrumar uma toalha e alguma coisa pra eu vestir? -Disse seco.

-Posso, claro. -Derek disse, ele parecia confuso, então ele abriu o armário tirou uma tolha branca, uma cueca box preta, uma camisa branca e uma calça de moletom cinza. Me entregou e disse pra eu ir no banheiro do quarto dele mesmo, assim fiz. Entrei, tranquei a porta, liguei a água e me enfiei em baixo do chuveiro, a água estava gelada, mas não me importei. Me ensaboei e lavei os cabelos depois de tudo pronto, só comecei a chorar, sentei no chão do banheiro, e chorei, sentia as lágrimas escorrendo junto com a água saindo do chuveiro. Fiquei assim por uns 5 minutos, então desliguei a água, escovei os dentes com uma escova que Derek tinha arrumado pra mim me sequei coloquei a roupa e abri a porta, me deparei com Derek sentado na cama, em um semblante triste.

-Minha audição lupina... Consegui escutar Sti, senta aqui. -Ele disse batendo a mão do seu lado na cama. E então eu sentei.

-Primeiramente, tenha paciência comigo, eu não te considero somente um amigo, eu te amo Stiles, e é por isso mesmo que é tão difícil de dizer. Não sei, talvez pelo desastre que é minha vida amorosa. Eu tenho medo de assumir isso pra mim mesmo e de te perder, como perdi a Paige. -Ele disse e deixou uma lágrima escorrer. Por puro extinto eu aproximei minha mão do rosto dele e limpei aquela lágrima. Não gostava de ver Derek triste, então fiquei fazendo carinho na bochecha dele. Ele me puxou pra um abraço. Me afoguei no seu abraço.

-Eu entendo Der... Te perdoo. Vamos resolver isso. Juntos, certo? -Eu disse ainda no abraço, e senti ele assentir com a cabeça.

-Bom meu amor, vamos dormir agora. -Ele disse. Então me levantei, indo em direção ao quarto de hóspedes.

-Stiles. -Ele me chamou. -Não quer dormir comigo? -Ele perguntou com uma voz fofinha e com cara de cachorrinho sem dono, eu assenti fechei a porta do quarto e pulei na cama caindo em cima dele.

-Assim é melhor. -Ele disse me colocando do outro lado da cama e me puxando pra perto. -Tem algum problema pra você se nós dormirmos assim? -Disse me abraçando, ficamos de conchinha.

-Não, é tudo que eu mais quero. – Concordei, e então ficamos em silêncio, sentir a respiração de Derek no meu pescoço me trazia uma paz, inexplicável... Então nós dormimos.

P.O.V Derek.

Acordei abraçado em Stiles, que ainda parecia estar dormindo, sorri automaticamente, senti meu membro duro, provavelmente eu estava todo vermelho, tentei me afastar de Stiles pra evitar uma cena constrangedora, mas o que ele fez em seguida não ajudou nada. Ele se mexeu pra mais perto de mim, rebolando contra meu membro, o que me deixou mais excitado ainda, então eu só pulei da cama e corri pro banheiro, sem olhar pra trás, tranquei a porta e liguei o chuveiro, precisava me aliviar.

P.O.V Stiles   

-Acordei um pouco antes de Derek, então senti o pau dele duro roçando na minha bunda, provavelmente eu estou vermelho nesse momento. Senti ele se afastar, meu Deus eu queria gritar, por puro extinto, talvez não, eu me aproximei mais dele, e rebolei contra seu membro, eu queria senti-lo dentro de mim, queria que ele rasgasse minha calça, e outra coisa por trás dela. Então Derek pulou da cama e se trancou no banheiro. ‘Porra’, pensei, se alivia em mim lobão. Uns 15 minutos depois Derek saiu do banheiro sem camisa, com apenas uma toalha amarrada na cintura, automaticamente soltei um:

-U.A. U, que físico.

Ravenswood:

A sinistra senhora psíquica se balançava na cadeira de balanço e dizia repetitivamente as seguintes palavras:

-Pobre Derek. Perderá todos que ama, infelizmente, o salvador vai demorar.

Então ela seguiu em direção ao carro.

-Preciso te fazer uma visitinha meu querido.  


Notas Finais


O próximo saíra maior. Eu vou matar alguém hehe. Até quinta, espero que gostem do capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...