História Deixa A Vida Me Levar - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 351
Palavras 525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Domingo


Fanfic / Fanfiction Deixa A Vida Me Levar - Capítulo 1 - Domingo

Era manhã de domingo. E depois de uma certa data, todo domingo almoçava na casa de Iris, a namorada do meu pai. Eu gostava muito dela. Só que era domingo. Era dia de respeito. 

Antes de mamãe morrer, era o dia predileto dela. Por que viajavamos para casa do vovô para almoçar e comíamos pizza. Ela amava pizza. E mesmo depois dela morrer, papai não poderia substituir a casa do vovô pela casa de Iris. Mesmo que comemos pizza.  

Eu acordei cedo, fiz minhas higienização, peguei meu fone, celular e meu livro e esperei sentada no carro do banco de trás.

Eu fiz minha própria tradição, todo domingo a noite depois de chegar da casa de Iris eu ia no Bar DeVil na minha moto. Lá era meu lugar, meus amigos, lá eu me sentia em casa. 

Helô e Papai entraram no carro e fomos.. 

Papai colocou na rádio.

Papai: Está sem fome filha? Não tomou café.  

Eu: Estou.  

Eu peguei meu celular e mandei uma mensagem para Beto.  

- Prepara que as 7 estou chegando

Ele respondeu

-Hoje tem bebê. 

Beto era meu amigo e o BarMen do Bar DeVil. 

Depois de 2 minutos chegamos. 

Saímos do carro, eu estava atrás e os dois na frente, Helô tocou a campainha. Iris abriu a porta dando um beijo em papai. 

Helô entrou na casa, pegando o gatinho mingau no colo. 

Iris: Entrem. 

Helô entrava sem permissão já que praticamente ia todos os dias a casa dela ver Pedro, o namorado dela e filho de Iris. No começo papai achou estranho depois foi aceitando. Iris e Papai já tinha 1 anos e meio juntos . E ele sabia do que eu achava sobre isto. 

Eu entrei e sentei do lado de Helô que estava acariciando o gatinho. 

Pedro desceu à escada. Eu ficava olhando a hora do meu celular, esperando que ele e Helô subice para o quarto e acabar com  melosidade na minha frente. 

Eles ficaram se beijando e se abraçando. Ele era diferente de Iris. Pedro não era simpático. Pelo menos não comigo.  O máximo que ele falava comigo era "Oi". 

Pedro: Oi Manu. 

Eu: Oi   

Helô: Vamos pro seu quarto. 

Pedro: Não, vamos ter que ficar aqui na sala. Meu quarto está com aquele fedor de tinta horrível.  

Eu fui até a cozinha. Iris estava abrindo uma lata de azeitonas

Iris: Oi meu bem. 

Eu: Oi

Iris: Rodolfo disse que não tomou café da manhã. Quer comer? Tem bolo e biscoitinhos. 

Iris era uma ótima cozinheira.  

Eu: Não.

Eu sair da cozinha, indo pro quintal dos fundos. Eu sentei num sofá velho perto de uma mesinha. Meu celular vibrou. 

Era Larissa, uma amiga.

-Vai hoje no DeVil? 

- E eu perco algum dia? 

-Você é uma safadinha, estou sabendo que Diego está chegando de viagem hoje. 

-Legal.

-Não se faz de desinteressada. 

-Ele é passado.

Diego era um amigo, que nos pegamos várias vezes. 

-Passa aqui em casa pra gente ir juntas. 

-Ok! 

Eu desliguei meu celular e fiquei lendo meu livro até almoçar. Eu, papai e Iris assistimos filmes enquanto os outros foram para o quarto de Iris. Quando deu 5horas nós fomos embora. 

Eu fui direto pro meu quarto me arrumar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...