História Depois de Hogwarts - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Ronald Weasley
Tags Harmione, Harry Potter, Hermione, Jk Rowling, Rony Wesley
Visualizações 8
Palavras 1.110
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Era pra postar só na semana que vem maaaaasssss como eu vou acampar eu nn vou ter tempo pra escrever. Então fiz um Cap menor pra nn deixar vcs sem Cap. Bjs de luz e boa leitura.

Capítulo 6 - O reencontro


Fanfic / Fanfiction Depois de Hogwarts - Capítulo 6 - O reencontro

(Ele fala com o Rony e o mesmo topa de cara) Rony e Harry se encontraram em um bar, como sempre Rony chega atrasado e atrapalhado. Harry dá um abraço apertado que só se pode entender estando no local. Eles se sentam e Harry puxa o assunto principal :

- Rony como vai a vida?

- Uma desgraça, eu terminei com Hermione, meus pais estão brigando, eu estou desempregado e ainda moro com meus pais.

- Você reclama! Haha - uma risada falsa tá galera?! - Você reclama de morar com seus pais eu ficaria feliz se morasse com eles ate hoje! Dê valor ao pouco que voce tem. 

- Desculpa. Não foi a intenção.

- Ah não se preocupe, muitas pessoas insultaram meus pais sem nem tê-los visto. Eu que os chamei na conversa. Algo de bom pra me contar? 

- Tenho várias histórias engraçadas que aconteceram nesse últimos anos. Quer ouvir?
- Sim com certeza.

E ali eles ficaram conversando como se não houvesse amanhã. Até que Rony diz:

- Você faz algum esporte? 

- Não nenhum por que? 

- Queria te convidar a ir comigo a um clube de quadribol mas não profissional, só a brincadeira, topa? 

- Eu gostaria mesmo de ir mas eu tenho o trabalho que é sem horário de saída definido. Quanto antes eu terminar antes eu volto pra casa. E também tem o meu curso. Que prometi terminar...

- Prometeu pra quem? Tem alguém rodeando o Harry? 

- Então, eu tinha que te contar uma coisa. 

- Ah Harry está tarde. Eu tenho que voltar pra casa, amanhã você me conta. Tá bem?! 

- Ok, sem problemas.

Harry estava com seu coração acelerado parecia o ator principal de uma novela e achava sentir a mesma tensão que eles sentem nas cenas de traição,morte etc. Por que ele teria que adiar esse momento?! Por que logo naquela hora, ele já podia até ter contado toda a história do beijo em Hermione e ter ficado mais aliviado. Ele decidiu que não dava pra esperar. 

- RONY!! - ele grita alto - preciso te contar uma coisa. Sabe ontem durante a tarde eu preciso te contar o por que eu não te chamei pra sairmos. A verdade é que: ontem eu saí com Hermione, nos comemos no parque e só saímos de lá de noite. Na saída... nós se beijamos. Pronto eu precisava te contar isso. 

- Harry... Eu não acredito! Você é um verme estúpido! - A primeira lágrima cai do rosto de Rony - todos esses anos confiando em você. TODOS. NENHUM ANO A MENOS. Eu esperei que esse momento chegasse pra conversarmos tudo. Confiei em você. Você sabe o quão mal eu fiquei de terminar com Hermione. Você sabe a minha história. Você me conhece, mas o seu egoísmo o consumiu.- Rony para se escora em uma mesa e chora. As pessoas do bar estavam horrorizadas com tudo aquilo. O gerente chega e os expulsa do bar. - Não se preocupe senhor. Eu já sairei daqui mas antes eu só lhe digo uma coisa Harry. TODA A NOSSA AMIZADE ACABOU. Entendeu? Tudo por que voce é um filho da mãe. Que não liga pra amizades apenas para oque lhe convém. Não volte a falar comigo Potter. Passar bem.

Harry não soube responder todo aquele desabafo de Rony afinal, Rony estava certo ele tinha sido egoísta. Mas, como se desculparia? O melhor á fazer é esperar. As vezes o tempo é o melhor remédio. 

Quando chega em casa Harry toma um banho longo pois amanhã iria voltar ao trabalho, arruma sua cama e deita. A noite foi longa, Harry não dormiu nem sequer piscou o olho. Ele só pensava na burrada que tinha feito. Harry começou a sentir suas mãos tremerem,seu suor escorrer, sua língua coçar para gritar alto o tanto de raiva que estava sentindo. Ele sabia que tinha feito besteira em ter ficado com Hermione sem Rony saber. Ele se levanta e da um soco na parede porém sente a mão doer e prefere não fazer mais. Chuta um lixo de papéis que estava em seu quarto e sai. Ao chegar lá fora, Harry vai até a casa dos Weasley (Sim, a casa dos Weasley),bate na porta e pede sutil e agressivamente ao mesmo tempo que a Sr. Weasley chame Rony mas não diga que Harry está lá. 

Rony chega se depara com a cara de Harry e diz:

- Ah cara, eu não quero falar com você. Tá bom? Siga a sua vida com Mione e eu sigo a minha. 

- NÃO! - Harry grita - Espera, eu precisava conversar com você. Eu sei que só faz horas que eu te vi e que são quase 3 horas da manhã, mais eu preciso falar com você. 

- Eu não deveria falar com você mas... o que você quer? Eu tenho que voltar a dormir. 

- Me de 5 minutos da sua atenção. - ele se prepara pra falar - Eu sei que você ainda deve gostar de Hermione, eu entendo. Mas entenda o meu lado: você não namora mais com ela, ela estava meio triste e sem graça. E eu também! Nossas situações se encontraram e parecia que nos entendíamos. Sabe? Eu estou sozinho todo esse tempo! São mais de cinco anos fora de Hogwarts, mais de cinco anos! Eu estive esse tempo todo sozinho. E até que enfim eu encontrei alguém que possa dividir uma vida comigo. Rony eu só te peço uma coisa: por favor me perdoe... a intenção nunca foi te machucar ou te atingir. Eu só estou tentando ser feliz. Me de essa chance... por favor? 

- Não sei Harry. Isso me faz desconfiar de você e não existe amizade se não tiver confiança. 

- Aos poucos eu recupero a sua confiança confia em mim. 

- Tá bem Harry. Amanhã eu vejo isso agora eu quero dormir.  

- Boa noite Rony. 

- Noite Harry.

Ele voltou para casa triste já que tudo aquilo não tinha convencido Rony. Chutando tudo o que via pela frente, Harry chegou a conclusão de que não valia a pena perder tempo com Rony. Ele tentara conversar mas Rony deu de ombros e simplesmente o ignorou dizendo que não confiava e estava com sono. Afinal, não fizera por mal ele só queria se sentir mais feliz. Não pensou que Rony ficaria chateado aliás, estressado até demais. Hermione não era propriedade de Rony e ele não podia ficar tão estressado. Chegou em casa era quase 6:30 da manhã. Preferiu não dormir senão iria se atrasar vestiu qualquer roupa pois estava exausto e saiu a passos até chegar no ministério da magia quase dormindo. 


Notas Finais


Agora eu vou marcar datas pras postagens pra nn ficar muito tempo sem postar nada blz?
A próxima data é: 20 de Outubro as 13:30


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...