História Dedicado a Yang Jeongin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Tags Changlix, Dedicatória, Hyunin, Hyunjin, Jeongin, Minsung, Romance Colegial
Visualizações 66
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Fluffy, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


〉⌬ obrigada pelos favoritos e comentários meus amores ❁

Capítulo 2 - Hyunjin e Anônimo


Yang Jeongin point of view


Desde pequeno sempre tive um amor especial por gatos e planetas, minha mãe dizia que eu era um menino de ouro por ter um gostos assim. Sempre fui um garoto diferente, na infância eu não gostava de brincar e sim ficar em casa sentado no sofá enquanto assistia desenhos animados.  Com a adolescência desenvolvi um amor sem igual por rock indie. 


 Sempre gostei de ler artigos sobre planetas e coisas relacionadas, meu amor por Plutão é tão grande que meu gatinho se chama assim. 


 Às vezes, todos diziam: Jeongin você é alguém peculiar.


 Por muito tempo fiquei pensando sobre isso, as pessoas intitulam-me como a pessoa mais diferente que já conheceram e isso de fato, faz eu me sentir melhor.


 É uma sensação boa e inexplicável, eles dizem: você é alguém que vale a pena conhecer.


 Uma vez, enquanto navegava no Twitter, mas especificamente em uma página que fizeram para mim, um texto tornou-se meu favorito. Ele dizia: 


 "Todas as noites, quando escrevo pensando em você, minha inspiração vem do céu noturno. As estrelas fazem-me lembrar de você, lembro-me do seu sorriso e da sua voz doce, e de repente é como se houvesse uma colisão de asteroides dentro de mim, porque meu coração vacila nas batidas e em meus pensamentos teu nome ecoa como uma divindade."


 Desde que conheci a página, venho acompanhando ela anonimamente. A pessoa que escreve sobre mim aparenta saber muito sobre minha pessoa, sinto-me especial por ter alguém escrevendo sobre mim mesmo de uma forma tão linda e aparentemente apaixonada. 


Aquele texto fez-me perceber que sou uma pessoa muito especial para o anônimo, que ele pensa em mim como se eu fosse um tipo de ser que ilumina sua vida, além de ser o dono dos seus batimentos cardíacos descompassados. E de repente, sinto-me curioso sobre ele. 


 Ele posta textos com frequência, toda as tardes e às vezes de noite. Para muitos parece ser bobo aquele tipo de ato, mas para mim é bom, é legal ter um admirador dessa maneira. Acho que se tivesse como eu gastar meu único desejo do mundo, iria desejar gastá-lo com o anônimo, queria poder conhecê-lo e perguntar muitas coisas sobre o próprio.


 Nunca tive a coragem de comparecer em comentários ou até mesmo curtir as publicações, mas quando ele postou aquele texto de tarde, à noite eu comentei sobre minha curiosidade de conhecer quem está por detrás daquela página e mandei dm, mas nunca fui respondido. 


 [@foxIn]: Olá, anônimo. Podemos conversar um pouco? 


Talvez tenha sido um pouco precipitado, mas eu realmente desejava trocar algumas palavras com ele. No fundo do meu coração, conhecer ele é como desvendar um mistério, alguém interessante, peculiar. E alguém com bom gosto para livros, porque em seus textos já fez menção de Shakespeare e até mesmo de A Culpa é das Estrelas, meu livro favorito. 


(...)


 Na escola, existe uma pessoa que eu sempre admirei. Hwang Hyunjin é uma das pessoas que andam conosco no nosso grupo de 'populares', ele tem um jeitinho quieto, brincalhão e sempre está usando fones de ouvido. É considerado um dos garotos mais inteligentes de todo o Instituto.


 Nós somos colegas, mas nunca fomos próximos como somos com os outros meninos, faz pouco tempo que entramos para aquele grupo e já fizemos parte de muitos momentos bons. Às  vezes, seu jeito e suas palavras me lembram muito o anônimo do Twitter, porém sempre descarto a ideia dele ser o meu admirador. 


 — Innie, você fez a lição de Biologia? — O questionamento de Jisung faz-me sair dos meus devaneios.  


 — Fiz sim, pode pegar meu caderno e copiar as respostas. — Digo sorrindo e ele me agradece com o olhar.


 — Você é o melhor, garoto! — Jisung exclama sorrindo enquanto abria minha mochila. 


 — Seja rápido em copiar, falta apenas quinze minutos para o professor entrar na sala. — Aviso pegando meus fones enquanto me sento em cima da mesa do professor. 


 The Neighborhood é minha banda de rock indie favorita, sou viciado em viajar ouvindo músicas deles e amo desenhar ao som de Reflections. As vezes tenho impressão de que ouvindo essa música, meus desenhos sempre ficam melhores. 


Acredito que Hyunjin e Reflections são duas combinações perfeitas, por que? Eu não faço a mínima ideia, mas minha admiração por ambas as coisas faz-me pensar dessa maneira.


 Meu celular vibrou e um sorriso brotou em meus lábios, o anônimo havia respondido neste exato momento. 


[@ByPrince]: Olá, Jeongin. Perdoe-me demorar responder, mas podemos conversar sim.


 [You]: Fico feliz que tenha aceitado conversar comigo!


 [@ByPrince]: Sobre o que deseja conversar comigo? 


 [You] Eu queria poder te fazer perguntas. 


 Acabei mordendo o meu lábio inferior em nervosismo enquanto esperava a resposta do anônimo, sentia-me ansioso para fazer as minhas perguntas mas também sentia-me hesitante sobre ele querer responder ou não.


 [@ByPrince]: Talvez eu possa responder algumas, mas apenas algumas, não quero revelar quem sou. 


 [You] Tudo bem, são perguntas básicas o suficiente para não dizer quem és através de uma tela. 


 [@ByPrince]: Se é assim, pode fazer suas perguntas, darei o máximo de mim para respondê-las. 


 (...)   


 Já estava no horário do intervalo, estávamos todos reunidos na mesa central do refeitório. O grupo todo estava entretido em uma conversa sobre a festa que teria no sábado, eu e Hyunjin estávamos calados, comendo e observando eles. 


 — Você vai na festa? — Hyunjin me perguntou baixo. 


 — Acho que não. Você vai? — Perguntei de volta.


 — Se você for, talvez eu possa ir. — Ele sorriu gentil.


 Fiquei um tempo pensando, talvez pudesse ser uma boa. Se fosse e Hyunjin também, talvez pudéssemos virar amigos e próximos. Faz um tempinho que eu queria poder conhecê-lo um pouco mais. 


 — Se é assim, eu vou! — Exclamei e talvez tenha saído um pouquinho alto.


 — Você vai para a festa, Jeongin? — Minho me olhou curioso. 


 — Uhum, eu e o Hyunjin, né hyung? — Falei me virando para Hyunjin e ele balançou a cabeça em concordância.


 — Exatamente, nós vamos a festa de sábado. — Aclara e sorri por fim.


 — Algo definitivamente não está certo. — Minho diz, sorrindo. 


 Hyunjin começou a conversar com Minho sobre um anime que estavam assistindo, eu já havia terminado de comer meu lanche e peguei meu celular, acabando por perceber que não havia respondido o anônimo.


 [You] Por que escreve tanto sobre mim?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...