História Demon - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 2
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá! Este é um outro projeto que estou fazendo e espero que gostem!

Capítulo 1 - Sem saída


Fanfic / Fanfiction Demon - Capítulo 1 - Sem saída


Demon


Ano de 2001, enquanto os humanos habitavam a terra, a guerra entre Anjos e Demônios ainda estava de pé. Após longos anos, o Arcanjo Paladino Uziel planejou um ataque ao Submundo para derrotar Hades. Junto de seu imenso exército estava Luch, um de seus soldados mais confiáveis e Sabathiel, seu braço direito. Após uma batalha árdua onde os dois lados sofreram grandes perdas, Uziel percebeu que não iria conseguir continuar sua busca por Hades até o momento e ordenou para que seu exército recuasse. Quando Luch estava a caminho de seus companheiros, ele ouviu o choro de uma criança e ao se aproximar de uma pequena cabana totalmente destruída que estava próxima, ele encontrou um bebê, uma pequena menina que apresentava ter meses de idade. Luch era o anjo guardião responsável por proteger as crianças e recém-nascidos, por isso ele não conseguiu suportar ver a indefesa criança abandonada e logo a pegou em seu colo. Luch seguiu até o Reino dos Céus escondendo o bebê sob sua grande manta vermelha que usou para se proteger dos ataques dos Demônios. Ao chegar a sua morada divina, Luch teve trabalho para manter a criança quieta para que ninguém a percebesse, quando dois soldados batem em sua porta chamando por seu nome. Ao atender a porta, os soldados questionaram a falta de Luch para se apresentar junto do exército a Uziel, quando se ouve um choro. Os soldados atentos adentraram a casa de Luch no mesmo momento e se dirigiram até o local onde Luch escondia a criança, ao encontra-la, os soldados avistaram uma das marcas demoníacas em seu pescoço, percebendo-se então o segredo de Luch. Os soldados o levaram até a presença do Grande Senhor e a Uziel para ser julgado, onde Uziel culpou Luch por violar as leis divinas ao trazer uma criança demoníaca para os céus, o Grande Senhor ciente dos pensamentos de Luch, lhe deu duas escolhas, a primeira escolha deixava Luch livre de seus crimes, jurando nunca mais repetir tal ato, mas a criança morreria, a segunda escolha o permitia seguir com a criança, mas ele teria de deixar os céus...
E viver na terra.

2018 - CIDADE 2 DO DISTRITO A - 12:32

"Pai! Cheguei!" - Disse Athena ao chegar da escola.
"Boa tarde filha, como foi a aula hoje?" - Disse seu pai enquanto arruma seu carro velho.
"Foi tudo bem! Arrumando o carro de novo?" - Perguntou Athena.
"Seu velho pai não vai desistir tão cedo deste bonitão aqui." - Disse o pai de Athena referindo-se ao seu carro.
"Já estou indo para meu quarto! Me chame se precisar!" - Disse Athena animada.
- Olá! Meu nome é Athena White e tenho 17 anos. Meu pai disse que minha mãe morreu quando me trouxe ao mundo, e por isso somos apenas nós dois! Hoje irei para casa de Julie, minha melhor amiga, nós iremos fazer um trabalho de escola. Espero que seja divertido!
Após terminar o almoço e se arrumar, Athena se dirige até a casa de Julie, onde no caminho avisa para seu pai que ainda estava arrumando o carro.
"Pai estou indo para a casa da Julie como te disse ontem!"
"Tá bom! Vá com cuidado!" - Disse seu pai.
5 Minutos pós Athena ir para casa de sua amiga, dois homens vestidos em terno preto chegam a sua casa e se deparam com seu pai ainda arrumando o carro.
"Sr. Luch? Precisamos conversar." - Disse um dos homens misteriosos.
"Não sei do que estão falando, vão embora." - Exclamou o pai de Athena.
"Se você não é Luch, então não deve conhecer Athena White não é mesmo?" - Perguntou o homem ameaçando.
O pai de Athena olha para os dois Homens com um olhar sério respira fundo e pergunta.
"Oque querem comigo?"


Ao chegar a casa de Julie, Athena estava empolgada pelo dia que teria com sua melhor amiga, após algumas horas fazendo seu trabalho de escola, Julie fica entediada e chama Athena para ir ao parque observar uma linda fonte que há por lá, Athena fica pensativa, mas logo aceita o convite.
Quando as meninas chegam até o parque, elas se deparam com Mark, um de seus colegas de classe sentado próximo a uma incrível fonte iluminada que jorrava água de vários ângulos diferentes.
"Olá Mark! Oque faz aqui?" - Perguntou Julie.
"Eae gente, estava apenas de passagem." - Respondeu Mark.
Athena encantada observa a bela fonte que talvez fosse a coisa mais bela que ela já viu, Mark percebe a hora, se levanta, e logo se despede das meninas. Julie então olha para a fonte junto de Athena e diz.
"Quando eu era menor meu pai me trazia aqui todas as noites para observar a fonte. Ela sempre foi linda!"
Estranhamente, Athena sente sua marca de nascença em seu pescoço queimar. Ao por sua mão acima da marca, Julie pergunta.
"Está tudo bem?"
"E-Está sim, foi só uma coceira." – Respondeu Athena.
Após passar algumas dezenas de minutos conversando próximas a bela fonte, as meninas seguem para suas casas. Julie sabia que havia algo de errado com Athena e decidiu segui-la. No caminho, Julie percebe Athena coçando várias vezes sua marca. Ao chegar a casa de Athena, Julie se esconde e observa pela janela oque acontece ao lado de dentro.
"Pai! Cheg-" – Disse Athena ver seu pai.
Athena encontra seu pai sentado em uma poltrona a sua espera, seu olhar estava sério e preocupado, suas mãos trêmulas e em seus braços havia machucados e pequenos cortes.
"Boa noite filha sente-se, por favor." - Pediu Luch, pai de Athena.
"T-Tudo bem..." - respondeu Athena.
"Iremos nos mudar." - Disse Luch.
"Oque? Mas..." - Questionou Athena quando Luch interrompe.
"Nós não podemos mais ficar aqui, é muito perigoso, algo que eu não previ está acontecendo, e do jeito que as coisas estão ficará ainda mais perigoso." - Disse Luch.
Ao lado de fora, Julie vê Luch e Athena saindo de casa e se dirigindo em direção ao carro, ao pensar no que o pai de Athena disse, Julie corre até o carro e faz Athena abrir a janela.
"Você vai se mudar??" - Perguntou Julie.
“Julie?? Oque você tá fazendo aqui??”
Luch olha para Julie e diz.
"Ela ainda voltará, então não se preocupe."
Luch então fecha a janela do carro e segue de macha ré em direção a rua, onde na calçada se depara com outro homem de terno.
"Droga! Demoramos muito. Julie, Athena, fiquem no carro e não saiam de dentro em hipótese alguma!" - Diz Luch.
Julie então entra no carro e Luch sai seguindo em direção ao homem de terno, o homem estende sua mão em direção a Luch e no mesmo instante dispara duas bolas de fogo em alta velocidade, Luch em um piscar de olhos faz surgir uma grande e brilhante espada que no mesmo instante desvia o as bolas de fogo e com o cabo da espada, acerta o homem pelas costas o fazendo desmaiar.
Luch volta para o carro e ao liga-lo repara que a sua frente aparecem mais três homens de terno, Luch engata a ré, vai para a rua e acelera para ir embora do local.
Enquanto dirige, Luch avisa ás meninas que deixará Julie em sua casa, porém, ao chegar a casa de Julie eles encontram apenas destroços.
"Onde estão seus pais?" - Perguntou Luch.
Julie perplexa ao ver sua casa destruída responde.
"Eles estão no trabalho..."
Logo aparecem mais homens de terno do meio dos destroços, Luch não perde tempo e segue caminho com as meninas. Tentando entender a situação, Athena vira para seu pai e pergunta.
"Quem são eles pai? Porque onde quer que vamos eles aparecem? E porque estão nos atacando?"
"Eles são demônios." - Respondeu Luch.
"Demônios??" - Perguntaram as Julie e Athena ao mesmo tempo.
"... Não pensei que fosse precisar contar isso pra você... Mas não tenho escolha a não ser te contar a verdade." - Disse Luch.
"Como assim pai?" - Perguntou Athena.
"Há dezessete anos houve uma grande guerra, anjos e demônios lutaram até a morte, foi quando eu te encontrei." - Respondeu Luch.
"V-Você é um demônio?" - Perguntou Athena assustada.
"Não, eu sou um Anjo. Eu encontrei você abandonada em meio a guerra, e decidi cuida-la. Essa sua marca de nascença no pescoço, ela na verdade é uma das 5 marcas da Profecia Demoníaca, é disso que eles estão atrás. Isso tudo está acontecendo porque eu não sabia que os poderes das crianças com essa marca começariam a surgir aos 17 anos." - Continuou Luch.
"Mas eu ainda tenho 16!" - Diz Athena.
"Quando comemoramos seu aniversário, comemoramos a data em que eu te encontrei, e não a que você nasceu, você já tem 17." - Diz Luch.
Luch chega ao local planejado, um grande museu todo iluminado. Athena ainda assustada com tudo oque estava acontecendo pergunta para seu pai.
"Porque viemos para um museu?"
"Uma velha amiga trabalha aqui, ela poderá ajudar." - Respondeu Luch.
Luch, Athena e Julie então adentram o enorme museu, como esperado havia pessoas por todo canto, estava cheio. Luch então segue em direção a área da pré-história, onde não há muita gente. Logo em seguida chama por sua amiga.
"Luci!"
No mesmo instante, o tempo das pessoas que passavam em volta parou, ninguém se mexia, parecia ter virado estátuas. Uma passagem secreta abre-se perante Athena e Julie.
"Oque está acontecendo?" - Perguntou Athena.
"Luci é a alma de uma antiga deusa que renasceu em um corpo humano, ela vive aqui nesse museu porque sua alma possui uma grande quantidade de poder, nem demônios, nem anjos ou qualquer outra coisa pode fareja-la aqui." - Respondeu Luch.
Então uma mulher jovem sai de dentro da passagem secreta. Uma bela jovem de pele branca e cabelos negros, apresentava ter cerca de vinte anos.
"Luch! Há quanto tempo! A última vez que precisou de minha ajuda foi no caso dos Nove Céus." - Disse Luci.
"Yo! Aquele foi um caso difícil... Você mudou bastante desde então, está bem mais jovem!" - Disse Luch.
Luci olha para cima e diz.
"É que eu acabei matando meu ultimo corpo, mas gostei muito dele." - Disse Luci sorrindo.
"Mais um corpo é? Haha. Você não para quieta mesmo." - Disse Luch rindo com Luci.
"Coisa de adolescentes. Haha. Mas me diga, oque lhe traz até aqui?" - Perguntou Luci.
"Sei que você já está sabendo de minha filha Athena, sua marca despertou e agora os demônios estão atrás dela. Poderia me fazer um favor?" - Perguntou Luch.
"Não se preocupe, assim que Athena chegou aqui eu já encobri seu poder, não irão mais conseguir rastreá-la, mas, ela só poderá usar 5% de seu poder..." - Disse Luci.
"Como sabia que eu pediria isso?" - Perguntou Luch impressionado.
"Eu não fiz porque sabia que você pediria... Athena tem um poder extremamente grande, o poder dela é tão grande que nem mesmo minha barreira neste museu conseguiria esconder tanto poder, seria um grande problema se um Demônio, um Oni ou um Remanescente entrasse aqui..." – Disse Luci.
Luci percebe Julie, se dirige a ela e pergunta.
"E você mocinha? Oque faz andando com esses dois humanos com toneladas de poder?"
"E-Eu sou a melhor amiga da Athena, não vou abandona-la nem mesmo nessa situação!" - Respondeu Julie determinada.
"Muito bem, então lhe darei um presente." - Disse Luci.
Luci faz surgir um belo colar prateado em sua mão, ele possuía um pingente redondo e azul. Logo Luci põe o colar em Julie que no mesmo instante sente-se diferente.
"O-Oque é isso?" - Perguntou Julie.
"Este colar se chama Colhedor de Almas, ele drena todo poder de quem tiver intenções ruins ao olhar para quem o utiliza, todo poder é armazenado neste pingente. Caso o pingente seja quebrado, todo o poder será liberado, então tome muito cuidado." - Disse Luci.
"Pode deixar!" - Diz Julie confiante.
"Mais uma vez obrigado Luci, se precisar de algo, por favor, me diga." - Disse Luch.
"Na verdade, tem uma coisa sim..."
Após ter a ajuda de Luci, Athena segue seu pai com sua melhor amiga, quando Luch então se vira para as duas jovens e diz.
"Não podemos fugir para sempre, então as deixarei com um outro amigo meu, a segurança de vocês é a coisa mais importante no momento."
"Mas e você pai?" - Perguntou Athena.
Luch fecha seus olhos, respira fundo e diz.
"Eu irei cortar este mal pela raiz."

Capítulo 1 - Sem saída
Demon - Rafa Oliver
 


Notas Finais


Obrigado por ler!! :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...