1. Spirit Fanfics >
  2. Demon >
  3. Fuga

História Demon - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem


Boa leitura vidinhas❤

Capítulo 1 - Fuga


Fanfic / Fanfiction Demon - Capítulo 1 - Fuga

     

- S/n...você não tem escolha, enquanto morar de baixo do meu teto. Portanto EU MANDO EM VOCÊ ME OIVIU BEM??? EU.  AGORA SUBA E VÁ SE ARRUMAR PRO SEU CASAMENTO. 

Sinto meus olhos ardendo, indicando que a qualquer momento eu poderia desabar. 

Olho no fundo dos olhos dele, balançando a cabeça levemente em negação. Me viro rapidamente em direção as escadas,que com minha pressa faz eu tropeçar. 

- com pressa querida?- aquela voz, que era a ultima coisa que eu queria escutar. Olho na direção do loiro, que me olhava com uma expressão divertida e cheia de sarcasmo. - vem me dar um beijo meu amor eatava com saudades. 

Na tentativa falha minha de correr,o mesmo foi mais rápido me agarrando pelo braço com força, oque fez eu reclamar de dor.  

- me solta- digo com os olhos marejados. 

- sei que esta anciosa minha gostosinha pra nossa lua de mel....mais agora um beijinho vem.- o mais alto coloca suas mãos em minha cintura, fazendo assim selar nossos lábios. 

Assim que sou liberta, subo correndo pro meu quarto, sem medir minhas forças bato a porta com tudo ato que fez ecoar pela casa e risadas de Eduard no andar de baixo. 

Sou lee s/n, e sou destinada desde nova a me casar com o Eduard, um americano. 

Nossa família sempre foram próximas. E por esse motivo iremos nos casar, pois sempre os mais velhos, falavam que combinavamos. 

Eduard até seus 13 anos, era a melhor pessoa pra mim. queria sempre meu bem, e me ajudava em qualquer coisa. Depois dai...os pais dele começou a fazer a cabeça dele intensamente, pois saberiam que ele ia entender mais na sua pré-adolecicia...e hoje o loiro é assim UM BABACA. 

Milhões de vezes pensei em fugir e até  tentei....mais meu appa colocou câmeras, ao redor da casa e reforçou a segurança...e se eu ousasse a insistir em fugir, passaria 1 semana com fome. 

Minutos depois conseguir me acalmar, então decidi me banhar para q festa que vai abrir a pior porta do inferno. 

Ao me olhar no espelho noto meu rosto inchado, e os olhos avermelhados. Me despi e imediatamente entrando no chuveiro. 

Enquanto a água morna caia sobre minha pele, sentia meus musculos finalmente poderem relaxar, joguei minha cabeça pra trás, pra que pudesss molhar meu cabelo.

(...)

E cá estava eu, vestida de noiva a poucos minutos para a cerimônia de casamento começar. 

Uma lágrima teimosa acaba por escorrer e a senhora que cuida da minha maquiagem acaba por notar.
- senhorita lee? Está bem? 

-sim...apenas emoção que o grande dia chegou -  e bota grandeza nisso. 

- entendo perfeitamente - a mesma da um sorriso doce. - senhorita estas pronta...ja irei. 

Apenas acinto em concordância. Seus passos iam se distanciando, percebi que a mesma estava falando com um alguém no corredor, me aproximo assim tendo a visão dela com um homem de terno. 

- porfavor Zoe, preciso que fique aqui figiando ela, até os seguranças voltarem 

- e porque você não fica? 

- eu irei chamar os outros, é questão de segundos...porfavor Zoe. 

- okay mais rápido, ela é esperta. 

Assim o mesmo sai. Olho ao meu redor, no corredor havia uma janela considerável, pra que eu conseguisse passar. 

Tiro a 3 camadas do tecido brilhante de meu vestido, assin fazendo q parte de baixo ficar menor e logo depois tiro os saltos. 

Zoe estava de costas, a janela ficava sentimentros a frente dela....com passos leves e ágeis, chego perto da mesma e com a respiração pesada que me causava medo dela acabar me vendo antes do tempo. 

Criando coragem corro até a janela. 

- SN VOLTE AQUI- ela gritava desesperada correndo em minha direção. Percebendo isso me apresso em conseguir abrir a janela e por sorte foi fácil. Passo uma perna e quando iria passar a outra, zoe agarra. 

- NÃO IRÁ FUGIR - a mais velha me olhava com ódio....eu odiava machucar as pessoas... 

- desculpa senhora - dou um murro em seu nariz, a mesma me solta colocando a mão em seu nariz. 

Logo tive a visão do meu appa e Eduard os mesmos, vinheram correndo até mim...óbvio que fui mais rapida. 

Sair por completo e começo a correr o mais rápido possível. 

Percebo que aqui era os fundos...oque facilitou na minha fuga...pois não tem seguranças. 

Um muro um tanto alto, me esforço a subir e tendo novamente a visão do meu appa. 

Dou o dedo do meio pra ele, e pulo o muro. 

Lembro que quando estava vindo havia uma mata por aqui. Faço o mesmo caminho que usamos pra vim....e ali estava a bendita. 

Entrando naquela floresta, paro de correr, mais continuo anadando. O medo percorria em meu corpo a cada passo que eu dava. 

Longe o suficiente me sento em uma árvore, agradecendo por poder descansar um pouco. 

- aish...nem me lembrei em pegar pelo menos uma garrafinha de água. - falo a mim mesma. 

Minutos se passaram e foram o suficiente pra descansa, volto a andar a procura da saida, a procura de uma água pra tomar. 

- espera....tem uma cachoeira por aqui....- ouço barulho de água vindo do meu lado esquerdo. 

Sigo o som...e alguns passos, e lá estava a cachoeira.

Dou um sorriso ao vê o quão encantador era o lugar...me aproximo da água colocando a mão sobre a água gelada. 

Faço uma colcha com a mão para beber um pouco mais....

- oque faz aqui? 

Ouço a voz grossa masculina ao meu lado, olho pro dono da voz...e o mesmo tinha a coloração dos olhos vermelhos, seu cabelo numa tonalidade preta e a pele clara. 

- ah...é 

- não deveriq correr o risco de vim até aqui- ele falava de uma forma sensual - vá embora te dou essa chance de não ir pro inferno. 

- ah eu vim de lá - falo num sussurro. 

- hahaha...não sabe oque fala humana...vá agora 

- okay...sabe me dizer aonde fica a estrada? 

- noiva? - fala o memso me olhando de cima a baixo. 

- ah...é, estava preste a me casar forçado...então fugi 

- idiota....- em rapidez sobrenatural ele chegq perto de mim, da um beijo em minha testa ato que me fez o olhar estranho....o mais alto estala seus dedos. 

Minha visão foi escurecendo...última coisa em ter me lembrado foi uma asa grande e preta surgindo das costa do moreno.


Notas Finais


Se houver erros peço perdão

Até o próximo cap ❤🌟


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...