História Deixe-me te Amar - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias A Seleção
Tags America Singer, Maxon Schereave
Visualizações 29
Palavras 746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meninas, aqui está os integrantes da nossa Família Real favorita.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Deixe-me te Amar - Capítulo 3 - Capítulo 3

Pov. Nicolas

Se passou uma semana desde que eu anunciei que eu faria minha seleção, estou bem ansioso para conhecê-las, não consigo parar de pensar, que talvez entre elas estará a mulher da minha vida? E se ela não estiver entre as selecionadas, eu preciso parar de pensar um pouco nisso, senão eu vou acabar ficando louco!

Estava andando pelos corredores, e vi alguns conselheiros correndo pelo palácio com pilhas de formulários de inscrição para a seleção.

Estava caminhando para o escritório do meu pai porque o meu pai me chamou para uma reunião de emergência, durante o caminho até o escritório, encontro August Íllea, quando ele me vê sorri.

August: “Bom dia Nicolas, vi que os primeiros lotes de inscrição chegaram, ansioso para ter 35 mulheres brigando pelo seu coração”.

Nicolas: “Para ser sincero, quanto mais o dia se passam mais apavorado eu fico” eu disse sendo sincero.

August: “Eu tenho certeza, que vai dar tudo certo” ele disse sorrindo.

Nicolas: “Isso é o que eu espero”

Continuamos caminhando até que chegamos no escritório do meu pai, August bate na porta e escutamos um “entre” como resposta. Abrimos a porta e entramos, encontro o meu pai, o general Leger e o coronel Woodwork conversando e pela cara deles o assunto não é agradável.

Nicolas: “Pai o que aconteceu pra essa reunião de emergência”.

Maxon: “Parece que com o anúncio da nova seleção, houve uma grande movimentação dos Rebeldes do Sul.”

Nicolas: “E o que devemos fazer, temos que cancelar a seleção?”

Maxon: "Não meu filho, não vamos cancelar a seleção." ele disse e eu assenti.

Aspen: “Por enquanto só registramos uma movimentação, nada alarmante mas temos que ficar de olho.”

Carter: “Podemos redobrar a segurança do palácio, e monitorar toda a área pelas redondezas mais próximas do palácio.”

August: “Podemos colocar alguns grupos dos rebeldes nortistas em pontos estratégicos de Angeles, para podermos registrar movimentações perigosas em direção ao palácio.”

Maxon: “Essa também é uma boa ideia.” Meu pai disse depois de um tempo em silêncio.

Ficamos durante horas conversando, já não bastava eu estar preocupado com a minha seleção, agora essa, eu ter que me preocupar com os possíveis ataques rebeldes.

Saio do escritório do meu pai, muito preocupado, estava tão esgotado, eu estava precisando muito pensar, esfriar a cabeça, caminho até os jardins, é o lugar favorito dos meus pais e se passou a ser o meu também, eles sempre me traziam aqui quando eu era pequeno, eu passei os melhores momentos aqui, eu costumava a fugir para cá quando eu não aguentava mais tantas aulas e ate hoje eu faço isso. Aqui eu me sinto tão em paz, onde posso me desestressar e principalmente pensar.

Eu estava andando pelos jardins, pensando sobre o tema da reunião, era só o que me faltava, fazia meses que os sulistas não nos atacávamos, porque justamente agora que a falta tão pouco para minha seleção chegar. Eu não consigo entender, além de destruir monarquia, o que eles querem? O que eles ganham com isso?

Estava tão perdido nos meus pensamentos que não percebi que o meu irmão tinha se sentado do meu lado no banco.

Nathan: “Eu sabia que ia te encontrar por aqui” ele disse olhando para mim.

Nicolas: “Eu sou tão previsível assim?” eu pergunto.

Nathan: “Você sempre foi” ele disse. “O que aconteceu hoje você está mais aéreo do que os outros dias.”

Nicolas: “Problemas irmãozinho, problemas.”

Nathan: “Que tipos de problemas?”

Nicolas: “Rebeldes...” eu não precisei terminar, o meu irmão sabia muito bem do que ele estava falando.

Meu irmão ficou conversando comigo no jardim por um tempo, até que a hora do almoço chegou e nos dirigimos até a sala de jantar, chegando lá meu eu encontramos o restante da família nos esperando para comer, hoje também tinha o coronel Woodwork e a senhora Woodwork, e seus filhos Harry e Giovanna, o senhor e a senhora Íllea e seu filho Alexandre, e o general Leger e sua esposa e filhos Aline e Marcos. O almoço foi bem agitado, cheio de conversas e brincadeiras (por parte das crianças), eu adoro e estou acostumado com almoços cheios, com as meninas da seleção vai ficar ainda melhor.

Depois do almoço maravilhoso, eu tive que ir trabalhar, eu já adiei muito os meus afazeres, com as meninas aqui eu vou ter que dividir o meu tempo entre o trabalho e os encontros, eu preciso adiantar tudo para que quando elas estiverem aqui não tiver tão atolado assim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...