História Demônios - " Os Demônios Que Criei " - Capítulo 1


Escrita por: e FELIFOXG4M3

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, Personagens Originais
Tags Fantasia, Got7, Jackkids, Jackson, Sobrenatural
Visualizações 11
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hiiii...

Boa Leitura!

Capítulo 1 - Chapter I


"Sou Jack- Jackson Wang."

Eu sempre busquei entender a complexidade do ser humano. O porque deles fazerem o que fazem, o porque de não se amarem. Porque afinal, existem pessoas que os amam certo?

Uma vez, ouvi alguém dizer algo que fez-me questionar minha própria existência nesse mundo no qual sou insignificante. Ela disse: "O que importa o amor das outras pessoas se você não tem amor próprio? "

E então eu comecei a questionar-me, eu não tenho amor próprio, então se não possuo amor próprio, não posso amar ninguém?

Sempre quis ser aceito do jeito que eu sou, que as pessoas não me julgassem pela minha aparência ou gosto musical. Fala sério! Qual o problema em gostar de ópera? Qual o problema em apoiar casais homossexuais? Qual o problema nisso tudo? Talvez eu só queira ser feliz. 

"Quando mais novo eu tinha um amigo, ele comia lá em casa, brincavamos juntos toda tarde. Um dia acabei por ouvir mamãe e papai brigando, depois daquele dia mamãe havia ido embora, eu não ia mais a escola, papai começou a me machucar todos os dias- Isso me assombra até hoje."

"Talvez você tenha ficado paranoico, quando os dias estão frios, quando todos os seus sonhos fracassam, são na verdade aqueles que tentamos esconder."

"Quero esconder a verdade, por que ainda me recuso a acreditar- não há onde nos escondermos- não importa o que criamos, quando você sentir o meu calor, apenas olhe nos meus olhos, veja aonde eles vivem- só não se aproxime muito, é escuro aqui dentro,- é onde meus demônios se escondem." Levantei minha cabeça para o olhar. "Quando as cortinas se fecharem, uma última vez e quando as luzes se apagarem, todos os pecadores rastejarão- E então eles cavaram as suas próprias sepulturas."

"Você fez uma grande bagunça em minha mente- Não quero decepcionar você- Mas seu destino é o inferno- Embora tudo isso seja por causa dele, não esconda a verdade."

"Dizem que você é o que você faz, eu digo que depende do destino, é culpa dele estarmos de alguma forma conctados- Ele está conectado a minha alma." 

"Seus olhos, eles brilham tanto."

"Quero guardar esta luz, não posso fugir agora, amenos que você me mostre como parar- Pois este é o meu fim, não aguento mais você em minha cabeça, apenas suma, esqueça de minha existência."

"EU DEVIA TER TE MATADO!!"

"Eu não posso morrer"

"PORQUE NÃO??"

"Por que já estou morto!"

Aquilo me deixou angustiado, se passou anos depôs daquela discussão, ele não havia voltado ainda. Eu meio que sentia sua falta, sentia falta de conversar com alguém vivo.

E agora estou aqui sem rumo e direção, apenas vejo suas costas na minha frente e aos  poucos sua a imagem vai desaparecendo. Com você sentia que podia tocar as estrelas, você me prometeu ser feliz pra sempre, mas  acabou mentindo, a vida não é um conto de fadas em que todo mundo é feliz pra sempre.

É tudo tão estranho pra mim, andar pelos lugares que fomos e não te encontrar, aquelas lembranças que tivemos juntos, foram levadas ao vento e agora fecho os meus olhos na esperança de ainda ver uma imagem meio desfocada do teu rosto. Todas as cartas que você escreveu pra mim, agora não passam de papéis que um dia foram preenchidas com os sentimentos de alguém, e que hoje foram rasgadas junto com o meu coração. Os dias eram tão mais coloridos com você é como se fossemos pintores pintando o mundo com novas cores, as nossas cores- Ainda tenho sonhos frequentes com você e ao acordar me sento tristemente na cama e  lágrimas escorrem dos meus olhos por não te encontrar ao meu lado.

Aquela música que fazia parte da nossa trilha sonora, não é tocada mais, no lugar dela  agora tem um eco, um vazio, uma completa escuridão. Você roubou todas as cores do meu mundo, deixando num tom de cinza, preto e branco,  junto com as cores, sem querer levou meu coração, mas da pra devolver antes? Preciso  fazer curativos, porque dói demais te ver partir, agora estou aqui na nossa casa, na esperança de encontrar um novo amor, mas antes preciso te esquecer ou melhor esquecer da dor que me causou.

Nas minhas madrugadas abandonadas, só escuto sussurros em minhas mente- Os pensamentos passam pelos meus olhos- E não consigo evitar as lágrimas que se soltam- O meu corpo grita por dentro, faz minha alma se corroer por fora e não consigo dormir- Por causa dos medos que me assombram, e que vivem a cochixar os meus erros- Isso me atormenta- Isso me destrói.

"Mais esse não é o meu maior Demônio" 

Em meu sonho profundo, me vejo ao seu lado como sempre. Com a história de nossas vidas e como iria ser se estivesse ainda aqui. Você me aconselhando, você sendo tudo como iria ser, mais isso foi só um sonho, que não irá mais se realizar ou acontecer- Sempre soube que pra eu se senti vivo é deixar tudo no certo tempo, deixando as escolhas me levar pra onde devo ir e pra onde devo seguir- Sempre seguindo a diante sem ter que olhar pra trás, chorar como sempre depois de tudo que você fez por mim- Nós éramos únicos, eramos eu e você, mais eu me sinto livre agora e não devo olhar mais pra trás.

E agora que me sinto livre com minhas novas escolhas e livre de você, há um novo eu. Seguro e firme de mim mesmo, e isso não e nada estranho, nunca é estranho pra algo novo- E agora que me sinto livre de você, eu tenho a chance de voar livre pra sempre- Sim voar livre pra sempre.

"Hey, não sinta pena de mim, eu sei o que quero, sei o que sinto e que  estou firme, agora eu prometo- Nunca mais vou cair como sempre, de tudo que gostávamos nada vai ser esquecido- Cada momento que senti ao seu lado irá ser recordado na memória- E agora que você se foi, eu me sinto livre da minha mente- E deixo o tempo me mostra a resposta do que preciso, agora você ai e eu aqui, separados um do outro.

"Prometo nunca desistir de mim, assim como você nunca desistiu- Quando me ouvia gritar de dor"

Muitas vezes me questionei se foi porque mamãe tinha ido embora, ou se era por me odiar mesmo- Más antes, antes você me amava. Então qual o motivo de tudo? Sinto falta do seus carinhos- Dos beijos demorados em minha testa- Sinto falta da pessoa que me chamava de filho- Da pessoa que eu tinha orgulho de chamar de pai.

"EU S- SOU SEU F- FILHO! P- PA-PAPAI PARAAA P- POR F- FAVOR!" E você não parava.

"Então porquê eu devo para papai? "


Notas Finais


Obrigado por lerem...

Agradeço a @Izzy-Tan pela capa, ela é linda♥

Essa estória será escrita por @FELIFOXG4M3 e eu...

(Próxima att dia 18/08)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...