História Deep Web (satzu g!p) - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jeongyeon, Jihyo, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Satzu, Satzu G!p, Twice
Visualizações 149
Palavras 521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


preparem o emocional

Capítulo 22 - 2.2


"Pai?" Tzuyu atendeu seu celular, abaixando o volume da TV.

"Filha, oh meu Deus." O pai da garota disse com voz de choro. "Você está bem?"

"Eu to sim, o que houve?" Tzuyu perguntou preocupada, se levantando do sofá e andando pela casa.

"Sua mãe está em estado de choque, ela foi assaltada, e o desgraçado que roubou ela disse que tudo isso era sua culpa." O homem dizia com a voz mais rude dessa vez.

Tom. Foi a primeira coisa que veio na cabeça de Tzuyu, isso já estava indo longe demais.

"Pai, eu ligo depois." Tzuyu desligou o celular, jogando no chão e dando um grito puxando seus cabelos. "Desafio maldito, só aconteceu bosta até agora, e nenhum lucro, que ótimo!" A garota exclamou ironicamente com raiva, e quando acabou de dizer, viu Cotton descendo as escadas com lágrimas nos olhos.

"Já que não teve nenhum lucro, por que você não me entrega logo pro Tom?" Cotton perguntou, cruzando seus braços, fazendo um leve beiço de quem queria chorar.

"Porque eu sou idiota, levei um tiro, minha mãe está sendo vítima disso, e porque eu estou apaixonada pela pessoa que está me trazendo problemas." A mais velha respondeu, sem pensar em suas palavras. Ela estava nervosa, e nada mais poderia piorar.

"ENTÃO ME ENTREGA LOGO!" Cotton gritou, se aproximando de Tzuyu com o dedo apontando para o rosto dela.

"NÃO GRITA COMIGO." Tzuyu gritou, dando um tapa estalado no rosto de Cotton, e logo se arrependeu. "Cotton, ai meu Deus, eu não qu-" [n/a: que merda hein Tzuyu]

"Você é como todos os outros, e eu fui estúpida por ter confiado em você." A japonesa respondeu, virando as costas e indo para o quarto.

Tzuyu deu um chute na geladeira, mordendo os lábios reprimindo um gemido de dor ao estalar um dos dedos do pé na geladeira. Burra, é isso que ela é.

O celular da garota apitou, e ela foi até o seu celular e viu que tinha um mensagem. Respirou fundo vendo que era uma mensagem com uma foto, abriu e leu as seguintes palavras.

"Mamãe, papai, amiguinha ou a boneca de carne e osso? Dizem que três é melhor que um."

E logo abaixo, havia uma foto de Nayeon deitada nua em uma cama com uma faca perto de seu peito, e parecia que ela estava dormindo.

"Eu vou entregar a Cotton, esse foi o combinado."

É, nada mais poderia piorar.

 

 

(...)

 

 

Tzuyu estava arrependida de ter mandado aquela mensagem, mas a única coisa que era mais forte que seu arrependimento era seu orgulho, ela queria muito falar com Cotton e pedir desculpas, mas ela não conseguia.

Mas como dizem, curiosidade é maior que tudo, e Tzuyu estava curiosa para ver o que Cotton estava fazendo, e então ela foi para o seu quarto.

E quando abriu a porta de seu quarto, não viu Cotton em sua cama e em nenhuma parte do quarto, mas ela ouviu um barulho no banheiro.

Tzuyu abriu a porta do banheiro, e sentiu seu coração sendo quebrado em mil pedaços.

 

 

-x-

 

 


Notas Finais


puta merda gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...