História Demon - (imagine Jimin) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), HyunA, Jay Park
Personagens HyunA, Jay Park, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Demonios, Jimin, Kimang, Park Jimin, Sobrenatural, Você
Visualizações 285
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura❤

Capítulo 1 - O que ele esconde


Fanfic / Fanfiction Demon - (imagine Jimin) - Capítulo 1 - O que ele esconde

Mais uma vez eu estava nesse inferno chamado escola...nunca gostei desse lugar simplesmente por todos me odiarem por eu ser estrangeira o único que me apoiava era meu melhor amigo Hoseok...ele nunca me deixou na mão para nada sempre esteve comigo para tudo o que precisei.

Como já era intervalo eu e o Hoseok estavamos sentados em um banco enquanto conversávamos.

Hs: pequena você parece exausta porque não descansa? - ele me olha preocupado e eu rio sem humor.

- descansar como Hoseok...é sempre a mesma coisa - deito minha cabeça em seu ombro e ele assenti triste...Hoseok sabia sobre tudo da minha vida...ele era como uma esperança para mim porque apesar de todo o meu sofrimento ele sempre estava ali para me fazer rir e esquecer dos problemas.

Hs: pequena eu acho que você deveria denunciar seu pai - levanto minha cabeça de seu ombro e passo a fita-lo - quero dizer que ele já te machucou demais...não gosto de ver a minha flor murchando aos poucos - ele leva as mãos até o meu rosto e faz um breve carinho.

- como Hobi...apesar de tudo ele é o meu pai...o homem que um dia me criou - sinto as lágrimas invadirem o meu rosto...sinto os braços quentes e confortantes do Hoseok em volta do meu corpo em um abraço quente e protetor.

Hs: vai ficar tudo bem pequena...eu estou aqui com você - assinto colocando meus braços em torno do seu pescoço.

(...)

Já havia acabado as aulas e confesso que eu não estava nem um pouco feliz em voltar para a minha casa.

Hs: tem certeza que não quer que eu te leve pequena? - Hoseok era como um irmão para mim...eu ficava feliz ao ver que pelo menos ele se preocupava comigo.

- não se preocupe Hobi oppa...eu irei ficar bem - ele se aproxima de mim e deixa um beijo em minha testa.

Hs: se ele te fizer algo...por favor me ligue - assinto.

- pode deixar - sorrio e ele retribui.

Respiro fundo pronta para ir embora assim que vejo o Hoseok se afastar do portão da escola indo até o seu carro.

- vamos s/n...apenas tenha calma - ajeitei a alça da minha mochila em meu ombro e comecei a caminhar em rumo a minha casa.

Eu caminhava em passos lentos até a minha casa não estava com nem um pingo de vontade de dar de cara com o meu pai lá.

Por sorte assim que abri a porta da entrada percebi que não havia ninguém lá dentro provavelmente meu pai havia saído para beber.

Joguei a minha mochila em cima do sofá e subi correndo para o quarto em busca de tomar um banho e logo trancar a porta para que o meu pai não entra-se.

Eu tomei um banho rápido...eu sempre encarava os roxos em meu pulso deixados por aquele cretino.

Vesti um pijama folgado e me deitei na cama pronta para dormir.

(...)

Acordei por volta das 2:45 da manhã ouvindo barulhos de coisas sendo quebrada no andar de baixo.

Eu já sabia muito bem quem era mais por curiosidade eu destranquei a porta do meu quarto e desci as escadas em passos silenciosos até dar de cara com o meu pai ajoelhado nos cacos de vidro enquanto chorava me aproximei dele rapidamente em uma forma de acalma-lo.

- Appa - tento ajudar ele a levantar mais assim que seu olhar se prende em mim ele me empurra com tudo no chão.

S/p: saia daqui s/n - diz curto e Grosso.

- mais suas mãos - tento pegar em suas mãos machucadas e cortadas mais ele as afasta.

S/p: SAI DAQUI AGORA - eu me encolho um pouco por medo do que ele poderia fazer então apenas atendi ao seu pedido e subi as escadas correndo em direção ao meu quarto.

- DROGA - digo quando chego em meu quarto e me jogo na cama - eu estou cansada de tudo isso - respiro fundo...o que eu mais queria agora era abraçar o Hoseok mais como já era de madrugada decidi não encomodar.

Meu pai esconde algo de mim...eu seu disso...agora o que pode ser eu não sei.

- o que ele tanto esconde - bagunço os fios do meu cabelo revoltada mais decido desistir e me viro um pouco para o lado.


 





Continua...


Notas Finais


Foi curtinho né😀

Mais eu prometo que a fic será melhor❤


Gostaram💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...