História Dear L Lawliet - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Death Note
Personagens Kanzo Mogi, L Lawliet, Light Yagami, Matt, Mihael "Mello" Keehl, Misa Amane, Nate "Near" River, Personagens Originais, Rem, Ryuuku, Sachiko Yagami, Sayu Yagami, Shuichi Aizawa, Soichiro Yagami, Touta Matsuda, Watari
Tags Catxl, Death Note
Visualizações 194
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!
A pedido de uma leitor, ME ESFORCEI AO MÁXIMO PRA POSTAR HOJE, né minha Light?

Capítulo 40 - 37- A policia está contra nós?!


POV CAT

A barriga roncou.

-Você devia se alimentar melhor...- L diz sem desviar o olhar do café.

-Hm?- pergunto.

-Ficar sem comer faz mal.- L responde.

-E você come Ryuzaki?- Light pergunta.

-Não...- L diz. –Mas Hikari é garota, eu sou homem. Aguento mais.

-Machista...- digo, e novamente, um ronco.- Você tem razão, se eu não me alimentar acontecera o mesmo que aconteceu aquela vez...

-Toma.- ele me entrega o café que estava mexendo a tanto tempo.

-Mas... é seu...- digo negando.

-Para de emotividade, é só um café.- ele pegou outro.

L tem razão, esses dias estou bem emotiva.

-Estou percebendo que você engordou um pouquinho...- L diz e Light arregala os olhos.

-Que coisa feia de dizer para uma mulher Ryuzaki! Ainda mais uma mulher que nem está comendo direito!- Light me defende e assinto, concordando no fato de ser algo indelicado.

-Exatamente... Não está comendo, mas o peso está aumentando... É de se pensar...- L diz e Light se cala.

POV L

Tenho notado Cat um tanto esquisita estes dias.

Vamos lá, mais uma investigação...

Fatos:

1-Você não engorda se ficar sem comer

2-Você fica emotiva apenas nos momentos de TPM

3-As garotas menstruam

4-A fome passa se você comer

5-As pessoas não conversam com o próprio umbigo.

Conclusões:

1-A Cat engordou mesmo sem comer

2-Ela está emotiva durante esses 5 meses inteiros

3-Em momento algum, ela pediu para trocar o absorvente, e os lixos do quarto estão cheios apenas de papel.

4-Mesmo quando ela come, a fome continua

5-Eu já peguei a Cat dizendo “Eu mereço isso gente?” para o próprio umbigo.

Tudo indica que...

Cat está com lumbriga e por isso engorda mesmo sem comer, ela está emotiva pela situação difícil que estamos passando, ela não está menstruando porque colocou uma rolha naquele lugar pra não sangrar mais, a fome dela não passa porque a lumbriga tá comendo a comida toda que era pra ser dela e por último, ela ficou louca e por isso conversa com o próprio umbigo.

DESVENDEI O MISTÉRIO!

Solto uma risada com esses pensamentos.

POV CAT

-O que foi? Você nunca ri...

-Hm? Nada, eu estava viajando na lumbriga, quer dizer, na maionese.- dou risada dele.

-Seus loucos...- Light acrescenta.

Conversamos um tempo, até o senhor Soichiro chegar e nos dar uma notícia nada agradável.

Kira se juntou a políticos e por isso, a policia se virou contra todos que estamos investigando o caso Kira e se alguém da policia trabalhar nesse caso... Terá que se demitir...

Mogi e Soichiro se demitiram...

-Eu sou da opinião de que todos vocês devem voltar para a policia. Eu sempre trabalhei sozinho. Fico feliz por me ajudarem até aqui, mas posso continuar sozinho. E no fim, eu mesmo irei a central de policia e levarei a identidade de Kira como presente.- L diz.

-Sério que as coisas vão acabar assim?- pergunto.

-Você não estará sozinho enquanto eu e Hikari estivermos aqui. Temos esse compromisso!- Light protesta.

-Tem razão, o Light terá que ficar conosco enquanto estamos assim. Mas os outros devem voltar para a policia.

-Mas e nossos sentimentos Ryuzaki!? Já sacrificamos tanto por esse caso, e desistir agora?!- Soichiro diz. Apenas observo.

-Escolham o que preferirem...

-Mas Diretor, o que será de nós, ainda que capturemos Kira, o que será de nosso futuro?! Temos filhos e família, como continuar sem emprego?!- Aizawa parecia realmente triste.

-Futuro? Não pensei nisso, mas depois de capturar Kira, terei de arranjar outro emprego.- Soichiro sorriu e sorri de volta. Me deixava mal saber que essas pessoas estão abandonando suas famílias para o bem de outras famílias. Quer dizer, não me deixa mal, é que me emociona muito...

-Eu decidi! Vou deixar a policia e seguir com o caso Kira junto com o Diretor!- Matsuda disse animado.- Além disso, se voltar para a agencia sem ter capturado Kira me sentirei um derrotado!
-Matsuda, seu idiota...- digo percebendo Aizawa triste.

-Cuidado com as palavras Matsuda.- senhor Soichiro alertou.

Aizawa parecia extremamente triste, e isso me fazia mal. Sua testa soava, e o mesmo quase estava a chorar.

Vou até ele.

-Senhor Aizawa... Vai dar tudo certo, independente do que aconteça. Mesmo se o senhor sair do caso, no fim do mesmo, quando tivermos capturado Kira, eu prometo que serão dados os devidos créditos a você por ter perseguido Kira conosco até aqui. O senhor foi de grande ajuda, e gostei de trabalhar até aqui junto a ti. Por mais que Matsuda seja um tanto idiota, foi divertido o tempo que passamos todos juntos. Eu me apeguei a todos vocês, e os levo como amigos.- digo olhando para todos ali presentes.- No fim de tudo, acabei começando a gostar até de você, Light.- digo e ele olha para baixo e logo sorri.

-Até de mim você gosta?- Fátima pergunta e olho bem em seus olhos.

-Olha, pra ser sincera... Eu não sei nem o por que de você e eu brigarmos. Não tem motivo! Você tem uma queda pelo L, mas isso não devia influenciar em questões de trabalho! Fátima, eu vejo que você tem muito potencial, tanto para ser uma ótima policial, quanto para ser uma ótima pessoa, e ótima amiga. Eu nunca tive amigas mulheres da mesma idade, e adoraria se você pudesse ser essa irmã que eu nunca tive.- eu podia perceber lágrimas querendo sair dos olhos da mesma.- Você é bonita, pode ter o homem que quiser. Quando eu disse que tinha as tetas murchas, eu queria apenas encher o seu saco. Você pode ser uma pessoa melhor, eu acredito nisso! Eu acredito no potencial de cada um aqui presente, inclusive no seu Matsuda! Fátima, tenho certeza de que no fundo, você é uma pessoa maravi...- antes que eu pudesse terminar, ela me abraçou derramando lágrimas em meus ombros.

-Eu já tive uma irmã... Ela se suicidou... Meus pais me deram para minha avó quando ela fez isso, e simplesmente sumiram. Minha avó, quando eu tinha 18 anos, morreu. Isso, viver sozinha e ter tido uma família de caos me fez ser assim, viver de aparências. Na verdade... Eu nunca amei o L... de inicio eu só o achei um cara muito bonito, assim como Light, mas L me interessou mais pelo dinheiro que ele parece ter... Me perdoe Hikari...- ela diz limpando lágrimas e sorrio.

-Tudo bem, Fátima. Saber que pude mudar a forma como você pensa, me faz feliz.

-Ei, Ryuzaki.- Watari chama nossa atenção.- Quando iniciamos a investigação, você não disse que se acontecesse algo assim, era para eu garantir a estabilidade financeira de cada um dos agentes e suas famílias?

Viro-me para L espantada, assim como todos os outros fizeram.

-Não se meta onde não é chamado.- L diz frio.


Notas Finais


Bom, foi isso!
Deixei o que acharam nos comentários ^^
Beijos pra vocês meus morangos e minhas amorinhas ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...