1. Spirit Fanfics >
  2. Debaixo d'água - Imagine Boku no Hero >
  3. Capítulo 7 - Não chore, honrosa heroína.

História Debaixo d'água - Imagine Boku no Hero - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Tenha uma boa leitura! ^^
Leia com calma de forma que você aproveite todas as sensações.

Capítulo 7 - Capítulo 7 - Não chore, honrosa heroína.


Fanfic / Fanfiction Debaixo d'água - Imagine Boku no Hero - Capítulo 7 - Capítulo 7 - Não chore, honrosa heroína.

Anteriormente

All Might: Bom, pode-se dizer que é fraqueza ou até mesmo azar, mas infelizmente a senhorita não teve o melhor desempenho em seu teste prático... 


- ... Eu sabia... Não posso negar que no fundo eu sabia... Então.. Por que dói tanto?... *Abaixo minha cabeça começando a sentir lágrimas quentes deslizando sobre minhas bochechas e o abraço carinhoso de lado da Yuko*

Agora

All Might: Mas! 

Levanto os olhos de leve sem quase nenhum interesse. 

All Might: Você, minha pequena Shimizu jovem, se mostrou mais do que só um teste. 

Meu coração se acendeu com pequenas faíscas. 

All Might: Você foi corajosa, quando abandonou o seu teste e a gigante chance de entrar na mais prestigiada academia de heróis U.A., para salvar um completo desconhecido. E foi com essa difícil decisão que você se mostrou mais que um teste, você mostrou, a mim, aos jurados, aos participantes e a você mesma o que é ser uma verdadeira heroína de honra. 

Ouvindo aquelas palavras meu coração já chegava a explodir, meus olhos estavam arregalados, já tinha me arrepiado por inteiro e minhas lágrimas insistiam em cair. Quem diria que eu estaria sendo elogiada pelo Símbolo da Paz por fazer o que eu sempre quis fazer... Salvar pessoas. 

All Might: Como um curso de heróis poderia rejeitar uma pessoa que salva os outros e faz o que é certo, que prioriza o bem dos outros antes do seu bem!? O teste não contava apenas com os pontos dos robôs, também existiam os pontos de salvamento! E são os juízes que dão a nota! 

- Ai meu Deus. 

All Might: Então indo direto ao ponto. Você! Shimizu jovem, foi aceita para o curso de super-heróis do colégio U.A.! Com 65 pontos! 

- Aaaaaaaaaaaaaaaah! 

Yuko me abraçou forte e gritou muito, ela estava feliz e eu também. 

- O-obrigada Yuko! *Digo com lágrimas de felicidade no rosto* Obrigada por sempre estar comigo, por acreditar em mim, por nunca sair do meu lado, sem você eu realmente não teria conseguido. 

Yuko: *Sorri* Ai meu Deus bobinha, a única responsável por isso é você Na, você se esforçou para isso acontecer, não esqueça acima de tudo de agradecer a você mesma. Por isso,  não chore minha honrosa heroína

Sorrio para ela e a abraço mais forte. Passamos a noite comemorando e arrumando meu material. Mal posso esperar para começar meu treinamento na U.A. a mais renomada escola de super-heróis.. 

×3 semanas depois×

Acordo cedo, faço minhas higienes, coloco meu uniforme e vou tomar café da manhã com minha mochila nas costas. 

Fiquei  conversando com a Yuko sobre como seria o meu primeiro dia, nos rimos muito! Ela estava preocupada tadinha:

Yuko: Olha se alguém fazer bulliyng com você, me avisa na hora! Porque daí não vai ter conversa não, eu vou lá na escola e vou espancar o indivíduo! 

- Kkkkk, fica tranquila Yuko, eu não vou falar sobre isso com ninguém. 

Olho no relógio da parede e vejo que estou quase atrasada. 

- Tchau Yuko! Tenho que ir agora se não vou me atrasar! 

Saio correndo e ouço de longe a voz dela se despedindo. 

×Quebra de tempo×

Chego na escola parecendo que corri uma maratona. Comecei a andar pelos corredores a procura da minha sala, que aparentemente é a 1-A. 

- Será que eu vou levar bronca? 

Continuo procurando até chegar em uma porta com uma placa escrito "1-A". Respiro fundo antes de entrar e então abro a porta. Coro violentamente por causa dos olhares em minha direção, então abaixei de leve minha cabeça para não ter que olhá-los. 

Aizawa: Está atrasada. 

- Desculpe, Sensei! Uau, o herói Eraser Head da aula pra nossa classe! 

Aizawa: Sente-se, e que isso não se repita. *Se vira para sala*. Vou dar apenas 5 minutos para se conhecerem, uma sala unida vai com certeza dar melhores resultados, mas temos uma programação minha a cumprir e o tempo vale ouro. *Se envolve em uma espécie de saco de dormir amarelo e se joga no chão*.

Quando levantei a cabeça passei meus olhos pela sala inteira, vi Bakugo que óbviamente não queria que estivesse aqui, ele estava olhando para janela, provavelmente não estava nem aí para essa parte da aula. Quando olhei mais pra trás, meu coração começou a acelerar igualmente quando vi o menino da praia.. 

- É ele?... 

De repente, começou um flashback em minha mente. 

Flashback on

???: Ai meu Deus m-m-me desculpe! *fala colocando as mãos na frente e balançando freneticamente*.

-Que isso, eu que tava distraída. 

Falo levantando e enxugando uma lágrima. 

???: Pra onde você t-ta indo? *Fala pra deixar o constrangimento de lado*

-.... 

???: A-ah é mesmo! Meu nome é I-izuku Midoriya.

              

                             ... 


Izuku: Ei não deveria mentir assim! Seus amigos vão ficar preocupados com v-você! *Fala perdendo aos poucos a vergonha*

-Não se preocupe com isso, eu não tenho amigos. 

Izuku:... Sinto muito... 

-Que isso. Bom, tchau, eu preciso ir.. 

Quando ia ir embora Midoriya fala comigo me fazendo parar

Izuku: E-eu posso ser seu amigo!

-O que? S-sério!? P-por quê? 

Izuku: Porque.. pode-se dizer que e-eu também não tenho! *Fala alto pois estavam um pouco longe*

-*Sorrio* Okay! T-tchau Midoriya, preciso ir pra aula! *Digo me afastando e acenando*


                            ... 



Izuku: E-eu não tenho uma individualidade... *Diz cabisbaixo*


- *Coloco a mão em seu ombro* Não se preocupe Midoriya.. E-eu também não tenho *Sorrio com tristesa afim de consolar ele*, não sinta vergonha, vamos nos tornar heróis com ou sem individualidade. *Digo olhando convicta para o horizonte*

Flashback off

- Midoriya... 

O olhar de Midoriya cruzou com o meu, e no instante que se chocou ele arregalou os olhos. 

Midoriya: Naomi!? 

- Midoriya! 

Eu corri pra ele e o abracei e ele correspondeu meio sem jeito parecendo um tomate. Uns não entendiam nada e outros continuavam conversando. Depois de uns segundos me desfiz do abraço e ele começou a falar. 

Midoriya: Aonde você foi parar desde aquele dia? Eu fiquei muito preocupado, ouviu?! Não deu um sinal de vida! Pensei que tinha morrido! 

- Eu... *Percebo olhares e então coro* Eu... D-depois te conto. 

Midoriya: *Percebe os olhares também*A-ah, ta bom. 

Eu vou para o meu lugar com o coração na mão. Não acredito que esqueci do Midoriya! Ele foi uma das pessoas mais importantes da minha infância. Bom, o que importa é que eu finalmente me lembrei dele e agora vou poder conquistar meus objetivos junto com uma pessoa muito importante para mim. 

Os 5 minutos passaram e Aizawa começou a falar:

Aizawa: Bom crianças, isto pode ser um tanto repentino, mas vistam isso e vão para o campo. *Sai do saco e tira um uniforme azul, branco e vermelho de lá*

×Quebra de tempo×

???: Um teste de avaliação de peculiaridade!? E quanto à cerimônia de entrada? E a orientação? 

Aizawa: Se você vai se tornar um herói, não terá tempo para esses momentos de lazer. Vocês crianças faziam esses tipos de testes para testar a habilidade física de vocês nas suas antigas escolas certo? Bakugo, você terminou no topo do exame prático, não foi? 

Bakugo:.. Sim. *Diz meio sem entender, com cara de lesado*

Aizawa: No ginásio, qual foi o seu melhor resultado no arremesso de softbol? 

Bakugo: 67 metros. *Continua sem entender*

Aizawa: Então, tente fazer isso usando sua peculiaridade. 

Bakugo vai até o círculo e se posiciona. 

Aizawa: Você pode fazer o que quiser, contanto que fique no círculo. Apresse-se. Mostre  o que tem. 

Bakugo começa a alongar os braços. 

Bakugo: Bem, então... 

Ele posicionou seu pé a frente e arremessou a bola com toda sua força acrescentando uma explosão e gritando "MORRA". A bola voou provavelmente mais de 100 metros antes de chegar ao chão. E quando chegou, Aizawa disse:

Aizawa: Primeiro conheça seu máximo. Esse é o caminho mais racional para se formar a base de um super-herói. *Mostrou o aparelho marcando 705,2 metros*.

Todos: EEEEEEEEEEEEH!? 

???: 705 metros, é sério? 

???: O que é isso?  Parece divertido! 

Aizawa: "É divertido?" *Sorri medonho*. Será que vocês vão ter essa mesma atitude o tempo todo? Vocês tem 3 anos para se tornarem heróis, acham que conseguem? Vocês estão em uma das mais renomadas escolas de heróis então não vai ser fácil, lembrem-se para que vocês vieram pra cá, não quero que brinquem em serviço. Esta, é a academia de heróis de vocês! Então, vão além! 

Todos: Plus Ultra!!! 

×Quebra de tempo×

Os testes foram todos normais, eu consegui resultados medianos e vi claramente o que consigo e não consigo fazer. Mas percebi que Midoriya não estava usando sua  individualidade, aliás, pelo que eu me lembro ele não tem uma. Porém, no último teste ele mostrou que tem, então eu não estou entendendo muito bem o que está acontecendo, vou perguntar pra ele depois. 

Agora estou indo á enfermaria pra ver o Midoriya, aparentemente ele quebrou o dedo. 

Chego lá e vejo a heroína Hecovery Girl cuidando de Midoriya. Vou até eles. 

- Midoriya...

Ele olha pra mim. 

Midoriya: Ah, o-oi Shimizu. D-do que precisa? 

- Shimizu? Pode me chamar de Naomi como sempre Midoriya. 

Midoriya: A-ah, ainda não estou muito a vontade hehe *Põe a mão atrás da nuca*. Mas pode me dizer o que precisa. 

- Eu..  Eu queria saber.. C-como você conseguiu uma individualidade?.. 

Midoriya:...... 




Continua?.... 


Notas Finais


Chegamos ao fim de mais um capítulo!
Espero que você tenham gostado e que tenham tentado sentir as mesmas sensações dos personagens.
Obrigada por ler e até o próximo capítulo! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...