1. Spirit Fanfics >
  2. Demônio sexual (Kim taehyung) >
  3. A festa!

História Demônio sexual (Kim taehyung) - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa a demora para postar um novo capítulo, eu tinha perdido a senha da minha conta! Mas aqui estou eu de novo!!!!!
Boa leitura!!

Capítulo 11 - A festa!


Fanfic / Fanfiction Demônio sexual (Kim taehyung) - Capítulo 11 - A festa!

>S/n narrando<

               >Na entrada da festa< 

- Parece que é aqui! - Taehyung falou estacionando o carro na frente de um lindo salão de festas, de onde saiam e entravam pessoas muito bem arrumadas.

- Bora entrar! - Jeon falou já abrindo a porta e saindo, em seguida fizemos o mesmo.

Eu em particular estava um pouco nervosa, já que finalmente iria encarar o homem que matou meus pais, porém estou tentando manter a calma e não demonstrar.

 Caminhamos até a porta do local, logo nos olhamos e entramos. 

Não demorou um minuto para todos os olhares virem para cima de nós... masculinos para cima de mim e de S/a e femininos para cima de Jeon e Taehyung. 

- Se é que ainda é possível, vamos tentar não chamar mais atenção!? - falei olhando para a cara dos meus amigos.

- Vamos logo com isso! - Taehyung falou simples e direto, o que me fez olhar para o mesmo e ver sua feição séria, mas que remetia ciúmes, pelo fato de terem muitos homens me comendo com os olhos.

- Concordo com isso! - olha só se o Jeon também não está bravinho. 

Sabíamos que o assassino ainda não estava ali, afinal eles sempre aparecem um pouco depois para cumprimentar e fazer essas baboseiras de gente rica.

- Enquanto ele não aparece eu acharia uma boa ideia irmos para o bar beber algumas! - S/a falou me olhando, com o um sorriso enorme, citei que ela é cachaceira?

- Não acho má ideia! - falei pegando na mão da mesma, já que era uma boa deixa para nos afastamos dos dois bravinhos.

Estávamos a caminho do bar, quando demos de cara com meus dois primos. 

- Olá S/n, Oi...- Samuel se pronunciou. 

- S/a, meu nome é S/a.

- Olá S/a! - Samuel falou com um sorriso enorme. 

Que merda! Já tinha até caído no esquecimento esses dois.

- Você é muito bonita S/a! - Miguel se pronunciou, e fez com quem S/a fizesse uma cara de cu diferenciada!

- Ah valeu! - S/a disse pegando em minha mão. - eu preciso ir no banheiro, desculpa... depois conversamos mais.

S/a disse quase me arrastando dali. 

- Desculpa, mas não gostei desse menino não! - eu ri com a fala da mesma. 

- Vou te falar que mesmo sendo  meus familiares, também não gostei muito não. 

Eu e S/a fomos para o bar e nos sentamos de frente para o balcão. 

- Me vê duas Gins tônicas! - S/a falou para o barman.

Xx- Claro, só um minuto! - o mesmo foi preparar. 

Eu e S/a ficamos conversando e bebendo por um tempo até dois homens se aproximarem. 

- Oi gatinha! - um dos homens falou me olhando. 

- Você é tão bonita! - o outro falava olhando o corpo da S/a. 

- Não estamos afim. - falei séria encarando os mesmos. 

- Ah princesa, como não? - quando falou isso já veio se encostando em mim. 

- Não ouviu que elas não estão afim? - Taehyung falou, e logo do lado dele o Jeon, que literalmente brotaram ali. - e somente eu posso chama-la assim!

- Vão embora! - Jeon falou com sangue nos olhos.

-  E se a gente não for! - os dois homens foram indo para cima dos mesmos na intenção de bater neles.

- Deu até um dejavú! Só que dá última vez os homens acabaram mortos. - falei pegando meu Gin do balcão, logo recebendo o olhar dos homens, que não tinham entendido muito bem.

- Olha só Taehyung, parece que eles querem nos bater! - Jeon falou MUITO debochado. 

- Não queremos. Vamos bater em vocês! - Os dois homens partiram para cima dos demônios. 

Aquela cena estava MEMORÁVEL! Os homens se quer conseguiam relar um dedo nos dois, que riam debochados dando um pau naqueles babacas e eu e S/a apenas estávamos tomando nossos Gins e comendo alguns aperitivos que haviam em cima do balcão, assistindo a briga.

Sobre não chamar atenção? É, falhamos miserável mente.

A briga já tinha acabado, os dois homens imundos se encontravam atirados no chão e algumas pessoas foram os ajudar. Eu e S/a resolvemos ir dançar e os dois garotos foram beber um pouco também.

Eu e garota estávamos dançando tão animadas, aproveitando tanto as músicas que tocavam, que eu acebei até me desligando do objetivo de estarmos ali.

A música parou e logo o filha da puta do assassino dos meus pais apareceu no topo da escada que havia no meio do salão, ele e o seu braço direito. 

- Eu cuido desse nojento e você do braço direito, certo? - falei encarando S/a que assentiu.

Os dois homens desceram, e que os cumprimentos comecem! A música voltou a tocar. 

Eu estava dançando sensualmente, para atrair o olhar do assassino, não eu não sei o nome dele até agora, só o da gangue "groove". E deu certo, o mesmo já me olhava e logo veio se aproximando e dançando junto a mim. 

Eu estava com nojo, mas mesmo assim precisava ficar ali. Olhei para meu lado esquerdo vendo Taehyung me olhando, o que me passou uma certa segurança.

- Vamos subir, lá em cima podemos ficar a sós! - O homem disse estendendo a mão, e não ele não sabe o meu rosto. 

Quando o homem disse isso, vi S/a se aproximando do braço direito do assassino, assim me dando uma paz, estava tudo saindo como o planejado. 

Subimos as escadas e logo me deparei como se fosse uma sala, lá tinham vários homens de preto e armados...uau aquilo me assustou. Segui para um corredor cheio de portas, logo adentrando uma delas me deparando com um quarto preto com dourado. 

O homem trancou a porta e veio em minha direção, quando ia encostar nossos lábios, peguei minha arma que tinha escolhido para esse momento. (Arma da S/n nas notas finais)

- Cala a boca! - falei e coloquei a arma na testa do mesmo, que logo levantou as mãos. 

- Quem é você e o que quer comigo? 

- Eu sou a S/n, líder da gangue "wolfs". Você a um tempo atrás matou meus pais! Acho que está lembrado, não está? - falei com raiva na voz. - Sra. Yasmin e Snr. Marcelo, pelo simples fato de ele estarem te devendo. 

- Eu tive que fazer aquilo, não posso aceitar que fiquem me devendo! 

- Eles estavam trabalhando pra conseguir seu FILHA DA PUTA! 

Eu estava tremendo muito de nervoso, o que possibilitou ele pegar a arma da minha mão com um movimento rápido. 

- E agora parece que é sua vez de morrer! - o homem pegou a arma e direcionou na minha testa. Eu estava perto da porta então chutei suas partes baixas e sai correndo dali. 

Passei correndo pelos homens armados, que logo levaram a atenção para mim. Fui em direção às escadas logo ouvindo "PEGUEM ELA, EU PRECISO QUE PEGUEM ELA", logo ouvi os passos dos homens vindo. 

Desci as escadas correndo, chamando a atenção da S/a e do Taehyung, logo já se tocaram e saíram correndo junto a mim, indo ao encontro de Jeon que estava na frente do salão de festas com o carro (uma Mercedes E63S 4-MATIC, foto do carro nas notas finais) caso alguma coisa desse errado. 

Entramos no carro, eu no passageiro e a S/a e o Taehyung atrás. 

- Pisa Jeon, pisa! - na mesma hora que eu falei o garoto afundou o pé no acelerador e logo atrás estavam vindo carros dos campangas dos criminosos.

- Temos que nos livrar deles! - ouvi a voz da S/a vindo de trás de mim.  

- Enquanto pensamos, vai em direção a estrada Jeon! - falei e o mesmo assentiu. 




Notas Finais


Espero que tenham gostado!!

Arma da S/n - https://pin.it/1wxP1lO
Carro - https://pin.it/dAeb08e


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...