História Depois da tempestade ( em revisão) - Capítulo 6


Escrita por:

Visualizações 113
Palavras 1.319
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


10 anos foi o tempo que passou desde que Diane saiu de Denzel

Capítulo 6 - Vivendo em Camelot


 10 anos depois  

 Nossa estou tão atrasada que horas são? 

Você anda com a cabeça no mundo da lua hein. 

Não seja chata Ellie, eu tive uma noite um pouco conturbada 

Amiga... quando você não estava se revirando nos lençóis, chamava baixinho o nome dele.. 

Ah não de novo não - Diane enterrou o rosto entre as mãos 

Você ainda o ama não é mesmo? Então porque está nesse relacionamento de quase dois anos com o Howzer? 

O Harlequin foi embora, se esqueceu? Parece que o King se recusa aparecer, mesmo sabendo que só "segui" em frente porque ele não queria mais nada comigo e ainda assim continuo sonhando com ele. 

Pelo jeito não importa a distância ou quantos anos passem seu coração ainda pertence a ele e você fugindo do Howzer também não ajuda - Ellie completou a frase da sua amiga com um sorriso doce- Bom eu tenho que ir, vidas não vão ser salvas se eu continuar aqui - Ellie saiu prendendo seus enormes cabelos prateados 

Sua boba você vai salva-los do café da manhã do seu chefe, eu não entendo o que a filha de um prefeito faz trabalhando numa cafeteria - Diane gritou enquanto terminava de tomar café para ir à academia, sua amiga loira havia acabado de aparecer na sala e já a encarava de forma divertida 

A mesma coisa que uma garota bem-sucedida faz estando no corpo de bombeiros e um membro da Realeza no curso de enfermagem... a liberdade é difícil de ser alcançada, eu vou e não esqueçam da nossa baladinha mais tarde estarei em casa as 18hs – a prateada fechou a porta 

Gente vocês não mudam, eu estou de plantão hoje não consegui trocar - Elaine batucava as unhas na mesa – Diane a abraçou e sorriu  

Que tal se a gente for amanhã? 

Amanhã não é o seu aniversário de namoro? - a morena corou com aquela pergunta, já tinha esquecido do seu aniversário de dois anos de namoro  

Ah é, Howzer me falou que tinha uma surpresa pra mim - sorriu da melhor forma possível. Ambas saíram, Diane chegou ao corpo de bombeiros e agradeceu por não ter nenhum resgate ou incêndio em Camelot, passou o dia treinando e quando deu 18 horas retornou para sua casa ao chegar encontrou Ellizabeth com várias peças espalhadas pela sala 

 Você tem um quarto enorme sabia? - detestava a bagunça que a prateada fazia 

 Ah eu sei, mas isso não é pra mim e sim pra você – pegou um vestido azul e colocou na frente da morena 

 Oi? Eu não vou usar isso, se vamos a balada eu vou do meu jeito – Diane cruzou os braços 

É sério?! Eu vasculhei seu armário e não achei um microvestido lá dentro. Nada de jeans, vai deixa,eu juro que vou pegar leve. 

Elizabeth Liones, você não sabe o que é pegar leve além do mais Howzer vai esta la me esperando, então não tem motivo pra eu por uma roupa tão vulgar! - ofendeu a amiga sem querer 

Nossa eu não sabia que se vestir pra você mesma era ser vulgar! - cruzou os braços em tom de desaprovação pelas palavras da amiga 

Desculpa amiga, você sabe que eu não gosto de nada extremamente colado... 

Ah fala sério com esses corpão, ah vai colocar sim. De que adianta se matar de treinar, fazer Kendo, jujitsu e aquelas outras artes marciais esquisitas se você não quer mostrar os benefícios? – Elizabeth apenas ria da vergonha de sua amiga 

Tah se eu deixar você me vestir, você cala a boca? 

Ok, então vamos começar – Ellie catou todas as roupas e levou pro quarto de Diane, em seguida foi para o seu, a morena tomou um banho e atendeu seu celular que vibrava sem parar em cima da mesa 

 
             Ligação on: 

 - Boa noite gatinha, esta ocupada? 

- Boa noite gato! Não estou não, porque? 

- Queria te ver rapidinho precisamos ter uma conversa. 

- E não da pra esperar até a festa?

- Eu estou aqui em baixo, cheio de saudade da minha namorada. Vai me deixa subir, por favor 

- Ok, vou deixar a porta aberta

 
           Ligação off 

 
            Droga! - correu pelo quarto vestindo a primeira coisa que achou e esperou o loiro aparecer na porta da sala 

 Nossa gatinha você esta linda - selou seus lábios 

 O que é tão importante que não pode esperar a festa? 

 Bom meu pai volta de viagem hoje aí minha mãe pediu pra busca-lo no aeroporto, o voo chega as 23 hs 

 Ah então nos vemos amanhã? – sorriu pra ele 

 Ou podemos aproveitar essa tarde – se aproximou dela 

 Nós não estamos sozinhos – deu uma desculpa 

 Então vamos para o seu quarto – colocou a mão na coxa dela e selou seus lábios novamente 

 Ou nós podemos ficar aqui... – se jogou nos seus braços e começaram a se pegar, depois de uma hora ali o loiro foi embora e a morena respirou tranquilamente – Ufa!! 

 Diane até quando você vai enrolar o pobre do Howzer? - Ellie apareceu enrolada na toalha aquela situação a irritava 

 Eu não estou enrolando ele, só não me sinto à vontade com isso 

 Isso que você diz é o seu namorado, vocês vão fazer dois anos e você foge mais de ficar sozinha com ele do que o diabo foge da cruz! - A prateada se aproximou – Você esta com medo é isso? 

 N-não, só não me sinto à vontade 

 Ah já sei, você é virgem! Só pode, nunca vi você com um garoto e olha que te conheço a 7 anos. Não fica assim não amiga se for o caso eu te passo umas dicas - pisou pra morena que enrubesceu 

 Elizabeth! Nem tudo se resume a sexo sabia! Tem coisas mais importantes do que isso... 

 Tipo o que? 

 Amor por exemplo, uma conexão profunda entre seus sentimentos e o da outra pessoa 

 Que você não ama o Howzer eu sei, mas não quer nem tentar? 

 Eu gosto dele, mas isso não é o suficiente entende? 

 Entendo, você ainda ama o Harlequin... Uma hora você vai ter que seguir em frente – Ellie falou nervosa, sabia que o namorado da amiga tinha planos além das expectativas dela. 

 Apenas vamos nos arrumar e ir pra balada ok. E você ficou de me ajudar com a roupa não esquece – a morena foi pro quarto seguida pela amiga ambas discutiram muito até Diane aceitar a escolha da prateada, um vestido tubinho mediano na cor azul marinho com alças e saltos da mesma cor assim que vestiu e se encarou no espelho ficou feliz com o que viu, estava linda e discreta do jeito que gostava 

 Bom, então vamos? - Elizabeth usava um microvestido tomara que caia na cor preta e saltos vermelhos 

 Mas ainda são 21hs 

 Eu sei mas vamos jantar fora hoje se esqueceu, nossa tão sonhada folga da faculdade – a prateada a abraçou, sairam e seguiram de carro até o restaurante de luxo da cidade comeram em meio a conversas do cotidiano e quando foi por volta de 23:15 hs chegaram na boate. 

 Esse lugar é novo aqui em Camelot? Não lembro de termos vindo aqui – a morena reparou naquela decoração 

 Sim, Meliodas e Ban estão inaugurando hoje, por isso entramos pela área vip! 

 Mas o Ban não está no hospital? Elaine vai pra lá toda noite quando não está de plantão 

 Sim, mas ele quis que a inauguração acontecesse hoje mesmo vem vamos dançar – puxou a morena pro meio da pista, a mesma demorou a entrar no ritmo mas depois cedeu e aproveitou o rebolado junto a amiga. Dançaram e beberam até cansar.  

 Nossa vamos sentar? - começou a sair da pista 

 Ah para Diane, vem vamos – saiu correndo atrás da amiga a puxando em seguida. 

Ambas voltaram a dançar sem importar com nada, Diane não sabia, mas um garoto de óculos a observava de longe com seu coração apertado em meio ao peso de suas escolhas. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...