História Deku-chan!?! - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Gran Torino, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kyoka Jiro, Minoru Mineta, Ochako Uraraka (Uravity), Shouta Aizawa (Eraserhead), Stain, Tamaki Amajiki (Sun Eater), Tenya Iida, Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Toshinori Yagi (All Might), Yosetsu Awase, Yuuga Aoyama
Tags Bakudeku, Bakugoumidoriya, Deku, Izuku, Kacchan, Kadeku, Katsudeku, Katsuki, Midoriya, Tomodeku, Tomodoki
Visualizações 753
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente para quem não sabe...
estou com minha saude um pouco delibidada.
então fiquei com dificuldade para arranjar tempo para escrever.
e isso foi um porre.
porem estou melhorando.
porem estou me cuidando para isso.
ainda não posso ficar o quanto queria para escrever...
então paciencia sim?

Capítulo 50 - Festa parte 3


Fanfic / Fanfiction Deku-chan!?! - Capítulo 50 - Festa parte 3

Iida POV//////

 

Ele olhou novamente as mensagens deixadas por suas amigas e colegas de classe...

Principalmente as de Izuku e Ochako e deu um leve sorriso para as mensagens de afeto e preocupação que ambas mandaram para ele.

Mas naquele momento ele não poderia apenas se recuperar com singelas palavras.

Ele estava perdido em uma tempestade de emoções e amargura a qual o mesmo se encontrava se afogando em busca de ar...

Um que ele nunca conseguia alcançar.

A luz se afastava de si e a escuridão o envolvia.

Ele queria apenas vingança.

Vingança pelo seu irmão.

Ele tinha acabado de voltar para a casa do mesmo.

Vendo os prêmios e alguns presentes do mesmo que recebera por altruísmos o fazia sentir um aperto forte em seu coração.

Aquela era a vida de seu irmão.

As palavras de seu irmão.

“Use o meu nome... use o nome Ingenium”

Ele olhou as vestes de herói de seu irmão em uma foto e então socou fortemente a parede, lagrimas caiam de seu rosto de forma desordenada e incontrolável.

-COMO EU VOU PODER HERDAR ALGO QUE EU NÃO MEREÇO?!?! – Gritou o jovem para a casa vazia.

Naquela noite singela.

Iida Tenya chorou.

Deixando todos os seus sentimentos saírem de si.

Apenas naquela noite ele iria se integrar a dor como se não houvesse amanhã.

 

////////////////////////

 

Midoriya POV////

 

Ela entrou de mãos dadas com Bakugou na festa.

Como a festa estava agitada e ela e Bakugou evitaram chamar a atenção eles ficaram então em um canto da festa...

Mais precisamente ambos estavam se agarrando em um canto da festa.

E Midoriya tinha que admitir que ela estava sentindo muita falta disso.

Os toques, os agarres, os puxões... tudo.

Ela sentia uma falta de Bakugou que iria além do que sentia por seu trauma.

A necessidade que queimava em seu peito para ficar perto do mesmo queimava em seu peito como nunca.

-Sabe você fica muito linda assim sabia? – Dizia Bakugou em seu ouvido. – As luzes daqui realçam a beleza dos seus olhos Midoriya. – Dizia Bakugou enquanto mexia suavemente em uma das mexas rebeldes da mesma.

Poderia ser a saudade.

As luzes refletiam uma luz no olhar de Bakugou que mexia com algo dentro da mesma.

Um desejo descontrolável surgia dentro de si.

Mas a mesma sabia que ele não poderia ser saciado ali.

Não da forma que ela queria.

Não da forma que Bakugou sabia sacia-la.

Então ela olhando ao redor sorriu para um local em especial.

Essa noite ela iria provocar um pouco o seu loiro explosivo.

Lambendo os lábios, a pequena de cabelos verdes se saltou do aperto de corpos que estava com Bakugou e foi em direção ao Dj.

Ela daria u show inesquecível.

Um bem inesquecível mesmo!!!

 

///////////////////

 

Tsuyu POV//////

 

Ela estava falando com Ochako sobre os estágios que deveriam começar na próxima semana quando a mesma viu Tokoyami se aproximar de forma devagar na mesa.

O garoto de cabeça de corvo com personalidade calada se aproximou de forma silenciosa da mesa, mas ao mesmo tempo Tsuyu sentia como se seu corpo tremesse em uma certa expectativa.

Já que a mesma tinha que admitir que sentia uma atração para com o colega de classe.

Mesmo que a mesma talvez nunca tivesse a coragem para admitir.

Afinal de contas apesar de madura e com a cabeça centrada e direta, a mesma não possuía experiência nesse requisito o que a deixava meio receosa.

-Com licença, desculpe atrapalhar a conversa de vocês. – Falou Tokoyami de maneira educada.

-Não tem problema Tokoyami-kun! – Falou Ochako de forma sorridente.

Tsuyu deu um leve sorriso e concordou com a amiga mexendo suavemente a cabeça.

Estava um pouco nervosa com a presença dele na mesa e na festa.

Já que ficou um pouco envergonhada pelo visual do mesmo que parecia ressaltar sua beleza natural.

O rapaz apenas olhou e acenou em concordância e depois encarou Tsuyu diretamente nos olhos o que a deixou levemente corada.

Ela mentalmente agradeceu pelos feixes de luz da boate... eles poderiam esconder sua vergonha naquele momento.

-Tsuyu... você aceitaria dançar um pouco comigo? – Perguntou o garoto.

Tokoyami virou o rosto de lado, mostrando que estava tão envergonhado quanto ela.

Tsuyu estava bastante nervosa e envergonhada fazendo com que congelasse no lugar, mas graças a uma amiga ela recebeu tudo o que precisava quando encarou Ochako e silenciosamente pediu ajuda com um olhar.

Já que a mesma não conseguia falar.

-CLARO QUE ELA ACEITA!!!! – Ochako grita animada sobre a mesa.

A mesma empurrou os dois em direção a pista de dança e se aproximou de sua orelha dizendo.

-Boa sorte – disse Ochako de forma suave.

Ela acenou para a amiga e sorriu para Tokoyami que estava envergonhado.

Juntos os dois foram para a pista de dança.

Onde uma suave musica tocava para os casais.

 

/////////////////////////////////

 

Kyoka POV/////////

 

Ela sorria para os amigos.

A alguns minutos atrás Ojiro apareceu e chamou Toru para dançar assim ela colocou uma música lenta para a amiga que estava dançando com Ojiro...

Ela esperava que sim já que não podia vê-la...

Ela via vários casais aparecerem e se juntarem alguns até mesmo ela se surpreendeu principalmente com Kirishima que estava com um herói a qual ela não lembrava o nome no momento.

Todos pareciam se perder com o seu par, cada um perdido em sentimentos pela música, cada pessoa puxando os corpos para mais perto, palavras trocadas entre cada casal.

Ela gostava dessa parte da música.

Quando as pessoas podiam ficar se aproximando.

Ela sorriu e voltou a mesa de DJ.

Porem se surpreendeu a uma sombra aparecer atrás de si.

-Midoriya? – Disse a garota de plugs na orelha assustada.

Midoriya sorriu para a amiga e se aproximou da mesma lhe contanto uma ideia e plano um tanto inusitado em seu ouvido.

A morena sorriu para isso e acenou.

Ela colocaria mais algumas músicas lentas...

E então iria a de Midoriya.

Ela sorriu para a escolha.

Aquilo iria ser no mínimo interessante.

 

/////////////////////////////

 

Kirishima POV//////////

 

Ele estava dançando a um tempo com o FatGum, quando a música lenta começou viu o maior e mais velho o puxar para mais perto de si.

-Fique um pouco mais. – Falou o loiro mais velho.

Kirishima corou um pouco mas assentiu e ficou dançando colado com o mesmo.

Ele tinha que admitir que gostou do herói.

Quando o maior se aproximou de si o convidando para dançarem juntos ele se divertiu com a forma meio deslocada do outro por estar em meio a uma multidão de corpos, mas depois se divertiu com o mesmo.

Ele sabia dançar bem e ambos tinham um ritmo similar então podiam conversar em meio aos movimentos.

O que rendeu um bom tempo a ambos.

E era aquilo que Kirishima queria.

Ele queria se perder em algo.

Em um tipo de emoção ou sentimento.

Algo que tirasse seu coração partido da dor que sentia.

Aquela música lenta, os casais se aproximando de si... ele olhou em volta e viu TetsuTetsu dançando com Kendo e Denki com alguma garota.

Ambos pareciam estar curtindo com seus pares.

E isso levou uma forte pontada em seu peito.

Parecia que aquele não era o seu dia.

-Você parece um pouco triste... achei que estava se divertindo comigo. – Falou o herói o tirando de seus pensamentos.

Kirishima olhou para cima para ver o semblante preocupado do mesmo para si.

O loiro tocou suavemente em sua bochecha fazendo um singelo carinho, onde Kirishima respondeu pelo mesmo inclinando o rosto para o mesmo.

Seus olhares se cruzaram e enquanto dançavam ficaram ali se encarando, os corpos se moviam d forma fluida, porém Kirishima estava perdido no mar de emoções que eram os olhos do herói mais velho.

Ao percber que não podia mais sustentar o seu olhar para o mesmo Kirishima desviar o seu olhar do mais velho, abaixando o seu rosto completamente vermelho.

Respirando fundo ele resolve explicar para o mesmo a situação.

-Apenas me toquei que estarei para sempre na friendzone hoje. – Falou o garoto de cabelos vermelhos.

Por um tempo o herói não falou nada, mas depois de um tempo se pronuncio surpreendendo Kirishima.

Fatgum puxou Kirishima pelo queixo o fazendo encarar seus olhos azuis novamente

-Então são um bando de idiotas por perder um bom partido!!! – Disse o mais velho de forma um pouco intensa.

O peito de Kirishima bateu forte naquele momento o deixando bastante vermelho, sua boca ficou seca e o mesmo sentiu suas pernas ficarem fracas.

Ele apenas encostou seu rosto no corpo do maior ficando assim por um tempo.

Afinal de contas o que estava acontecendo com ele?

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...