História Demogeddon - Stranger Things - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Jim Hopper, Dr. Martin Brenner, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Lucas Sinclair, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Steve Harrington, Will Byers
Tags Armageddon, Demogorgon, Mike X Eleven, Mileven, Stranger Things 2
Visualizações 338
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem de mais um capítulo bem gayzinho, mas sem deixar a ação e o suspense, boa leitura rs

P.S: VÃO RÁPIDO ÁS NOTAS FINAIS

Capítulo 5 - 353 dias


 

Eu não pude dizer nada, só consegui encontrar nossos lábios, que me deram uma sensação quente no corpo todo.

-Eu... eu te amo, El.-As palavras saíram gagas e rápidas.

-Eu também te amo, Mike.-Ela sussurrou no meu ouvido, me fazendo arrepiar.

Logo olhei para ela, e estava dormindo.

Talvez ela só tivesse dito por dizer, tanta coisa pairava em minha cabeça....

 --------------------------------------------------------------------------------------------

 

Algum tempo depois, nos levantamos num susto, um pequeno ruído foi suficiente para acordar todos na casa. Dustin estava pendurado na janela, junto de Max, Will e Lucas, eles pareciam procurar na escuridão avidamente.

-Olha aquilo!-Lucas apontou, sua respiração quente fazia a janela embaçar. 

Eu abri caminho entre eles e olhei, eram cerca de 7 ou 8 Demogorgons, nunca havia visto mais de um deles antes. Eles pareciam não ter percebido nossa presença. Quando um deles começou a '' cheirar '' o ar? Não sei, aquilo não tem cara, mas era muito oque parecia, ele se virou lentamente para trás, e quando pareceu nos '' avistar '' abriu seu rosto, exibindo aquela boca horrível, o seu grunhido alto chamou a atenção de todos os outros monstros, sussurrei um '' merda '' e andei para trás, caindo de bunda no chão, e os outros olharam confusos, quando Eleven resolveu olhar no vidro e o monstro estava bem lá, ela consequentemente se assustou, quando um grito desesperado e estourando todas as janelas da casa com sua telecinese fazendo pressão em todos os lugares, deixando todos sem ar.

-El....Ele...Eleven....-Eu tentei dizer, quase desmaiando por falta de ar, quando ela se deu conta, ela parou e fez com que todos suspirassem alto com a volta do oxigênio em seus pulmões, balancei a cabeça e olhou para Eleven, seu nariz sangrava e ela olhava a nossa volta, quando minha visão voltou ao normal, nos vi cercados de Demogorgons.

-Ah, puta merda.-Dustin tossiu algumas vezes se levantando com pressa.

-Eleven....-Eu a olhei, e olhei para fora, o que quer que seja que estava apagando esse mundo estava chegando perto, quando a olhei de volta ela me encarava desta vez, e viu a preocupação em meu rosto.

-Mike, todos, atrás de mim, rápido.-Ela passou a manga no nariz fazendo ficar manchado de sangue fresco.

Todos seguimos suas ordens, logo, ela olhou todos os  7 Demogorgons que começaram a vir em nossa direção, e ergueu a mão, fazendo todos eles baterem com força bruta contra a parede, aquilo já começou a exigir muito dela, seu nariz começara a sangrar com mais fluxo, e pingava no chão, se lidar com um deles era um desafio e tanto, imagine sete! Ela virou a cabeça para o lado num movimento rápido, ouvindo-se o barulho de olhos quebrando e os monstros sendo torcidos no meio como gravetos secos. Eles gritavam em agonia, e ela ainda não satisfeita, girou a mão para a esquerda, ouvindo-se mais barulhos nojentos de órgãos explodindo e ossos sendo moídos pela força telepática esmagadora de El. Dustin e Lucas comemoravam, Steve fingia que não tinha gritado como uma mocinha alguns momentos antes, Max estava quase vomitando, Will estava escondido atrás do sofá, tremendo. Eu me senti feliz por alguns momentos, quando vi Eleven começar a pender para os lados.

-Eleven!-Eu corri e a peguei nos braços antes de cair, seu nariz  sangrento havia sujado suas roupas e escorrido até seu queixo, seus olhos estavam quase se fechando, desorientados.-Olhe para mim, olhe para mim! Você não pode me deixar, não pode! Eu te esperei por....

- Trezentos e cinquenta e três dias...-Ela sussurrou baixinho, tossindo com dificuldade, voltando a perder a consciência.

-Aqui, se lembra de nosso primeiro beijo?-Eu sussurrei em seu ouvido, tentando fazê-la ficar de olhos abertos.

'' - Eleven... Uh.... eu estava pensando, quando tudo isso acabar, poderíamos ir ao Baile de Inverno juntos, e você vai poder morar comigo. A Holly seria como sua irmã, e Nancy também, minha mãe seria a sua e meu pai o seu.

-E você seria meu irmão?

-Uh, não, é errado ir como irmãos ao baile, bem, você pode, mas eu sei que não se deve ir... Devemos ir com... a pessoa que gostamos.... Ah....-Ela me olhava aparentemente feliz com oque eu dizia, agi por impulso e encontrei nossos lábios rapidamente, ela ficou corada e só conseguia olhar para meus pés. ''

Pude ver ela sorrindo, abrindo seus olhos com dificuldade.

-E o nosso primeiro Baile de Inverno? Você estava linda, El...-Eu sussurrava num tom carinhoso, acariciando seu rosto, e limpando o sangue coagulado.

Percebi que todos em volta nos olhavam, com um ar de preocupação e alguns davam uns sorrisos maliciosos as vezes, pois sabiam do nosso certo '' romance ''.

-Não me deixe agora, Eleven, eu te amo....-Eu me senti envergonhado de dizer isso perto de todos, mas eu estava realmente preocupado e eu chorava, não podia perdê-la de novo, eu não sei oque faria.

-Trezentos... e cinquenta... e três... dias... Não vão ser vãos, Mike.-Ela ergueu a mão e a colocou no meu rosto, eu suspirei de alívio, e todos ao meu redor pareceram fazer o mesmo.-Eu também te amo Mike.-Ela sorriu, depois tentou se levantar, eu a ajudei, e os outros meninos me ajudaram á leva-la até o sofá.

-Cara, El, você foi incrível, mais uma vez.-Max disse sorrindo simpática.

-Você amassou aqueles monstrengos como latinhas de refrigerante!-Lucas riu admirado, todos pareciam fazer com que ela se sentisse bem .

-Você, é, demais.-Dustin deu seu famoso sorrisinho, fazendo Eleven dar uma leve risada, tossindo ao tentar se esforçar demais.

-Bem, eu mantive todos seguros enquanto você quebrava aqueles bichinhos ali.-Steve deu uma de machão.

-Ah, me desculpe mas nem a Max gritava do jeito que ouvimos você gritar, Steve.-Dustin segura uma risada.

Eu estava me divertindo com a situação quando me lembrei que estávamos prestes a ser engolidos pela escuridão que devorava essa dimensão, quando corri até a janela, estava no jardim.

-PORRA! RÁPIDO, VAMOS EMBORA, RÁPIDO!-Eu disse pegando minha mochila, E falei para Steve pegar Eleven no colo, pois não estava capacitada á correr aquele momento.

Começamos á correr o mais rápido possível, aquilo estava no nosso encalço, quase nos pegando, faltava menos de um quilômetro para chegar á outro portal que levava para outro lugar. De repente vimos que tinha uma ponte para atravessar até lá, não era tão larga, mas era um obstáculo FODIDO bem naquele momento.

-Quando eu disser três, todos pulamos juntos para o outro lado, ok?-Todos assentiram com a cabeça.

-Um...

'' Eu também te amo, Mike ''

-Dois...

'' Trezentos e cinquenta e três dias ''

-TRÊS!

Você me dá forças para continuar, El.

Então pulamos, fechei meus olhos, torcendo para meus pés tocarem a terra de novo, e para meu profundo alívio, aconteceu, digamos que não foi um pouso perfeito, mas todos saíram bem nessa.

Mas tudo ficou escuro de repente.

 

 

 

 

 

-Mike? Mike! - Eram muitas vozes misturadas, que faziam doer meus tímpanos.

 


Notas Finais


P.s:recomendo essa música para o capítulo : https://www.youtube.com/watch?v=Ec92Wa8zJs8 (( é bom ler a letra antes porque é bem a cara do casal <3 ))

To pensando em focar bastante em Mileven, oque vocês acham? Sua resposta vai ser bem importante nos comentários <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...