1. Spirit Fanfics >
  2. Demons and gods >
  3. Passado e presente

História Demons and gods - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Passado e presente


Fanfic / Fanfiction Demons and gods - Capítulo 3 - Passado e presente


Meus olhos estava quase se fechando outra vez quando, alguém abriu a porta do quarto violentamente, a única coisa que eu queria era continuar a dormir mais sentir aquela água toda quase me sufocar acabou me fazendo se levantar o mais rápido possível a procura de folego.

Olhei para a porta do quarto onde meu irmão estava parado com um balde de água na mão completamente vazio pois o conteúdo que estava ali foi jogado em me.

- como a princesinhas já tomou o seu banho, agora só falta se arrumar para ir para a escola. – disse ele com um sorrisinho de sarcasmo em seu rosto e saindo do quarto antes que jogasse meu travesseiro nele.

Baguncei meu cabelo com as mão achando ele completamente curto para o meu gosto, pois estava acostumado com ele grande. Já Black me olhava completamente desanimado fazendo com que eu me lembrasse de levi e me perguntasse com estava indo sua viagem dele até o sul onde a família ackeman reinava.

- eren anda logo ou vai chegar atrasado na aula.- gritou meu irmão que provavelmente estava longe ou estava na oficina.

Me levantei da cama jogando tudo no chão pois eu não iria limpar aquilo nem fodendo, tirei minha roupa e peguei meu uniforme que era um quimono azul com branco realmente ridículo, Já as meninas usavam um vestido da mesma cor.

Corri em direção da cozinha com o bleck me acompanhando, peguei uma pequena vasilha colocando leite morno para ele e já no meu caso acabou sendo um pedaço de bolinho recheado que meu irmão tinha comprado.

Abaixei ate bleck mais ele rosnou para mim como se eu fosse pegar o seu leite, mais a única coisa que fiz foi acariciar a sua cabeça fazendo com que ele relaxasse e voltasse sua atenção para o pote de leite.

- eu vou para a escola volto o mais rápido que eu puder até lá não morde meu irmão ou tente o matar ok.

Ao ouvir meu irmão gritando mais um vez sair disparado até a oficina onde ele trabalha e despedir dele o lembrando também que ele deveria tomar as pílulas.

•°•°•°

Quando cheguei na escola eu realmente estava atrasado abri a porta calmamente da minha sala vendo que a bruxa estava ali explicando alguma coisa que parecia nada interessante.

- senhor eren pensei que não vinha mais para a minha alua até estava indo pedir para a diretora te tira da escola. – disse ela com um sorriso mais falso do mundo em quanto eu entra na sala.

- me desculpe senhorita yura mais eu não queria ver a sua cara de mocréia tão cedo. – quando eu terminei de falar uma rajada forte de vento veio em minha direção fazendo com que eu batesse as minhas costa na parede.

Dei um pequeno sorriso assim que eu levante provavelmente eu tinha quebrado uma costela com aquele ataque mais não iria demostra o que ela tinha feito ao meu corpo.

- saia da minha sala.- apontou ela para fora em quanto eu dava passos para frente.

- não obrigado e sem contar que tudo que você escreveu nesse quadro a etadee está errado então se eu fosse você voltava para a escola. – provoque mais um pouco em quanto via os alunos segura a risada para não ri e sem contar que a senhorita Yura estava soltando fogo pela boca.

Mika que estava sentada na cadeira da frente me olhava procurada mais também preparada para atacar a professora se ela fizesse alguma coisa.

- se o senhor se acha tão espertinho assim senhor Eren que tal me mostra o que está errado isso é se tiver algo de errado. – ao falar aquilo ela forçou mais um sorriso em minha direção, peguei o pincel que estava em suas mãos dando um belo sorriso para mesma e começando a escrever no quadro.

- na verdade não são 7 habilidades e sim 13.

- se são 13 que tal nos mostra pois que eu saiba são 7. – pronunciou ela provocativa.

- claro por que não. – dei um sorriso voltando a escreve no quadro. – as habilidades são água, terra, vento, fogo, luz, trevas, grama, gelo...

- Você está de brincadeira grama Eren, por favor... – disse ela começando a ri, mais parou ao ver que eu estava sério.

- se não acredita eu demostro.- fechei meus olhos e entendi minha mão, até que algo começou a aparecer fazendo com que todos começassem a falar. Abri meus olhos vendo a pequena grama em minhas mãos.

- isso é loucura.

- não, não é a grama é a habilidade mais baixa e por causa disso as pessoas acaba as escondendo para não ser zoadas. – disse para todos que estavam naquela sala de aula um pouco surpreso. – continuando, cura, guia, transferência, forma, criação..

- Eren o que são transferência, guia, forma e criação?- perguntou um dos alunos em quanto a professora mordia a os próprios dedos de pura raiva.

- a transferência é quando você pode transferi sua alma para outra pessoas mais esse tipo de habilidade nós não se ver muito pois ela é quase existente. Já a guia e uma pessoa que pode criar vários mapas e também abri portais para outros lugar.

- uau eu quero ter essas duas habilidades..- disse uma garota de cabelo loiro.

- para ter essa habilidade você precisa treinar por volta de 3 ou 4 anos ou até mesmo 10 anos.

-agora fala das outra. – pronunciou um menino com pinta no rosto que eu nem sabia seu nome ou eu sabia e não me lembrava.

- forma e quando vocês pode mudar suas aparências para animal ou humano e criação e quando você pode criar objetos sendo elas armas. – assim que terminei de falar olhei para a professora que estava mais vermelha ainda de tanta raiva.

- se já terminou sente-se em seu lugar para eu terminar com essa aula. – falou ela entre os dentes.

Voltei para o meu lugar com todos os alunos me olhando ou querendo fazer perguntas que eu não queria responder naquele momento, abaixei minha cabeça em quanto me lembrava de Levi e dos momentos que passamos junto e até que minha mente viajou um pouco mais longe para época que eu deveria tá, fazendo com que eu me lembrasse de como seria o futuro.

Flashback on

Por onde nós passávamos podia ver casas destruídas e pessoas quase morrendo de fome por causa no novo clã. As pessoas que não aceitava a se juntar a eles era feito de escravos ou era dado de comida para aqueles lobo.

- eren!

- oi Mika...

- o que foi, você parece está tão distante.- pela sua expressão percebi que a mesma estava preocupada com migo mais a sua atenção mudou para um garotinho que estava puxando suas vestes.

Ela acabou entregando para o único pedaço de pão que ela tinha guardado para comer mais tarde vendo o seu jeito acabei pegando o meu e entregando a ela.

- eren você ainda não comeu então n...- a calei com um pequeno selar de lábios em quanto cariciava o seu rosto.

- não se preocupe comigo, eu posso sair para casar mais tarde.

- certo. – ela estava com um meio sorriso no rosto ao guardar o pão, assim que chegamos ao esconderijo fomos recebido pelos líderes dos antigos clãs que sobraram

- e então sobre o que vamos discutir? – perguntei pois só fazíamos aquelas reuniões quando era algo importante.

- descobrimos algo que pode mudar o nosso destino e ah mais uma coisa. – falou uma um ancião que parecia mais velho do que todos que estava dentro da sala.

- e o que vocês descobriu? – perguntou Mika com um pingo de esperança de que aquilo poderia acabar.

- a primeira coisa é que o líder dos ackeman estava vivo mais aquele maldito clã está o mantendo presos então queremos que você invade o castelo. – olhei para o outro ancião que parecia ter certeza do que estava falando.

- vocês ficaram loucos quer que a gente invade aquele maldito castelo. – gritei com todos daquela sala até parecia que eles queria a nossa morte.

- Eren entenda uma coisa o líder daquele clã é um prodígio se nós o tivemos em nosso lado com certeza venceremos a guerra.- olhei para a Mika que estava com a cabeça baixa, se fosse para fazer aquilo iria fazer por causa dela. – ok Irei salvar esse prodígio mais Mika não vai vim junto.

- eren sem mim v.....

- não Mika não quero que você corra perigo. – ela abaixou a cabeça envergonhada e começou a brincar com a suas próprias mão.

Ficamos quase 4 horas discutindo sobre como iria resgatar o líder do clã ackeman e quando terminamos de discutir aquele assunto acabamos indo para o próximo.

- e a outra coisa é que na momento aa mantenha nevada ah uma pedra que pode nos ajudar a deter aquele maldito clã. – pronunciou um outro ancião.

Isso-então assim que salvar o ackeman irei para a montanha.

- não vá até a montanha primeiro junto com sua noiva. -achei aquilo muito estranho mais não podia negar aquela ordem.

- se é assim partimos a manhã. – quando falei aquilo puxei Mika para fora daquela pequena sala.

-eren você está bem?

- sim estou, Vamos temos que arrumar as coisa para partimos.

- certo.

Se eu soubesse que aquilo era uma armadilha não a teria levado junto.

Flashback off..

Sai do meu mundo assim que um rapaz que estava sentado aí meu lado me cutucou, olhei para ele com o maior tedio e logo voltei a olhar para a professora que estava falando algo muito interessante.

- quero dar um aviso importante para vocês antes da nossa aula terminar, daqui 6 mês avera uma competição para entra na escola da asas da liberdade como todos já sabem ela é uma das maiores escola e também e uma das melhores. – ela deu uma pequena pausa antes de continuar. – a escola tem como líder 8 pessoas cada uma delas comanda um grupo diferentes que são chamadas asas de prata, asas dourada, dragon, demon, angel, lua, safira e por último e uma das melhores casa e aquela que é chamada de fênix dourada os três vencedores poderão escolher a sua própria casa, o resto é com essa 8 pessoas elas mesmo vão escolher quem vai entra na escola asas da liberdade e em seus grupos.

- professora quantos alunos pode ser escolhidas por eles? – perguntou Mika levantando uma de suas mãos.

- cada casa pode escolher 15 pessoas, então todos vocês estejam preparados mesmo eu sabendo que alguns não vai conseguir passar. – assim que ela terminou de falar o sinal bateu, já eu com um pouco de dificuldade me levantei e sai daquela sala.

- eren! – olhei para trás vendo Mika correr em minha direção. – você está bem?

- sim estou sim.

- mais não parece..

- eu real...- eu quase fui para o chão, mais por sorte mikasa acabou me segurando.

- você não está bem e tenho certeza que não vai aguentar muito as duas últimas aulas.- revirei os olhos com aquela suposição boba mais com a insistência dela acabei voltando para casa com a morena ao meu lado.

Quando cheguei na oficina meu irmão me olhou surpreso, mais ao olhar a garota no meu lado acabou mudando a expressão.

- posso saber o que ouve? – perguntou ele tirando as luvas e se aproximando de me.

-a professora acabou usando a habilidade dela para jogar Eren para longe. – pronunciou Mika em quanto zake me pegava no colo estilo noivos.

- acho que quebrei uma costela.- fiz uma cara de dor assim que ele apertou um pouco o local.

- eu tenho certeza que sim. – ele me olhava feio mais mudou a expressão outra vez quando foi olhar para mika. – obrigado por ter ajudado esse idiota a vim até aqui.

- não foi nada. – disse ela corada que a deixava um pouco mais fofa mais por alguma razão o sentimento que eu tinha pela Mika parecia tão diferente agora. .- me desculpe eu preciso ir..

A morena saiu correndo deixando eu e meu irmão ali plantados, o mesmo me olhou desafiadoramente em quanto eu dei um pequeno sorriso com um significado de que ele não podia fazer nada comigo naquele estado.

•°•°•°•

Assim que terminou de colocar a minha costela no lugar eu só deveria ficar de repouso nós últimos cinco dias então a partir de hoje tudo seria um tédio.

Olhei para bleck que estava deitado em cima do carpete felpudo relaxando com se nada tivesse acontecido com ele.

- na próxima vez que você provocar uma professora vou permitir que ela quebre seus dois braços. – disse meu irmão que entrava no quarto com uma bandeja de fruta.

- você não teria coragem de deixar alguém fazer isso com o seu próprio irmão!- coloquei a mão no coração e fiz uma carinha de cachorro abalado que logo fez ele ri com toda aquela situação.

- se não fosse por você eu realmente não saberia o que iria ser de me.- olhei para zake que estava com um olhar distante.

- por que temos que lembra do passado?

- desculpe eu não queria.

- tudo bem passado e passado e tem certeza que ele não vai nos encontrar. – disse com um sorriso simpático.

- eu não tenho tanta certeza assim eren. – falou ele fazendo um carinho em minha bochecha e logo beijando minha testa.

- e por que?

- o meu nome esta fazendo muito sucesso na boca do povo e tenho certeza que a notícia chegou para ele também.

-se quiser podemos fugir. -falei o abraçando forte lembrando de cada acontecimentos que aconteceu quando moramos com minha mãe e meu pai.

- não, não podemos largar a nossas vidas para fugir de um assassino.

Ficamos por bastante tempo abraçado até que alguém o chama na oficina. Eu e zake fugimos de casa ainda novos eu deveria ter um 7 anos e ele 18 anos nesse dia o nosso pai tinha cometido a maior burrada da vida ele tinha matada a nossa mãe por dentro e por fora a única mulher maravilhosa que eu e meu irmão conhecia. com medo que ele culpasse nós por sua morte acabamos fugimos para longe e nuca mais ouvido falar dele.

Nós acabamos conhecendo um velho senhor que tinha perdido seu único filho para uma doença e por causa disse ele acabou nós adotando, meu irmão acabou gostando do que o velho fazia e acabou levando para a vida toda. Quando o meu irmão completo seu 21 anos aquela pessoa que nos criou acabou falecendo deixando eu e meu irmão para trás.

Sai do mundo da lua com um pequeno lobo uivando para mim dei um pequeno pedaço de fruta para ele mais o mesmo ignorou foi quando alguém pulou pela janela do meu quarto fazendo com que eu caísse da cama e sentisse uma forte dor na costela.

- que merda v....parei de falar assim que percebi que era o Levi que estava ali presente, suas veste estava rasgadas, sua pele branca estava com alguns aranhões como se ele tivesse lutado com mais de 10 pessoas, já sol estava em seus braços choramingando como se estivesse com medo de algo o pelo branco estava escuro com se ela estivesse rolados na lama.

- Levi o que aconteceu com você? – perguntei preocupado me levantando do chão com um pouco de dificuldade.

- você está certo alguém está atrás dos dois. -ele me observava em quanto eu fazia uma careta e me sentava no colchão do meu irmão. – o que aconteceu com você?

- fui arremessado em direção de uma parede. – dei um sorriso. – mais me conte mais do que aconteceu.

- certo. – ele soltou um suspiro pesado e colocou sol no chão deixando assim que Black se aproximasse para cuidar do irmão.- saímos ontem da cidade como você já sabe, mais quando foi a noite acabamos sendo atacados eu não sei como eles são pois estava usando uma capa preta eu lutei contra eles mesmo tendo sol acabei matando alguns deles mais cada vez aparecia mais então não tive outra escolha a não ser fugir. – ele não parou de olhar para sol por nenhum minuto.

- desculpa. – abaixei a cabeça pois sabia que a culpa era a minha.

- não se preocupe com isso. – disse ele se levantando da cama e vindo em minha direção a sua mão acariciou o meu rosto em quanto eu fechava meus olhos me entregando aquele carinho.

- eren!

- hum

- preciso de um banho. – abri meus olhos vendo os olhos acidentados ainda me encarando com as mão ainda em meu rosto.

-certo. – assim que ele se afastou gritei o meu irmão que não demorou muito a aparecer.

- eu não sou surdo eren e me parece que quer ter seus pés quebrados em vez da cost....

- zake temos visitas. – atrapalhei ele a falar apontando para Levi que tinha voltado para minha cama.

- senhor ackeman!

- me chame de Levi.

- claro mais o que faz aqui pensei que tinha partido ontem.

- fui atacado a noite acabei matando alguns deles mais eles continuavam aparecendo então tive que fugir.

- no que vocês dois se metera!?- falou o meu irmão olhando para nós dois em quanto batia seus pés freneticamente no chão até que algo o mordeu. – Que merda Eren por acaso aqui está virando a casa da mãe Joana para ficar trazendo animais para cá.

- você deveria surtar menos vai acabar ficando doído- pronunciei recebendo um olhar de reprovação de zake.

- já tenho um burro para ser alimentado e um vira lata que não gosta de mim agora o que mais falta?

- eii eu não sou burro e pare de drama que já tá até de mais. – disse revirando os olhos e me deitando na cama de meu irmão.

- certo, mais realmente eu quero saber no que vocês se meteram? – zake olhava o pequeno lobo branco que realmente estava em pé de guerra com suas vestes.

- em nada zake realmente em nada.

- vindo de você eu realmente não deveria acreditar.

- realmente nós não se metemos em nada então não se preocupe. – Levi acabou me defendendo do meu irmão que acabou soltando um suspiro pesado e não tocando mais naquele assunto.

- vou arrumar algumas roupa para você Levi e também mostra o banheiro para que você tome um banho e de um banho nesse pulguento. – zake saiu do quarto tendo sol o acompanhado e logo atrás Black.

- em quanto você vai tomar um banho vou pensar em algo que possa levar você direto para casa. – dei um pequeno sorriso em quanto ele concordou com a cabeça e saiu do quarto ao ouvir meu irmão gritando por ele.

Reclamando um pouco me levante da cama e fui até a penteadeira e pequei um mapa que eu sempre guardava voltei para a minha cama e abri o mapa, peguei um pincel e comecei a fazer as anotações.

•°•°•°•°•°

Quando eu terminei Levi tinha acabado de voltar para o quarto ele vestia um quimono preto com detalhes branco que realmente o deixava mais belo.

- e então que plano você tem em mente?

- certo vou te explicar.

Ficamos a tarde toda naquilo estudando várias estratégia diferente e o contra a viagem até o sul iria dura quase dois mês pois o caminho proposto que eu tinha falado era realmente mais longo do que o caminho que ele sempre ia ou vinha.

Assim que terminamos de discutir sobre a sua volta para casa que ia acontecer no meio da noite zake veio chamar ele para comer em quanto o meu almoço acabou sendo na cama pois eu não deveria ficar andando para lá e para cá o tempo todo com eu estava fazendo.

Só me levantei para ir tomar banho e ainda por cima com a ajuda do meu irmão que não parava de pegar no meu pé até aquele momento. Quando terminei voltei para o quarto vendo que Levi estava com uma pequena trouxe de frutas que meu irmão tinha preparado para ele.

- eu vou dormir no outro quarto então vocês dois fiquem a vontade. – zake disse desaparecido da porta me deitei na cama com Black em cima de mim em quanto levi apagava a luz.

- bom noite Levi.- minhas palavras saíram como se fosse sussurro pois realmente estava com sono sendo assim não pude escutar o que Levi tinha falado.

No meio da noite senti algo quente em meus lábios não sei o que era mais sei que era realmente bom..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...