História Defensores da rebeldia - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, um aviso NÃO PRECISA TER RAIVA DO MATHIAS, ok?
Isso q o Plagg tem e paranóia com o garoto, pois ele e um amor de pessoa.
Eu estou amando cada veis mais escrever essa fic, comentem bastante pois essa fic vai dar oque falar heheh.
Boa leitura, meu povo.

Capítulo 2 - Acidente ou não?


Fanfic / Fanfiction Defensores da rebeldia - Capítulo 2 - Acidente ou não?

Plagg on


Naquela noite saimos eu e os meninos, como sempre, continuamos o plano que Mestre fu pediu, estava ótimo com a brisa da noite batendo em meu rosto, tudo perfeito, na medida do possível. Depois do serviço feito, fui observar a minha alma-gêmea, fico adimirado quando ela não conseguil aguar uma simplis samambaia, nisso caiu no chão desarcordada parecendo um saco de batata, e o lindo aqui teve que leva-la para o Mestre fu.

O certo era ter levado antes, pois ela e uma escolhida para ganhar alguns apetrechos, com certeza irei ouvir um grande sermão, com direito até ao Matthias fazendo chacota da minha cara, eu ainda pego aquele verme e estrego a cara dele no chão, pois diferente de mim, Adrien e Nino ele e novo no grupo e já se acha o bam bam bam, isso me da raiva, ele e muito calado e passa uma imagem de santo.

- Plagg era para você ter trago ela muito antes! --- dis o Mestre Fu furioso, pondo um pano na testa da ruiva --- Você sabe que as almas gêmeas deles não estão aqui! --- ele mede o pulso da ruiva --- Você e um egoísta e irresponsável, tenho pena dessa garota que vai se apaixonar por você.

- Hahaha se deu mau cara --- fala Nino me dando um soco no ombro, saindo para festa.

- Estou tendo pena de você --- Adrien sorri e segue o mesmo.

- Ainda bem que eu não sou você. Não se preucupa Mestre Fu irei traser a minha alma-gêmea o mais rápido possível --- Seu tom era provocante, ele é confiável, mas não quer diser que eu confiaria nele.

Mestre Fu fica calado e continua examinando a ruiva, feis ela beber uma poção, que não fasso a mínima idéia do que é, mas me sinto responsável e curioso quis saber oque era.

- Que porra e isso? --- falo apontado para o frasco que acabou de ser posto na mesa.

- Um remédio --- ele sorri para mim, eu desvio o olhar revirando os olhos.

- Eu sei --- bufo de raiva, às veses o Mestre Fu e tão tapado.

- Então por que perguntou? --- ele da uma risada, ele e tapado ao ponto de infantil.

- Curiosidade.

- Você teve sorte de trazer ela qui --- fala mestre Fu guardando o material utilizado.


- Eu sei... ela tem a sorte no sangue --- falo e dou uma leve risada --- mas eu deveria traze-la aqui a mais tempo.


- Não foi só você que não trouxe sua alma-gêmea aqui --- fala o Mestre Fu  com um tom brincalhão --- está mais para alma-gêmea, barra oposto, barra destinada...


Ele o emterrompe.


- Essa minha "alma-gêmea" teve a grande capacidade, de quase morrer guando foi aguar uma samambaia! --- falo caindo na gargalhada --- Não sei como foi escolhida, mas sinceramente ela é uma pessoa muito irritante.


- Quem é irritante? --- Ela fala isso, levei um grande susto, com certeza devo estar branco igual a giz.


- Hahaha É Plagg você vai ter um grande trabalho --- fala Mestre fu saindo da sala. Velho filho da puta.


- Agora explica, Plagg --- dis ela se levantado, ficando sentada na cama.


- Quer uma balinha? Algo para comer? Barriga vasia não fais a gente pensar direito. --- coço a nuca e olho para ela que estava de braços crusados, me fusilando pelo olhar. Tive uma idéia --- docinho, desse jeito esses seus mísseis acertam meu coração, para de me fusilar.


- Vai a merda é explique o porquê que estou aqui --- Ela nem liga para minha cantada, mil e uma maravilhas.


- E-eu? Haaaaa bom --- ela me olha como se falasse "desebucha filho da puta", dou uma pausa e volto a falar --- Você foi escolhida para receber alguns poderes, como as outras três escolhidas não estão aqui, você sera a tutora delas e a sua também, e...


Ela me imterrompe.


- Quem são essas meninas? --- Ela me olha curiosa, suspiro. Que merda agora e explicar tudo.


- São suas amigas Alya, Mari e Rubia. --- ela iria falar algo, mas a corto --- Você e suas amigas para receber os poderes terão que fazer isso.


Explico para ela, mas a mesma parece não crer, reviro os olhos e me sento na cama.


- Eu não acredito nisso! Você é doido!! Isso não é real... --- Suspiro, seguro seu rosto.


- É real sim, eu sei que você é curiosa o suficiente para fazer isso, mas por agora  vou te levar para casa. --- pego a mesma no colo, amba se debate --- não vou te machucar, não sou seu padrasto, Tikki, fica calma e me deixe levar para casa, ok?


Ela assentiu. Pensado bem Tikki é muito bonita, tem traços asiáticos, mas matem a graça francesa, seus cabelos ruivos são lindos, mesmo a rais sendo castanho, olhos azuis claros, corpo maravilhoso, que só irei detalhar melhor caso um dia formos para cama, onde eu estou muito afim, afinal, ela é gostosa, muito gostosa e com essa bunda... só está pedindo alguns tapas bem dados, mais que isso, na verdade, tudo que ela tem direito ao Sr. Videly.


- Entregue --- sorrio, após a deixar na sacada de casa --- quando for aguar alguma coisa... me chama, posso te ajudar.


Beijo sua testa e saio antes dela agradesser, ou falar qualquer coisa. Sera divertido esse tempo com ela, podemos dar umas ótimas ficadas, nada de mais.


Mas eu irei para casa, pois, afinal, se eu continuar pelas ruas irei encotrar alguém, que não quero ver pintado de ouro, não são da guange do Hakw Moth, mas sim o filho da puta do Mathias, como eu sempre digo: "Ele é confiável, mas não quer diser que eu confio nele" afinal, ele parece nunca ter feito nada e sempre mantém a cara de santo, que para mim é só um disfarce no meio de tanto lixo, no tempo dele no grupo nunca vi o seu poder, mas uma prova que ele não merece a minha confiança.


Cheguei em casa adentrado no meu quarto, só me jogo na cama e tiro os sapatos e o resto que se dane, pois agora tenho que dormi.



Notas Finais


Desculpa pelos erros.
Próximo cap vocês vão enteder um pouco mais sobre o Mathias.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...