1. Spirit Fanfics >
  2. Death Vampire >
  3. A honra de dois homens

História Death Vampire - Capítulo 41


Escrita por:


Notas do Autor


bem, esse capitulo tá foda. Nos vemos nas notas finais.

Capítulo 41 - A honra de dois homens


//Tsukune\\

 

//Mar de Kyoto\\

 

Makai no Enko! ─ Gritou Tsukune, gerando o imenso dragão negro feito das chamas do mundo dos demônios. O dragão engoliu Hitsugaya, e levantou voo para acima das nuvens. Tsukune, que estava com a mão estendida, logo a fecha, e a consequência de um ato tão simples como esse? O dragão explodiu em chamas, fazendo com que todo o mar em um raio de 20 quilômetros quadrados secasse. Não só isso, como a explosão gerou diversas ventanias que podiam ser sentidas no mundo todo. Foi dito que mesmo no Brasil houve tornados resultantes desse vento.

Houve também, choques nas placas tectônicas, gerando terremotos nos Estados Unidos que abriram fendas na terra. Também houve maremotos no Haiti, cuja a onda tinha em torno de 60 metros de altura. E ainda assim, também houve erupções no chile, cada uma deixou os países ao redor cobertos de poeira no céu, impedindo a entrada da luz solar, e gerando uma era glacial de 42 dias.

O dia de hoje foi conhecido, após todos esses eventos, e mais alguns eventos futuros, como o dia que o demônio pisou na terra, mas como ele ficou conhecido assim, e o por que, isso é história para outro dia.

No momento, com Moka e seus colegas, todos, com exceção de Legion e Shinji estavam impressionados com a força que a técnica que Tsukune usou a alguns minutos. Ginjo e Shinji pararam a luta que ambos estavam travando por alguns momentos para observar a proeza que Tsukune e Hitsugaya estavam fazendo.

─ Ma-mas que… técnica… ─ Disse Rangiku, que estava servindo de Guarda para Moka e as outras. ─ Seu poder de destruição é o bastante para se igualar a Shikai do comandante… Como esse garoto conseguiu tal técnica?

─ Essa é a pergunta de um milhão de dólares… ─ Disse Legion, surpreendendo todos com o quão calmo e colecto ele estava… porém Moka notou algo que ninguém mais havia notado. Legion apertava seus punhos. Ele apertava tanto, que sangue estava pingando deles. Ela se perguntou o por que ele estava tão irritado com isso… Tsukune e ele deveriam ser aliados. ─ Como é possível que as chamas do Makai sejam usadas no mundo mortal… esse garoto conseguiu uma proeza que nem ao menos meu mestre Lucifer conseguiu… o criador da técnica… e esse jovem consegue usar-la com tanta facilidade… o mero pensamento de um mortal… um semideus… mas ainda assim, um mortal… usando-a… sujando o nome do meu senhor… me irrita. Me irrita tanto que se ele não fosse meu aliado, eu o mataria por sua insolência… aqui e agora.

─ Você parece ter orgulho de seu mestre… mesmo quando ele era só um traidor… ─ Começou Shinji, apenas para parar ao notar que talvez pudesse ter ido longe demais.

─ Cuidado Shinigami… o pedido de Tsukune fora para eu não machucar seus amigos… ele nunca me falou de você… ─ Disse Legion, com diversas espadas apontadas para Shinji, cada uma carregada de poder demoníaco.

Porem o que surpreendeu todos, foi a frase que ele falou… ainda havia bondade nele… Moka não sabia o por que ele fez o que fez… mas ela sabia que… em quanto houvesse bondade em Tsukune… ele podia ser salvo.

 

//Narrador\\

 

//Kyoto\\

 

Bem, vamos voltar um pouco no tempo. Mais especificamente, antes de Hitsugaya usar seu Bankai. Antes de Ginjo e Shinji pararem sua para conversarem. Na área comercial de Kyoto, Yumichika e Berserker estavam lutando… se é que você poderia chamar o que acontecia de uma luta.

Berserker estava ficando frustrado. Seu adversário estava apenas desviando dele. Cada golpe de Berserker abria uma cratera no chão. E isso o irritava o semideus da tinta. Ele estava lá pois Alito havia prometido uma luta inesquecível para ele, mas tudo que ele conseguiu até então foi mais e mais irritações.

─ Pare de desviar e lute! ─ Gritou a besta louca conhecida como Berserker. Logo, ele esticou seu braço, e as custuras do mesmo se desfizeram, e o braço, que era mantido no mesmo lugar apenas por tinta, formou uma ponta de lança negra, e se esticou para perfurar Yumichika. Ele ainda mantinha os poderes de Monstrel, não… ele havia recuperado-os. O mesmo defendeu-se com a lâmina de Fuji no Kujaku. Porem a força por trás do golpe o lançou alguns quilômetros a frente. A força gerou grande destruição e uma imensa cortina de fumaça.

Por alguma curiosidade do destino, o jeito que ele foi lançado, na direção onde ele foi lançado, no local onde ele parou, era onde Madarame Ikkaku e Akua Shuzen estavam lutando.

Ikkaku estava ofegando. Não importava o quanto ele batia, Akua parecia sempre se tornar intangível na hora certa… e sempre que ele terminava o ataque, a mesma o atacava. Estava sendo uma luta difícil para o usuário das lanças gêmeas. Mas desde quando ele gostava que as coisas fossem fáceis.

Ele quase perfurou ela, Akua, em diversas oportunidades, ao criar uma cinta para quando ela tentava o atacar, ele deixava ela chegar perto dele e no último momento, ele contra-atacava.

Isso a frustrou… ambos estavam num impasse. Se um se precipitasse, poderia morrer. Mas isso só agradava mais Ikkaku.

Logo, Yumichika chega voando em grande velocidade e ele e Ikkaku colidem um com o outro.

─ Ei qual é a gran… Yumichika? ─ Disse o shinigami careca, surpreso em ver o seu amigo maníaco por estética tendo voado em sua direção.

─ Peço descul… Ikkaku? ─ Perguntou Yumichika, vendo seu melhor amigo, e tenente confuso. Ambos logo sentem a intenção assassina de Akua e usam o Shunpo para escapar de um chute machado machado que a pequena vampira tentou aplicar neles. Ao desviarem ambos vem a destruição que ela causou.

Antes que Ikkaku pudesse responder, teve que defender-se de um ataque de Berserker, que havia transformado seu braço em um imenso machado, e com a força do ataque, ele atirou Ikakku contra o chão.

─ Ei Garotinha… mudança de Planos… você enfrenta o chato ali… deixa que eu enfrento o careca… ─ Disse Berserker, caminhando no ar.

─ QUEM ESTÁ CHAMANDO DE CARECA! ─ Gritou Ikkaku, irritado com Berserker. Ele logo estrala o ombro direito, e com um sorriso no rosto, e com sangue escorrendo de sua cabeça. ─ Se bem que… talvez não seja uma má ideia… eu senti esse seu último ataque… Qual o seu nome?

─ Berserker… ─ Disse o semideus da tinta, com o mesmo sorriso no seu rosto. Um sorriso que antecipava uma grande batalha. ─ E qual o seu nome?

─ Ikkaku Madarame, ao seu dispor! ─ Disse Ikkaku, preparando as suas lanças, uma acima da cabeça, e outra na altura do abdômen! Sua voz era de quem estava empolgado, assim como seu sorriso.

─ Que problema… ─ Começou Yumichika, ele logo olhou para Akua. ─ Posso saber o nome dessa bela flor que tenho em minha frente? ─ Perguntou Yumichika, com seu típico sorriso.

─ Por que eu deveria dar meu nome a um homem que estará morto em pouco tempo? ─ Perguntou Akua, com uma face sem expressões. Porem por dentro, ela estava irritada… tanto com Berserker, por mudar os planos, quanto com essa missão inteira. Ela queria ir até Moka, mas a missão vem primeiro.

─ É mera etiqueta do esquadrão Onze… ─ Disse Yumichika, logo suspirando. ─ Uma pena… terei que consertar essa sua atitude…

─ Como é? ─ Pergunta Akua, confusa com O homem a sua frente. Por que ela sempre tinha que lidar com os problemáticos?

─ Simples… sabe… eu odeio coisas feias… elas não merecem minha atenção… seu amigo ali… ele é feio. Tanto na sua forma de pensar quanto em seu exterior… Por isso ele ainda está vivo. ─ Aquilo pegou Akua de surpresa. Olhando agora, ele estava completamente bem, não havia nenhum ferimento em sua pele… sua roupa estava em perfeitas condições… era quase como… se ele fosse… Aono Kazuya…

─ ‘Não… não pense nele… não agora’ ─ Pensou Akua, com um semblante triste em seu rosto. ─ ‘Ele não é que nem Kazuya… Kazuya é perfeito… esse homem é… meramente um maníaco por estética.’ ─ Logo ela voltou sua atenção para o homem a sua frente. ─ Você diz isso… mas seu amigo é bem parecido com Berserker… qual a sua desculpa para isso.

Yumichika riu. E isso a irritou. Ele ria de forma nobre e estética… ele e Kazuya eram parecidos… mas ela não deixaria isso a interromper.

─ Tem razão… mas tem uma diferença gritante entre um e outro… Yumichika não abriria mão de um companheiro por uma luta… já o seu amigo… é outra história… ─ Disse Yumichika, logo se aproximando dela.

─ Co-como você sabe? ─ Ela perguntou, se afastando lentamente de Yumichika, em guarda. Algo no ser a sua frente estava errado. Ele era diferente do seu adversário anterior… ela sabia que ele era o terceiro oficial, em quanto Madarame era o tenente… então por que… por que o shinigami a sua frente inspirava mais medo nela?

─ Simples… pois ele deixou você lutar contra mim… ─ Disse Yumichika, com uma calma glacial. Os olhos de Akua logo se estreitaram quando ela finalmente entendeu uma verdade sobre o Décimo primeiro esquadrão… ─ seu companheiro viu que eu era mais forte do que ele… mas eu me recusei a lutar pois eu o considero “feio”… algo que não vale o meu tempo… e é por isso… que ele quis lutar contra alguém que fosse do mesmo tipo dele… um maníaco por lutas… ─ Disse Yumichika, sinalizando com o dedo para o alto, mostrando que ambos Madarame e Berserker lutavam um contra o outro com sorrisos em seus rostos. ─ Ele não se interessou contra mim… pois sabia que eu não tinha interesse em sua “feiura”… mas você é diferente… Você é bela… tanto no interior quanto no exterior… por isso… eu sei que… ─ Logo a Zanpakuto de Yumichika brilhou, e suas lâminas pareciam ter virado vinhas por um momento. ─ Não vou perder para você de jeito nenhum.

Após esse discurso, as vinhas perfuraram Akua em diversas partes do seu corpo. Ela entendeu algo que devia ter entendido quando virá o seu oponente. Se fosse Kazuya ele poderia ter entendido direto… ela não poderia vencer… dentre as presenças que estavam em Kyoto naquele momento… o ser a sua frente… era o mais forte.

─ Por que eu não perderia para você… simples… por que eu não perco nem para o meu capitão quando estou sério. ─ Disse Yumichika, dando as costas para Akua, e observando a luta dos dois a sua frente.

─ Por que… ─ começou Akua, com a voz fraca. ─ Por que… você esconde sua força… poderia ser um capitão com seu poder… então por que?

─ Por que… heh… pela mesma razão que Ikkaku recusou o posto de capitão do décimo terceiro esquadrão a tantos anos atrás… Pois nós juramos que serviríamos sobre o Capitão Zaraki até a morte de um de nós outros… e quebrar esse juramento… não seria nem um pouco… Estético. ─ Disse Yumichika. Porem ele, logo percebe a falta de Akua ao seu redor. ─ ‘Ela fugiu… não… ela nem ao menos tem força para tal… alguém a ajudou… mas quem?’

 

//Nos céus de Kyoto\\

 

Acima da cabeça de Yumichika, Ikkaku podia ser visto, combatendo Berserker. Ambos trocavam golpes que causavam ondas de choque na cidade. Ikkaku logo cortou horizontalmente o tronco de Berserker, o mesmo ao ver isso, sorriu. Logo, a tinta formou uma imensa cabeça negra que tentou devorar Ikkaku, o mesmo usou suas lanças para segurar a mandíbula da caveira.

A caveira logo foi em direção ao distrito comercial, onde Yumichika e ele estavam lutando anteriormente. A caveira se chocou com o chão, gerando uma imensa cortina de fumaça. Em quanto Ikkaku estava se levantando, O semideus se aproximava lentamente.

─ Ei ei… por que alguém divertido como você está andando com um chato como aquele maldito do Yumichika? ─ Perguntou Berserker, para O shinigami que estava se levantando, e que cambaleava para conseguir isso.

─ Não… não fale… mal dele… ─ Disse Ikkaku, liberando uma intenção assassina tão alta que fez as janelas ao redor deles quebrarem.

─ Heh… por que não… ele não passa de um covarde… ELE TEM PODER PARA ME DESTRUIR MAS NÃO O FEZ! ─ Gritou Berserker, começando uma sequência de socos no rosto de Ikkaku. Ele logo modifica seu braço esquerdo para ficar imenso e carregado de tinta, com raios negros ao redor do mesmo. Ele soca as costas de Madarame com toda a força, criando uma imensa cratera, coberta por uma grande cortina de fumaça.

Depois de um momento de silêncio, e o sorriso de Berserker só se alargava… porem ele foi desfeito… quando ele viu Ikkaku. Ele estava coberto de sangue. Seu Shihakusho estava com a parte de cima destruída… mostrando suas cicatrizes e músculos… suas costas estavam bloqueando o soco de Berserker.

Logo a Reiatsu no local se tornou insuportável. O reishi ao redor de Ikkaku se tornou vermelho carmesim. E logo ele cruzou as duas lanças e com um grito de batalha final, ele liberou a sua mais poderosa forma.

BANKAI! ─ Gritou Ikkaku, criando uma explosão de poder que forçou Berserker a recuar. A explosão gerou uma imensa cortina de fumaça. Logo após isso, a fumaça começou a girar, subir aos céus, permitindo ver Ikkaku carregando uma imensa lâmina negra, com duas lâminas menores, presas por correntes e grandes metais que permitiam impunhar-la. Flutuando ao seu redor, estavam quatro escudos, cada um com 4 metros de altura. ─ Ryumon Hozukimaru

Logo, antes que Berserker pudesse processar o que houve, sua cabeça havia sido separada de seu corpo.

A bankai de Ikkaku é uma força a ser temida, mesmo no décimo primeiro esquadrão… por isso, ele raramente a usa, pois ela sempre acaba com a diversão do mesmo.

O por que dele ter usado ela agora? Simples… a base da relação de Yumichika e Ikkaku… é baseada na admiração que cada um tem pelo outro. Em quanto o homem conhecido como Madarame Ikkaku admira Yumichika por sua força e beleza em batalha, o homem conhecido como Ayasegawa Yumichika admira a determinação de Ikkaku e sua lealdade com seus companheiros. Essa é a razão que os dois se dão tão bem… a razão que nenhum quebrou o voto que tinham com Zaraki no Kenpachi… pois ambos tem uma profunda admiração pelo outro… E quando Alguém insulta a honra de Yumichika na frente de Ikkaku, ele usará sua Bankai sem pestanejar.

Porem o que Ikkaku não percebeu foi a sombra ao seu lado, que retirou Berserker, assim que a atenção do Madarame foi desviada.


Notas Finais


Bem, o que acharam? Eu acho que eu dei poder demais para o Yumichika, mas tentem se lembrar que no bleach, a Rui'iro no Kujaku que é o verdadeiro nome da Zampakuto do Yumichika, tem o poder de Absover a reiatsu de um ser... então em questão de técnicas, a Zampakuto de Yumichika teria vantagem numa luta contra o Zaraki, já que sua força vem da Reiatsu imensa que ele tem. E isso que ainda tem a Bankai do Yumichika, que só os fans de verdade de Bleach perceberam que, o fato do Yumichika ter liberado o poder da Rui'iro no Kujaku sem chamar o nome dela indica que ele já domina a bankai.(pelo menos nesse universo)
Bem, comentem, favoritem e compartilhem para me deixar feliz e té mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...