1. Spirit Fanfics >
  2. Death Note: Depois da história >
  3. Revelações

História Death Note: Depois da história - Capítulo 8


Escrita por: LucyAdilia

Capítulo 8 - Revelações


—Eu não tinha provas contra você. Os death notes queimei todos, a maioria das provas foi levado pelo FBI, todas as testemunhas foram mortas, então a única coisa que pude fazer era mandar alguém vigiar você. Mandei Giovanni te seguir, ele instalou câmeras no seu quarto. Porém alguém viu ele sair de sua casa.

—Fui eu.—Disse Raiden—Quando avistei aquilo, sabia que mais alguém estava de olho nela.

—Mais alguém?—Misa

—Raiden e Eiji são meus sobrinhos. Eu os mandei se aproximarem de você e Sayu.—Matsuda

—O que?!—Você nos enganou?

—Para descobrir a verdade.—Matsuda

—Mas isso é cruel!—Disse já chorando

—Não tão cruel quanto o que você e Kira fizeram!!! Vocês mataram centenas de pessoas, mentiram, enganaram outras, levaram Soichiro yagami-san a morte! E você ainda tem a vergonha na cara de morar na casa dele! Me poupe!

Misa só chorava. As lágrimas desciam com desespero.

—Naquela noite, depois de avistar aquele homem, eu liguei para meu tio. Baseada na descrição que dei, ele reconheceu que era giovanni, um dos que trabalhavam para near.—Raiden

—Eu liguei para near e formulamos um plano. Pusemos uma escuta em Raiden e ele fez você confessar que era o segundo Kira.—Matsuda

—Agora podemos te prender.—Near.

Misa se desesperou, puxou uma pequena faca que trouxe para matar o agressor que derrubou a porta, se livrou das algemas com um grampo de cabelo e ia apontar a faca para sua própria garganta, os três ficaram estupefatos...

A faca estava próxima de sua garganta, quando uma mão a parou.

—Não faça isso.—Disse raiden.

—E o que?! Apodreder na cadeia?! Prefiro morrer!!!—Misa se derramou em prantos

—Viver sempre vale mais a pena que morrer. Quando se morre, não se tem nada. Esse era o problema de você e de Kira, viviam deprimidos, achando que o mundo é podre e injusto, e por isso eram tão ávidos por querer mudá-lo com esse senso de justiça extremo e utópico. Mas o mundo sempre foi podre e injusto e sempre será! Quanto a isso, não se pode fazer nada, a não ser ajudar o quanto for humanamente possível. E tem o outro lado da moeda também: Quem só sabe focar na sujeira do mundo nunca verá o lado bom da vida.

Com os olhos encharcados, ela deu uma resposta não só dela, algo que kira também diria:

—Não é que eu nunca tenha tentado ver o lado bom da vida, é só que coisas boas na vida são difíceis de se encontrar...

Ele ficou calado. Não sabia o que dizer. Sabia que ela ganharia prisão perpétua e pena de morte. Com certeza, pena de morte. Achava que ela tinha razão, pois pelas semanas que se passaram, ele ficou cada vez mais encantado por ela, ás vezes até esquecia de sua missão. Se ela não fosse uma criminosa...

Passou-se algumas semanas, e Raiden soube que misa tinha ido pacificamente enquanto dormia.

***

Quando viu o nome, era como se milhares de coisas tivessem feito finalmente sentido para ele. Sabia da verdade. Agora sabia quem era.

Havia uma razão para ryuk ter lhe contado aquela história. Como sempre parecia ser seu amigo. Porque mandou ele ir aquela casa, porque se lembrava daquele nome com tanta clareza, era óbvio que Ryuk tinha sido o shinigami de Raito enquanto ele ainda estava vivo. O matou escrevendo seu nome no death note. Mas Raito não queria morrer, não queria ir para o limbo, esse forte sentimento de negócios pendentes é o que o transformou num shinigami.

Raito já não sabia mais o que fazer. Não podia voltar a ser humano de novo. Seu destino era ser um shinigami por toda a eternidade. Bem pelo menos melhor isso do que limbo ou inferno. Em qualquer mundo, em qualquer universo, sempre haverão dificuldades como tem com toda a vida. Ele tinha de aceitar isso. Sentia também que estava pagando por seus pecados, agora ele ia pensar neles todos os dias pelo resto de sua vida. Não se faz o mal sem pagar. Essa é a lei da natureza.

Ironicamente, Raito sempre quis ser um Deus quando humano, e era cheio de arrogância e egoísmo. Agora que finalmente é um Deus, tudo que ele quer é ser humano de novo...

Mas não podia mais voltar a ser. Infelizmente. Tudo relacionado a sua vida de humano perdeu. Até que, olhou em volta, viu um shinigami a sua frente. Nunca tinha visto aquele shinigami antes, mas por algum motivo, ele o reconhecia de algum lugar. Raito chegou mais perto e percebeu que era um shinigami fêmea. Ela sorria para ele. Ele não disse nada, apenas segurou sua mão e os dois seguiram juntos...♡


Notas Finais


Foi curtinho eu sei, mas ainda terá a segunda parte, que será bem maior (Aí nela o L aparece).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...