História Demonic Passion - Imagine Byun Baekhyun. - Capítulo 13


Escrita por: e Rannymin

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Personagens Originais
Visualizações 61
Palavras 418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - 13 - first kiss, part 1


Fanfic / Fanfiction Demonic Passion - Imagine Byun Baekhyun. - Capítulo 13 - 13 - first kiss, part 1

Sua expressão facial parecia confusa com meu jeito aparentemente estranho e fora do normal, não que eu não seja uma garota estranha, pelo contrário, eu sou verdadeiramente estranha. O problema real é que eu nunca teria coragem de agir de tal modo, porém para tudo se tem uma primeira vez e cá estou eu, tomando coragem suficiente para avançar e seguir em frente.

Foi uma coisa avassaladora, sabe, a vontade de beijá-lo. Eu fui, me aproximei do seu corpo aos poucos e olhei somente para os seus belos e penetrantes olhos, sorri em linha ao vê-lo continuar parado mesmo depois da nossa extrema aproximação.

— O que está tentando fazer? — Indagou ainda imóvel. a expressão em seu olhar foi indecifrável. Não falei nada, apenas continuei lhe olhando. Pude sentir sua respiração bater contra meu rosto por breves instantes, foram breves porquê segurei seu rosto e juntei nossos lábios; os seus eram tão macios, seu beijo era doce e de certa forma tão calmo. No entanto, eu estava a querer senti-lo tão próximo de mim por bastante tempo, acho que eu poderia dizer tranquilamente que ansiei desesperadamente por este momento.

Ele então reagiu ao meu beijo, colocou o seu copo no balcão atrás de si e segurou em minha cintura, suas mãos fortes me puxaram para mais perto de si e então senti um breve arrepio assim que sua destra foi ao encontro dos meus fios de trás, os quais acabaram sendo puxados levemente pelo homem que em seguida separou nossos lábios e fitou meus olhos por um certo tempo — acho que nunca fique tão apressada e ansiosa como agora.

O homem me olhava de um jeito diferente, parecia estar me lendo sem nem mesmo voltar a encostar em mim, era um tanto confuso e estranho de se explicar.

— Não faça algo que vá se arrepender depois. — Avisou ele.

— Irei me arrepender se eu não fizer o quê quero agora. — Respondi em um sussurro.

Ele então se virou em direção da porta e me puxou pela mão, seus passos eram medianos e assim pude acompanhá-lo tranquilamente. Admito ter ficado bem impaciente com aquilo tudo, afinal, eu o queria mais que tudo e ele também parecia me desejar tanto quanto eu, entretanto, suas ações atuais não demonstravam tanto interesse quanto cheguei a pensar, quer dizer, ao menos não parecia até chegarmos em frente ao seu quarto – que por sinal eu conhecia muitíssimo bem, visto que eu também dormia naquele espaço aconchegante e verdadeiramente gracioso. 


Notas Finais


O que acharam deste curto capítulo?
Em breve terá a continuação.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...