1. Spirit Fanfics >
  2. Deep dive. >
  3. Getting deeper into you

História Deep dive. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


OLHA EU DE NOVOOOOO, mas hoje eu vim porque é aniversário do meu amor :((( luana, eu te amo muito, você foi a pessoa do meu 2020 e eu agradeço todos os dias por ser sua amiga. eu espero que você goste, não to muito inspirada esses dias pra lemon, mas como foi você que pediu era impossível não fazer. PROMETO QUE QUANDO EU TIVER MUITO INSPIRADA EU ESCREVO OUTRO LINDÃO PRA TU.

tambem queria dizer que o cabelo do traste vulgo mingyu esta de cor diferente na capa mas é que eu amo muito esse photoshoot dos meninos e foi ele que me inspirou nesse plot.

enfim, boa leitura pra todos <3

Capítulo 1 - Getting deeper into you


Mingyu não conseguia parar de pensar na grande merda que tinha feito. Nadava naquele momento como se sua vida dependesse daquilo, e de algum modo dependia. Mas se estava quase sem forças pela quantidade de braçadas que já havia dado naquela tarde, o motivo tinha nome, sobrenome e um tipo de relacionamento bem íntimo com o loiro.

Jeon Wonwoo. Simplesmente o garoto mais incrível que o Kim tivera o prazer de conhecer, o campeão dos 300m da escola e que também carregava o título de seu namorado.

Os garotos estavam num relacionamento a basicamente dois anos, desde o início do ensino médio, quando se encontraram na primeira competição de Mingyu pela escola, que Wonwoo só compareceu porque seu melhor amigo, Soonyoung, queria de qualquer modo ver o crush competir, crush esse que por ironia do destino, era melhor amigo do mais alto.

Mingyu poderia dizer que havia sido amor à primeira vista, mesmo que não acreditasse muito nisso tudo. Sentiu seu coração pular do peito quando bateu os olhos no moreno que entrava emburrado no ginásio sendo puxado pelo braço por um garoto loiro que mais na frente Mingyu conheceria como: Soonyoung, o melhor amigo do meu namorado.

Decidiu parar de nadar quando se engasgou com a água que entrou pelo seu nariz quando a respiração falhou. Estava a duas horas nadando sem parar e sinceramente não queria ir embora. Havia feito uma bosta das grandes e sabia que era covarde, mas não queria ter que encontrar o namorado no dormitório. Tinha certeza de que o moreno não olharia na sua cara, mas estaria com o rosto inchado de tanto chorar depois da discussão que tiveram pela manhã.

A verdade era que Mingyu não sabia o que havia dado em si quando decidiu que seria uma boa ir tirar satisfações com o namorado a respeito do seu companheiro de revezamento, que o loiro tinha total certeza de que estava dando em cima do mais velho.

Não é que não confiasse no moreno. Daria sua vida na mão do namorado sem nem pensar duas vezes, mas o ciúmes junto da pressão que sofria da equipe e da família em relação ao campeonato que se aproximava, deixou o loiro completamente louco e havia descontado no mais velho.

Se sentiu um pouco mais leve quando se jogou para trás e abriu os braços, começando a boiar. Era em momentos como aquele que Mingyu conseguia pensar direito, com o silencio que a água podia lhe proporcionar naquela posição, porque mesmo que o ginásio estivesse completamente vazio, a pressão da água em seu ouvido era prazerosa.

Por isso só despertou do transe que aquela ação lhe proporcionava quando sentiu um selo sendo depositado sobre seus lábios, o que lhe fez se debater um pouco pelo susto, demorando uns segundos para que finalmente entendesse o que estava acontecendo.

Jeon Wonwoo estava acontecendo.

O mais velho se encontrava agora meio que sentado em uma das raias lhe olhando com um sorriso sapeca.

- Wonwoo... – O mais novo ditou baixinho olhando pro namorado quase que com um ponto de interrogação na testa.

- Oi, gatinho, eu já disse o quão gostoso você fica nessa sunga? – Perguntou sem tirar o sorriso do rosto, apontando para a peça intima do namorado, que tirava o óculos e a touca, os apoiando na raia de frente ao menor.

- Wonwoo, o que você ta fazendo aqui? E vestido assim? Hoje não é seu dia de treino – Perguntou, afinal, eles estavam brigados, não estavam? Por que o moreno estava falando como se nada tivesse acontecido?

- Eu pensei que meu namorado ia gostar de me ver, mas acho que eu pensei demais – Respondeu agora com um bico nos lábios que Mingyu conhecia muito bem. Era o bico que Wonwoo fazia quando estava fazendo charme.

- Amor, você sabe do que eu to falando – Respondeu, agora se aproximando e apoiando as mãos nas coxas desnudas do namorado, visto que ele também estava apenas de sunga.

- Eu sei muito bem do que você ta falando, eu já chorei pra caralho por causa disso hoje, mas eu não quero continuar brigado com você por besteira quando a gente poderia estar fazendo coisas muito mais produtivas – Ditou novamente com o sorriso sapeca, apoiando os braços nos ombros do maior e iniciando uma carícia nos cabelos molhados.

- Então me desculpa, eu prometo que vou tentar ser menos ciumento – O mais novo respondeu, deixando um selo nos lábios finos a sua frente, ganhando um enroscar de pernas na sua cintura.

- O que você acha de descontar todo esse ciúme de outro jeito? -  Sussurrou no ouvido do maior, sorrindo quando sentiu a pele se arrepiar, chupando o lóbulo antes de se afastar, se deparando com o mais novo de olhos fechados.

- Como?

- Me fodendo. Aqui. No vestiário. No nosso quarto. Onde você quiser. – Respondeu olhando agora no fundo dos olhos castanhos, sentindo quando a mão grande apertou sua cintura, o que com toda certeza deixaria marcas na pele branquinha.

- E se eu quiser te foder em todos esses lugares?

- Aí eu acho que você ta falando demais, meu amor. – Respondeu, gemendo baixinho quando o maior aproximou mais os corpos e avançou sobre o pescoço imaculado, iniciando uma série de beijos e marcando com chupões que Wonwoo teria que dar um jeito de esconder na competição.

O mais velho gemia somente com o estímulo em seu pescoço, por isso não segurou o grito quando o maior enfiou a mão na sua sunga e agarrou o membro que começava a endurecer, logo iniciando uma masturbação lenta.

- Eu sempre quis te foder dentro da piscina, meu bem. – Falou baixinho enquanto começava a descer com os beijos pelo peito forte. Sentiu quando Wonwoo começou a se inclinar para trás e o pegou pelas coxas, o encostando agora na borda da piscina, visto que conseguia ficar em pé por causa de um apoio no chão, mas mesmo assim não era tão fácil, por isso apenas puxou a parte de trás da sunga do namorado, fazendo com que tivesse acesso à entrada, e não hesitou ao enfiar dois dedos de uma vez, gemendo quando o namorado lhe deixou uma mordida no ombro devido á dor e ao desconforto. – Vai tem que ser rápido aqui, mas prometo que te compenso no vestiário.

Dito isso, o maior tirou o próprio membro da sunga e cutucou a entrada do moreno que rebolou pedindo mais contado, esse que não demorou a vir quando Mingyu meteu de uma vez, gemendo alto com a sensação que o buraco apertado proporcionava ao seu membro em baixo d’agua.

- Mete fundo, Mingyu. – Pediu entre gemidos, aumentando o tom quando o maior lhe obedeceu, afundando o membro na entrada apertada lhe fazendo deixar marcas vermelhas no ombro moreno do namorado.

O loiro sentia que poderia explodir depois de pouco tempo, mas não poderiam gozar ali, por isso diminuiu a velocidade com a força que tirou do além, e segurou na cintura magra, soltando uma risadinha quando viu a careta indignada do menor.

- Amor, a gente não pode gozar na piscina, vamos terminar isso no vestiário, hum? – Não esperou uma resposta quando retirou o membro do menor, vendo quando um gemido mudo saiu dos lábios bonitos, levantando ambas as sungas em seguida. Deixou um selo na boca do namorado e lhe erguendo pela cintura e o pondo sentado na borda, subindo em seguida. – Vem. – Levantou o moreno pela mão e logo os dois andavam apressados até o vestiário.

- Pronto, ago..- Mingyu começou a falar, mas gemeu de dor quando o menor lhe prensou contra os armários gelados do vestiário.

- Você vai me comer direito agora? – Perguntou baixinho, apertando a bunda farta por cima da sunga, sorrindo quando o ouviu concordar, deixando um tapa estalado na mesma banda antes de se afastar e se sentar no banco de madeira localizado no meio do vestiário.

- Wonwoo, ai não, se alguém chegar e...

- Kim Mingyu, ou você me fode agora bem aqui ou você não me fode nunca mais – Ditou arrancando a própria sunga e se deitando no banco, esperando o maior se aproximar. Sorriu quando viu o namorado ir até a porta e passar a chave, logo voltando e se deitando por cima de si, deixando selos desde a boca até a coxa, desviando do membro duro, não deixando de brincar com os mamilos durinhos do menor.

Quando ouviu os gemidos saindo cada vez mais altos da boca do namorado, parou com os beijos e agarrou o membro do menor, o segurando com uma mão enquanto com a outra segurava o maxilar do moreno, o fazendo lhe olhar enquanto lambia a ponta do pênis já totalmente duro.

- Enfia isso na boca logo, Mingyu

- O que? Isso aqui? – Perguntou em tom inocente enquanto passava o membro pela própria bochecha, dando leves batidinhas, sorrindo quando o namorado agarrou seus fios e lhe fez levantar a cabeça.

- Levanta e tira logo essa sunga – Mandou, bufando quando o namorado soltou um risinho de deboche mas lhe obedeceu, levantando e arrancando a própria sunga, logo se agachando de frente ao menor que agora estava sentado, esse que gemeu alto quando Mingyu, finalmente, caiu de boca em seu membro enquanto estendia três dedos em sua boca para que chupasse.

Pedido esse que não foi negado e logo Wonwoo gemia tendo o som abafado pelos dedos do namorado em sua boca.

Quando Mingyu percebeu que o namorado já gemia um pouco mais alto, tirou os dedos da boca bonita e os levou até a entrada, não parando de estimular o membro quando enfiou os três de uma vez, ficando um tempo ali.

- Amor, vai logo, pelo amor de deus – Pediu e bufou quando o maior parou de lhe estimular e lhe lançou um sorriso sapeca.

- Fica de quatro e empina essa bunda pra mim, hyung. – Pediu se levantando, vendo quando o mais velho fez imediatamente o que ele havia pedido, apoiando os braços no banco enquanto empinava a bunda para si.

Não hesitou novamente ao enfiar de uma vez o membro, iniciando um ritmo lento, torturando o namorado que arranhava a madeira do banco enquanto gemia manhoso.

A cintura fina era apertada pelas mãos grandes, tendo as costas arranhadas em alguns momentos por um Mingyu apaixonado por todas as pintinhas que ali estavam.

- Acho que você não tava com tanto ciúmes do Jaesung assim – Falou em tom provocativo, sorrindo quando o mais novo parou com os movimentos e lhe deixou um tapa forte na bunda.

- Repete

- Você não estava com tanto ciu..- Não conseguiu terminar a frase quando o maior deixou outro tapa na sua bunda e levantou uma de suas pernas, apertando a coxa grossa e a apoiando no banco, deixando o acesso á entrada do namorado mais livre, logo iniciando um ritmo frenético, tendo que passar o braço pela cintura do moreno visto a força que investia no corpo magro.

Quando estava quase chegando ao seu limite o maior puxou o namorado pelo cabelo, fazendo com que colassem os corpos e a cabeça do menor se apoiasse no ombro largo, fazendo com que Mingyu avançasse sobre os lábios finos, gerando um beijo totalmente molhado, tanto pela posição quanto por Wonwoo não estar conseguindo fazer outra coisa a não ser gemer alto, enquanto o maior metia forte e fundo, fazendo o corpo menor tremer.

E assim que o moreno sentiu que ia gozar, o namorado lhe virou na direção dos armários e lhe prensou ali, fazendo com que o gelado do ferro em contato com seu membro lhe deixasse ainda mais sensível, e então Wonwoo gozou, apertando a própria entrada enquanto gemia alto e apertava o corpo do maior junto ao seu, sentindo um arrepio quando Mingyu gemeu manhoso em seu ouvido, gozando dentro de si.

-//////////-

- Eu quero tanto te foder nesse chuveiro – O mais velho ditou depois de um tempo deitado sobre o peito do maior enquanto os dois se encontravam deitados no banco de madeira, com as pernas entrelaçadas e com Wonwoo acariciando o membro do maior que começava a dar sinal de vida novamente.

- Você ta mexendo no meu pau como se ele fosse um brinquedo e me olhando assim nem parece que ta falando que quer me comer – Mingyu respondeu encarando o namorado enquanto contorcia levemente o rosto. – Mas eu já disse que você pode fazer o que quiser comigo, hyung. – Sussurrou sentindo quando o menor apertou o membro com força.

- Então vem, que eu vou cuidar do meu bebê – Respondeu se levantando e puxando o namorado até o box.

Eles teriam que lutar para esconder todas as marcas no campeonato do dia seguinte, mas pelo menos estariam relaxados e totalmente em paz.


Notas Finais


me sigam no twitter @bhealingyu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...