História Demon and the Girl - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Burrice, Demônio, Invocação, Lemon, Loucura, Yaoi, Yuri
Visualizações 8
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi galera, to morrendo de cansaço e sono mas eu n vou faltar com compromisso com voces e vou postar hj.
Prox cap sexta que vem.

Capítulo 5 - Shopping


Acabo ligando para meu irmão avisando que iria sair com meus amigos e dormir na casa da Anna, ela insistiu que eu tinha historia para contar. Com a aprovação de Alan podia ir para onde quer que eles quisessem me levar, e advinha para onde eles me levam? Isso, para o shopping.

Não que eu odiasse pelo contrario, eu amava comprar coisas a única coisa que me incomodava era que eu tinha que andar demais seguindo Anna em todas as lojas que ela queria ir. Tanto eu quanto Jackson estávamos cansados de seguir ela na decima loja.

Anna era a mais rica do grupo, me considero classe media e Jackson estava melhor que eu mas não era uma Anna da vida. Observo a loira chamar o namorado para ajuda-la a escolher entre dois vestidos bem longe, as vezes eles não combinavam em nada, mas eles tinham aquela química que todo mundo quer em um relacionamento. Acho lindo.

-É eles são ate que bonitinhos juntos- olho para minha esquerda vendo um homem de boné tomando um sorvete.

-Como é?- o homem se levanta revelando ser quem eu menos queria ver no momento. Na verdade, eu não queria ver ele em todos os momentos –Você- aponto para seu rosto.

-Eu mesmo- sorri dando uma piscada –Aposto que sentiu minha falta- o corto baixando o boné em seu rosto o empurrando para fora da loja sem que ninguém perceba.

-O que tá fazendo aqui- pergunto verificando que estávamos apenas eu e ele de conhecidos por perto.

-Não podemos nos afastar lembra- diz e toma um gole de sua bebida.

-Não precisa ficar exatamente onde eu estou, precisa?- cruzo meus braços na frente do peito seria.

-Não. Mas eu fico porque gosto- de novo aquele sorriso de lado e uma piscadinha com seu olho direito –Hey, são os amigos da Jenna não são?- diz para alguém atrás de mim.

Me viro deparando com Anna e Jackson parados nos olhando.

-Eu sou a Anna- se apresenta olhando nos olhos do demônio sorrindo nervosa –Esse é meu namorado Jackson- diz apontando para o garoto que apenas acenou e soltou um cumprimento bem baixo.

-Sou Demon, namorado dessa baixinha- coloca a mão no meu ombro.

Podia bater no seu braço e gritar que não estávamos realmente namorando? Podia, mas ai o disfarce para a existência dele teria um fim e eu não estava pronta para explicar tim tim por tim tim que ele é mesmo um demônio.

-Eu nunca te vi lá na escola, você é da onde- Anna pergunta animada.

Do inferno, quis responder.

-Sou da faculdade, estudo línguas- diz se aproximando mais de mim.

-Ah interessante, aposto que se encontraram na biblioteca- Anna brinca com o fato rindo logo em seguida. Caramba não tinha pensado como aquela desculpa era previsível, eu adorava bibliotecas.

-De fato, procurava um livro sobre vida enquanto ela procurava livros mais... religiosos- olha para mim sorrindo malicioso. Mentir era coisa de demônio ne? Ta ai a prova. Eu não posso falar nada, estou mentindo também –Convenhamos que livros religiosos não são a cara da Jenna porém ela não pôde resistir. Acabamos conversando muito... Se conhecendo...- seu olhar no meu era cada vez mais penetrante, difícil desviar –Até que eu a pedi semana passada- vira o rosto sorrindo sem mostrar os dentes para o casal a nossa frente.

-Pois é... Desculpa não ter falado, ainda estava insegura, você sabe como sou- tento olhar para Anna mas eu só queria olhar para o chão, deveria estar vermelha.

-Enfim, vim ver como ela estava, conhecer vocês amigos dela e confirmar uma coisa- me vira de costas para meus amigos sussurrando em meu ouvido –Seu irmão, ele é a única família que você tem ne?- pergunta rápido.

-Tem a minha mãe que trabalha até tarde- respondo baixinho de volta.

-E seu pai?- me olha mais calmo.

-Ele era um religioso fanático... morreu exercendo o oficio- pensar no meu pai não era tão doloroso para mim quanto era para o meu irmão, afinal dentre nós dois ele que viveu mais com ele do que eu.

-Ótimo. Não que ele esteja morto, isso deve a deixar triste, não sei... Não sinto nada, você conheceu seu pai?- pergunta um pouco mais alto se afastando.

-Bem, Demon- falo alto –Acho melhor você ir terminar esse trabalho, quanto mais cedo você terminar ele mais frequentemente a gente se encontra- digo dando tapinhas em seu peito.

-Ah já vai?- Anna reclama.

-Pois é, tenho que terminar meu trabalho, ele é em latim sabe, bem complicado- da a desculpa convencendo até a mim, claro que eu lembrei que ele era na verdade um vagabundo.

-Depois quero ter um encontro duplo com vocês dois- aponta para nos dois.

-Vamos marcar isso depois, tenho que ir até mais- beija minha testa na lateral e sai andando acenando para Anna que logo apertou meu braço com força.

-Hoje a noite você não me escapa- sabia que aquilo significava que teria que contar tudo para ela.

Tudo tudo eu já contei, teria que criar uma historia para contar a ela. Aff que saco porque eu fui arranjar um namorado tão complicado?


Notas Finais


Desculpa se estiver faltando algum acento, virgula, ponto ou palavra errada, fiz na correria. Qro durmiiiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...