História Dentro De Um Abraço - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Fernando Mendiola, Letícia "Lety" Padilha Solís
Tags Angélicavale, Camilocas, Jaimecamil, Valecamil, Valefã
Visualizações 141
Palavras 870
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Escrito por: Maria Juliana da Silva
Postado por: Shay

Capítulo 20 - Esclarecimento


Fanfic / Fanfiction Dentro De Um Abraço - Capítulo 20 - Esclarecimento


Os olhos de Lety já estavam lacrimejantes, e embora fosse doloroso fazer aquela afirmação para Aldo, ela não conseguiu agir de outra forma. O nó na garganta não lhe permitiu falar, então ela abaixou o olhar, uma lágrima correu em seu rosto e logo Aldo entendeu que aquela foi a afirmação que ele tinha dito. 

AD – Só há uma forma de interpretar isso! Você já tomou sua decisão não é mesmo Letícia?

L – Isso mesmo Aldo! – Olha para Aldo com certo desespero no olhar – Não sabe como eu gostaria de poder te amar! Mas jamais poderia mentir para o meu coração, e seria injusto ser desonesta com você e comigo mesma. Isso seria terrível.

AD – Eu compreendo Letícia. Compreendo perfeitamente.

L – Se você tivesse chegado em minha vida antes Aldo, eu tenho certeza que me apaixonaria loucamente por você. Poderia chegar a te amar como você merece. Mas infelizmente não foi assim... Quando você chegou o seu Fernando já estava aqui, cravado em meu coração! E eu simplesmente não posso, eu não consigo deixar de amá-lo. Não conseguiria jamais, me entende. Mesmo depois de toda a dor que ele me Fe passar, mesmo depois de todo aquele sofrimento, eu ainda o amo com a mesma intensidade que antes. Não! Na verdade eu o amo ainda mais... O amo ainda mais, principalmente agora que é notável a mudança daquele homem que um dia me destruiu, mas que agora adquiriu maturidade e está tentando se redimir.

AD – Tem razão! Eu devo reconhecer que Fernando está mesmo se mostrando um homem de caráter.

L – Aldo... Eu quero, eu preciso muito me dar a chance de ser feliz ao lado do homem que eu amo. Eu posso te garantir que se o seu Fernando ainda se mostrasse aquele homem imaturo, egoísta e inconsequente que me usou, eu não pensaria duas vezes antes de me jogar em seus braços e tentar te amar e esquecê-lo de uma vez. Mas eu pude ver um Fernando totalmente diferente, e sinto que este sim me ama. Eu preciso dar a ele e a mim essa chance de tentarmos ser felizes.

AD – Eu confesso que esperava ouvir outra coisa de você Letícia. Mas fico muito satisfeito que tenha escutado o seu coração e esteja agindo assim, com tanta decência e sinceridade. Isso só me faz te admirar e te querer ainda mais. Amo você Letícia... Amo a sua capacidade de amar, de perdoar.... De ser você mesma e de ouvir o seu coração. Essa é a Letícia pela qual me apaixonei. E essa é a Letícia que eu admiro e respeito.

Lety escutava tudo com atenção enquanto seu choro ia aumentando com o desenrolar da conversa. Era difícil porque ela admirava muito aquele amigo que fez tanto por ela. Mas ela não poderia retribuir tanto carinho e amor com enganos. Não poderia enganar a si mesma e muito menos ao Aldo, que sempre foi tão maravilhoso com ela:

L- Muito obrigada por ser tão maravilhoso e compreensivo Aldo! Sabe que te admiro muito, e a cada dia te admiro mais e mais. Acredite Aldo, eu o amo, mas não como você gostaria. Você é muito especial para mim... Eu não queria te magoar.

AD – Bem, o que posso dizer Letícia? Não vou fingir que não estou realmente triste com tudo isso. Mas eu quero mesmo que você seja feliz

Lety sorrir, e passando a mão no rosto de Aldo, e diz:

L – Também desejo que seja feliz Aldo. Mas acredite, não serei eu a pessoa que te fará feliz, porque ninguém pode ser feliz vivendo uma vida de enganos.

AD – Concordo com você Letícia.

Ele dá um sorriso triste e abaixa o olhar. Ela tira a mão que acariciava o rosto dele e afirma:

L – Tenha certeza que a conceitos vai fazer até o impossível para que esta dívida seja paga o mais rápido possível. E assim logo você poderá retomar o seu sonho de ter o seu próprio restaurante.

AD – Eu não quero que se preocupe com isso Letícia. Fiz porque realmente te amo. E teria feito de novo. Não quero que você pense que fiz isso pra que se visse obrigada a ficar comigo.

L – Jamais pensaria isso de você Aldo!

AD – Estou muito satisfeito de ver que você soube escutar o seu coração.

L – Queria tanto te amar como você merece Aldo.

AD – Mas já não pode amar outro não é mesmo Letícia?

L – Não posso mentir! Você sabe que não.

AD – Bem Letícia, eu na verdade estava achando que essa conversa teria outro rumo.

L – Mas o que te fez pensar assim Aldo?

AD – Bem, é que o Tomás...

L – Ai não, o que foi que ele fez?

AD – Não fique chateada com ele, a verdade é que o Tomás me falou que nessa madrugada você tinha afirmado pra ele que era comigo que você queria ficar.

Totalmente sem graça Lety tenta se explicar:

L – Ai... Ai, me desculpe Aldo!!!! Na certa houve um mal entendido da parte do Tomás. Aquele tonto acabou não entendendo nada, ele estava mais dormindo que acordado quando conversamos. Não acredito que o Tomás fez isso!

Aldo não conseguiu controlar o riso quando viu quão nervosa e sem jeito a Lety ficou com o que ele falou:

AD – Não se preocupe Letícia. E não brigue com o Tomás, você sabe que ele só quer que você seja feliz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...