História Deixa A Vida Me Levar - Capítulo 23


Escrita por:

Visualizações 69
Palavras 707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Revelando


Fanfic / Fanfiction Deixa A Vida Me Levar - Capítulo 23 - Revelando

Eu acordei com Pedro mechendo no meu cabelo.

Meu corpo estava enrolado em um lençol, enquanto Pedro estava de bermuda.

Pedro: Bom dia anjo

Meus olhos brilhavam ao ver ele

Eu: Bom dia

Eu levantei com o lençol

Eu: Estou com fome

Pedro: Tem café na garrafa térmica e uma bolinhos que eu fiz.

Eu olhei pra ele

Eu: Você fez.

Pedro: Sim, sou um ótimo cozinheiro.

Eu joguei o lençol dentro da barraca e fui pegar uma peça de roupa na minha bolsa. Depois de vestir minha roupa, arrumeis minhas coisas e a de Pedro enquanto ele desmontava a barraca.

Quando terminamos nós comemos e voltamos pra casa.

..

Alguns meses passaram..

Estávamos no final do ano, e hoje era dia da apresentação da pessa. Eu estava nervosa, até por que hoje eu ia assumir pra todos que eu estava oficialmente namorando Pedro, mesmo sabendo que a metade da cidade sabia e a outra suspeitava. Nos finais de semana ensinava Pedro e Helô a pilotar moto. Nas quartas fazia aula de música com o irmão do professor Will.

Enfim, eu estava apresentando a pessa tremendo, papai estava ao lado de Iris sorrindo igual uns bobos.

E na última cena Pedro olhos nos meus olhos e disse "Alice eu te amo" e me beijou. Não foi um beijo técnico.

Demorou um pouco o beijo delirante.

Todos aplaudiram e nós saímos do palco.

O pessoal nos abraçaram com muito carinho dizendo vários elogios.

Eu troquei de roupa e fui falar com Pedro, ele estava indo em direção de meu pai com Iris.

Pai: Pedro

Eu peguei a mão de Pedro, ele assustou ao me ver derrepente, depois ele deu um sorriso enorme.

Iris: O que isso significa?

Eu: Que estamos namorando

Pedro: Noivos você quer dizer

Pai: Como assim? Como você me diz assim do nada Manuela. Pedro pensei que gostava de Helô.

Pedro: Podemos conversar em um lugar mais calmo, todos nós

Eu: Também acho melhor.

A cara de papai estava pálida e de confuso.

Eu e Pedro fomos de moto enquanto, papai, Iris e Helô foram de carro. Quando chegamos, entramos em casa eu e Pedro sentou no sofá, eu encostei minha cabeça no peito dele eperando eles chegarem.

Pedro: Depois disso, vamos ficar tranquilos.

Eu: Vamos ter só as férias, depois vai ser mais complicado pra gente se ver.

Pedro: Como você disse vamos dar um jeito, vamos conversar todos dias.

Eu: Saber que vou ficar um bom tempo sem te tocar.

Pedro: Por isso que nas férias vamos ficar grudadinhos, e eu vou te visitar.

Eu: E se você achar uma menina por lá?

Pedro: Como? Se eu tenho olhos só pra você.

Eu: Eu te amo

Pedro: Eu te amo mais

O silêncio dominou até papai chegar resmungando com Iris.

Helô sentou no lado de Pedro, Papai sentou na poltrona nova enquanto Iris sentou no braço ao lado de Papai.

Papai: Comece contando essa história que eu não entende nada.

Pedro: Eu sempre fui apaixonado por sua filha, senhor Rodolfo.

Papai: Assim? Simples. E Heloísa?

Pedro: Eu gosto dela, agora como amigo. E Helô entende isso, espero que você entende também.

Iris: Meu filho, você sempre foi tão respeitoso

Papai: E você Manuela.

Eu respirei fundo dando um sorriso.

Eu: Eu continuo a mesma, a diferença é que vocês sabem. Eu e Pedro começou a namorar e vocês vão aceitar, simples.

Iris: Eu não aceito isso nunca

Eu: Aceita que doi menos Iris. Por que nos amamos e você não vai interferir nisso.

Pedro deu um beijo na minha cabeça

Pedro: Calma, não se estresse

Eu: Tô calma

Iris: E aquela conversa Manu, que tivemos tempo atrás

Eu: O seu filho estava embaixo da minha cama ouvindo aquela conversa ridícula

Iris ficou pálida e sem graça

Pedro: Ouvi mãe, não gostei nada do que você disse e achei você muito preconceituosa. 

Iris: Aaaaa agora vem dar um de santinho. Eu falei a verdade, você sempre foi de pegar garotas vaidosas e patricinhas.

Pedro: Meus gostos melhorou. A verdade é que eu amo Manuela e é melhor vocês aceitarem eu vou casar com Manu.

Iris: Casar?

Papai ficou muito calmo, depois de tanta discussão todos se resolveram. Eu e Pedro vamos namorar e depois de um bom tempo casar. Helô vai morar comigo em Nova York e todo mundo feliz.

UHULLLLL



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...