História Delinquentes -Imagine EXO- - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 13
Palavras 462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Os primeiros 10 capítulos será apresentando e mostrando um tempo antes deles irem para o internato.

Capítulo 1 - -1- Minseok


Fanfic / Fanfiction Delinquentes -Imagine EXO- - Capítulo 1 - -1- Minseok

P.O.V Kim Minseok

E mais um dia se repete com minha mãe brigando comigo por um motivo tão tosco,ô inferno!

-Ta legal! Eu já entendi! -Respondi pela quinta vez,logo saindo do recinto.

-Não,não entendeu! Quantas vezes já disse para não roubar a lojinha da esquina? Hein?! O senhor Lee já é velho,ele não pode mais aturar adolescente idiotas igual a você! -Cuspia as palavras em minha cara.

-Mesmo? Foda-se! -Revidei.

Sai as pressas daquela casa. Continuei andando pela rua do bairro de cima,21:45 da noite,um sábado, se eu fizer algo ninguém saberá,correto?

Corri para a lojinha mais próxima, novamente fazer aquilo que me dá na telha,furtar,não sei porquê faço isso,apenas é legal,adrenalina.

Adentrei a lojinha, olhando algumas prateleiras,nada que me interesse,olhei em volta e não vi câmeras,ótimo!

-Precisa de ajuda,mocinho? -Perguntava a atentende.

-Não. -Respondi curto e grosso.

-Certeza? Jovens não deveriam andar sozinhos essa hora da noite. -Comentou risonha.

-E garotas insinuadas não deveriam dar em cima de garotos que são capazes de muita coisa. -Respondi cínico.

-Wow,que medo! -Debochou- O que sabe fazer? -Indagou.

-Não lhe interessa! -Gritei.

Perdi minha paciência, indo para cima dela,desferindo alguns tapas em seu corpo,isso não foi nem a metade do que sou possível de fazer. Abri o caixa e peguei um pouco de dinheiro,mas logo ouvi as sirenes,polícia?

-Mãos ao alto,rapazinho! -Dizia o polícial.

Obdeci,quando foi que eles me encontraram?!

-Se retire da loja,sabemos que não tem armas,caso resista teremos de tomar medidas drásticas! -Avisou- A pedido de alguns vizinhos de seu bairro,você será levado para a delegacia.

Sai a passos lentos,abaixando minhas mãos. Os polícias cehagram perto de mim,me algemando e levando até o carro deles.

Fu.De.U!

[...]

-Nome? -Perguntou.

-Kim Minseok. -Respondi.

-Quantos anos tem,Minseok? -Fez mais uma pergunta.

-17. -Respondi com desdém.

-Mora com quem? -Perguntou.

-Minha mãe. -Respondi.

Revirei os olhos,passando-os por todo o ambiente,vendo o quão aquele lugar é ridículo.

-Sabe o número de sua,mãe? -Indagou.

-Sim,você quer? Ela é solteira,assim que ela achar alguém quem sabe ela para de me encher. -Respondi.

O homem riu soprado,negando.

-Ligaremos para ela,avisando que está aqui. -Disse.

-O numero é... -Fui interrompido.

A porta de abriu com tudo,revelando a  imagem de minha mãe junto de uma amiga dela.

-O que você fez?! -Perguntou furiosa.

-Eu respondo por ele,senhora. Seu filho agrediu uma atendente de uma lojinha e tentou roubar. -Respondeu o policial.

Por minutos vi a expressão de mamãe virar de surpreendida em vez de raiva,mas logo voltando a de antes assim que assimilou o ocorrido.

-Agora chega,Minseok! Você vai para um internato! Já deu muito trabalho! Já chega! -Berrava e fazia um show dentro do departamento.

A mais velha me puxou pelo braço, só parou quando um dos policiais a pediu para assinar alguns papéis, coisa que ela fez com muita rapidez.

Novamente saiu me arrastando,e junto sua amiga.

-Obrigada mais uma vez,Jully,por me dizer onde Minseok estava. -Agradecia mamãe.

Ela me jogou no carro com brutalidade.

-Hoje mesmo você vai para Busan. -Disse fria.

-Ta. -Respondi da mesma forma.

É,agora a coisa fica louca!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...