História Death lore - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, LGBT, Magia, Mistério, Suspense, Terror e Horror, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ninguém pediu mas, eu quis voltar, eu acho que mais um capítulo vai chamar mais gente =/

Capítulo 2 - Está frio aqui dentro


Eu bato na porta, consigo ouvir alguns gritos ,não de dor ou medo ,chamando alguém, talvez estejam chamando alguém para abrir a porta ? Eu coloco meu ouvido na porta ,mal consigo ouvir oque eles estão falando ,algo como "se esconde rapido" "já vai" e talvez um "Green abre a porta" . Após alguma espera abrem a porta , uma mulher de óculos vermelhos ,loira com olhos verdes e algumas mechas verdes no cabelo , um suéter rosa e meio fofinha , eu estendo minha mão  para ela ,no intuito de cumprimentala, ela aceita meu cumprimento e diz :                     -Ola sou Green , oque deseja visitando nossa humilde morada?                                                    Nesse momento não consegui formular uma frase pois estava com várias perguntas como: Ela nasceu de mechas verdes? Porque do sotaque russo ? Ela tem filhas ? Como assim "Nossa" ? , Mas meu cérebro virou pudim com a beleza de seu corpo e voz , então respondi sem pensar :                                                            - Se-sem Pro-problemas !!!                                    -Senhor isso não faz parte da pergunta              -Oh! me desculpe pela resposta sem sentido ,estou aqui pelo "convite" nesse papel ,preciso de moradia enquanto o hotel está em construçao                                                               -Oh! Isso! Obrigada por vir ajudar aqui em casa ,você gostaria de entrar e tomar um suco,café chá?                                                        Eu entro , olhos para o lado interno da casa e ... parece que moram muitas pessoas aqui , e uma delas é piromaniaca , é notável uma mancha de queimado no sofá, em uma das cadeiras da mesa de estar e em uma parte da parede, mas para não soar groceiro e causar uma boa primeira impressão com ela, entre o silencio ela pergunta :                                            -qual é seu nome mesmo?                                    -Oh! Que rude fui! Meu nome é M...                     Uma voz estridente sai do banheiro:                  -GREEN!!! PEGA UMA TOALHA PRA MIM!!!! GREEN!!!!                                                                  Rapidamente Green foi até o lado de fora da casa , onde espero eu seja onde deixam as roupas para secar no varal, eu começo a olhar para os lados da casa , pelo menos na sala e cozinha, porque atravessar para outros cômodos certamente seria um incômodo, percebe-se quadros de uma família tradicional um pai ,mãe, filha mais velha,e filho mais novo , me pergunto se é a família da Green,  ou da mulher no banheiro clamando por roupas. A Green volta e diz:        -desculpe mas infelizmente,  você vai ter que dormir em um beliche                                            - Então qual seria o meu colega de beliche ?    -Eu, mas podemos mudar se você quis-             -é claro que eu quero ser seu colega,  tudo na vida é experiência e isso será uma nova!              -uau, voce parece animado para sua primeira noite aqui , você quer ir conhecer as outras?                                                                       -claro que sim!


Notas Finais


Olá esse foi mais um!
Quero muito continuar isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...