História Delta Metal Elemental Wars - Capítulo 206


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Battle Royale, Fantasia, Ficção, Isekai, Miticismo, Mitologia, Seinen, Shonen, Superpoderes, Xerockad0
Visualizações 2
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


------------------------ficha #0256
Nome: Drake Thompson
Idade: 35
Aniversário: 25 de Setembro
Hobbie: comprar coisas
Alcunha: Sir Drake de Westport, o cavaleiro das termas
Personalidade: graciosa e quade perfeita
Soulkrum: não possui
Altura: 1,89
Peso: 56 kg
Raça: Humano
Tipo Sanguíneo: O+
------------------------ficha #0257
Nome: Willie Timber
Idade: 28
Aniversário: 20 de Agosto
Hobbie: mapear regiões
Alcunha: Sir Willie de Whitebeach, o cavaleiro dos vales
Personalidade: protecionista e radical
Soulkrum: não possui
Altura: 1,70
Peso: 80 kg
Raça: Humano
Tipo Sanguíneo: A-

Capítulo 206 - A dupla


Alguns anos atrás...

-hey, é seu primeiro dia na escola não é? -disse um garoto num canto de jardim encarando uma solitária garota sentada no gramado do jardim de infância -não seja tímida, eu irei te ajudar caso precise de ajuda, se qualquer um te atormentar eu vou te defender -disse ele com um sorriso no rosto

A garota o encarava com desconfiança e curiosidade, como se alguém falando com ela fosse algo realmente raro de se acontecer

-meu nome é Akahume Senji e o seu?

Ela fitou-o por um tempo pensando se iria ou não responde-lo e então finalmente disse:

-Ahokane... Fuyumi... -disse ela tímidamente

-Hmm, agora entendo por que aqueles garotos ali atrás estavam tirando onda com você -disse Senji -seu nome parece dizer "Idiota" isso de certa forma os faz quererem te zuar -disse ele encarando um grupo de garotos brincando no parquinho

*no Japão "Aho" significa Idiota no dialeto de Kansai

-bom, não ligue pra eles, vivem apenas de zuar quem é sensível, se eles vierem te zuar novamente, eu mesmo irei bater neles -disse Senji

-você... É forte? -perguntou Fuyumi

-claro que sim! Se deixar eu derroto até um Buffalo com minhas proprias maos -diase ele com um sorriso inocente no rosto

E assim, eles começaram uma amizade... Alguns anos depois, Escola de Ensino Médio L...

Senji e Fuyumi agora tinham seus 15 anos de idade e estavam num começo de namoro, quando um episódio ocorreu...

-um assassino chamado RedHeaven está atuando pela área de Kansai, tomem cuidado ao voltar para suas casas e tentem manter suas janelas muito bem fechadas e se protejam de qualquer coisa que possa acontecer de estranho

-ho, dizem que esse cara só ataca num horário específico -disse Senji ouvindo rádio numa rua em fone de ouvido

-sério? -perguntou Fuyumi

-sim, ouvi dizer que ele sempre ataca as 23:00, nem um minuto a mais ou a menos, nesse exato horário, e sempre deixa uma carta escrito RedHeaven com o sangue da vítima, bizarro não? -disse ele

-chega a assustar um pouco, espero que ele seja capturado logo -disse Fuyumi

-sim, bom, acho melhor voltarmos para casa, afinal está escurecendo -disse Senji

No caminho eles passaram em frente ao jardim de infância que estudaram quando eram pequenos, o prédio era maior Agora, mas o Jardim e a entrada ainda eram as mesmas de quando eram pequenos

-já fazem 8 anos né? -disse Senji

-sim, quanto tempo -ela disse

-não parece que a pouco tempo atrás estavamos ainda nos conhecendo bem ali naquele banquinho? -ele apontou para um canto específico do jardim

-sim -ela deu um leve sorriso -isso trás tantas memórias...

Quando finalmente chegaram na casa de Fuyumi, a porta estava escancarada, como se ouvesse sido arrombada, como se alguém tivesse entrado a força

-será que o RedHeaven veio para cá? -disse Fuyumi apavorada, más por sorte não havia nada, a casa por algum motivo estava intacta, não havia nada jogado ou quebrado pelo chão, más seus pais... Haviam sumido...

Eles não estavam um lugar nenhum, chegava a ser até meio estranho visto que nessas horas eles sempre estão em casa se preparando para o jantar, Fuyumi até se lembrou que sua mãe havia dito que prepararia Oden para o jantar como ocasião especial, aquilo a fez sentir triste, más mesmo assim continuou firme, pegou seu celular ligou para a polícia que logo chegou e investigou o prédio inteiro sem encontrar nenhuma pista sequer de um paradeiro, ela então achou q alguém devia ter invadido a casa e roubado algo, e que logo seus pais chegariam, más não chegaram... Passaram-se dias, semanas, e nada deles, ela então desistiu, seus pais haviam sumido e talvez jamais saberiam onde estavam, 3 meses depois... Dois corpos foram encontrados dentro de um túnel de esgoto nos arredores da cidade, eram de um casal identificados como Ahokane Saito e Komei, os pais de Fuyumi, seus corpos estavam em estágio avançado de decomposição, cheio de vermes e com um cheiro insuportável, eles estavam com o peito e a barriga abertos pelo q parecia ser uma faca, na cabeça um buraco de bala, porém apenas a pólvora queimada estava depositada ali, seus corações pareciam terem aido removidos e seu sangue quase completamente drenado, o que havia ficado estava amarelado e cheirava a mais pura podridão da morte, um crime realmente brutal e sem sequer uma digital, ou marca que identificasse o criminoso, não existia uma carta do RedHeavens, o que tornava o possível assassino como completamente misterioso

A população local ficou assustada e ficou mais ressessiva, quanto a Fuyumi, aquela imagem dos corpos de seus pais e os relatos de possiveis causas acabou por destrui-la por completo por dentro, ela então se separou de Senji, se isolou, e começou a ficar louca e faminta por não estar mais comendo, até o dia que Senji a visitou...

-vim ver como você está, eu trouxe um bento para você -ele disse gentilmente enquanto pegava uma vassoura e começava a arrumar a bagunça da casa -quanta poeira ein... Você nunca foi muito fã de limpeza né?

-o que faz aqui? Pensei que haviamos terminado -ela disse

-arrumando ue? Afinal ainda somos amigos, e amigos se ajudam certo? -ele disse

-você não devia estar aqui - ela disse -me deixe sozinha

-pare com isso Fuyumi, sei que está depressiva pelos seus pais más ficar ai quieta não mudará nada -ele disse meio preocupado

-não ligo, saia -disse Fuyumi

-não irei -ele se posicionou na frente da porta do quarto -irei ficar aqui até você comer esse bento que eu preparei para você

-não preciso de seu bento ou qualquer coisa -ela jogou o bento no chão -vá embora

-não vou -ele disse -você foi a primeira amiga que tive desde que meu irmão morreu num acidente atropelado quando eu tinha 4 anos, não vou te deixar assim

-então morra -ela sacou uma faca que tinha debaixo do travesseiro e fincou nele bem fundo, o sangue começou a escorrer e sujou sua mão

-Fu...yu...mi... -ele disse antes de cair no chão inconsciente - ela então com medo do que havia feito terminou de mata-lo e então em um último ato de loucura se jogou da janela do quarto andar...


Notas Finais


O que achou do capítulo? Espero que tenha gostado e até a próxima...
O próximo capítulo sairá Quarta-feira, 4/12


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...