História Depois da hora do Lobo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Jon Snow, Sansa Stark
Tags Drama, Game Of Thrones, Jonsa, Romance
Visualizações 248
Palavras 876
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Os personagens pertencem a George R. R. Martin.

Capítulo 5 - Temos um acordo.


Todos saíram sem esboçar reação ou fazer um único comentário. Enquanto todos saíam o Rei do Norte encarava sua prima mais velha. Quando Arya passou ao fim empurrando a cadeia de Bran, estavam a sós. Jon então a abraça.
 

-Eu não sei o que dizer. - Confessou olhando-a.
 

-Eu ainda não acredito, escondi de todos, somente Bran sabia. - Comentou indiferente.
 

-Você não parece feliz, se quiser podemos ficar juntos. - Destacou. - Não somos irmãos.
 

-Não sei o que pensar ou fazer. - Mostrou-se assustada. - Tive receio de Mindinho fazer algo, que alguém descobrisse.
 

-Vai ficar tudo bem. - Respondeu antes de beijar-lhe a boca. - Estamos aqui.
 

-O que faremos, Jon, o quê? - Lady Stark estava nervosa. - Você está no Jogo dos Tronos agora, o mundo é seu inimigo. E além do mais há Daenerys, até onde sei você deve casar-se com ela.
 

-Nem lobo e nem dragão, eu sou um Snow. - Falou cansado. - Por que não me avisou, mandou uma mensagem?
 

-O que eu faria se essa mensagem caísse em mãos erradas, ou mesmo se o Meistre descobrisse? - Questionou. - Você não entende, eu tentei de tudo para solucionar esse, essa... Situação. - Falou desconfortável.

-Por favor, Sansa. - Repreendeu Jon. - É uma criança, nossa criança. Você deseja casar comigo? - Perguntou abruptamente. 
 

-Somente se desposar a mim e a Daenerys. - Impõe. - Você desafiou o trono de ferro, será mais seguro para todos se você o fizer. 
 

Jon e Sansa conversaram por muito tempo, sobre o que fariam e como fariam. Faltava acertar com Daenerys e conversar com os lordes do Norte e do Vale.  Jon saiu para pensar no bosque sagrado. Sansa já passara tempo demais com os deuses novos e antigos, por hora precisava ter com uma rainha prateada.

Saiu a procura da rainha pelos corredores, não sei difícil encontrá-la tendo em vista o tamanho de sua comitiva, além do fato de que ela deveria estar em dos melhores aposentos. Seu pensamento não estava errado, encontrou dois homens fortes que pareciam ser dothrakis de guarda no quarto de foi de Robb. Parou na frente de ambos, um deles bateu na porta com o cabo do arac, até que a jovem estrangeira abriu a porta do aposento e numa língua gutural deu uma ordem. Os fortes homens deram passagem a Sansa Stark. No aposento encontravam-se a rainha, a conselheira da rainha e o ex-marido de Sansa. O assunto cessara quando ela adentrou ao recinto, a rainha a encarou. 

-Nos honra com sua visita Lady Sansa. - Cumprimenta a Mão da Rainha.
 

-Obrigada Tyrion, fico feliz em revê-lo. - Fez uma breve reverência à ele e à rainha. - Se não for inoportuno, gostaria de conversar com vossa graça, é possível? -Indaga.

-Como quiser, eu já a aguardava. - Com um aceno de cabeça os acompanhantes da rainha as deixaram a sós. - Tyrion me disse que você faria isso, ele parece lhe conhecer. 
 

-Eu e Lorde Tyrion fomos casados. -Explica. - Estava com Jon até agora, ele está relutante sobre a sua solução para o problema. 
 

-E você? 

-Estou de acordo com seus termos vossa graça, vocês estão no jogo dos tronos, e esse jogo significa viver ou morrer.
 

-Nós estamos, Lady Stark. - A encarou. - Você está escondendo bem a barriga. - Observou. - Como faremos Jon aceitar meu acordo? 
 

-Ele não deixará que me exponha perante o Norte, irá zelar por minha honra. - Explicou. - Ele pediu me pediu em casamento, mas disse que somente aceitaria se ele nos desposasse, as duas. Mas antes... 

-Preciso reconhecê-lo como um Targaryen. 
 

-Sim, mas isso lhe tira o total poder do trono, por isso no acordo deve constar que você reinará e não ele. - Expõe Sansa. 
 

-Sem dúvida, o trono me pertence. 
 

-Isso não é problema, precisamos informa-lo. - A rainha assentiu.

As mulheres se retiraram do quarto, a ruiva foi a frente mostrando o caminho sendo seguida pela prateada e parte de sua corte. Ao chegar próximo ao bosque sagrado a ruiva parou.
 

-Esse é um lugar sagrado para o povo do Norte. - Explica. -Devemos entrar somente nós duas.
 

-Essa conversa pode levar tempo, podem voltar aos seus afazeres. - Ordena a rainha. 

No bosque sagrado o Rei do Norte estava ajoelhado perante a árvore coração, estava tão concentrado em seus pensamentos que não notou a chegada das mulheres.

-Jon. - Chamou a ruiva, ele ergueu-se virando-se em direção a sua voz,  suspirou pesadamente ao vê-las. 
 

-Não acho que vieram horar para os deuses. - Comentou cansado.
 

-Lady Stark e eu consideramos certos termos para um acordo, resta a você aceitar.
 

-Não pareço ter opção. 

 

-Será melhor para todos nós, Jon, todos. - Justificou a ruiva. - Um futuro melhor para os que virão, depende disso. - Sabia que argumento usar. 
 

-E quais são os termos? - Perguntou vencido. 
 

A dupla de mulheres explicou o acordo por completo, do casamento com ambas ao modo de governar. Um acordo para amarrar os sete reinos e vencer Cersei Lannister. Jon se viu encurralado, percebeu que as mulheres são muito mais cruéis e dominantes dos que os homens, mas nem sempre o fazem as claras. Aceitou o acordo, ainda que a contragosto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...