História Decisões - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Nina, Professor Faraize, Viktor Chavalier
Visualizações 2
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Festa, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa historia é contada na visão da personagem Luiza.

Capítulo 4 - Uma Nova Cidade


Fanfic / Fanfiction Decisões - Capítulo 4 - Uma Nova Cidade

1 dia atrás.

“Eu acordo com o sol batendo em meu rosto, me levanto e olho pela janela e vejo as crianças brincando, eu moro nessa pequena cidade com meu tio Leonardo desde os meus 5 anos, ele me ensinou muitas coisas, então eu me tornei uma grande lutadora, tenho conhecimento de combate e estratégias, hoje vou me mudar, apesar do meu tio não gostar muito da ideia que eu vá morar sozinha, dei um jeitinho e conseguir fazer ele mudar de ideia, mas na verdade quero me mudar pois quero descobrir sobre os assassinos dos meus pais e irmão, e para começar devo me mudar para a cidade onde tudo começou.”

Leonardo — Luiza, o café está pronto.

Luiza — Estou indo.

“Término de colocar minhas coisas na mala e desço, quando olho a mesa tinha um bolo enfeitado, com um cartaz dizendo boa viagem, eu abraço meu tio então sentamos para comer.”

Leonardo — Vou sentir sua falta.

Luiza — Também vou sentir sua falta, quando tiver um tempinho eu venho te visitar, e não precisa se preocupar eu aprendi a me defender com o melhor lutador.

“Ele me dá um sorriso, terminamos o nosso café eu subi para meu quarto para pegar minha mala, quando vejo algo brilhando atrás da minha mesinha, curiosa vou olhar o que é, quando pego era uma espécie de diário.”

Leonardo — Luiza.

“Quando ouço meu tio subindo as escadas, escondo o diário na mala e ele abre a porta.”

Leonardo — O que você está fazendo?

Luiza — Só terminando de arrumar a mala.

Leonardo — Achei que já estava pronta.

“Eu sorrio.”

Luiza — Agora está.

“Fechei a mala e ele pegou, descendo com a ela, fomos até o ponto de ônibus.”

Leonardo — Aqui, toma um pouco de dinheiro para você se instalar e pode fazer compras, quando precisar me liga que eu vou enviar mais dinheiro.

Luiza — Obrigada tio.

“Dou um abraço nele e subi no ônibus, sento perto da janela aonde posso vê-lo enquanto o motorista coloca minha mala no bagageiro eu aceno para meu tio até que o ônibus parta, agora vou começar uma nova vida. Depois de uma longa viagem eu chego na cidade que eu morava, as coisas aqui mudaram muito, o ônibus para e eu desço e pego minha mala, eu procuro uma plaquinha com meu nome quando acho, me aproximo do garoto.”

Luiza — Olá, você é o Alexy?

Alexy — Sim, você deve ser a Luiza.

Luiza — Isso mesmo.

“Ficamos durante um mês conversando sobre o aluguel do apartamento.”

Alexy — Vamos eu chamei um táxi para nos levar até o apartamento, você vai amar, você disse que vai estudar na Sweet Amoris?

Luiza — Sim.

Alexy — Que ótimo, eu estudo lá, posso te mostrar a escola.

“Eu sorrio para ele e entramos no táxi, a cidade aqui é linda, quando chegamos ele me mostra seu apartamento e o melhor todo mobiliado.”

Alexy — Se você quiser sair para conhecer a cidade é só ligar.

Luiza — Obrigada Alexy.

Alexy — Então vou indo você precisa arrumar suas coisas e descansar.

“Dizendo isso ele me entregar a chave do apartamento e sorri para mim, em seguida sai, eu começo arrumar minhas coisas, depois de desfazer a mala, peguei o dinheiro que meu tio me deu e desço, vi uma mercearia perto, compro algumas coisa é volto para o apartamento, já era bem tarde então eu fui tomar banho e me arrumei para dormir quando recebo uma mensagem.”

Alexy: Te vejo amanhã na escola.

Luiza: com certeza ;)

“Deixei meu celular de lado e fui dormir, no dia seguinte levanto bem cedo me arrumo e vou para a escola que é perto da escola, então vejo um garoto dando orientações para os novatos.”

Nathaniel — Bom dia, meu nome é Nathaniel, vocês precisam responde essa ficha.

“Ele entregar as fichas e eu respondo e devolvo, e fui entrar na escola.”

Nathaniel — Luiza?

“Eu me viro.”

Nathaniel — Você colocou como atividade extracurricular esgrima.

Luiza — E daí?

“Ele fica vermelho com minha resposta.”

Nathaniel — N-não me entenda mal, e que o professor não permite garotas nesse esporte, ele dizer ser muito violento.

“Eu o olho seriamente e ele fica mais constrangido.”

Nathaniel — S-sinto muito são as regras.

Luiza — Nenhuma outra atividade me interessa.

“Depois de dizer isso entro na escola, quando ouço meu nome, me viro e vejo o Alexy acenando.”

Alexy — Luiza, bom dia.

Luiza — Bom dia

Alexy — Eu ouvi sua conversa com o Nathaniel, não o culpe, essa regra estúpida e do professor, ele acha garotas muito frágeis para esse tipo de esporte.

Luiza — Não se preocupe, sei como posso entrar no clube e vou precisar da sua ajuda.

Alexy — Pode contar comigo.

Luiza — Quando eu estava entrando ouvir que vai ter um campeonato de esgrima, então vamos fazer o seguinte...

“Conto para ele todo o meu plano, era a oportunidade perfeita, vejo que o Alexy está empolgado.

Alexy — Eu só quero ver a cara de todos quando ver uma garota lutando, estou muito animado.

Luiza — Eu sei, mas precisamos nos concentrar nas aulas, onde temos que ir?

Alexy — Vamos para o ginásio, a diretora vai informar algumas coisas, mas ainda temos tempo, vou mostrar a escola.

“Eu sorrio e ele começa a me guiar pela a escola mostrando todos os cantos, a escola é bem grande e bonita, depois que mostrou toda, ele me levou até o ginásio e em seguida fomos para o mural aonde estava a listagem das turmas.”

Alexy — Que maravilha estamos na mesma sala.

“Depois de dizer isso fomos para nossa sala e continuamos a conversa, até que o professor entra e começa sua aula, na hora do intervalo o Alex tinha pegado uma roupa de esgrima, e eu coloquei na mochila, assim que a aula acabou fui até o vestuário enquanto Alex ficava fora observando se alguém aparecia, a roupa era larga, isso me fez parecer um garoto, e o toque final coloquei o capacete, quando saio do banheiro Alexy fica de boca aberta.”

Alexy — Não parece uma garota.

“Eu levanto um pouco o capacete para dar uma piscada para ele.”

Luiza — Você lembra o que tem que fazer?

Alexy — Claro.

“Ele pisca de volta e eu arrumo o capacete então fomos para o ginásio esperar o momento certo para aparecer, quando o professor estava prestes a anunciar o fim da competição, eu e Alexy aparecemos, ele fala para o professor que eu queria entrar no grupo.”

Boris — Então temos uma inscrição para o clube de última hora, você lutará com o melhor dos nossos esgrimistas, se vencer pode entrar no clube de esgrima.

“Depois de dito isso ele chama um dos alunos que estava sentado, ele se aproxima e nós se preparamos quando o professor fez o sinal para começarmos, o combate entre nos foi emocionante, nunca senti tanta emoção, enfim consegui um oponente a altura, nem eu nem ele baixamos a guarda, eu sentia a plateia ainda mais empolgada, até que por descuido do meu adversário eu retiro sua espada e o golpeie, o completo silêncio se estabelece no ginásio, olho em volta todos de boca aberta e vejo a hora perfeita de revelar minha identidade e retiro o capacete, isso chocou mais ainda as pessoas que estavam ali, sim uma garota venceu o melhor do seus esgrimistas e entrou para o clube.”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...