História Déjà vu - Camren - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Machine Gun Kelly, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Machine Gun Kelly "MGK", Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Camila Cabello, Camren, Comedia, Drama, Fifth Harmony, Hot, Lauren Jauregui, Romance
Visualizações 46
Palavras 4.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá gente voltei mais rápido como prometi kkk, espero que gostem eu amei escrever esse capítulo, eu queria ter conseguido postar a foto do look da Camila e da Lauren pra festa mas não sei como por mais de uma mídia aqui no spirit enfim, tenham uma boa leitura beijos

Capítulo 23 - Colors parte 2


Fanfic / Fanfiction Déjà vu - Camren - Capítulo 23 - Colors parte 2

        Lauren Jauregui point of view

Eu não poderia ter acordada me sentindo melhor do que agora, nunca provei tamanho sentimento por alguém, vivi e senti tantas coisas na vida, mas nenhuma delas me deixou tão marcada quanto o sentimento que a Camila exala por mim, já passa das 10 da manhã, desde as 8 estou observando Camila em seu pleno estado de repouso, eu realmente tinha cansado a garota na noite anterior, infelizmente tenho que acordá-la pois ela tem hora marcada com o dono de um atelier

- Camz... Acorde ou irá se atrasar – falei de forma calma enquanto distribuía carícias por seus longos cabelos castanhos e macios, ela resmungou algo que não pude entender, e não fez nenhuma menção de levantar.

Resolvi então apelar, Camila ainda permanecia completamente nua o lençol cobria apenas a região do quadril, deslizei a seda do seu corpo lentamente e me posicionei entre suas pernas que estavam abertas sobre a cama de forma relaxada. O abdômen de Camila ostentava marcas deixada por mim durante a madrugada, assim que vi a sua boceta descoberta minha boca implorou para que eu iniciasse um oral maravilhoso como bom dia, instintivamente a Latina afastou um pouco suas pernas e passei a língua lentamente por toda a extensão dos grandes lábios, ouvi seu suspirar e tive a certeza que estava dando certo, tive mais certeza ainda quando Camila apertou os cabelos de minha nuca fortemente quando disparei a chupa-la com gana

       Camila Cabello point of view

Despertei me sentindo estranha… antes de abrir os olhos senti uma sensação extremamente gostosa no meio das minhas pernas, ela estava cada vez mais forte, soltei um breve gemido antes de olhar pra baixo e ver que Lauren me chupava de uma forma quase que poética de tão delicioso que aquela sensação era, ela me encarava e eu estava cada vez mais entregue ao prazer que sua língua ousada me proporciona, antes que eu pudesse pensar em algo Lauren começou a me penetrar com dois dedos e eu não tive outra reação a não ser gemer seu nome de forma arrastada, ela subiu até meus seios e depositou um beijo em cada um deles, até que Lauren abocanhou o direito e passou a chupa-lo de forma ritmada com as suas estocadas dessa vez o gemido saiu alto e sem pudor, a vadia deu uma risada sacana e começou a me penetrar mais rápido.

- Hum... Lauren você é tão boa – falei submersa em prazer, Eu não esperava por sua próxima ação, Lauren se moveu até meu ouvido sussurrou com a sua voz rouca e sensual.

- Eu não sou boa Baby, eu sou a melhor que você já teve – eu apenas concordei com a cabeça enquanto Lauren dobrava seus dedos dentro de mim, as paredes da minha vagina fechavam forte contra seus dedos ágeis, com habilidade ela estimulou meu clitóris com o dedão, a mulher me masturbava da forma mais rápido que conseguia, não demorou muito até que eu sentisse meu corpo ter espasmos de prazer e meu liquido escorrer por seus dedos meu orgasmo veio forte e intenso, confesso que acordar assim todo dia seria ótimo.

Lauren saiu de cima de mim e deitou-se ao meu lado, ela tinha um sorriso lindo e satisfeito, virei de frente para ela e disse.

- Bom dia – sorri radiante para a mulher ao meu lado que tinha os olhos clarinhos
Lauren acariciou meu rosto com a palma da mão e respondeu

- Ótimo dia, eu estava com saudades – a mais velha ficou com as bochechas vermelhas e eu a abracei por ela ser simplesmente a coisa mais fofa e mais sexy ao mesmo tempo.

Ficamos ali abraçadas uma na outra por alguns minutos até que eu me pronunciei

- No que você está pensando?

- Estou pensando no quanto você consegue me ter rendida a você de forma tão rápida - dei uma risada leve e acariciei as suas costas desnuda.

- se isso te consola olhos verdes eu sou tão entregue a você quando você é a mim – ouvi Lauren suspirar forte, e mesmo sem poder ver seu rosto totalmente pôde perceber que ela sorria.

- Você tem esse dom de fazer com que eu me sinta uma boba – ela disparou e eu senti o polo norte inteiro no meu estômago, não restava dúvidas eu estou completamente apaixonada por essa mulher.

- Camila! Já são 11h30min precisamos nos apressar ou Shawn nos mata se nos atrasarmos

- Tem razão, eu acho melhor tomarmos banho uma de cada vez ou vamos acabar fazendo sexo novamente – digo sapeca e Lauren revira os olhos

- Não, não vou eu tenho autocontrole – gargalhei de forma irônica, mas acabei cedendo.

Tomamos banho trocando algumas caricias e entre brincadeiras fazer, Lauren sorrir pra mim é de suma importância o sorriso dela é lindo demais para não ser mostrado, quando estávamos juntas ele aparecia mais que o normal.

O serviço de quarto chegou quando já estávamos de roupão, comemos em cima da cama mesmo enquanto falávamos de coisas banais, era incrível como aquela mulher tinha baixado totalmente a guarda pra mim, seu sorriso entregava o quanto ela amava a minha presença e isso aquecia meu coração de forma inexplicável mas ao ver Lauren ali toda a vontade me fez lembrar do quanto ela se reprimia na frente de seu atual marido.

- Lauren não te contei antes porque a gente combinou de não dá muita bandeira mas, tive uma conversa com Machine – quando Lauren ouviu o nome do seu pseudo "companheiro" ela parou de comer a sua torrada e me encarou séria, era incrível como apenas a menção a seu nome fazia com que ela mudasse totalmente de expressão  

- Quando? – perguntou com as sobrancelhas unidas em preocupação

- Ele não fez nada contra você não né Camila? – seu olhar era sério e cheio de preocupação

- foi no dia em que fizemos a última performance juntos, quando eu estava prestes a entrar no camarim ele me abordou – Lauren mantém seus olhos atento a tudo que eu falava, ela apenas fez um sinal para que eu prosseguisse com minha fala

- Ele teve um breve ataque de ciúmes, mas eu senti ameaças nas entrelinhas, ele está alerta Lauren disse que as pessoas estavam comentando sobre nós duas – Lauren engoliu em seco.

- Ele não é louco em fazer algo contra você, por que não me disse antes? – senti ódio em suas palavras ela mantinha seu maxilar trincado e um olhar severo.

- Porque imediatamente a gente passou a ter menos contato e eu acabei deixando isso de lado... eu não queria preocupa-la aliás eu dei boas respostas a aquele babaca

- Mesmo assim Camila, eu sei que essa situação é péssima, mas precisamos ser transparentes uma com a outra.

Após aquela constatação eu me perguntei se Lauren não pensava como eu me sentia em relação aquilo tudo, ela dizia ter sentimentos fortes direcionados a mim, mas não largava o panaca, talvez fosse cedo demais para eu questioná-la, porém cedo ou mais tarde eu o faria e quando eu fizer quero uma resposta definitiva.

- Bom que seja, vamos nos arrumar tenho milhares de coisas para fazer aqui em Miami Shawn irá me apresentar a um estilista mundialmente famoso e estou ansiosa – bati palminhas em empolgação e Lauren sorriu me dando um selinho.

- Ok, enquanto isso eu irei ver minha família, ver como meu pai está e todas as questões financeiras para resolvê-las, me avisem quando vocês dois terminarem aluguei um carro, posso ir buscá-los no fim da tarde.

Bati 3 vezes na porta de Shawn para que finalmente ele abrisse a droga da porta

- Até que fim meu querido pensei que tinha desmaiado – falei entrando sem cerimônias

Shawn deu uma leve risada enquanto secava os cabelos com seu secador portátil, ele estava vestido com uma blusa de botões de manga curta que exibia uma paisagem praiana, tenho que admitir quando o Shawn embarcava em algo ele embarcava mesmo.

- O que? por que está olhando minha blusa? – dei uma risadinha e disse

- Eu amo você no clima de Miami – ele gargalhou e disse

- Querida isso foi porque você não viu eu pegando um bronze na piscina do hotel, eu ia te chamar mas quando bati na porta do seu quarto eu ouvi um “oh Lauren você é tão boa” ai desisti – fiquei vermelha como um pimentão e distribuí uma sequência de tapas no meu amigo

- idiota vamos logo não podemos deixar seu sogro esperando

- tem razão vamos sapata - Shwan deu uma última arrumada no cabelo soltou um beijo pro espelho e saímos

O trânsito estava mediano em Miami e o sol radiante como sempre, o táxi parou em frente á um prédio que exibia uma fachada enorme, com as siglas HS em verde musgo e azul marinho reluzente era algo hipnotizante e chamativo de se olhar os detalhes em ouro deixava o prédio ainda mais majestoso qualquer um que passasse por aquela local o percebia, tamanha era prepotência e luxúria que a fachada exalava.

Entramos no prédio em silêncio e uma moça extremamente elegante e vestida de forma autêntica nos recepcionou.

- Vocês são Shawn Mendes e Camila Cabello? – ela perguntou simpática

- Somos sim – Shawn falou sorrindo galante

- Troye avisou que viriam, me sigam o Sr.Styles já está aguardando vocês.

Andamos em direção à sala principal do atelier lá havia milhares de manequins espalhados, tecidos de ótima qualidade, desenhos espalhados pela mesinha de centro, quando olhei para frente vi um homem alto de costas, com uma fita métrica sobre os ombros, seus cabelos são castanhos e tinha cachos singelos se formando o que deixava-os extremamente lindos, ele virou em nossa direção e pude vê-lo melhor, o homem de olhos verdes reluzentes média mais ou menos 1,80 me senti um gnomo perto dele, seu sorriso era extremamente lindo, e abençoado com covinhas charmosas, ele estendeu as suas mãos cheias de anéis em minha direção, as unhas estavam pintadas em azul bebê e rosa claro seus lábios tinha um leve tom de batom rosado.

- Muito prazer querida, sou Harry Styles – a voz dele era rouca e extremamente sexy me recusava a acreditar que tudo naquele homem era perfeito, ele usava uma roupa que em qualquer pessoa ficaria horrível, mas nele... A calça cintura alta branca, com suspensórios e blusa rosa Pink parecia em perfeito encaixe e harmonia.

- Olá senhor Styles sou Camila Cabello

- Por favor apenas Harry se não me sentirei mais velho do que de costume – ele disse colocando a mão na boca como se me contasse um segredo, rimos e então ele se direcionou a Shawn

- Ora ora se não é o sumido? Por que não deu as caras lá em casa pensei até que tinha rompido com Troye

- Que? De jeito nenhum sogrão só muito trabalho, desfiles e sessões de fotos
– Shawn disse apressado o que me fez rir claramente ele ainda ficava tenso na frente do sogro

- Então venha cá e me de um braço – ambos se abraçaram e Harry bateu nas costas de Shawn de forma paterna

- Mas vai ter que inventar uma desculpa melhor para Louis – Harry sussurrou para Shawn e ele engoliu em seco

- Então queridos vamos direto ao ponto em que posso ajudá-los?

A tarde percorreu num piscar de olhos Harry era a pessoa mais criativa que eu já conheci, em segundos ele me direcionou a um look que eu simplesmente amei, quando eu disse do que a festa se tratava ele vibrou em alegria pois o mesmo tinha acabado de iniciar uma coleção de roupas em tons de branco, ele era descontraído vez ou outra perguntava sobre minha vida e em como andava a carreira ele até cogitou em eu ser o novo rosto da próxima coleção, sua personalidade única fez com que a tarde não ficasse cansativa pelo contrário  tudo com ele e Shawn podia se tornar divertido. Perto das 17hrs eu já tinha minha roupa em mãos, um exclusivo HS.

- Bom meninos foi um prazer, sempre que precisarem não hesitem em me procurar – apenas sorri sincera

- O prazer foi todo nosso não é Shawn? – Shawn me olhou de boca cheia ele já estava comendo a mais de duas horas no sofá todo esparramado, seu look não demorou a ser escolhido Harry e Shawn se davam extremamente bem e tinha bom gosto pra moda

- Sim claro muito obrigado Harry de verdade e...

Quando Shawn ia terminar sua fala duas pessoas apareceram entrando na sala de Harry era um homem com um topete charmoso e olhos azuis intensos ele trajava um conjunto esporte da adidas e tênis da nike, entrou entre risos com Alessia, quando Shawn viu de quem se tratava tratou de endireitar no sofá e ficar de pé, franzi o cenho, o homem cessou a risada assim que viu o mais novo ali.

- Oi amor – falou se direcionado a Harry e dando-lhe um selinho, agora entendi de quem se tratava.

- Por que não me avisou que teríamos visitas?

- Camila!!! Há quanto tempo garota – Alessia disse enquanto me abraçava forte

- Querido Shawn não é mais uma visita e você sabe, esta é a amiga dele Camila Cabello. – o homem charmoso estendeu a mão para mim e eu apeguei em forma de comprimento

- Sou Louis Tomlinson marido do Harry, pai da Alessia e do Troye – Sorri simpática

- é um prazer senhor Tomlinson.

- Olha só se não é o cara de pau – Louis falou olhando para o Mendes, Harry e Alessia seguraram a risada.

- Papai ama pegar no pé do Shawn – ela sussurrou em meu ouvido, essa eu queria ver.

- Eu cara de pau? – Shawn disse cínico colocando a mão contra o peitoral se fazendo de desentendido

- Sim você mesmo, não foi você que disse que passaria o dia de ação de graças com a gente? – Shawn arregalou os olhos e disse

- Eu estava doente senhor Camila está de prova

- Não tô de prova de nada não Mendes me tira dessa – Harry e Alessia gargalharam

- Isso me parece mais uma desculpa esfarrapada por acaso não está levando o meu garoto a sério?, presta atenção Mendes – o homem falou em tom ameaçador e eu vi Shawn suar.

- eu... eu... am – Shawn gaguejava nervosa e nós apenas riamos

- Amor chega de assustar o garoto
Louis deu uma gargalhada alta e abraçou-o forte

- Eu estava só brincando com você cara, não precisa desmaiar alguém traz um copo de agua pro menino – Louis disse em meio a risadas enquanto Shawn suspirou em alívio.

Passamos mais um tempo lá a família Stylinson era muito linda a história deles o carinho extremo por Troye e Alessia era impossível de não ser notado. Harry falava de Troye com orgulho e o cuidado de Louis para com Alessia era admirável, com certeza eles são ótimos pais.

Lauren apareceu para nos buscar, 18hrs eu estava elétrica e Shawn aliviado por ter fugido das gracinhas de Louis.

- Por que não me disseram que vieram ver o Harry? Teria passado aqui mais cedo se soubesse – minha morena disse enquanto arrancava com o carro

- Ué você o conhece?

- Óbvio ele e Louis são meus velhos amigos, pensei que soubesse já que é amiga de Troye e Alessia

- Meu amor a pergunta certa seria, quem não conhece Harry Styles? - disse Shawn constatando o que é óbvio para ele

Lauren riu e concordou

- Meu modelito para hoje é um de seus modelos inclusive ele mandou me entregar hoje pela manhã depois que você saiu

- Okay, acho que vivo em uma caverna – Todos rimos e fomos para o hotel nos arrumar.

       Lauren Jauregui point of view.

Terminei de me arrumar por volta das 20:00 eu e Camila optamos por nos produzir em quartos separados para não haver distrações, minha roupa estava ótima, escolhi ficar com os cabelos soltos e levemente ondulados, estava ansiosa para ver Lucy e Keana que com certeza estaria na festa
Tratei de trancar meu quarto e fui bater na porta de Camila e Shawn

- Olá querida, se me permite dizer acho que estou disposto a ter experiências heteras depois de te ver assim QUE ARRASO É ESSE MONAMOUR?

Soltei uma gargalhada, aquele cara era icônico nos abraçamos e eu entrei

- Você também não tá nada mal

- Obrigada sei que sou um charme

falou endireitando a lapela de seu blazer branco, quando eu estava prestes a respondê-lo Camila apareceu na sala e eu quase morri do coração seu look era semelhante ao meu mas com certeza estava muito melhor nela, ela estava com o cabelo solto e com cachos, ela usava pérola, uma cropped e por cima um casaco de camurça, ela estava divina parecia até uma criação dos céus, e eu estava disposta a adorá-la de joelhos, de preferência entre suas pernas

- Nossa você tá muito linda, vou ter que ficar de olho em você a festa toda pros idiotas não te cercarem - Camila riu sem graça e eu me derreti mais ainda por aquela mulher

- Tá bom agora chega de babação as duas estão lindas gostosas e maravilhosas um casal da porra, agora vamos que eu quero beber e dançar - Shawn falou enquanto nos empurrava para fora do apartamento

Ao chegar na festa meus olhos percorreu por toda a mansão de Carlos Vives, a procura de Lucy, a morena apareceu do nada e simplesmente se jogou nos meu braços

- Ai que saudades que eu to da minha demonia - ela disse brincalhona

- Também senti saudades sua chata - apertei ela fortemente em meus braços

- Ora ora, eu sabia que você iria trazer a Camila não to nem surpresa - Ela olhou Camila de cima a baixo e deu um assobio

- Olá Lucy é um prazer reve-la - a minha Latina disse educada e abraço Lucy

- E quem é esse gostoso aqui?
-Opa! Sou Shawn Mendes e to sedento por uma bebida

Após os cumprimentos e apresentações Lucy me levou aos banquinhos do bar, Camila e Shawn pegaram bebidas e foram dançar, a música estava alta, a festa estava ocorrendo no grande Jardim da mansão era um espaço aberto, estava todo decorado com luzes e havia um tablado colorido no chão que servia como pista de dança, o bar estava montado ao lado da pista perto da mesa do Dj, estava tudo despojado e chic ao mesmo tempo bem a cara de Lucy vives, Lucy me garantiu que eu podia interagir com Camila, o Jardim estavam sem câmeras e todos os aparelhos eletrônicos foram recolhidos na entrada até os meus de Camila e Shawn

- A decoração está linda Lucy arrasou

- Obrigada, Keana logo logo aparece ai - sorri com a notícia eu sentia saudades de todas as minhas amigas

- E Vero você convidou? - perguntei com receio já que as duas têm uma história complexa, Lucy suspirou antes de responder

- Sim mas acredito que ela não vem, Vero tem andado meio estranha sempre tivemos esses relacionamentos de vai e volta mas acho que dessa vez é definitivo - Ela disse amarga e bebeu um gole de seu Whisky

- Por que diz isso?, nunca vi você falar uma coisa dessas

- Acontece que agora ela tá com um cara, e esse cara não parece ser boa gente, ele é envolvido com gangues e tráficos e incrível como vero sempre teve tendência a coisas ruins

Imediatamente eu senti um pressentimento ruim, e uma imensa vontade de chorar Veronica era como uma irmã para mim e saber que ela estava indo para esse caminho por pura ganância que sempre foi o seu defeito me faz querer protegê-la de si mesma

- Não acredito nisso, a Verônica não tem jeito, tantas e tantas vezes que falamos sobre ela tomar jeito, como descobriu isso?

- Fui na casa dela um dia desses e encontrei 10kg de cocaína no escritório dela, ela praticamente me enxotou de lá tivemos uma briga feia, fiquei arrasada eu nunca pensei que ela fosse se envolver com tráfico, parece que ela é o braço direito do cara, e eu só to te contando isso porque confio em você, mas caso alguém descubra que sei isso tudo é capaz de sobrar pra mim

Engoli em seco e apenas tomei a minha bebida, imediatamente lembrei o quanto ela estava estranha na última vez que nos vimos, ela dizendo que não precisava mais de dinheiro e aquela ligação de Machine… aquilo não era coincidência com certeza não

- O que vocês estão conversando? - Camila perguntou sorridente dissipando aquela atmosfera pesada, percebi que ela já estava um pouco tomada pela bebida

- Nada muito importante meu amor, vem vamos dançar - puxei ela pra pista de dança  e nos envolvemos na batida da música que tocava Camila rebolando ao som de piece of your heart deveria ser proibido eu acompanhava seus movimentos, mas quanto mais ela rebolava contra os meus quadris mais aquilo estava ficando quente apertei a sua cintura por dentro do casaco e a virei de frente pra mim

- Você só pode está querendo me deixar Louca Camila, estamos em público e você está me provocando, vê se facilita - falei no seu ouvido enquanto dançávamos, ela soltou uma gargalhada gostosa e respondeu

- Você deveria ter me deixado longe da garrafa de tequila meu amor, ela desperta os meus mais profundos desejos - aquela garota só podia estar querendo me matar a latência entre minhas pernas estava insuportável

Puxei Camila pela mão e sai dali aproveitei que Lucy estava distraída com o Shawn dançando, fomos para trás do palco do Dj às pressas, Camila me empurrou contra a cerca que havia ali e sem mais nem mesmo abaixou o bojo da minha blusa e chupou meu peito forte

- Porra Camila assim não - falei inerte ao desejo que me consumia

- Eu não to aguentando Lauren tem que ser agora, você tá uma delícia nessa roupa me segurei a noite inteira - ela falou enquanto distribuía beijos e mordidas no meu pescoço, gemi com o chupão forte que ela deu em minha clavícula.

Afastei Camila rapidamente, antes que ela me marcasse mais e ataquei a sua boca, o gosto de álcool estava forte, e a sua língua estava ousada como nunca, Camila tocava meu corpo com ousadia apertando sempre a minha bunda e meus seios quando tinha a oportunidade, eu já estava perdendo a cabeça com ela, peguei ela no colo e a coloquei contra a cerca, Camila pressionava sua intimidade contra o meu quadril e aquele movimento de fricção estava me deixando Louca de tesão eu beijava e chupava seus seios com tanto desejo nem de longe eu pretendia parar e nem Camila queria que eu parasse julgando pela forma que ela gemia e bagunçava os meus cabelos, aquilo estava caminhando para um foda forte e selvagem e era tudo que eu queria, coloquei Camila de volta no chão e a virei de costas pra mim contra a cerca, pressionei meu corpo contra o dela e perguntei ao pé do seu ouvido

- Tem certeza que quer fazer isso aqui e agora - falei tirando afastando suas mechas do pescoço para que eu pudesse mordê-los

- Sim por favor Laur...

Sua resposta saiu arrastada, puxei seu cabelo para trás e dei várias beijos em seu pescoço enquanto apertava seus seios, Camila rebolava a bunda contra mim, minha calcinha já estava encharcada me afastei dela e dei um tapa forte em sua bunda enorme, a garota gemeu em surpresa, então rapidamente me abaixei e desci a sua calça, ela estava com uma calcinha de branca de renda minúscula

- Porra, aposto que você planejou tudo desde o início

- Quem sabe Jauregui… agora faça o que você sabe que eu gosto

Passei os dedos por sua calcinha e pude sentir a umidade ela estava tão molhada... abaixei sua calcinha imediatamente e abri caminho entre cada uma de suas nádegas e comecei a penetra-la com a língua o líquido de sua intimidade escorria por meu queixo tamanha era sua excitação levantei agarrando-a pela cintura e a penetrei forte

- Huuum, assim Jauregui - ela falou ofegante e eu me senti na beira do precipício

- Deixa eu provar?

- O que ? - perguntei confusa enquanto a penetrava e mordia sua clavícula, estávamos suadas

- O meu gosto - aquilo quase me fez gozar, tirei meus dedos de dentro dela e levei até sua boca, Camila os chupou diversas vezes seguidas fazendo meus dedos saírem e entrarem em sua boca, tudo ficou ainda mais tenso quando eu percebi que ela fazia isso enquanto apertava os próprios seios descobertos

- Tá bom chega - tirei os dedos de sua boca e passei a fodê-la forte Camila gemia e rebolava sobre meus dedos, tenho certeza que se estivessemos em uma cama ela estaria quicando neles de forma desesperada, senti meu sexo contrair e eu sabia que estava perto de gozar sem ao menos ela ter me tocado a visão que eu estava tendo de Camila com as roupas abaixados e o seu roçar na minha boceta era o suficiente para me faz chegar ao limite

- Eu estou perto - ela disse então aumentei a velocidade de meus movimentos, em perfeita sincronia tivemos o orgasmo mais intenso da vida juntas

Ainda ofegante virei Camila e dei um beijo extremamente leve e carinhoso em sua boca, ela me abraçou cansada, e eu tratei de ajeitar suas roupas e as minhas, quando estávamos mais ou menos apresentáveis resolvi que precisávamos de ar.

- Anda meu bem, vamos caminhar um pouco na praia

A Latina sorriu satisfeita e fomos rumo ao mar que havia próximo a mansão de mãos dadas.


Notas Finais


deixem seus comentários quero saber o que acharam no capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...