História Del otro lado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Originais
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Baekhyun, Bts, Exo, Fantasia, Sobrenatural, Suga
Visualizações 3
Palavras 739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Lemon, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu considero essa minha primeira fanfic, pois estava a muito tempo sem escrever nada (muito tempo mesmo, 2/3 anos). Resolvi fazer a Del Otro Lado depois de um bom tempo, ela ainda está em andamento, espero que gostem e dêem mt amor pra ela, desculpe qualquer erro♡

Capítulo 1 - Onde estou?!


Vou comprar café as 2 a.m, que lindo. A escadaria do prédio onde morava nunca parecerá tão longa, morar no quinto andar e não ter elevador me fez deixar de ser tão sedentária, como de se esperar as ruas estavam desertas, nenhum único sinal de vida, apenas a lojinha do outro lado da rua estava clareando aquela calçada imunda e escura que ficará em frente ao prédio onde moro. Meu precioso café, ando pelos corredores a procura do mesmo mas sem antes pegar alguns salgadinhos, depois de passar por dois corredores, finalmente encontro o café.


- Boa noite - o rapaz que ficava no caixa disse educadamente.

- Ah, Olá - respondi passando o que havia pegado para o caixa, o rapaz parecia tão animado quanto eu.

- Deu 25$ - assim que disse eu peguei o dinheiro e paguei, nossa, os salgadinhos estão custando mais do que eu esperava.


Saio da lojinha, dei apenas um passo e senti minhas pernas tremeram,minhas mãos formigarem, minha visão começará a ficar embaçada. O que está havendo? Tentei dar mais um passo mas algo me prendeu ali, não conseguia mover minhas pernas, a rua certa vez parecia mais escura, e onde não havia ninguém, agora havia uma silhueta olhando diretamente para mim,não sabia se era homem ou mulher. O que estava acontecendo? Não sinto meu corpo, isso só pode ser um sonho!

Antes que pudesse abrir a boca para dar um grito de socorro, perdi os sentidos que ainda me restavam e fui de encontro ao chão. Abri meus olhos com certa dificuldade, minha cabeça girava, sentia um gosto amargo em minha boca, olhei ao redor e só havia escuridão, tentei levantar mas estava tonta e minhas pernas pernas estavam doloridas...O que aconteceu comigo? De repente, ouvi um barulho, levantei rapidamente, ignorando a tontura

- Quem está ai? - disse mas parecia mais um sussurro, escuto uma respiração, não estou sozinha - Ande, diga quem é e o que você quer - falei mais alto.

- Não deveria estar aqui forasteira - minha companhia resolveu se pronunciar, sua voz era rouca um tanto grossa e tinha um som agradável - O que faz aqui? Aqui não é o seu lugar - ele disse em um tom meio rude.

- E-eu não sei... eu vim parar aqui de repente e... espera aí, você não me disse quem é você e que inferno de lugar é esse, eu não posso lhe ver por conta do escuro mas me diga seu nome e onde estou... por favor, eu estou em pânico - Disse, havia uma fresta de luz atravessando o teto daquele lugar, ouvi uns passos, ele parou entre a fresta, aquela o iluminou e pude ver ele.


Ele era surreal, sua pele alva como a neve, cabelo verde-menta, estava todo de preto, parecia que estava em um funeral, e eu espero que não seja pro meu, ele é lindo, tão lindo que talvez eu esteja em um sonho-pesadelo.

- Bom agora sabe como sou, agora anda, saia daqui - ele se virou e começou a andar em direção à uma espécie de porta.

- Ei espera! Qual seu nome? Onde estou? Por que me trata assim com frieza sendo que nem meu nome você sabes?! - digo encostada à uma parede. O homem de cabelos verde-menta se vira para mim ao abrir a porta, seus olhos eram ilegíveis, ele voltou a se virar para a porta e saiu me deixando ali naquele lugar que parecia um balcão mais que abandonado.


Após um bom período de tempo eu resolvi ir em direção à porta e sair, eu não acreditava no que estava diante de meus olhos, aquele lugar era lindo, uma floresta com diversas flores, árvores, cada uma mais linda que a outra. Estava caminhando naquela linda floresta quando escuto um rosnado, me viro e vejo um cachorro enorme, ele tinha olhos avermelhados, o que ele era? Um cachorro normal não era.


- Calma cachorrão - Falo dando passos para trás.


O cachorro começa a rosnar mais alto e andar em minha direção, sem pensar duas vezes corri o mais rápido que pude, eu não sabia para onde estava indo, só sabia que tinha que fugir daquele cachorro e algo me dizia que ele não queria ser meu amigo. Ele estava bem atrás de mim, meu coração parecia que ia parar, pânico e desespero me dominavam, estava correndo sem direção quando caí, o cachorro pegou minha perna e começou a me arrastar, só se ouvia meus gritos na floresta.


Notas Finais


Bom gente esse foi o primeiro capitulo, obrigado para quem leu, espero que tenham gostado, me digam o que estão achando, até qualquer hora❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...