História Dear No One - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Idol, Romance, Taehyung
Visualizações 35
Palavras 2.551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Na parte da entrevista é em "Japonês", então o honorífico usado é san, lembrando que não sei se usei da forma certa, então me desculpem se errei feio.

Boa leitura e vejam as notas finais.

Capítulo 15 - Capítulo 14


Saio do elevador junto com a Mina, hoje era ela que iria me acompanhar o dia inteiro de gravação.

- Acho bom você checar o twitter. - Mina fala quando entramos na van.

- ‎O que houve?

- ‎Só entre. - fala rindo.

Mina é como uma mãe pra nos cinco, está com a gente desde antes do debut. Ela sempre fica animada com as nossas conquistas e ta sempre dando conselhos de mãe pra gente. Cuida da gente como se fosse da família mesmo, foi a primeira pessoa que eu me aproximei na empresa.

Coloco o cinto e pego o celular na mochila, entro no twitter, ontem eu postei a foto que o Tae tirou, a que eu to sozinha. Resolvo checar o que as dreamers estavam postando e me assusto um pouco. Tinha fotos minhas abraçada com o Tae, mas mostrou só as nossas costas e espero que não dê pra reconhecer ele, fora as fotos no restaurante, mas ainda bem que não dava pra ver o Tae e por incrível que pareça ele passou o jantar todo com o boné que cobria os olhos.

- Eu fiz merda, unnie? - pergunto preocupada depois de uns minutos vendo os tweets.

- ‎Não sabemos ainda, parece que não reconheceram ele. Mas amanhã vai sair a matéria da estreia do casal, então qualquer coisa se perguntarem, vamos dar um jeito nisso. - Mina falou com a voz calma.

- ‎E se der merda que nem no começo do ano?

- ‎Não se preocupe, criança. - falou e eu suspiro.

Estávamos chegando no hotel do Tae e eu fiquei quieta, pensando.

- Yun-ah, o que houve? - Tae perguntou entrando na van e eu nego.

- ‎Não foi nada.

- ‎Coloquem os microfones, já tem duas câmeras instaladas como já devem ter percebido. - Mina explicou nos entregando os microfones.

O roteiro da gravação de hoje seria um encontro fora do pais, iriamos sair pra conhecer alguns pontos turísticos e passaríamos o dia fora.

- O que foi Yun? - Tae perguntou enquanto ainda não estávamos gravando.

- ‎Foi minha culpa, eu mostrei algo que não devia. - Mina fala e eu revirei os olhos.

- ‎Devia sim, unnie.

- ‎O que houve, Yun?

- ‎Só algumas fotos de ontem e os dreamers enlouquecendo com o fato que eu possa estar namorando. - falei e ele sorriu.

- ‎Ah, isso não é nada demais. Para de se preocupar a toa.

- ‎Quero ver quando suas armys começarem a desconfiar sobre ontem.

- ‎Elas querem me ver feliz e eu quero que elas sejam felizes, apenas isso. Um dia eu vou namorar, sou uma pessoa normal, assim como você. - falou e me olhou.

- ‎Preparados? - uma mulher da staff do programa perguntou.

Gravamos algumas cenas conversando normalmente no carro, ele me distraiu bastante, até chegar no primeiro ponto turístico, o castelo de Osaka.

- Woah. - falo quando chegamos no jardim de frente do castelo.

- Nunca tinha visto aqui? - Tae pergunta e eu nego olhando pra todo lugar - Já viajou alguma vez pra cá sem ser a trabalho?

- Não, queria mas prefiro passar minhas ferias com a minha família no campo. - falo e ele sorri passando a mão na minha cabeça.

- Tão fofa, vou te mostrar muita coisa boa hoje.

- Comida?

- Principalmente. - falou e eu sorri.

Ficamos algumas horas no Castelo de Osaka, gravamos algumas cenas na parte de cima, onde a vista é incrível. Eu não tinha vindo mesmo andar por Osaka, geralmente eu ficava no hotel estudando e as unnies ficavam andando, mas depois que eu terminei o colégio, as vezes que eu vim pra cá foram só pra trabalhar, eu não penso em vir pra cá nas ferias, prefiro viajar pra um canto meio distante.

Antes de irmos pra outro lugar, tivemos alguns minutos pra aproveitar, sem estar gravando.

- Yun-ah, olha pra mim. - Tae pediu e eu fiz, atras dele estava a paisagem de Osaka, o que o deixava mais lindo - Eu percebi que você esta meio estranha por causa de ontem, quase rejeitou meu toque hoje. Para de pensar demais, só aproveita o dia de hoje, qualquer coisa você diz que era um amigo antigo que não encontrava a muito tempo.

- ‎Mas...

- ‎Sem mas, agora vamos aproveitar.

Tiramos algumas fotos e depois fomos pro carro, iriamos pra Dotonbori, iriamos almoçar em um restaurante e depois iriamos ficar andando por algumas horas até antes de anoitecer.

[...]

Quando anoiteceu eu já estava no hotel, depois de ter passado a tarde andando e conhecendo vários lugares que o Tae me levou.

- Maknae. - Kyung bateu na porta me chamando.

- ‎Hyun ficou com a chave? - perguntei abrindo a porta.

- ‎Ela não quis me entregar a chave. - disse entrando no quarto e eu fechei a porta novamente - Como foi o dia?

- ‎Foi bom, conheci bastante coisa hoje. Comi bastante coisa também, que eu sinto que engordei. - falei e ela riu enquanto deitava na minha cama.

- ‎Cadê o vídeo game? - apontei pra mesa onde estava o notebook e o óculos de realidade virtual.

- ‎Vai ficar aqui?

- ‎Vou, a Hyun ia sair com as outras. Ah, a gente precisa decidir do que vai falar amanhã, Mina já me mandou as perguntas que vão fazer.

- ‎Okay, só vou tomar um banho e vestir um pijama.

Vou pro banheiro, tiro toda a maquiagem antes de tomar banho, tomo um banho demorado, pra relaxar o corpo e a mente, lavo meus cabelos, acho que vou pintar novamente.

- Unnie, me diz uma cor pra pintar meu cabelo. - peço saindo do banheiro já vestida.

- Woah. - ela fala enquanto joga e eu reviro os olhos - Yun, vai demorar ai? - ela grita e eu ri me aproximando dela.

- Já estou aqui. - tiro o fone dela pra que ela possa me ouvir.

- Oh, ótimo. - fala tirando o óculos e colocando na mesa - Vamos começar a trabalhar? Ah, eu vi o que os dreamers postaram.

- Quase que o meu dia foi pro ralo, por causa disso. Mas o Tae me fez pensar um pouco.

- Um pouco? Yunnie, você se cobra de mas em relação a isso.

- Mas a maioria dos nossos dreamers são homens, como vai ser a reação deles ao saber que eu possa estar namorando? E se eles abandonarem a gente?

- Yun, chega de pensar assim né? Estamos em 2017, eles sabem como são a vida, todos sabem. Eles vão namorar, nossas dreamers também, a gente vai ter um namorado um dia assim como eles, afinal somos humanos também. Agora, vamos ver o que iremos responder amanhã.

- Vai ser ao vivo? - pergunto e ela concorda.

- Amanhã vai ser a maknae line e depois vai ser as unnies juntas. - me explicou e eu aceno concordando.

[...]

Hoje aconteceria a segunda etapa da divulgação pro novo álbum, vai acontecer três lives nessa semana, a primeira é da Maknae Line, ou seja, eu e a Kyung, daqui a um dia ia ser das unnies e depois ia ser a live do lançamento com todas juntas, nos dia que não tiver lives vão ser lançados teaser do mv e do álbum.

- Preparada, Yun? - Mina pergunta e eu concordo.

- Unnie, já viu a reação com a noticia? - pergunto me referindo a matéria que ia sair hoje.

- Já sim, você já viu?

- Não, estou com medo da reação.

- Você sabe que vão fazer perguntas sobre isso né? - aceno e ela suspira - Só respira fundo e deixa ir, para de se pressionar.

Vou pra onde vai acontecer a transmissão, Kyung já estava sentada no sofá, vou até ela e me sento ao lado dela. Quando começa, o homem fala um pouco sobre o grupo e sobre a gente, depois que falamos sobre o novo álbum, começam as perguntas sobre a gente.

- Kyung é verdade que você esta pensando em abrir um restaurante?

- Não, na verdade não sou eu, eu não sou boa cozinhando. Yun está de prova, as vezes quando eu tentava cozinhar, eu queimava quase a cozinha toda. É a Sun-san e a Yun que estão pensando nisso.

- Ainda estamos apenas pensando, temos outros projetos antes pra que possamos ter tempo pra pensar seriamente nisso.

- Seu sonho não era virar uma produtora profissional?

- Eu meio que já sou, já produzi bastante musicas do nosso grupo e pra outras pessoas também, é o que eu mais amo fazer, além de cantar é claro.

- Quais são os hobbies de vocês ultimamente?

- Eu tenho escrito bastante musica com a Hyun-san, mas também tenho assistido bastante filme, principalmente de heróis.

- Ela vem pro meu quarto, pra gente assistir. Eu lembrei que tinha uma polaroid que meus irmãos me deram, eu estou fazendo tipo um álbum com as fotos que eu tiro. Algumas até foram pras fãs, em um sorteio em alguns fansing.

- Yun, hoje foi lançado uma matéria sobre você estar participando do We Got Married com o V, do BTS. - falou e eu aceno concordando.

- ‎É meio estranho um pouco, mas sim. O V-san e eu começamos a participar desse programa, em breve vai sair o Ep com o a nossa parte, estou bastante ansiosa com a resposta de todos.

- ‎No começo do ano, você sofreu hate por estar próxima deles, certo?

- ‎Não acho que foi porque eu estava próxima deles, só acho que teve boatos demais em algo que não deveria ser grande coisa. Mas como sempre tive apoio dos dreamers, então não me importei com isso.

- ‎Nossa maknae esta crescendo bastante em vários sentidos, principalmente quando é sobre essas coisas. Pessoal, por favor deem bastante amor a TaeYun, vocês vão se apaixonar por esse casal estranho.

- ‎Ya. - falo e ela ri.

Ficamos um tempo falando sobre a gente, depois voltamos a falar sobre o grupo e o álbum.

- Tem algo que vocês nunca fizeram, e querem fazer? Em relação a carreira de vocês.

- ‎Eu nunca cantei sem ser rap.

- ‎Eu nunca cantei rap oficialmente. - falo e rimos.

- ‎Estamos preparando uma surpresa, estamos ouvindo bastante musicas diferente do costume e isso esta fazendo ter novas coisas a se fazer, expandindo horizontes.

Depois que encerramos a transmissão lendo alguns comentários, teríamos uma entrevista pra um site daqui a pouco, então só trocaríamos de roupa e só resta esperar.

- Yun, seu celular esta tocando. - Mina falou me entregando o celular.

Olho e era o Jungkook, querendo fazer chamada de vídeo.

- Não deveria estar ensaiando? - pergunto e ele sorri.

- ‎Estamos no intervalo, como você esta? - percebi que ele estava preocupado com algo.

- ‎O que houve, Jeon?

- ‎Nada não.

- ‎Certeza? Fala logo, Jungkook. - peço e ele suspira.

- ‎Eu vi o que estão falando sobre vocês dois. - falou e eu lembrei da matéria.

- ‎Eu não vi ainda, se for tão ruim assim nem vou ver. Cadê os meninos?

- ‎Estão terminando de provar as roupas. O que estava fazendo?

- ‎Divulgação, daqui a três dias tem comeback. - falo e ele acena, encaro ele que sorri, sinto falta dos dias que estudávamos juntos - Kookie.

- ‎Sim?

- ‎Me lembrei do dia daquele trabalho de dança, que tinha que ser em dupla. - falei e ele riu.

- ‎O dia que eu quase perdi todos os dedos do meu pé.

- ‎Ya, eu ainda estava aprendendo. Você não era um dos melhores. - falo e ele ri, na verdade era uma mentira já que Jungkook sempre foi um otimo dançarino.

- ‎Gostava de passar o tempo contigo na sala, sempre ficávamos brincando por que você já era famosa.

- ‎Você também.

- ‎Esta falando com quem, JK? - ouço a voz do Jin.

- ‎Com a Yun, hyung. - fala e o mais velho se joga do lado dele.

- ‎Yun-nim. - falou e eu ri - Precisamos nos encontrar, precisa me ensinar algumas receitas, ta ficando cada vez mais difícil alimentar essas crianças.

- ‎Quando nossas agendas tiverem folga, eu prometo ir te encontrar, as unnies também estão ficando chatas.

- ‎Não fale de mim, sua pirralha. - Kyung grita e eu ri.

- ‎Só espero que seu marido não fique com ciumes.

- ‎Marido de quem? - ouço a voz grave do Tae e sorrio.

- ‎De uma amiga. - Jin fala pra irritar e Jungkook riu.

- ‎Ela já me disse que ele está muito chato, sempre viajando. - Kookie falou e Jin riu, adoro ouvir a risada dele.

- ‎Vocês estão falando com quem? Deixa eu ver. - Jungkook se levantou e correu.

- ‎Não, vá vestir sua calça, hyung. Que pervertido, querendo ver a mulher dos outros sem estar completamente vestido. Olha que eu vou falar pra Yunnie.

- ‎Jungkook-ah. - ouço o Tae falar e eu ri - Para de me difamar, seu pirralho.

- ‎Ya, Taehyung quero ver se a Yun-nim souber dessas coisas. - Jin falou do jeito dele.

- Kookie, preciso ir. - falo vendo a Kyung terminar de se vestir.

- Não vai querer falar com ele? Prometo que não abaixo o celular. - falou e eu corei.

- Esta falando com a Yun? - Tae pergunta mas ele não aparece - Jimin-ah me solta.

- Diz que de noite falo com ele, preciso ir. Até logo, Kookie. - falo e ele sorri acenando.

Mina me entrega a roupa que eu devo vestir, e eu vou trocar. Infelizmente eu vou ter que usar saia, depois que terminei de me vestir, fui ajeitar a maquiagem, Kyung já estava pronta.

- Sabe o que eu quero fazer? A gente vai ter uns dois meses sem compromissos, no ano que vem né? - ela pergunta e eu concordo - Podemos fazer aquele mochilão que você queria.

- ‎Tenho que ver se não vou estar gravando com o Tae.

- ‎É verdade, qualquer coisa podemos levar ele na mala. - falou e eu ri.

Passamos o resto da tarde participando da entrevista e depois fizemos uma pequena sessão de fotos, já estava anoitecendo quando fomos pro quarto. Tomo um banho rápido, visto uma roupa confortável e resolvo deixar o celular carregando, depois vou me encontrar com a Kyung, pra comer no restaurante do hotel.

- Vamos? - Kyung fala saindo do quarto.

- ‎Estou morrendo de fome, eu quero um hambúrguer.

- ‎Eu também, vamos.

Fomos pro elevador, Kyung ficou falando o tempo todo do quanto estava com saudade da comida coreana.

- Quando vamos ter aquela reunião de família?

- ‎Quando tivermos tempo, todos podem ir lá pra casa quando quiserem, sabem que são muito bem vindos. - falo e ela acena.

- ‎Precisamos conversar com as meninas.

Saímos do elevador e fomos pro restaurante, encontramos as unnies já comendo.

- Nem esperaram a gente. - Kyung falou e nos sentamos.

- ‎Pensamos que vocês iriam pedir no quarto. - Sun falou.

- ‎Como foi o dia? - Yoora perguntou e Kyung respondeu.

- Foi corrido, depois da live já fomos pra fazer aquela entrevista pra revista, passamos a tarde tirando fotos. Tudo que eu queria era minha cama, ainda tive que aguentar essa peste que ficava o tempo todo sorrindo a toa.

- Eu não vou nem falar nada. - falo e todas riem - O que fizeram hoje?

- Ficamos andando pela cidade, conhecemos alguns lugares legais, compramos algumas roupas e só. - Hyun falou.

Kyung e eu fizemos nossos pedidos e ficamos conversando com as unnies, falamos dos fanmetting que iriamos fazer no Brasil e em Nova Iorque do ano que vem e precisamos decidir o que vamos fazer no MAMA. Mas melhor falar sobre isso depois de passar essa semana.


Notas Finais


Me digam o que acham de começar a ter um capítulo dia sim e outro não? Tem bastante capítulo prontos e estou só revisando pra poder postar. Quero saber o feedback de vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...