1. Spirit Fanfics >
  2. Depois Do Final (Lunami) >
  3. 2 anos antes.

História Depois Do Final (Lunami) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ♥️
Até a próxima ♥️

Capítulo 2 - 2 anos antes.


Fanfic / Fanfiction Depois Do Final (Lunami) - Capítulo 2 - 2 anos antes.

— Yohohoho... — Eu cantava enquanto colhia as laranjas — Binkusu no sake wo, todoke ni yuku yo... — Essa canção me lembrava os bons tempos no Sunny Go — Warera kaizoku umiwatteku — Algumas lágrimas rolaram de meus olhos.                          3 anos depois de Luffy ter se tornando o rei dos piratas, passamos a ser caçados pelo Gorosei e todas as outras organizações do governo mundial. No começo era divertido batalhar com eles, depois passou a ser um incômodo real, por isso acabamos por nos separar e esperar até que a febre de um novo rei passasse.                                                             — Gostaria de saber onde todos estão... — Limpei as lágrimas e voltei a colher as laranjas — Luffy…5 anos é muito tempo…   

        Assim que acabei de pegar todas as laranjas, voltei para a casa onde eu e Nojiko moramos, obviamente nós ainda morávamos na mesma casa que Bellemere deixou.     Quando voltei para a vila de Cocoyashi, minha irmã e todos do vilarejo ficaram muito surpresos quando me virem, e ainda mais quando anunciei que ficaria ali por cerca de 5 anos. Confesso que foi um pouco estranho voltar a viver com Nojiko depois de tanto tempo, embora ela tenha continuado ali, na mesma casa que cresceu.

  No primeiro ano fiquei muito deprimida e solitária, chorava quase todas as noites com saudades da tripulação, passava horas olhando para o mar esperando ver o Sunny no horizonte, rejeitava grande parte das comidas feitas por Nojiko,pois, elas não eram como as de Sanji, dormia mal  e cheguei a perder as contas de quantas vezes gritei por Luffy na costa. Mas depois todos esses sentimentos foram suprimidos pelo tempo e eu acabei por esquecê-los à medida que o tempo foi passando.

— Nami!— Nojiko apareceu na cozinha meio ofegante — Você precisa correr até a cidade!                                                                              — O que ? — Perguntei. Enquanto colocava o cesto de laranjas na mesa da cozinha.

— Só corre!— Ela agarrou meu braço e me arrastou até a porta — Corre Nami!

— Por que ? — Me segurei nos batentes da porta.

— O rei dos piratas! ELE ESTÁ AQUI! — Nojiko gritou.

— Luffy ? — Rebati perplexa.

— SIM!!— Afirmou.

 Comecei a correr como se não houvesse amanhã,passei pelas árvores de laranjas como um raio, me esgueirei por entre as pessoas quando cheguei ao centro da cidade,até que finalmente chegar no começo da vila.

— NAMI! — A voz de Luffy ecoava no ar — CADÊ VOCÊ NAMI ?

— LUFFY!— Gritei correndo na direção da voz — LUFFY! — Gritei mais um vez quando consegui vê-lo um pouco mais a minha frente. Depois de 2 anos sem ver seu rosto pessoalmente, todos os sentimentos que eu detinha no meu coração foram liberados e logo as lágrimas rolaram.

— NAMI! — Luffy abriu os braços quando me viu chegando, ele usava seu chapéu de palha e o manto vermelho que pegou em Raftel.

Me joguei nos braços do capitão sem pensar duas vezes, e as lágrimas se intensificaram. Eu já estava preparada para esperar mais 2 anos até conseguir ver qualquer um dos chapéus de palha novamente, e ver Luffy ali me deixava extremamente feliz.

— Luffy...— Falei em soluços — Eu senti a sua falta — Coloquei um pouco mais de força no abraço.

— Eu também — O capitão devolveu o abraço — Hummm… Nami ? — Ele me cutucou.

— O que ? — Respondi me afastando e limpando um pouco das lágrimas.

— Eu sinto cheiro de comida — Ele apontou para a cidade — Eu tô com fome.

— Então vamos comer! — Sorri.

Antigamente eu teria ficado brava e batido nele por pedir comida em momentos como esses, mas naquele momento ouvir essas baboseiras me lembrava os nosso dias no navio.

Levei Luffy até o restaurante mais próximo e ele começou a se entupir de carne, arroz, frutos do mar e tudo que o restante podia oferecer. Logicamente eu estava meio irritada, já que eu teria que pagar toda aquela comida, mas levando em consideração tudo o que passamos juntos, resolvi cobrar só metade do valor para Luffy depois.

Ele comeu até ficar parecendo um balão inflado, e depois disso começou a conversar com Genzo sobre suas aventuras pelo novo mundo.

— Na primeira vez que eu enfrentei a Big Mom...— Ele gargalhava — Ela que chutou a minha bunda — Gargalhava mais ainda — Quase morri.

— Sério? — O velho que usava um catavento na cabeça estava perplexo.

— Sim! — Ele comia, gargalhava e conversava ao mesmo tempo.

Os dois ficaram lá, até o anoitecer e a essa altura, a cidade inteira veio ver o rei dos piratas, e logo tudo virou uma grande festa.

— Luffy! — Chamei — Temos que ir, você não pode causar essa comoção toda ou a marinha vai te achar.

— Ah Que nada — Respondeu meio bêbado — Vamos comer mais !

— Ei! Rei dos piratas! — Um dos moradores da cidade gritou — O que você veio fazer aqui ?

— Ah ? — Luffy fez uma expressão confusa enquanto mantinha um pedaço de carne na boca — AH! ESQUECI ! — Ele cerrou seus olhos em minha direção — NAMI!

— SIM! — Levei um pequeno susto.

— VAMOS NOS CASAR!

— O QUE? — Eu e todas as pessoas que estavam em volta tivéssemos a mesma reação.

— SIM! — Ele afirmou com a cabeça — Agora!

— CASAR? — Aquilo só podia ser mentira —Eu me casar com você ? NEM EM SONHO! IDIOTA!



Notas Finais


Até a próxima ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...