História Depois de Você - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 24
Palavras 2.438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente me desculpe por só solta o capítulo a essa hora, é que eu perdi a hora de novo, e meu celular tava carregando, e eu to mais vendo um filme enquanto escrevo, mas não posso deixar de soltar os dois hoje, amanhã tem outro capitulo de Depois de Você, e não se esqueçam de ir ver minha outra fanfic Apaixonado pela minha ALUNA.

Boa noite
Boa leitura.

Capítulo 15 - Primas !


Fanfic / Fanfiction Depois de Você - Capítulo 15 - Primas !

Depois de muito cantar e dançar na chuva, eu decidi ir para casa, até porque já estava de noite, e eu já devia estar a umas duas, três horas na chuva, eu sei exagerei nas horas, mas estava tão bom.

- Cof Cof - Consigui encontrar o caminho de casa mesmo depois de andar sem rumo durante horas, eu já estava abrindo a porta a de casa.

- Cof que frio cof - Já dentro da sala comecei a tossir, normal depois de ter passado horas na chuva e ainda mais com aquele vento.

Subi as escadas tremendo de frio, me despi e deixei as roupas molhadas no chão do quarto mesmo, liguei o choveiro na água mais quente que tivesse, e entrei em baixo.

- Ah... - Suspirei fundo, estava tao bom, depois de passar horas na chuva fria, uma água quente não é uma maravilha.

Sai do chuveiro, coloquei uma calcinha box azul escuro, um top também azul escuro de acadêmia e uma blusa que tinha do Luka ali na minha escrivaninha.

- Ainda cof tem o cheiro dele - Disse Sorrindo, ele cheira muito bem, não estava com fome então deitei na cama sem me cubrir mesmo, estava morta então logo dormi.

Isa Off

Daniel On

Tinha acabado de dar uma bela de uma bronca na Sophie, Eu me sentia mal por isso, ela era minha filha e nunca tinha feito isso antes, era só eu e ela, sua mãe não estava aqui e nunca esteve... Nunca pode acompanhar a vida da nossa Sophie, então eu tinha que deixar tudo em ordem.

Eu até pensei em dormi aqui hoje, afinal amanhã eu não tenho consultas na parte da manhã, mas eu tinha que ver como estava a outra rebelde, me sinto obrigado a ir como está Isa, sua mãe me deixou tomando conta dela, e isso que eu vou fazer, como Sophie estava no seu quarto, e com os acontecimentos de hoje, presumi que ela não me procurado mais hoje, tem comida na geladeira, e a amanhã eu volto para ver como ela está, então peguei o carro e fui em direção a casa da Isa, tinha roupas minhas no quarto da mãe dela, eu me ofereci para ficar no de hóspede mas ela insistiu com vai passar 2 anos lá então...

Chegando lá . . .

Demorei um pouco para chegar lá, estava chovendo e isso fez com que a pista ficasse escorregadia, passei uns 20 minutos para chegar lá, chegando lá chequei no relógio eram exatamente 22:03.

Corri até a porta, ainda estava chovendo forte, abri-la sem nenhuma dificuldade.

- Aaa - disse quase escorregando, o chão estava úmido, deixei a chave no balcão da cozinha e tirei o casaco, pendurando o mesmo na cabide perto da porta.

Subi as escadas.

- Isa ? Está dormindo ? - disse olhando para dentro do seu quarto, a porta estava entre aberta, como não obtive resposta entrei.

- Mas oq.. - Tinha roupas no chão, completamente molhadas, me abaixei e peguei-as e coloquei no sexto de roupas perto da sua escrivaninha.

- Cof Cof - Me virei quando escutei barulho de alguém tossindo, ela está na sua cama, mas não está coberta, está com uma blusa preta com alguns desenhos de números meio apagado, e de box.

Me aproximei e a cubri com seu Edredom, olhando-a assim nem parece que é um demônio em pessoa Haha, imagina se ela e Sophie fossem irmãs.

Me aproximei e toquei no seu cabelo o pondo para trás da orelha.

- Isa ! - ela está queimando, ponho minha mão na sua testa para confirma, e ela está mesmo queimando em febre.

- ISA ! - A chamo mais uma vez e só oque recebo e um grunhino.

- Unnhh - Ela franzi as sobrancelhas ainda dormindo.

- Isa, acorda você está queimando em febre ! - A puxo, deixando-a sentada na cama a segurando pelos ombros.

- Me deixa dormi Cof Cof - ela me responde ainda sonolenta.

- Não, acorda já ! - eu a encosto na cama, e desço, pego alguns remédios, faço um chá bem quente, e subo

- Toma aqui - Sento na ponta da cama e ela se encosta em mim, a ajudo a tomar os remédios.

- Oque é isso... - ela pergunta com um olho meio aberto confusa.

- Não Pergunte, só beba - digo a ajudando a segurar a caneca de chá.

- Mas é ruim... Não quero - ela vira o rosto.

- Mas você vai ter que tomar, aonde você estava ? - digo me levantando, ainda a deixando encostada na cama.

- Dormindo... Antes de você me acorda, e me dar essas coisas ruins - ela diz sonolenta e bocejando, em quanto eu abro seu guarda roupa, e pego um blusão preto com desenho de coelho estampado, e uma calça azul marinho, e fecho o mesmo.

- Antes disso... - digo indo em sua direção, tento dar de novo um pouco do chá mais ela recusa.

- Ah...Na chuva, devo ter passado quase três horas lá cof cof - A olho incrédulo.

- TRÊS HORAS ? Perdeu o juizo, oque você fazia na chuva durante três horas ??!! - digo a encarando parado a sua frente.

- Dançando... Cantando... - Ela responde sorrindo sonolenta.

- Tá achando que a chuva é algum Palco?! Toma veste isso aqui ! - Jogo a roupa sério na sua cara mas ela só se vira e se volta a se deitar.

- Ah não acredito, parece que ta bêbada, não faz nada ein ? - ela não responde, só boceja, pensei que ela ainda conseguia pensar, quem passa três horas na chuva dançando e cantando ?!

- Só faz merda ein - digo a encarando, pego o blusão, tiro a blusa que ela está pelos braços, E felizmente ela tem algum por baixo, olho pra sua cara ela parece dormir profundamente, coloco o blusão, pego a Calça leeg e visto a mesma nela.

- Agora toma seu chá - a puxo mas ela parece relutar, por estar sonolenta não consegue durar muito a sua "birra" e logo toma o chá por completo.

- Isso é horrível Dani, ECA - Ela faz cara de nojinho e apóia sua cabeça no meu colo e impressionantemente logo volta a dormi.

- Parece que ta sobre efeito de drogas - eu riu baixo, e começo a mexer no seu cabelo.

- Talvez eu esteja - ela sorri de lado, e volta a dormir,  e eu volto a fazer cafuné no seu cabelo até eu ter certeza que ela estava dormindo completamente.

Quando fui me levantar recebi uma mensagem da Helene.

Mor : Eu sei que já é tarde, mas eu não poderia dormi sem saber, como está Sophie ? Ta tudo bem por ai Amor ? Como você está ? Aonde está ?.

Sorri com a mensagem

Mensagem : Estou bem amor obrigado, já resolvi tudo com Sophie, e estou aqui na casa de Isa, ela estava queimando em febre, agora abaixou um pouco.

Ela respondeu na hora.

Mor : Sério ? Nós não nos damos muito bem é verdade, por ela ser um pouco rebelde demais, mas é minha aluna, e me preucupo com ela, qualquer coisa me avise, Beijos Amor, Boa noite e cuide Bem dela, Te amo.

Olhei pra Isa e sorri a vendo dormi tranquilamente no meu colo, é como se ela também fosse minha filha, mas a Rebelde da família Haha.

Mensagem : Se cuide Mor, Também te amo muito, Beijos, Boa noite.

Respondi e desliguei o celular.

- Tá agora eu vou dormi na "minha" caminha..- tentei levantar a sua cabeça e sair, mas a mesma segurou minha perna com uma de suas mãos e grunhiu como em reprovação.

- Ah garota Rebelde, eu também mereço dormi sabia ? - Digo e então me deito  na sua cama e ela continua perto de mim, e eu continuo a mexer de leve no seu cabelo até que pego no Sono.

Daniel Off

Acordo e minha cabeça doi um pouco, levo a mão a mesma, e abro os olhos de leve, vendo a meia claridade se estalar diante dos meus olhos, olho para direita na minha cama, e percebo que estou sozinha.

- Será que foi imaginação ? - Olho para meu criado mudo e vejo uma cartela de remédios e uma caneca com um saquinho de chá dentro.

- Não, não foi cof - Me sento na cama e vejo a roupa que estou.

- Mas eu não dormi assim... Perai se não foi imaginação... Ele me trocou mesmo ?! - digo meio acordada, e me levanto pegando a cartela de remédios e a caneca, saindo do meu quarto.

O vejo lá em baixo na cozinha, preparando algum no liquidificador, e desço a escada devagar descalça e sinto o quan fria ela está.

- Eu odeio esse barulho ! - resmungo quando ele desliga o troço, e vira sua atenção para mim.

- Já acordou garota Rebelde ? - Ele diz sorrindo e pondo um negócio rosa nos copos.

- Não esse aqui é só meu holograma - respondo apoiando meus braços e cabeça no balcão.

- Credo garota rebelde - ele balança a cabeça negativamente fazendo sinal de desaprovação.

- Sério isso ? Vai ficar me chamando assim ? " Garota Rebelde" ? - O encaro brava mas sonolenta, eu tenho sono pra dar e vender.

- Talvez.. Senta, fiz panquecas e vitamina de morango - Ele se senta fazendo sinal para que eu faça o mesmo.

- Não quem fez foi o fogão e o liquidificador - Me sento a sua frente.

- Sério ? Vai ficar me amolando assim ?! - ele revira os olhos e começa a comer.

- Talvez... Se você pode ficar me enchendo o saco com "garota rebelde" eu também posso.

Então foi assim o nosso café da manhã, depois ele pois os pratos na pia.

- Me lembrei que tenho que buscar minhas primas no aeroporto ! - Falei na arrumada, na sala.

- Primas ? - Ele diz pegando sua bolsa e abrindo a porta.

- É com os acontecimentos de ontem não consegui te falar, elas vão passar um tempo aqui enquanto procuram um apartamento, vão passar um ano aqui no Brasil - digo logo atrás dele, esperando abrir a porta.

- Ata, te dou uma carona até lá então - ele diz, e eu aceito sem êxito, chegando no aeroporto, eu desço do seu carro.

- Até as 19:00 hoje não chego tão cedo das consultas - ele diz, nos despedimos e ele vai embora.

Entro no aeroporto e logo as vejo não tão distante, estão paradas as duas segurando suas malas de rodinhas, Zoe está de cabelo presso em um coque olhando seu celular, e Eloise está de cabelos soltos brincando com o puxador da mala.

- ZOE ! LOU ! - Elas levantam seu olhar e logo quando me vêem, corre com suas malas em minha direção.

- ISAA ! - dizem e me abraçam juntas e eu retribuo.

- Saudades garotas ! - digo, e é a mais pura verdade, passamos momentos inesquecíveis juntas, e foi horrível ter que me separar delas.

- Finalmente juntas ! - Completa Lou

- Sim ! Agora ninguém nos segura ! - sorri Zoe, ainda abraçadas.

- Eu senti tanta falta de vocês !- Digo, já andando para fora do aeroporto com cada uma do meu lado e ainda juntas.

- Nós também Isa, você não sabe como estamos felizes de está aqui ! - Completa Lou, e eu chamo um Táxi com movimento dr mão e entramos dentro.

- Sim  ! E a tia como está ?! - Pergunta Zoe entusiasmada.

- Ah.. Meninas, minha mãe viajou a um tempo e vai passar 2 anos fora! A trabalho Di ela... - silêncio toma conta do lugar, até que Zoe quebra o silêncio.

- Mal Isa.. Mas quem cuida de você ? Sei que você não precisa, mas imagino que a tia deixou alguém pela sua idade - Zoe diz me encarando.

- Ah Sim, Daniel o meu ex ginecologista - respondo e elas erguem uma sobrancelha, principalmente.

- Oi ? Me explica isso direito, bom pra ser ex tem que ter sido um velho né Haha -Zoe diz rindo.

- Até que não, ele é bonito mas não faz meu tipo, alto, cabelos loiros.. Olhos Verdes se não me engano - Zoe aumenta seu sorriso.

- Olha... - ela diz sarcástica

- Ele é compromissado ein, com minha professora de Português Haha - eu riu, mas ela não desmancha seu sorriso.

- Não sou ciumenta, Haha, mas porque ex ginecologista ? Aconteceu alguma coisa ? - ela pergunta vendo as horas no seu celular.

- Ah sla, eu não gosto dessas coisas, nada haver comigo, minha mãe que me forçou a ir na primeira consulta, mas esquece quero te falar dor MEUS amigos - eu sorriu e as duas se entre olham e sorriem.

- Diz ! - parecem famintas.

- Olha lá ein, a Sophie já me robou um Haha o Kauan loirinho de olhos azul, agora o Matheu e o Luka são meus, tirem o olho - Rimos juntas, quando o táxi para, chegam o em casa.

- Tem outros boys não Isa ? Haha - pergunta Lou finalmente quebrando o silêncio.

- Olha.. Ela - eu e Zoe falamos juntas, entrando em casa.

- Tem Sim Louzinha, um dia desses peguei um Ruivo de olhos cinzas LINDOO se chama Bryan, te apresento depois Haha - ela se debruçam no sofá.

- Não se esquece de mim ein Priminha Haha - Ri Zoe.

- Claro agora vou me arrumar para ir a escola. - Digo em direção ao banheiro.

- Vamos ficar Só Isa ? - Pergunta Lou melancolica.

- Bom o Dani chega hoje as 19:00 mas eu volto bem antes disso.

- Ah.. Que tal Fazemos uma festa Isa ? - pergunta Zoe animada.

- Bom.. Passem a tarde comprando os preparativos, quando eu voltar, trago A Sophie o Kauan, Luka e Matheu para apresentar a vocês, e participar da Festa do Pijama.

- Ótimo, gatinhos vão dormi conosco - Sorri de lado Zoe.

- O Kauan é da Sophie, e o Matheu e Luka são MEUS, já disse pra tirar o olho ein Haha - digo pegando minha mochila e a chave.

- Aprende a dividir priminha Haha - Diz Zoe rindo.

- Nemm, fui, até -Digo saindo pela porta.

- Até - respondem em conjunto.

Chegando Na Escola . . .

Já na escola vejo Sophie e Kauan se abraçando e Matheu e Luka se entre olhando.

- Cheguei Gatinhos ! - digo abrançando Matheu e Luka.

- Tenho novidades ! - todos me olham.

- Qual ? Fala - perfunta Matheu curioso.

- Minhas primas vão passar algum tempo lá em casa, chegaram hoje, e vamos fazer uma festa do pijama, e já digo que quero TODOS lá, ouviu Soph ? - a encaro.

- Mas Isa... Meu pai... Ele.. - a interompo.

- Eu me resolvo com seu pai Soph ! Só diga que vai ! - Continuo a encarar tentando parecer séria.

- Tá eu vou ! - ela responde ainda nos braços do Kauan, e todos sorrimos.





Notas Finais


Desculpem a hora e qualquer erro, o sono está me dominando assim como dominou Isa, Até amanhã Na festa do Pijama.
Amo vocês
Beijos amorizinhos
Boa noite.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...