História Death Note - Uma Nova História - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Death Note
Personagens L Lawliet, Light Yagami, Misa Amane, Nate "Near" River, Personagens Originais, Rem, Ryuuku, Sayu Yagami, Shuichi Aizawa, Touta Matsuda
Tags Death Note, Drama, Kira, Morte, Romance
Visualizações 128
Palavras 437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Nova Parceira e Nova Pista


Near narrando

O que Near?—Pergunta Aizawa assustado com o que eu disserá.

—Isso mesmo que você ouviu—Respondo.

—Então... Por acaso Light se preparou para o dia de sua morte e colocou em seu  lugar um sucessor?

—Sim.

—Como tem tanta certeza disso?—Pergunta Matsuda.

—L me contou.

—Como assim, Near?—Diz—L morreu há cinco anos.

—Não, não! Eu o vi, estava em meu sonho! E quando perguntei a ele se Light Yagami tinha um sucessor, L respondeu-me com um, sim.

—Isto está ficando muito estranho.—Diz Gevanni.

Quando o telefone começa a tocar insistentimente e Gevanni o atende.

—Alô?—Pergunta ele—Sim. Ele está aqui! Não sei se ele gostaria de falar com qualquer um... Uma? Entendi. Como conseguiu este número e quais são suas informações?... Só com ele, entendo.

—Quem está na linha Gevanni?—Pergunto.

—Uma garota, que disse que tem um assunto que só pode falar com você.

—Entendo—Estendo a mão para receber o telefone de Gevanni e o mesmo me entrega.

—Quem é?

—N, é você?—Pergunta a garota.

—Sim.

—Para não falar nossos nomes apenas me chame de E.

—Concordo e o que quer comigo?

—Eu sei que há um novo Kira. 

—Como sabe desta informação?

—N, você acha que quinze bandidos morrendo de parada cardíaca, na mesma hora, no mesmo lugar, é algo normal?

—Não. Porque quis falar comigo sobre isto?

—Kira matou meus pais, N... Eu sei que ele só matava criminosos e quem entrasse no caminho dele. Meus pais eram criminosos, meu pai foi acusado de fazer um massacre e minha mãe era muito apaixonada por ele, faria qualquer coisa então... Roubaram um banco juntos. Mas quando a onda do Kira começou, há cinco anos atrás eu tinha seis anos e fui parar em um orfanato já que eles morreram de ataque cardíaco em um assalto. Agora, que tenho uma família com condições ótimas e pais amáveis...  Quero pegá-lo e fazer jus ao nome de meus pais prendendo o novo Kira.

—Entendo—Suspiro—Quais informações você tem para me dizer?

—Bem N, pelas minhas pesquisas e deduções, já que ninguém relevou como o Kira matava; acredito que você quis que não fosse relevado. Então depois de dias em claro e muita pesquisa, deduzi que ele matava com um caderno chamado Death Note, estou errada?

—Não. Ótima dedução e ótimo acerto.

—Este novo Kira deve ter duas coisas essenciais: um Death Note; obviamente, e também um mestre.

—Mestre?

—Sim. O novo Kira tem que ter um mestre que provavelmente o encoraja a matar e fala quem matar.

—Você pode estar certa. Era só isso?

—Sim, se tiver mais informações sei onde te achar.

—Adeus.

—Adeus.—Desliga. Olho para todos e saio da sala seguindo para minha sala de brinquedos.

Fico rondado de pensamentos inquietantes sobre o que E disse: "O novo Kira obviamente tem um mestre que o encoraja a matar e fala quem matar".



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...