1. Spirit Fanfics >
  2. Deja vu

História Deja vu


Escrita por: kanfleurs e llooneytunes

Fanfic / Fanfiction Deja vu
Sinopse:
Deja vu. Sobre pensar ter conhecimento do sentimento que é amar, quando, na verdade, nunca se foi amado de volta. Sobre a similaridade que mora no peito e me faz crer que já dançamos entre as borboletas amarelas alguma vez. Sobre caminhar por terras incertas e pensar que costumávamos nos conhecer.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 74
Favoritos 40
Comentários 5
Listas de Leitura 12
Palavras 200
Concluído Sim
Categorias Mamamoo
Personagens Hwasa, Solar
Tags @andyfflower, Hwasa, Hwasaday, Mamamoo, Solar

LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Droubble, Literatura Feminina, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de difamar ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
Sobre quem costumávamos ser enquanto as borboletas dançavam.
5
74
200

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por chuvi
Capítulo 1 - Sobre quem costumávamos ser enquanto as borboletas dançavam.
Usuário: chuvi
Usuário
E mais uma vez eu tenho apenas elogios para escrever sobre sua escrita e a forma como mesmo com poucas palavras consegue fazer algo esplêndido e ao mesmo tempo tão profundo. Eu sou péssima com as palavras, seja no cotidiano ou desenvolvendo o roteiro de minhas histórias e graças a isso cada parágrafo que escrevo se torna rapidamente metade de uma história, ksks! Então, sinceramente, eu no seu lugar ficaria completamente perdida!

Enfim, estou desviando do assunto, voltemos a falar sobre essa doubble tão gostosa e breve de se ler. A leitura de fato é consideravelmente e obviamente bastante rápida, porém, isso não significa que seja desinteressante ou inútil, afinal, quem foi a criatura abençoada que disse que tamanho é documento e indicativo de algo? Se pararmos para analisar com calma e carinho cada parágrafo, dá para entender perfeitamente como Hwasa está se sentindo a respeito da pessoa citada. Se não me engano é a Solar, certo? ㅡ desculpe se estiver equivocada, conheço o grupo a alguns meses mas nunca parei para pesquisar sobre cada integrante então apenas sei seus nomes artísticos

Eu não sou a melhor pessoa na hora de filosofar, mas posso dizer que já me senti assim, não com um antigo amor que perdi afinal nunca tive um, e se tive, não passou de paixonite infantil e nunca tive a oportunidade de reencontrar o/os sujeitos. Mas sim com antigas amizades que podia jurar que estariam ao meu lado até o dia de hoje e para sempre, porém, acabou não sendo bem assim. Passar meses, anos ou até mesmo poucas semanas sem olhar ou conversar com alguém que você costumava partilhar de momentos felizes e inesquecíveis e depois acabar encontrando essa pessoa por acaso do destino ou pura coincidência e não reconhecê-la é um sentimento de angústia sem igual e estranhamente profundo

Como se aquele alguém que esteve ao seu lado por anos e até mesmo décadas nunca tivesse existido, como se de fato tudo tivesse sido uma doce ilusão, ou como é citado na história, um deja vu. Enfim, deixemos as coisas tristes para trás e mantenhamos o foco no futuro, cabeça erguida e bola pra frente. Aquela pessoa pode ter ido embora e deixado uma grande lição junto de um coração temporariamente partido, mas outras virão e quem sabe não será aquela pessoa pela qual você tanto esperou

Bom, acho que deu de palavras bonitas e "conselhos" baratos por hoje. Voltando para a fanfic, como disse no início desse extenso comentário, só tenho elogios e mais elogios a proferir a respeito da sua escrita, afinal, diga-se de passagem, ela é magnífica! Essa é apenas a segunda história que leio sua e já estou completamente apaixonada! Já digo que já tenho muitas outras salvas em minha biblioteca, apenas aguardando o momento perfeito para que eu possa lê-las com calma e no final expressar o que senti enquanto lia e refletia sobre as palavras escritas nela

E assim chegamos ao final de mais uma sessão de mimos dedicados a você, ksks! Espero que tenha um ótimo dia e que eu tenha conseguido arrancar nem que seja um pequeno sorriso desse seu rosto que, embora nunca tenha visto, sei que é lindo, com minhas filosofias baratas sem pé nem cabeça, ksks! Um beijo, fique bem e até a próxima, andy brabuleta! 💗
Usuário: deiabutterflayy
Usuário
Caramba, esse final me encheu de emoção. Impossível não se sentir tocada por essa drouble!
"Um deja vu de momentos vividos com outros" - ainda não me refiz dessa frase! E não só pq ela é impactante, mas o caminho percorrido até chegar nela torna-a mais impactante e cheia.
Observar de longe, ver e não reconhecer e depois, perceber o que de fato era foi diferente do que imaginara.
Sei lá, só achei que ficou tão lindo e cheio de significado.
Adorei 🥰🥰🥰
Postado por trancyz
Capítulo 1 - Sobre quem costumávamos ser enquanto as borboletas dançavam.
Usuário: trancyz
Usuário
Eu já disse mas vou ressaltar aqui! Não tenho palavras para descrever o quanto eu adoro suas histórias (eu não comento em todas pois sou tapada e n sei mt oq te dizer, desculpa) e essa apenas entrou na lista, gosto mesmo da sua escrita. Você escreve bem, Andy! Então chuta essa insegurança pra lá, visse? Obrigado por ter adotado a capinha e ter dado a ela uma história tão linda, eu fiquei muito feliz quando vi seu comentário lá ❤.
E ah, eu nunca passei por algo assim e se passei eu não percebi, mas sinto a dor dela por ter acontecido isso. É inexplicável a dor de ser rejeitado, por mais que eu não tenha passado por isso mas já vi em filmes!