História Dear L Lawliet - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Death Note
Personagens Kanzo Mogi, L Lawliet, Light Yagami, Matt, Mihael "Mello" Keehl, Misa Amane, Nate "Near" River, Personagens Originais, Rem, Ryuuku, Sachiko Yagami, Sayu Yagami, Shuichi Aizawa, Soichiro Yagami, Touta Matsuda, Watari
Tags Catxl, Death Note
Visualizações 175
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei!
Consegui postar hoje, ebaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Capítulo 39 - 36- Yotsuba, Trabalha com um terceiro Kira?


POV CAT

-Eu não quero eu não quero eu não queroooo!!!- digo e L solta as algemas.

-Melhor agora?- perguntou.

-Não! Não mesmo!- digo mostrando a língua.

-Você está agindo como uma criança.

-Vocês que estão! O investigado é o Light, não eu!- digo.

-Sabe Ryuzaki, ela tem razão.- Light responde e sorrio.- Mas você se esqueceu, Hikari? Aqui tem câmeras... Se ficarmos aqui dentro com você, podemos ficar virados e não ver nada. Mas, por outro lado, se ficarmos lá fora com os outros, a veremos nua por vários ângulos.- dessa vez, L sorriu como quem tivesse vencido algo.

Suspiro.

-Droga... – os dois se viram e eu tiro minha roupa envergonhada.

POV L

Olho para o lado vendo Light olhar para o chão como quem estivesse completamente concentrado em algo. Uma gota escorre por sua testa.

-Você está suando “Light-Kun”- digo imitando o apelido que Cat havia colocado no mesmo a pouco.

Ele continuou olhando para o chão concentrado até perceber que precisava piscar e me olhar.

-E-eu? Haha, que nada.- disse tornando a olhar para o chão.

-Você está sim... Estou percebendo uma inquietação em seus batimentos cardíacos.- digo e ele franze a testa.

-Você tem problemas?- antes que ele pudesse falar qualquer outra coisa, ouvimos um barulho de cortinas se fechando e nos viramos.

Era possível ver a sombra da silhueta de Cat.

-Kh...- era possível perceber uma inquietação em Light.

Ele olha para mim que olhava para o corpo de Cat.

-Você está com cara de pedófilo.- Light sussurra coçando a nuca um tanto sem graça.

-Me deixa...- digo tirando o dedo indicador da boca.

POV CAT

Depois daquela tortura, eu tive de me enrolar nas toalhas e esperar primeiro Light tomar banho e em seguida L, que só foi porque empurramos ele de roupas e tudo para baixo do chuveiro.

Depois de nos trocarmos, L nos algemou novamente.

-Ah assumam. Foi engraçado.- Light diz passando a mão no cabelo molhado.

-Principalmente a parte em que empurramos o Ryuzaki!- digo rindo e Light concorda fazendo o mesmo.

-Eu não achei...- ele disse com uma toalha em cima da cabeça.

-L, você está parecendo uma freira.-  Light diz rindo e caio de barriga pra cima na cama rindo muito.

-Ai... minha... barriga... –digo com falta de ar de tanto rir.- É O L MARIA!

-Hahahahaa verdade!!!- Light concorda rindo.- L Maria, cheio de doces, o Kira é convosco, bendito sois vos entre os loucos, e bendito é o fruto do vosso orifício, as fezes. Santo L, mãe de todos os doces, dá um pouco deles pra nós pecadores, agora e na hora de nossa vontade, amém!

-AMÉM!- digo rindo e dando um pequeno empurrão em Light que desequilibra da cama caindo no chão e nos levando junto.

-Engraçadinhos...- L diz sério enquanto se levanta.

-Vem Yui, não liga pra esse sem graça.- Light pega minha mão me ajudando a levantar.

-Estou começando a gostar mais de você Light.- digo sorrindo para o mesmo que retribui o sorriso mas logo fica vermelho.

-O que foi?- pergunto.

-N-nada...- ele diz coçando a nuca.

L revira os olhos.

POV LIGHT

Ficar acorrentado a Hikari depois de ter meio que visto ela nua me causava um leve desconforto.

POV CAT

As horas se passaram, e o sono chegou.

-Vamos dormir!- Light pede.

-Não quero dormir.- L responde.

-Eu e Light vamos dormir.- digo e Light assenti.

-Então vão.- L diz parado olhando para nós que começamos a andar puxando o mesmo.- Tá, vocês venceram.

Nos deitamos na cama, comigo no meio.

-Boa noite.- digo para os dois que estavam virados para mim.

-Boa noite.- respondem.

Quando L e Light dormiram, peguei um travesseiro e bati na cara do Light voltando a fingir que dormia.

-Vagabundo!- Light bate o travesseiro na cara de L que acorda sem entender.

-O que... O que eu fiz?!- perguntou.

-Como o que eu fiz?! Vai me punir com travesseiradas por eu “ser o Kira”?- perguntou irritado e eu não aguentei começando a rir.- Foi você né safada?

Um tempo depois eu peguei no sono, porém, acordei sentindo um peso encima de mim.

-R-Ryuzaki?- digo abrindo os olhos.L segurava meus pulsos.

-Silêncio...- ele sussurra.- Tenho que falar com você...

-Poderia sair de cima de mim?- sussurro de volta.

-Não.- responde.- Eu tenho notado que você está estranha, está com mais apetite do que de costume e veio me pedindo coisas estranhas como... Atum com Chantilly...Sei que você é uma Cat, mas atum com chantilly?! Você tem andado estranha, está com dores e vontade de vomitar, tem algo que está escondendo de mim?- perguntou.- Não minta, consigo perceber que sua respiração está alterada, e seus batimentos cardíacos estão mais rápidos.

-T-talvez seja pela posição em que estamos...- digo envergonhada.

-Não minha...- ele disse com a boca perto de meu ouvido causando-me arrepios.

-N-não estou mentindo, eu apenas estou com falta de alimentos e noites de sono...- respondo e L sai de cima de mim.

-Bom, bom mesmo... Se for mentira, não se esqueça: Eu sou o melhor detetive do mundo, uma hora irei descobrir.- disse se deitando e fechando os olhos.

Com custo, volto a dormir.

...Quebra de tempo...

Os meses se passaram, e nós ainda estávamos daquele jeito. Algemados.

Eu estou no quinto mês de gestação, a barriga não cresceu quase nada pois não ando comendo muito para não levantar suspeitas. L não pode saber, não por enquanto.

Estamos em Outubro de 2004.

Eu estava jogada na cadeira com tédio, enquanto L girava na mesma trazendo meu braço junto.

-Largada na cadeira, largada na cadeira... Largada na cadeira, largada na ca...Ei Ryuzaki, vai quebrar meu braço!- digo.

-Desculpa...- ele responde.

-Desculpem-me incomoda-los quando estão desanimados, mas deem uma olhada nisso.- Light chama nossa atenção e levamos nosso olhar até o computador que estava à frente do mesmo.

Light explicou tudo, que parecia estar fazendo muito sentido.

As ações da Yotsuba subiram muito, de uns tempos pra cá, e se não bastasse isso, muitos comandantes de empresas famosas morreram um em seguida do outro, de ataque cardíaco.

Light, L e eu estamos achando que não foram mortos por Kira apenas pessoas que morreram de Ataque Cardíaco, mas de outras formas também. Esse Kira, em nossa hipótese pode ser um terceiro Kira, que mata por dinheiro, não por “justiça”.

Todos nós nos sentamos um frente ao outro para conversar sobre isso.

-Isso realmente não cheira bem...- Fátima diz lendo o jornal.

-Você tem razão.- concordo com ela que franze a testa como quem diz “Não preciso do seu apoio!”.

--Tantas pessoas que incomodam a Yotsuba morreram...- Aizawa diz lendo o jornal junto a Fátima.


Notas Finais


VAMOS QUE VAMOS POVO!
BEIJO MORANGOOOOOS TCHAAAAAAU!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...