1. Spirit Fanfics >
  2. Demon land >
  3. Capítulo 1 - Horizonte -

História Demon land - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo 1 - Horizonte -


- HIROSHI ON -

Hiroshi, esse é meu nome, mas a maioria das pessoas me chamam de Hiro. Eu nunca fui um tipo de garoto prodígio e nem aprendia as coisas com tanta facilidade como as outras pessoas, mas sempre tive algo que poucos tinham e que equilibrava tudo, que era minha perseverança.

 Um garoto de estatura normal que entrajava roupas simples de um mero camponês, olhos grande, um cabelo que parecia está sempre bagunçado, além disso, tinha um corpo frazino, mas atlético.

 Vivíamos em um pacato vilarejo distande de praticamente tudo, onde as pessoas viviam um dia de cada vez, Na mesma casa morávamos: eu, minha mãe, meu pai e minha irmã mais nova.  

 Colhíamos o que platávamos, literalmete, nossa família tinha uma plantação de vegetais, além disso, produzíamos alimentos caseiros e vendiamos tudo em mercados locais ou feiras populares.

 Eu não tinha muitos amigos, além de Kimiko, minha irmã mais nova e mais bochecuda, só me restará Yumi, uma baixinha de cabelo curto em um tom azulado com uma franja que cobria sua testa grande, que adorava me fazer de chacota.

- HIROSHI OFF -

_ Breve Som de galinha cacarejando _

  _  hiro... hirooo... Acorda... Acorda sacode _ Kimiko o sacode.

_  hum, parace que ele caiu de um penhasco, como alguem consegue dormir nessa posição? _ Yumi coça a cabeça.

   _  será que ele morreu? _ kimiko coloca a mão no queixo e se próxima para examina-lo.

   _ talvez... _ Yumi responde inclinando a cabeça para olha-lo de outro ângulo _ só tem um jeito de descobri.

 _  Como? _ kimiko pergunta intrigada.

_ observe _ Yumi pega um balde cheio de água.

_ despertai-vos _ Yumi atatira toda água do balde em cima de Hiroshi.

_ AAAAAAAAAAAAAH!... QUE FRIO!! _ Hiroshi se levanta rapidamente.

_  HAHAHAHAHA! _ kimiko sorri em  disparada.

_  vocês duas são completamente loucas, sabiam? _ Hiroshi fala enfurecido _ Eu poderia ter me afogado.

_ deixa de ser dramático, bela adormecida _ Yumi fala  se recuperando de sua crise de riso.

_  Você não me respeita mesmo _ Hiroshi exuga o rosto.

_   talvez, mas vou te respeitar bem mais, quando você parar de ter essa cara de bocó _ Yumi joga o balde na direção de Hiroshi _ pensa rápido.

_   Ha, Ha, Ha - Hiroshi segura o balde jogado _ Saí logo daqui.

_   boa dia, Hiro _ Kimiko corre e desce os degraus da escada rapidamente.

_  bom dia, Hi-ro-shi _ indo em direção a escada.

- HIROSHI ON - 

Meus pais sempre foram muito gentis, capazes de ajudar antes mesmo de conhecer. Eles comumente nos diziam  - ajude tudo e todos, porque isso trará a gentileza, e somente a gentileza mútua poderá salvar esse mundo - meus pais.

    Eu  habitualmente ajudava  em todo tipo de tarefa, das mais simples até as mais conplexas. Sempre disposto a ajudar.

- HIROSHI OFF -

 Hiro, pegue - sua mãe entrega uma caixa cheia de pedidos - leve nesses endereços e tenha cuidado, filho.

  _   tá bem _ Hiro analisa o papel contendo os endereços enquanto saí em direção a rua.

Uma hora depois.

_   AAaah! Cansado, eu estou acabado _ Hiroshi deita gradativamente no chão da cozinha - Pensei que não conseguiria  voltar para casa.

  _   beba, você trabalhou duro hoje _ sua mãe entrega um copo cheio de água a ele, com um sorriso orgulhoso no rosto _ vá e descanse, por hoje não precisarei mais de ajuda.

 _ obrigado, mãe _ ele sorrir e depois bebendo água de uma só vez.

  _ HIRO... HIRO!! _ Yumi chega ofegante na porta da cozinha.

 _  ahn? _ Ele levanta coloca o copo na mesa e aproxima-se dela - O que houve?

_    É a Kimiko... _ ela ainda muito ofegante responde.

_ DEIXEM ELE EM PAAAZ!!!_ Kimiko Grita com alguns garotos que  estão em sua frente _ Ele não fez nada de errado.

_ GRRR! Ele vem roubando e comendo nossa comida, além disso, destruiu nossa plantação e essa foi a gota d'água _ o garoto fala enquanto gesticula agressivamente _ Hoje ele não irá escapar.

_ Não, se você alimenta-se ele ao invés de enxota-lo, essa situação seria muito diferente _ ela abraçava o animal enquanto falava.

_ Um animal sujo que só irá dar despesas aos meu pais. Jamais _ Ele pega um galho com alguns espinhos em uma pequena árvore ao lado e se aproxima _ isso acabará aqui.

_ Afaste-se _ Yumi chega e intervêm  a passagem do garoto - Fique atrás de mim,  eu irei te proteger.

_ vocês querem salva-lo, então que seja _ ele levanta rapidamente seu galho _ SOFRAM!!

  Hiroshi aparece derrepente e segura o braço erguido do garoto.

_ ahn?! _ o garoto olha para trás - quem é você?!

  Hiroshi fica em silêncio, antes que o garoto cconseguiss soltar-se, ele fecha a mão e  serra os dentes, com uma agilidade grotesca acerta encheio o rosto do garoto, fazendo com que  ele caía para trás.

_ IDIOTAAAAS!! _ Hiroshi respira fundo _ Vocês não ouviram elas falarem?!

_ Hiro? _ Yumi observa  em sua direção e seus olhos  brilhavam.

_ AAAAAAHHH!!! PEGUEM ELE!! _ Vociferou o garoto levantando-se logo em seguida.

Dois garotos partem para cima de Hiroshi, Ele consegue acerta rapidamente um deles, mas é derrubado pelo outro logo em seguida. Não dura muito tempo e uma chuva de socos e chutes começa a cair sobre Hiroshi.

_ PAREM, PAREM COM ISSO _ Yumi atira uma pedra na direção dos garotos e outras logo em seguida.

_  Vamos sair daqui!! _ Um deles fala saindo do local e os outros o acomacompanha

_ HIROO!! _ Yumi aproxima-se enquanto  berre seu nome. 

_  Eles te machucaram muito? _ Yumi pergunta enquanto ajuda a levanta-lo.

_ consegui proteger boa parte do meu corpo, mas acho que torci o tornozelo quando fui derrubado _ ele manca ao levantar.

_  você é realmente um completo idiota, Hiroshi _ ela dá um tapa na cabeça dele, mas logo em seguida vem um sorriso discreto _ até parece que você não pensa.

_   Kimiko vai andando lentamente na direção de Hiroshi, aparentando está receosa _ Hiro... ME DESCULPA, ME DESCULPA POR ISSO TER ACONTECIDO, MAS ELES IRIAM MATA-LO! Desculpa, desculpa, desculpa! - ela começa a chorar.

_   Ei, não tem que pedir desculpas, você foi muito corajosa e protegeu o animalzinho, eu tenho muito orgulho de você Kimiko, sua gentileza irar mudar o mundo... _ Com um sorriso no rosto, ele disse, fazendo Kimiko parar de chora é ir abraça-lo.

- HIROSHI ON -

  Kimiko e Yumi me ajudaram à andar até chegar em casa e depois do ocorrido passaram-se alguns dias,

Eu ainda estava com o tornozelo torcido, mas já estava em melhora e conseguia andar sem muita ajuda.

 Meu pai havia voltado de uma longa viagem, eu particularmente estaele ansioso  para vê-lo, mas ele sempre parecia está em uma corrida contra o tempo, frequentemente ocupado.

  Em uma tarde sonolenta, eu olhei pela janela e vi sua silhueta no campo, sem pensar corri desci a escada o mais rápido possivel, saí de casa e fui em sua direção e a medida que eu chegava perto diminuia a velocidade, até que cheguei.

  Ele tinha um cabeda longo e preto, que a maioria das vezes estava amarrado em um rabo de cavalo, usava um roupão vermelho sangue, com um símbolo amarelo de sol nas costas, seu braço direito era completamente enfaixado e estava sempre com uma expressão tranquila no rosto.

- HIROSHI OFF -

  _  Ah, Hiroshi, como estar o tornozelo? _ ele pergunta olhando para o horizonte _ fiquei sabendo que se machucou  em uma briga.

_ pai, sobre isso _ Hiroshi é interrompido _ Você ganhou?

_    além do tornozelo quebrado e hematomas? _ Hiroshi pergunta e logo depois começa a sorrir com seu pai - acho que não.

_  sabe, Hiroshi, geralmente é preciso perde para si poder ganhar _ seu pai olha para o céu.

_   anh? Não entendi? Como eu ganharia perdendo? _ começa a coça a cabeça.

_   um dia você irá entender, Hiroshi _ ele diz com um leve sorriso no rosto _ aposto que não me ganha em uma corrida até o riacho dentro da floresta.

-        se prepara velhote, papara comer poeira - Hiroshi se prepara para correr.

_  no três _ seu pai tira as sandálias dos pés e seu roupão ficando apenas com a parte inferior de sua vestimenta _ um, três! _ ele corre disparado.

_   Isso não vale, era para conta até  três _ Hiroshi corre idignado.

_ Hahaha! Além de lento é resmungão, acho que o velhote aqui é você _ seu pai diz correndo enquanto olha para Hiroshi logo atrás.

_ Aaaaaah!! _ Hiroshi grita enquanto aumenta sua velocidade.

Alguns minutos depois, a mãe de Hiroshi Chega no local em que eles estavam, olha para o horizonte e vê os dois correndo em direção a floresta.

_ será que isso nunca terá fim _ ela olha para a personificação de um sol, nas costas do roupão no qual ela segurava _ Seja como for, espero que eles estejam preparados.

Ela coloca o roupão de volta no chão, o vento estava forte e fazia seus cabelos balançarem, ela tira sua luva e levanta a manga de sua blusa em seu antebraço, olha o vento leva sua luva, logo seguida observa seu braço, e lá haviam vários símbolos anômalos e figuras exótica em sua pele, que escorria da ponta dos dedos até seu antebraço e parecia seguir escondendo-se debaixo de sua roupa, um dos símbolos aparentava ser o mesmo emblema encontrado na costa do roupão que era usado pelo seu marido.

  _  Eu realmente espero _ ela diz em um tom mais sério olhando para o céu.

_  Mãeee! Cadê a senhora?! _ Kimiko  berra.

_ Estou aqui querida!! _ ela diz enquanto abaixa rapidamente sua manga, olha para os lados e anda em direção a voz de Kimiko - Já estou indo queriada!



Notas Finais


aaaaah!! espero que vocês tenham gostado, me perdoe se acabei comentendo algum tipo de erro gramatical e muito obrigado por ler. 😄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...