História Dear Enemy - Jeon JungKook - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Comedia, Dear Enemy, Gukkie, Inimigo, Jeongguk, Jungkook, Kook, Kookie, Melhor Inimigo, Romance
Visualizações 205
Palavras 2.383
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLO BABY'S 🌻

E aeeee, seus lindos e lindas? Tudo bem? Desejo que sim 💕💕

Espero que gostem do capítulo, e que se divirtam com ele... Tem tramas novas por aí, então cuidado :33 Boa leitura, e até as notas finais, babies.🐰

Capítulo 22 - Shit.


Fanfic / Fanfiction Dear Enemy - Jeon JungKook - Capítulo 22 - Shit.

• S/n On •        

S/m - Bom dia, filha - Minha Omma falou contente, enquanto tomava um gole de seu café sentada à mesa 

- Bom dia - Sorri fraco, e certamente cabisbaixa pelo dia anterior - Cadê o Appa? 

- Saiu mais cedo, talvez nem volte hoje... - A mesma suspirou, e fiz o mesmo

- Ah, entendi... - Murmurei, tomando alguns goles de suco que tinha ali

- Por que está tão tristonha? E... O que aconteceu com sua boca? - A mesma mostrou sua preocupação, enquanto olhava meu estado 

- Não estou tristonha, e... Não houve nada

A pior mentira!

Toda vez que estou nervosa,  mordo meus lábios pra ver se me acalmo, e depois de ontem não foi diferente.  Passei a noite inteira praguejando, e tudo isso por culpa de um Jeon JungKook. 

Não sabia se me sentiria arrependida do que falei e do que fiz, ou se me sentiria na rasão de ter feito aquilo. Aliás, JungKook que beijou aquela...  Aquela ruiva idiota pra me fazer ciúmes, então por que eu não podia fazer o mesmo com ele? 

É, acho que estou certa disto. 

(...)

Não, eu não estou certa disto. 

Mas que droga! É só olhar pra esse idiota me ignorar que eu já me sinto mal pelas decisões que tomo. E ele está me ignorando mesmo. 

Jin - Oi, S/n - Vi Jin sorrindo ao meu lado, e logo retribuí 

- Oi, Jin - Abri  meu armário, logo suspirando ao ver JungKook no final do corredor 

Jin - Foi mal, mas que bagulho é esse na tua boca?  - Indagou cutucando em meus lábios, e eu bati em sua mão por isso

- Fiz uma coisa ontem, e minha boca amanheceu assim - Apanhei meus materiais, revirando os olhos pela desculpa mais idiota que havia dado

Jin - Hmm, já sei! Passou batom vencido né?! Sei como é  - Sorriu convencido, e franzi a testa por aquilo 

- N-não, aish! Mas você já passou batom? - Perguntei ao fechar meu armário, vendo SeokJin ficar corado

Jin - Credo, não! Já vi minha amiga passando, aish - Riu vermelho, e logo ri também 

- Vai saber - Dei de ombros, e logo suspirei por ver JungKook passar entre a gente ali no corredor 

Ele se quer olhava na minha cara! Simplesmente, acenou pra Jin, e me deixou excluída daquilo. Eu estou sendo ignorada, e das piores formas possíveis... Não pensava que isso doía tanto que nem agora. 

Jin - Ui - Ouvi um gritinho de Kim, que me despertou do que eu havia levado 

Levado um gelo. 

- O que foi, Jin? - Perguntei sem ânimo, logo andando pelo corredor, sendo seguida por Jin atrás 

Jin - JungKook nem deu "oi" pra namoradinha dele, estranhei - O encarei, revirando meus olhos pelo que tinha dito

- Eu não sou "namoradinha" dele! Que mania - Bufei enquanto caminhava pra minha sala, sentindo um incomodo por falar-mos daquilo 

Jin - Aish, não interessa. Mas me fala o que foi aquilo - Pediu, e eu o encarei confusa por ver seu sorrisinho 

- Aquilo o quê? 

Jin - Que ele passou e nem falou com você - Falou animado, como se  fosse uma fofoca, me deixando rir baixo 

- Ele não falou comigo porque... Porque nada, não? - Tentei desviar da pergunta de Jin, já que lembrar aquilo me deixava mal

Jin - Aish, fala logo o que é! 

- Não é nada, aigo. 

Jin - Tem certeza? 

- Tenho, ué!  

Jin - Absolutamente? 

- Absolutamente - Respondi brava, recebendo o silêncio, dando graças a Deus mentalmente 

Jin - ... mas certeza mesmo? 

- Certeza de que você é chato eu tenho, sabia? - O encarei com raiva da sua insistência, logo vendo o mesmo sorrir

Jin - Eu sei! Mas me fale do vácuo que o JungKook te deu ali - Soltou uma risadinha, e bufei por ter que contar pra Jin

- Nós tivemos uma discussão no cinema ontem, e meio que... Eu vacilei? Ou não - Franzi o cenho

Jin - Ahhh, JungKook não pediu desculpas pra você ainda? - O encarei confusa, realmente confusa 

- Como assim "ainda"? Ele te contou da briga que tivemos? - Indaguei, recebendo o olhar do garoto ao meu lado

Jin - Contou - O mesmo sorrio, e eu me senti envergonhada por aquilo - E ele tá bravo com você... Chateado também 

- Parece que notei - Fiz um biquinho, logo tirando uma dúvida - Mas por que você perguntou se já sabia? 

Jin - Porque JungKook tinha dito que iria pedir desculpas - Sorri largo no instante. Ele iria mesmo me pedir desculpas? - Mas pode esquecer. Se ele continua te evitando, é porque não quer nada disso

Sorriso largo foi embora. 

- Pô, Jin! Assim você me desanima também - Suspirei, vendo a mão do garoto pousar no meu ombro 

Jin - Não se desanime, e... Acho que o melhor de fazer, é conversar com o JungKook - Aconcelhou 

- Pois é, Jin... Mas como vou conversar com ele, se ele não quer nem se quer olhar na minha cara? - Choraminguei, sentindo meus olhos lacrimejarem 

Jin - Você não tentou pra ver se ele quer conversar - Sorriu sereno enquanto dava um beijinho na minha testa, me fazendo sorrir - Converse com ele. Vai ficar tudo bem.

- É... Acho que pode ser  - Sorri, com mais algumas esperanças

(...)

Prof - VAMOS VAMOS VAMOS! QUERO VER TODO MUNDO CORRENDO!! 

Eu já estava exausta de correr naquela quadra enorme, e uma das minhas vontades era de correr na cara daquele professor inútil. Minha sala estava tendo aula de educação física, e eu já não aguentava mais correr tanto. 

Prof - DESCANSEM, E DAQUI QUINZE  MINUTOS QUEIMADA! - Assoprou seu apito ridículo, e o praguejei 

Eu sou péssima em queimada... Tinha que ser queimada?! 

- Bosta viu - Reclamo, logo me sentando na arquibancada da quadra, observando todos dali 

Vejo JungKook amarrando seu cadarço do sapato, e ele estava por perto. Será se é uma boa hora pra conversar? 

Ah, FODA-SE a hora que é boa. 

- JungKook - Cutuco seu obro, com receio de qual seria sua reação 

O mesmo se vira pra mim com aquela cara de bosta... Com glitter, óbvio! E simplesmente teve coragem de sair andando pro lado oposto, e me deixado como uma idiota de sempre no meio da quadra. 

- Brincadeira - Ri debochada, e logo fui atrás do garoto enfurecida. Virei o garoto pra me olhar, logo cruzando os braços ao ter seu olhar ao meu - Precisamos conversar, Jeon

JK - Jura? Achei que não, já que não temos nada, que nem a princesinha disse ontem - Riu abafado, e respirei fundo pra não perder a paciência 

- Eu vim aqui pra gente conversar, e não discutir que nem ontem - Soltei as palavras quase em um sussurro, abaixando minha cabeça 

JK - Ah é? A gente poderia conversar se você não tivesse feito aquela coisa ridícula ontem! 

- Mas você também me provocou - Gritei, atraindo o olhar de todos dali, e não ligando pra nenhum - Se você ficou chateado, imagine eu

JK - É, claro que você ficou chateada! Não foi eu que usei meu melhor amigo pra dar ciúmes em alguém, não foi? - Aquelas palavras atingiram com tudo em mim, e mal podia bater em JungKook pela minha raiva 

- Fala isso como se não tivesse usado aquela vadia pra me fazer ciúmes - Me assustei com o próprio palavreado em que havia usado, que saira tão depressa da minha boca

JK - Vadia? - Riu debochado, logo pegando sua garrafa d'água que havia num dos bancos, e sem mais e nem menos, voltou a ficar no meio da quadra 

- "Converse com ele. Vai ficar tudo bem" - Imitei a voz de SeokJin, e logo ouço o professor falar pra voltarmos pro meio da quadra 

Como piorar meu dia? Jogando queimada. Só Deus sabe agora o que à de acontecer pra piorar mais. 

Prof - Os times seram de meninas com meninas, e garotos com garotos! Então, se posicionem, e comecem o jogo - Pronto, agora deu pra piorar 

Jogar contra Jeon JungKook... Bem legal!

Começamos o jogo, e até agora não sei como ainda não fui queimada. Pelo que via, JungKook jogava bem, e... E ele era tão lindo assim. Seus cabelos grudados na testa pelo suor. Sua boca entreaberta. Sua barriga tendo amostra algumas vezes quando a blusa levantava. E... 

SN - S/N, OLHA BOLA, GAROTA! - Sana completamente berrou do meu lado, e eu logo senti uma bolada na cabeça, me levando direto ao chão junto com outra garota que tropeçou no meu pé 

Vontade de se matar é o que não me falta, sabia?!

- Droga... - Gemi de dor, me assustando com o ralado enorme no meu joelho 

Prof - Meninas, está tudo bem? - O professor se agaixou no chão, e olhou eu e a garota com preocupação 

- Comigo não - Gemi mais uma vez, apertando os olhos pela dor que sentia 

Prof - Irei levá-las pra infermaria! De lá podem ir pra casa, tudo bem? - O mesmo me ajudou a levantar, enquanto a outra menina que aparentava ter só ralado um pouco o braço, era pega por um garoto dali 

JK - Professor - Ouvi a voz de JungKook do meu lado, e me assustei ao ver o garoto me encarar - Posso levar ela na infermaria? 

Prof - Se não tiver problemas pra S/n - O mesmo me olhou, e logo acentí com a cabeça de que poderia 

O garoto segurou minha cintura com força, fazendo-me apoiar no mesmo, e logo começamos a andar. 

- Ai, espera... - Gemi acanhada, sentindo meu joelho doer mais a cada vez que andava 

JK - Tá sentindo dor? - O mesmo me encarou, e eu acentí. Sinto o garoto me pegar no colo, e direcionando seu andar até a infermaria, e nessas horas eu já devia estar pior que um tomate vermelho de tão corada 

Quando chegamos na infermaria, o garoto me deixou em cima de uma maca, me encarando constantemente. 

JK - Te espero lá fora - E em um instante, o mesmo sai dali. Vejo uma mulher baixinha e um pouco velha vir até à mim, e eu esperava que fosse a infermeira 

... - Então é você a mocinha que estragou o joelho todo? - Perguntou rude enquanto segurava alguns papéis, então à respondi 

- É, foi eu... E está doendo - Falei com dor, e me assustando quando aquela mulher pegou uma agulha enorme de injeção 

... - Então isso já vai melhorar - Sorriu, mostrando-me mais de perto a agulha

Fodeu! 

(...)

JK - Eu escutei gritos lá de dentro! O que aconteceu? - Antes mesmo de mim fechar a porta da infermaria, JungKook se levanta do assento e me encara preocupado, enquanto eu mancava pra chegar perto do garoto 

- A infermeira tacou uma agulha no meu joelho... Não pensava que isso era preciso - Me apoiei no braço do maior, sentido seu olhar em mim. Vi ele pegar nossas bolsas que estavam no chão, e estranhei - Pra que pegou nossas... -

JK - Vou te levar pra casa. O professor deixou - Suspirou pesado, colocando as duas bolsas nas costas, e abraçando minha cintura com força pra me apoiar 

Andamos até fora da escola, e logo fomos no trajeto de ir pra minha casa. No caminho, eu ouvia JungKook resmungar algumas coisas que eu não sabia, me deixando inquieta. 

- JungKook? - Pus sua atenção à mim

JK - Estou apertando muito sua cintura? Ou é dor? - Me encarou preocupado, e logo dei um risinho por aquilo 

- Não... É que você está falando sozinho, queria saber o que é - Desviei o olhar, umidecendo meus lábios 

JK - Ah sim... Eu tô reclamando - Falou sorrindo falso, e estranhei 

- Por quê? - Perguntei, ouvindo o mesmo rir sarcástico 

JK - Porque talvez eu esteja carregando bolsas pesadas, uma garota com dor, e que ainda estou sendo legal com ela, sendo que era pra mim estar bravo com ela - Vejo o mesmo bufar, e logo sorri

- Então... Você não está mais bravo comigo, Kookie-ah? - Pergunto tentando não mostrar minha alegria, mas minha vontade era de sair cantando 

JK - Não. Só um pouco... Fiquei muito chateado, mas eu também tinha que entender seu lado - Encarei o garoto, e ele tinha um pequeno sorriso nos lábios, que me fez ter também 

- Obrigada, e... Me desculpa - Murmurei, sentindo um beijinho na minha cabeça, que me fez sorrir largo

Chegamos em casa, e deixei Jeon entrar. O mesmo me deitou no sofá, logo olhando meu joelho enfaixado. 

JK - Quer que eu ligue pra sua mãe ou pro seu pai avisando o que aconteceu? 

- Não, minha mãe está trabalhando, e meu pai está numa viagem,  talvez nem volte hoje - Suspirei, sentindo a mão do menino ir nos meus cabelos 

JK - Então... Vou fazer um suco pra gente - Sorriu, e saiu dali indo pra cozinha 

Me sentei no sofá, ligando a televisão em um canal qualquer. Ouço um barulho da cozinha de vidro sendo quebrado, e logo me preocupo. 

- JungKook?! - Grito assustada, e nada de ouvir sua voz - Jung... JungKookie - Encarei o menino na minha frente, totalmente sem camisa, parecendo limpar seu abdômen com a camisa que antes usava 

JK - Foi mal, mas eu quebrei sua jarra de suco sem querer.... E meio que o suco caiu em mim também - Coçou a nuca, e sem perceber, mordi o lábio inferior ao ver a cena - S/n?

- A-ah, desculpa... Tá tu-udo bem - Sorri nervosa, desviando o olhar 

Me senti mais nervosa ainda quando JungKook ficou na minha frente, e segurou meu rosto com suas duas mãos. Nesse momento, acho que já estava com mais de mil borboletas no estômago. Senti um selar sendo instalado na minha boca, e fechei os olhos pra aproveitar o momento, segurando os ombros do garoto. 

Ouvimos a porta ser destrancada bruscamente, e paramos no mesmo segundo de nos beijar, e JungKook se afastou. 

- Pai? Você não ia voltar só... -

S/p - O que esse garoto está fazendo aqui e desse jeito? - Perguntou rudemente, e neste momento, eu já estava morta 

Bem morta! 

• S/n Off •        


Continua... 




Notas Finais


HELLO BABY'S 🌈

Se no capítulo anterior quase todo mundo brotou pra me matar, imagina agora 🌚 ME MATEM NÃO, PÔ!

Hmmmm, eu tô adorando cada vez mais a fic, e ainda mais com esses comentários que vocês deixam e junto aos favoritos... O carinho que vocês estão me dando é tanto, que dá vontade de morder todo mundo, SEUS LINDOS, AMO VOCÊS 💕💕💕

Ah, e pra não me esquecer, estou fazendo uma nova long fic. O link dela é este, só acessar : https://spiritfanfics.com/historia/nao-e-amor-de-irmaos--imagine-jung-hoseok-incesto-bts-10935361

GENTE, esse capítulo era pra ser terminado e saído ontem, mas como houve uns probleminhas... Eu resolvi terminá-lo hoje, então desculpa ;-; MAS... Espero muito que tenham gostado e se divertido, e se caso gostaram, comentem, e se não gostaram, comentem também, aqui é todo mundo assim :33 @LOONA_A VÊ SE SE ALEGRA COM O CAPÍTULO, FICA TT COMIGO NÃO!

BEIJOS NA BOCA, E BYEEE.🐰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...