1. Spirit Fanfics >
  2. Demon -Jeon Jungkook >
  3. O seu toque

História Demon -Jeon Jungkook - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - O seu toque


Vou até ele, Hoseok não consegue esconder sua cara de surpresa, acho que meu visual está impactante, eu diria, ele logo abre um sorriso imenso e aconchegante, vindo em minha direção alegre, vou até o mesmo com passos largos e dou um grande abraço no Hobi, o apertando contra meu peito, sinto seu perfume, que sinceramente, era maravilhoso.

-Que roupa é essa Cat? -ele fala sorrindo me olhando e batendo palma.

-Estava com vontade de me vestir assim, gostou? -Falo dando uma voltinha animada com a minha roupa, eu estava me sentindo tão bem assim, parece que eu finalmente estava bonita de verdade.

-Não tem como não gostar -Ele ri e logo um garçom entrega um drink para ele. -Cocktail, sem álcool, mandei fazer só para você -Hoseok fala me entregando o copo e eu sorrio devido a atenção que ele me dava.

-Obrigada Hobi, você é perfeito -Falo pegando o copo, bebendo um pouco, e olhando pra ele satisfeita, estava muito bom, meu deus. -Não sabia que esse lugar podia se transformar tão drasticamente, nem você, o menino que faz bolos virou dono de uma boate -Falo brincando, enquanto na minha cabeça só passava o quão bonito ele havia ficado assim.

-E você? De garota tímida perdida se transformou em uma... caralho, em uma garota perfeita, e combinamos que sensual, porque olha... -Ele fala rindo e eu jogo meu cabelo para trás e dou uma piscadela para ele enquanto rio.

-O que a noite não faz -Falo, enquanto nós dois continuávamos rindo.

Ficamos muito tempo conversando lá, mais muito mesmo, eu me sentia mais próxima do Hoseok, falamos de tanta coisa, e o mais importante, rimos muito, tirando todos os pensamentos ruins da minha mente, eu diria que ele foi uma das melhores pessoas que já conheci, eu não parei de sorrir nenhum minuto.

-Mas enfim, você veio para dançar não veio? -Ele me pergunta animado e eu faço uma careta.

-Não sabia disso não. -Eu falo fazendo biquinho.

Mas pelo visto minha expressão adorável não adiantou, pois Hoseok pega minha mão e me puxa, nos conduzindo por dentro da boate cheia até a pista de dança, mas antes ele para no bar, pegando alguma bebida para ele que eu não faço ideia o nome. Hobi começa a dançar com o copo na mão, e o pior, ele dança bem, como que eu vou ter coragem de sequer me mexer na frente dele? 

Com o tempo começo a me soltar, dançando animadamente de acordo com a batida da música, nós estávamos em sincronia, até que um segurança chama Hoseok, parecia ser algo sério.

-Pera, eu já volto -Ele chega perto de mim, para que eu consiga ouvir algo. 

Eu apenas concordo, resolvo não questionar, vejo Hobi sumir no meio da multidão, confesso que aquilo me desanimou um pouco, mas não vou parar de dançar, agora que estou aqui e me soltei, não pretendo sair tão cedo. A música acaba, começando algo mais lento, porém com um instrumental sensual, está cheio de gente aqui, ninguém vai perceber se eu me soltar totalmente não é? Está escuro, eu estava tão brisada na música que fecho os olhos, sinto a batida, começo a mover o quadril, rebolando de um jeito tão sensual, que nem sabia que podia fazer isso, jogo minha cabeça para trás, passo a mão no cabelo, sinto uma pessoa se aproximando, eu estava tão na vibe que nem liguei, comecei a dançar colada com esse garoto, sentia sua respiração em meu pescoço, seu cheiro me deixava tonta, fazendo meu mundo girar, eu apenas rebolava e rebolava, sua mão segurava a minha cintura, de um jeito que ninguém nunca fez antes, que pegada... elas desceram até o meu quadril, onde segurava firmemente, aquele toque, despertava uma sensação, arrepios, me fazendo apenas quero ficar mais próxima dele, nunca aconteceu isso comigo, será que é normal? Chego um pouquinho para trás, encostando totalmente nele, volto a rebolar, jogo minha cabeça, a apoiando em seu ombro, sinto um volume em minha saia, mas as sensações que ele me causava me deixavam tão perdida que nem percebi o que era aquilo, e o que significava. Vendo meu pescoço vulnerável o garoto o ataca, chupando e dando umas mordidas, os lábios macios dele na minha pele, merda! Me viro para ele botando a mão em sua nuca enquanto sua mão estava em minha cintura, não aguentando mais, chego mais perto, estávamos tão colados que nossas respirações se misturavam, tudo estava em câmera lenta, um holofote pisca rapidamente em cima de nós, permitindo ver o rosto do garoto, me fazendo paralisar, e dar um passo para trás,o olhar assustada, enquanto o mesmo mantinha o mesmo olhar sobre mim.

Merda, merda, merda, merda, isso não pode está acontecendo, porque logo eu?

-J..jungkook?! -Falo baixo sem ar, sem saber o que fazer.

-Catherine?! -Ele exclama com uma expressão tão surpresa quanto a minha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...