História Defendendo um Assassino 2 Temporada - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Cameron Dallas, Mike Tyson, Park Ji-min (Jamie Park), Ronda Rousey
Personagens Cameron Dallas, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mike Tyson, Personagens Originais, Rap Monster, Ronda Rousey, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Casamento!au, Chim Chim, Comedia Romantica, Imagine Jeon Jungkook, Imagine Jimin, Imagine Jungkook, Imagine Park Jimin, Jeon Jungkook, Jimin, Jiminie, Jin, Jungkook, Kook, Kookie, Min Yoongi, Namjoon, Park Jimin, Romance, Sexo, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 643
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Divórcio


Fanfic / Fanfiction Defendendo um Assassino 2 Temporada - Capítulo 13 - Divórcio

 Que isso cara? Ficou maluco? — Perguntei com os olhos arregalados

 O que? Aish que exagero, foi só um beijo. — Revirou os olhos. — Um beijo que você retribuiu com vontade. Então nem vem.

 Você é um safado, sabia?

 Sabia. — Sorriu e eu continuei séria.

 Por que você está fazendo isso comigo agora? — Jungkook franziu o cenho desviou o olhar e voltou a olhar de um jeito como se eu estivesse falando um absurdo.

 Eu to fazendo o quê? Foi só um beijo eu em. — Falou simplista — (S/n) você está parecendo uma adolescente que beijou pela primeira vez — Riu mas parou de rir quando viu minha feição — Você não tinha se separado do Jimin?

 Eu dei um tempo, só. — Eu disse e nesse momento Jungkook ficou boquiaberto — Isso não podia ter acontecido...

 Sua adúltera! — Jungkook riu — Vai queimar no fogo do inferno!

 Cala a boca! — Resmunguei

 (S/n) relaxa. Aconteceu, fazer o que? Mas nada mudou, pelo menos não pra mim.

 Como é que você consegue ser assim?

 Assim como?

 Pra você tudo é tão simples...  O olhei incrédula 

 Você que complica as coisas. Eu não vejo nada de tão errado nisso.

 Você não vê nada de errado em nada né Jungkook?

 (S/n), presta atenção. Eu tenho um carinho enorme por você, e se tratando de mim isso já é um grande passo, eu gosto muito da sua amizade, de verdade. Eu gosto muito de você, eu sinto atração por você, sim, mas eu não sou apaixonado por você, tá legal? Eu tenho que ser sincero sabe... Teve um tempo que eu achei que eu era, tanto que a gente namorou e tal, mas namorei você só pra saber como é namorar porque antes eu nunca tinha namorado na vida, e sinceramente? Eu devia ter continuado sem namorar porque eu percebi que relacionamento não é comigo, eu me sinto preso, é estranho... Você começa a sentir umas coisas esquisitas quando está em um relacionamento... Coisa de doido. — Jungkook iria continuar mas eu não aguentei e comecei a rir

 Você está mesmo me dispensando? — Dei risadas — Relaxa Jungkook. Eu que iria te dispensar

 Então estamos de acordo? — Me olhou incrédulo.

 Claro. — Dei risadas

 Desastre evitado. — Suspirou aliviado.

 É isso aí — Cai na risada

 Sai pela tangente — Falou divertido

 Com certeza — Falei rindo

 Erro concertado. Livre, finalmente! Obrigado meu Deus. Ou qualquer outra coisa da divindade divina do céu! Obrigado Senhor! — Levantou as mãos pro céu

 Ok, eu já entendi, está bem? Entendi. — Falei séria. 

 Desculpa, é que parece que você quer um relacionamento sério e eu? Eu não sou esse tipo de cara. Eu não quero isso, não se ofenda mas você parece ser muito exigente, então teria que ser um outro cara tipo o Jimin, ah sei lá... Mas relacionamento pra mim é um conceito muito ultrapassado.

 Escuta, está me dando um fora de novo?! — O olhei incrédula — Tá de sacanagem né?!

 Ta de sacanagem né? — Imitou uma voz feminina

 Quantos anos você tem? 5?

 Seis, eu tenho seis. Tá?  Respondeu. — E é por isso que nós nunca dariamos certo

 Ah, Jungkook, me poupe, você é idiota demais. — Me levantei e tentei andar e meu pé estava doendo ainda

 Estamos numa boa? — Perguntou.

 Tem como ficar de mal com você Jungkook? — Perguntei e ele sorriu

 Não tem né? — Riu

 Não... Você é uma criança em forma adulta — Falei em seguida sai mancando de sua casa

🕘

Entrei no meu carro e a realidade me bate um soco como um lutador de MMA.

Apoiei meu antebraço no volante e escondi meu rosto e chorei, mas chorei muito. Nada justifica o que eu fiz. Jimin não me merece, não mesmo, eu não mereço ele, ele merece alguém melhor que eu. Eu vou livrar ele da roubada que é ter à mim ao lado.

Dei a partida e fui pra casa do Connor.

❌❌❌❌

 O que aconteceu? — Connor me olhou preocupado assim que abriu a porta. Pegou minha mão e me puxou pra dentro

 E-eu nem sei o que f-falar — Solucei.

 Fala.

 Eu e o Jungkook... A-a gente se beijou. — Falei de uma vez e desabei logo em seguida, chorei alto.

 Ah, meu Deus! 

 Eu sou um ser terrível! — Chorei

 Como isso aconteceu?

 Ele me beijou e eu cedi, eu cedi, entendeu? Pior ainda, eu gostei— Me desesperei — O-o que eu faço agora?

 Agora que você fez a merda, passa uma borracha por cima disso

 Eu não consigo fazer isso... Eu não mereço o Jimin.

 Não merece mesmo. — Afirmou. — Mas eu não vou te julgar, Jungkook é um pedaço de mal caminho — Ele falou e eu chorei mais ainda abraçando a almofada de seu sofá

 Eu vou pedir o divórcio. Ele não me merece. — Afirmei decidida 

 Está louca? — Connor perguntou — Você não vai fazer isso! Você não vai fazer mais merda do que já fez né?

 Eu vou contar a verdade pra ele. — Eu disse. — Eu nunca pensei que eu pudesse ser capaz de trair alguém. Ainda mais alguém como o Jimin!

 Cara, para (S/n)! Chega! Você está exagerando! Você não vai fazer nada disso! Você errou sim! Mas você está arrependida. Todo mundo erra (S/n).

 Eu tenho que contar.

 (S/n) PARA COM ISSO! FOI SÓ UM BEIJO!

 Eu me odeio! Eu me odeio! Eu me odeio! — Falei várias vezes entre soluços e lágrimas

 (S/n) você está ficando louca! Você precisa se acalmar, você está vermelha demais, parece que sua cabeça está queimando — Foi até a cozinha, pegou um copo de água, voltou e me deu — Toma a água — Peguei o copo de sua mão e tomei a água — Esse tempo, (S/n) era pra ajudar vocês e não pra piorar, você está magra demais, perdeu todos os casos dessa semana, está obcecada por MMA. Você está doente (S/n). Esporte é pra ser uma coisa saudável e isso só está te fazendo mal. Você está viciada nisso. 

 Eu queria tanto minha mãe nesse momento — Chorei — Primeiro ela brigaria comigo mas depois me daria colo e o concelho que eu preciso. As coisas estão saindo de meu controle, eu não sei o que está acontecendo. Eu... Eu vou sair — Me levantei do sofá e caminhei mancando até a saída da casa de Connor e entrei no meu carro e sai dalí em direção à praia. Pode parecer um pouco clichê mas eu sinto a presença da minha mãe quando estou alí. O som da onda do mar me transmite uma paz que eu só conseguia ter quando estava com minha mãe. 

🕔

Cheguei na praia estacionei meu carro e fui até a areia e me sentei alí pra admirar o mar.

Flashback on

 Ah! Eu vou pegar você papai!!! — Estava sentada na cadeira de praia enquanto admirava a imagem de ver Angel brincando de pega pega com Jimin na praia, me sentia tão realizada e feliz naquele dia. — Peguei!!!!! — Angel comemorou sorrindo assim que conseguiu se agarrar na mão de Jimin que ria descontroladamente

Flashback off

Involuntariamente eu estava rindo me lembrando dessa cena. Eu estava feliz.

Depois de um tempo olhando o mar, me levantei e sai de lá. Entrei no meu carro e fui pro hotel.

❌❌❌❌❌❌❌❌

Abri a porta do meu quarto e vi Jimin sentado na cama, parecia estar me esperando.

 Oi. — Fechei a porta atrás de mim e tentei me manter calma.

 Oi — Respondeu — Podemos conversar?

 Não. — Respondi — Não vai dar. — Nesse momento eu não me segurei e comecei a chorar. Ele franziu a sobrancelha e ficou sem entender o porque eu estava chorando. — Sai daqui, por favor — Pedi em lágrimas, eu estava pronta pra fazer a pior merda de todas, mas pra impedir que isso acontecesse, ele tinha que sair.

 O que aconteceu? — Perguntou sem entender

 Jimin — Me aproximei dele enquanto chorava desesperadamente. Toquei seu rosto, pois aquela seria a última vez. — Eu quero o divórcio.

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...