1. Spirit Fanfics >
  2. Depois da meia noite - Pjm Jjk >
  3. Segundo Capítulo

História Depois da meia noite - Pjm Jjk - Capítulo 2


Escrita por: yse_ven

Notas do Autor


♡ > Não repostem ou modifiquem, plágio é crime.

Capítulo 2 - Segundo Capítulo


Jungkook estava exausto, o festival o deixou super cansado e ele só desejava tomar um banho, deitar em sua cama e dormir até o amanhecer. O moreno foi o último a ir embora pois ficou para ajudar as criadas a arrumar tudo, mas teria que voltar amanhã para ajudar a preparar as coisas para a missa.

A noite já havia chegado e o céu estava cheio de estrelas bonitas que brilhavam ao redor da lua, ainda estava cedo e o garoto resolveu parar em uma pracinha e se sentar em uma balanço. Perdido em seus pensamos, Jungkook não tirava de sua cabeça o ser que viu na floresta, ele era lindo, seus olhos pequenos o chamou bastante atenção, mas o garoto estava um pouco confuso pois diz a lenda que é proibido olhar nos olhos do demônio e ele olhou mais nada consigo aconteceu.

~ •°• ~

VOCÊ O QUE?!!! - O homem de cabelos loiro gritava alto. - Sabe o perigo que corria?

Desculpa Nam - O garoto dizia com a voz baixa, seu irmão estava certo e se a igreja o pegasse poderia está morto agora - Eu só fui dar uma volta.

Dar uma volta? - Namjoon jogava os cabelos para trás - Alguém viu você, Jimin?!

Jimin nunca havia matado um mortal, era novo só tinha 118 anos e se contasse que alguém lhe viu o seu irmão perguntaria se o matou, como ele não fez isso o Nam poderia ficar mais irritado ainda. 

Ninguém me viu - Jimin mentiu, o mesmo abaixou sua cabeça mordendo os lábios - Não fique bravo...

Ainda bem - Namjoon sentou no sofá respirando aliviado - Está de castigo, ficará sem sangue está noite...

Namjoon... - Seokjin se sentou ao lado de Jimin, este que fungava baixinho. O moreno deitou sua cabeça sobre o peito do mais velho. - Não pode fazer isso com ele.

Jimin, sobe e só saia de lá com minha permissão - O homem ordenou antes de sair da sala e sumindo por um corredor.

Jinie... - Jimin o chamou com uma voz triste, estava triste pois passaria fome aquela noite e ter que esperar até a próxima noite era tortura pra si.

Eu vou dar um jeito nisso - Seokjin iria conversar com Namjoon pra ver se ele mudaria de idéia,  mas seria um pouco difícil já que uma vez que ele dá a ordem, ninguém consegue fazê-lo mudar. - Agora suba pro quarto.

Jimin apenas afirmou com a cabeça e se soltou dos braços de Seokjin, o garoto levantou do sofá caminhando até a escada e passou a subir degrau por degrau até chegar no primeiro andar da casa, o mesmo caminhou por aquele corredor escuro que era iluminado por velas até chegar em frente a porta de seu quarto, o cômodo que dividia com seu irmão e seu cunhado. Jimin colocou a mão na maçaneta e a girou abrindo a porta e tendo visão de seu irmão Hoseok abraçado com Yoongi na cama.

Vacilando outra vez de novo, Jimin - O tom de voz de seu irmão continha um deboche - pode ficar calmo que eu vou trazer uma tampinha de sangue pra ti.

O Yoongi deu uma risadinha baixa com o que seu namorado havia dito, Jimin pegou um travesseiro tacando em seu irmão e deitou no colchão macio de sua cama. Sabemos que vampiros não choram, não dormem, não comem e nem sente dor, vivem na escuridão dependendo de sangue para sobreviver, são seres imortais mais também tem suas consequências de não poder tomar um banho no sol, ficar mais de cinco dias sem sangue ou ser acertado com uma estaca de madeira no coração, não podem entrar em residenciais sem a permissão dos moradores.

~ •°• ~

Jungkook estava sentado a mesa junto com sua família jantando, o garoto estava com seus pensamentos longe ainda é não conseguia tirar o ser de sua cabeça, nesses pensamentos ele pensou até em entrar na floresta mais nunca faria por medo.

Filho - A senhora Jeon chamou por si o tirando de seus pensamentos fazendo o mesmo a encarar - Está tudo bem? Está pálido, tem febre? - A mulher o perguntou preocupada.

N-nãoo... está tudo bem - Não mentiu, mas também não disse a verdade. Estava pensando se deveria contar - Mãe, Pai...

Diga, meu filho - Os pais de Jungkook tinha toda atenção em si.

E-eu.. - O garoto olha para os rostos de seus pais, seus punhos fecharam sobre a mesa e o garoto se levantou - Eu preciso ir dormi - Jungkook saiu rapidamente da cozinha deixando seus pais confusos e foi para seu quarto. Ao entrar no cômodo o garoto fechou a porta e caminhou até a cama jogando seu corpo no colchão macio.

Preciso contar ao Taehyung - O garoto rapidamente se levantou da cama e caminhou até sua poltrona sentando nela, o moreno pegou seu telefone retro o pondo na orelha e começou a digitar, assim que terminou não demorou muito para que o amigo deste atendesse - Tae-ah, sou eu Jungkook.

Gguk - O amigo dizia seu nome contente do outro lado da linha, Taehyung sempre fora apaixonado por Jungkook desde que eram pequenos, os dois já trocaram selares quando crianças mais depois que cresceram nunca mais fizeram isso - Aconteceu algo?

Tae-ah, podemos nos encontrar na praça amanhã cedo? - O moreno dizia um pouco baixo enquanto enfregava sua coxa direita em nervosismo. - Preciso conversar com você.

Podemos sim - Taehyung concordou rapidamente arrancando um riso de Jungkook - Vamos tomar sorvete também.

Tá bom - Jungkook desligou a ligação e suspirou pesadamente, precisava contar o que viu ou iria explodir. O garoto se levantou apagando as velas de seu quarto e deitou-se na cama cobrindo seu corpo, o sino da igreja se fez presente avisando a todos para estarem dentro de suas residências e aliviado por estar, Jungkook apenas fechou seus olhos e se pôs a dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...