1. Spirit Fanfics >
  2. Demon Boy >
  3. O pecado da Inveja

História Demon Boy - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, desculpem a demora

Esse capítulo vai falar sobre o passado do Keitaro, espero que gostem

Aviso: contém sexo hétero

Capítulo 29 - O pecado da Inveja


Fanfic / Fanfiction Demon Boy - Capítulo 29 - O pecado da Inveja

Minha respiração está desregulada, eu nunca estive tão cansado...

Olho pro lado, Taiga ainda está tentando saciar essa súcubo, que já foi minha protetora um dia


Yuri Nomoru, a queridinha do Goro e também o demônio mais pervertido da luxúria


Até mesmo o Taiga está tento trabalho para satisfazê-la por completo, sempre querendo mais e mais. O Yoichi estava certo quando a chamou de louca, agora entendo por que recusou o nosso convite

- Mais fundo... AH... - Yuri pede, fazendo Taiga aumentar a velocidade das estocadas


Me pergunto como um demônio como ela, foi a minha salvação...

Se não fosse por aquele acidente, eu não estaria aqui hoje. Eu estava cuidando dos meus irmãos pequenos, eles brincavam pelo caminho de volta para a nossa casa, tudo corria normalmente... até que...


- Keitaro! - Taiga chama, me tirando dos meus pensamentos - Sua vez!

Pelo visto ele chegou ao ápice antes da súcubos, se continuar assim ele vai perder o trono da luxúria para essa mulher

Me deito em cima da Yuri, que passa a mão pelo meu corpo, implorando por prazer

Posiciono meu membro em sua entrada e a penetro de uma vez, sentindo ela me engulir por inteiro

- Ah... - gemo, faz tanto tempo que faço isso com uma mulher, a sensação é diferente

Ela está tão molhada...

- Keitaro... Me fode logo! - grita e eu início as estocadas

Seus peitos balançam pra cima e pra baixo, no ritmo das minhas estocadas. Taiga vem até ela e estimula seus mamilos e clitóris, não demorou muito para ela chegar ao limite


Finalmente...

Pensei que passaríamos um dia inteiro para conseguimos fazê-la se cansar, sete rodadas seguidas são demais para o meu corpo

- Vocês dois tem corpos incríveis... - diz Yuri, ainda sentindo os efeitos do orgasmo - Vamos fazer isso mais vezes...


Vou precisar de dez anos para me recuperar do cansaço de hoje, não farei mais sexo tão cedo...



✝️



Yuri se despediu, indo até o Aiden em seguida, provavelmente ainda quer tentar mais algumas rodadas

Ela é uma pervertida


- Kei, tudo bem? - Taiga pergunta, me olhando preocupado - Vê-la não te deixou mal?

- Não - respondo com um sorriso, que some aos poucos - Eu só fiquei um pouco pensativo...

- Fale comigo qualquer coisa - diz e volta a deitar na cama

Suspiro e deito ao seu lado, sentindo o mesmo me abraçar por trás


Se aquele acidente não tivesse acontecido...

Eu não estaria aqui...



✝️



- Tá com você! - vejo meus irmãos brincando de pega a pega, correndo pela estrada de terra que leva até a nossa casa

Minha mãe me pediu para comprar alguns temperos numa casa aqui perto, meus três irmãos insistiram em vim também


Ser o irmão mais velho é dureza, tenho que cuidar desses bagunceiros e levá-los a onde eu for. Mas mesmo assim eu os amo, faria de tudo por eles

O caminho é ingrime, por isso preciso está duas vezes mais atento, principalmente por eles estarem correndo



Em um piscar de olhos, um dos meus irmãos tropeça próximo do final da estrada, que termina em uma queda de vários metros do chão

- CUIDADO! - grito, largando as compras e indo até ele

Seguro o seu braço e o jogo para dentro da estrada novamente, mas eu fui longe de mais para pegá-lo, não vou conseguir voltar

- SE AFASTEM! - é a única coisa que consigo falar antes de cair, a preocupação pelos meus irmãos falou mais alto do que a minha própria vida


Meu corpo rola até bater em uma pedra, sinto que meus ossos foram despedaçados, um deles está exposto em minha perna direita

Cuspo sangue e tento me levantar, mas eu não sinto as minhas pernas, é como se eu não tivesse mais controle sobre elas


Então é isso...

É o fim...


Eu protegi meus irmãos, meus pais ficarão orgulhosos...

Eu foi um bom irmão mais velho...


- Maninho! - escuto as vozes deles me chamando


Quem eu quero enganar, eu estou com medo...

Eu não quero morrer!

Eu ainda tenho muita coisa a fazer! Não posso morrer agora!

Alguém me salve!



Por favor...



Eu imploro...



Alguém...



Meus olhos estavam se fechando, quando eu vi a sua silhueta...

Um corpo feminino, sem nenhuma roupa o cobrindo, apenas ele em sua forma natural e bela

O vejo se aproximando, me esforço para ver seu rosto antes de morrer, mas só consigo notar os fios rosas de seu cabelo voando pelo vento

Ela é um anjo?

Se sim, por que não tem asas?


Fecho os olhos e sinto um toque simples em meus lábios

Um beijo?

Toda a dor sumiu com esse simples toque, como se tudo não passasse de um pesadelo


Segundos depois, percebi que não se tratava de um anjo, mas sim de um demônio

Seus olhos negros e ulhas grandes provam as suas palavras, seu corpo é realmente um pecado e não uma salvação



✝️



Suspiro ao me lembrar de tudo, Taiga me abraça mais forte, me mantendo seguro em seus braços


Se eu fosse esperar por um anjo, eu já estaria morto antes mesmo dele chegar

Por isso que eu prefiro os demônios, eles são rápidos e necessários, tem o que o anjo não tem...

Velocidade e agilidade para pactos

Não porque queremos salvar as pessoas, mas sim porque queremos a alma delas


E esse é um dos motivos que me faz odiar os anjos e o céu

Se Deus pode ver tudo, por que ele não me impediu de cair?! Por que me deixou lá pra morrer?!

Ele não se importava com o que acontecia comigo?!


- Kei... - Taiga me chama e dar um beijo em minha nuca - Vai ficar tudo bem...

Respiro fundo e tento me acalmar


Eu sempre tive inveja das pessoas que são ouvidas pelos anjos e por Deus, porque eu nunca serei uma delas...

Mas tive sorte de ser ouvido pelo inferno, assim pude descobrir onde eu realmente pertenço


Passei a minha vida como mortal, esperando o dia em que viria para o inferno, fingindo ser um bom menino durante esse tempo, foi quando aprendi a sorrir não importa a situação

Eu não podia contar para ninguém os meus verdadeiros sentimentos, pois eles não me entenderiam


Meus irmãos não entenderiam...


Meus pais não entenderiam...


Mas os demônios aqui me entendem


Esse demônio que está me abraçando agora, me entende...


Tive sorte de encontrá-lo antes de ter assumido esse trono, seu jeito arrogante e ganancioso me chamou a atenção

E vê-lo carregando as asas daquele anjo, com o seu olhar frio e sem arrependimentos, me provou que temos algo em comum


O ódio pelo céu e por Deus


Notas Finais


Obrigada por lerem

O próximo capítulo vai ser sobre o Yoichi e o Natsumi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...